ARUANA

0

GUITARRA BAIANA MODELO ARUANA

Foi através do meu contato com Armandinho Macêdo e a construção da minha primeira “Baianinha” que comecei uma história bacana de conquistas pessoais imensuráveis, por onde pude extravasar o meu veio artístico, conhecer lugares e trabalhar com pessoas maravilhosas, muitas delas hoje vão além do cunho de parceiros; são amigos e uma família,  contribuíram de maneira única para o desenvolvimento do meu trabalho.                                                                                      
No decorrer dos 18 anos que se passaram desde aquele primeiro carnaval e dada a criação de diversos modelos autorais de Contra-Baixos, Guitarras, Violões e tantos outros projetos que foram inovadores, como a “Noviola”, que desenvolvi para contribuir com a técnica do artista sergipano Sergival, por exemplo; o foco principal sempre foi a Guitarra Baiana, que é detentora da minha paixão pessoal e foi o grande pontapé inicial da minha história como Luthier.
Um dos meus modelos de Guitarra Baiana chama-se “Caicó”; uma homenagem direta a uma música que se tornou um dos hinos do carnaval e do trio elétrico de Armandinho, Dodô & Osmar, “Rock de Caicó”, composição de Aroldo Macêdo em homenagem à cidade de Caicó, no Rio Grande do Norte. Minha primeira tentativa de engrenar um projeto em série foi o modelo “Itapoã”, uma edição limitada a 22 unidades, criação que desenvolvi em parceria com Aroldo Macêdo e que para minha grande felicidade, um dos inventores desse instrumento e do Trio Elétrico, Osmar Macêdo esteve presente no nascimento dessa guitarra e ficou satisfeito com o resultado, o que me realizou. Obtive uma boa resposta, vários artistas e entidades como Durval Lellys, a banda Cheiro de Amor, Banco do Brasil (através do “BBTeen”) etc., adquiriram um exemplar. O projeto abriu várias portas para o retorno da Guitarra Baiana aos palcos; e esse modelo, por sua vez, foi minha forma de homenagear a já tão famosa e cantada praia de Itapoã em Salvador.

   Passado um tempo, por volta de 2010, tive a necessidade de popularizar de uma vez por todas esse instrumento, visto que até esse ponto a Guitarra Baiana, apesar de tudo, ainda era um instrumento inacessível para aqueles que queriam aprender por ter elevado valor de mercado. Para tanto, precisei criar um novo modelo de guitarrinha que tornasse viável a aquisição por qualquer pessoa, algo que pudesse ser produzido em larga escala e a baixo custo, mas que não fugisse da qualidade padrão dos demais instrumentos. Foi então que percebi; seria essa a homenagem perfeita à minha terra, pus-me a projetar e construir os primeiros protótipos e graças a facilidade de produção somada ao meu atual uso de partes e peças autorais, a exemplo dos captadores, o projeto tornou-se viável e àquela altura, concreto. Decidi usar o nome mais musical e representativo que eu pude pensar para esse fim; “Aruana”.                                                                                                                                  
Aruana deriva de “Aruanã”, da linguagem Tupi, significa Sentinela, dá nome a um peixe; é como os índios chamam, também, a Tartaruga-Verde, hoje em risco de extinção, que desova em muitas partes da costa brasileira e também em nossas praias, dentre elas, talvez a mais famosa, a praia de Aruana, que é uma parte forte da identidade aracajuana. É um nome repleto de simbologia, pois batiza um ritual misteriosíssimo dos índios Carajás da Ilha do Bananal, além de ser uma lenda de profunda beleza e mensagem, a lenda de “Aruanã, filho de Aruá e primo dos lendários Arumanás”, que conta a história do peixe que queria ser humano e foi divinamente atendido por Tupã.
A terra Serigy que me deu a vida e inspiração, parece ter me abençoado mais uma vez, pois a empreitada foi um sucesso e hoje a Aruana é o meu trabalho mais requisitado, atingiu o seu objetivo de popularizar ainda mais a Guitarra Baiana. Músicos consagrados ou iniciantes realizando o sonho de adquirir o seu primeiro instrumento deram à Aruana sua grande oportunidade.
Carregada de simbologia e folclore, a guitarra Aruana torna plausível o meu sonho de levar o nome de Sergipe para todo o Brasil e também países como Japão, Holanda, E.U.A, Argentina, França, Alemanha e muitos outros pelos 4 cantos do mundo; feito que me orgulha bastante, pois prova que a única fronteira que existe para a arte e boas energias é a vontade.

Matéria sobre o lançamento da Aruana em 2010:
https://www.youtube.com/watch?v=95kTTOq_KPA

Rápido release da Aruana:
https://www.youtube.com/watch?v=znDumwiX1lM

Música Rock de Caicó:
https://www.youtube.com/watch?v=yB83M_VohsE

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários