As cores do Poder e os abusos dos prefeitos

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Ontem, 27, o blog fez o alerta e recebeu diversas informações que estão sendo checadas. O certo é que muitos prefeitos após assumirem seus mandatos pintam meio-fio, poste, escola, creche, posto médico, carros, sede da prefeitura e até igrejas católicas com as cores de seus respectivos partidos.

No município de Santo Amaro das Brotas, o blog foi informado que o prefeito Chileno, não satisfeito só em pintar a cidade de amarelo, trocou as fardas dos estudantes da Rede Municipal para a cor Amarelo e colocou sua marca nas costas das mesmas.

E o pior, quando questionado pelos vereadores decentes da Câmara Municipal de Santo Amaro, ao invés de reconhecer o erro fazendo uma auto critica vem tentando armar um impeachment de quem lhe contesta. Esquece o senhor Chileno, que na Câmara de Santo Amaro tem vereadores sérios, decentes e trabalhadores que não vão concordar  com o ato infame e irreal.

É preciso que o Ministério Público Estadual e a Procuradoria Regional Eleitoral estejam unidos para acabar com a atual situação. É preciso processar os gestores que estão passando dos limites com “As cores do Poder” e cobrar, até mesmo a devolução do dinheiro público empregado de forma tão ilegal e condenável.

O fato tomou proporções abusivas. Se nada for feito muito em breve ninguém saberá distinguir o espaço público do espaço eleitoral.

Jackson governador
Ontem, 27, o governador Marcelo Déda  transmitiu oficialmente o cargo para Jackson Barreto e retornou a São Paulo para tratamento da saúde.  Ele teve uma forte indisposição.

Formatura dos Alunos da Parceria Setrab e CVT/SergipeTec
O governador do Estado em exercício, Jackson Barreto, participa hoje, 28, às 8h30 no auditório do Centro de Convenções de Sergipe (CCS) da Formatura dos primeiros alunos da parceria Setrab e CVT/SergipeTec. A parceria entre o Centro Vocacional Tecnológico do SergipeTec (CVT/SergipeTec) e a Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab) foi formalizada em janeiro desse ano, quando foram abertas 600 vagas de cursos profissionalizantes voltados para os jovens sergipanos de 18 a 29 anos. O principal objetivo da parceria é possibilitar a inserção dos jovens formados no mercado de trabalho.

Itabaiana: boca de fumo no Rio das Pedras
O município de Itabaiana tem cinco delegados. Todos do primeiro time da SSP. Como Itabaiana tem muitos casos às vezes não chegam aos delegados alguns problemas graves. Por exemplo, no povoado Rio das Pedras, próximo ao Parque dos Falcões, principal ponto turístico da região, tem uma boca de fumo que até as muriçocas de Itabaiana conhecem. E nada é feito.

Itabaiana: boca de fumo no Rio das Pedras II
Quem mora próximo ao local tem que conviver com o trânsito dos “consumidores” e não fazer nada. Já imaginou carros de madrugada rondando sua residência  todo o momento? O que você faria, caro leitor?  Com certeza, a polícia civil de Itabaiana vai acabar com a boca de fumo e prender alguns meliantes.

Hospital Regional Garcia Moreno
O Superintendente do Hospital Regional Garcia Moreno, de Itabaiana, Darcy Tavares Pinto, esteve na Câmara Municipal para debater com os vereadores a situação do hospital. No último final de semana não tinha pediatra no hospital, mas o superintendente disse que foi um caso esporádico. Mas não é. Sempre falta algum profissional no hospital. Por exemplo, ortopedista, há mais de um mês que não tem, segundo os moradores.

Falta do que fazer: Adelson Barreto apresenta vários requerimentos pelo campeonato do Sergipe
Que o deputado apresente um requerimento de congratulações a todo diretoria do Sergipe extensivo aos jogadores e comissão técnica pelo título do campeonato estadual de futebol, tudo normal. Porém, Adelson Barreto extrapolou o limite do bom senso ao apresentar ontem diversos requerimentos (o blog perdeu a conta, cerca de 15) individualmente para os diretores, o médico, o fisioterapeuta, o diretor Albano Franco, preparador físico, massagista etc. É ou não é falta do que fazer?

Vaga TCE
O deputado estadual Zeca da Silva (PSC) disse ontem,27, que ficou surpreso e ao mesmo tempo feliz com os rumores da indicação de seu nome para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Zeca afirmou que em nenhum momento foi consultado pelo grupo e que seria até injusto com a deputada Suzana Azevedo (PSC) a substituição.

Posse
Está marcada para o dia 19 de junho, às 17 horas, no auditório do Palácio da Justiça, a posse do Juiz Ruy Pinheiro, titular da 2ª Vara Criminal de Aracaju, como Desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe. Ele vai ocupar a vaga deixada pelo Desembargador Netônio Machado, que se aposentou porque acabou de completar 70 anos.

Chuvas: cerca de 100 famílias têm prejuízo em Itaporanga
Enquanto as chuvas do último domingo (26) trouxeram alegria e esperança para os sertanejos, em Itaporanga D’Ajuda, cidade distante 30 km de Aracaju, provocaram destruição e muito prejuízo para dezenas de moradores.Poucas horas de chuva foram o suficiente para moradores perderem moveis e até mesmo parte da casa. De acordo com a Secretaria Municipal de Obras e Transportes, as águas invadiram casas e algumas ruas foram alagadas, deixando o acesso às comunidades praticamente intransitáveis.

Força tarefa
“Infelizmente as chuvas das últimas horas acabaram trazendo prejuízos para esses moradores. Nossa equipe estar visitando essas comunidades para analisar os problemas ocasionados pelas chuvas e colocar em ação medidas que possam, pelo menos de imediato, amenizar o sofrimento dessas famílias, e claro, tentar consertar o que foi destruído pela natureza”, diz Fausto Sobral, secretário de Obras e Transportes.Ao lado de secretários e engenheiros da Secretaria de Obras e Transportes, a prefeita Maria das Graças (Gracinha-PSDB) esteve logo cedo visitando as comunidades afetadas pelas chuvas e adotando medidas que visem reparar os danos causados aos moradores.

Localidades
Comandada pessoalmente pela prefeita Gracinha, a equipe técnica da prefeitura visitou os locais mais afetados pelas chuvas. As localidades mais afetadas foram: Rua das Lages, Avenida José Conde Sobral, Rua Governador Arnaldo Garcez, Travessa 15 de Novembro,  Rua do Cemitério, Rua da Bica, Povoado Salvadorzinho e Chindumbinha. Para agilizar o trabalho de recuperação das vias destruídas, a Secretaria de Obras disponibilizou duas Retroescavadeiras, dois Tratores, duas Caçambas e três Caminhões, além de 100 homens.

Secretário
Na tarde  de ontem, 27, Valmor Barbosa, recebeu o título de Melhor Secretário de Estado do ano 2012. O reconhecimento público de diversos segmentos que contribui para o desenvolvimento de Sergipe é realizado anualmente pela Federação Estadual das Entidades Comunitárias e premia as personalidades que mais contribuíram para o engrandecimento do estado.

Político
Valmor Barbosa fez um pequeno discurso de agradecimento e mostrou-se muito feliz com o prêmio conquistado e além de dedicá-lo à sua família, dedicou também à sua equipe, que segundo ele também contribuiu para mais essa conquista.Na ocasião, também esteve presente o vice-governador Jackson Barreto, que recebeu o Prêmio de melhor Político do ano 2012, e em seu discurso de agradecimento, fez questão de elogiar o trabalho que Valmor Barbosa vem desenvolvendo como secretário de Estado da Infraestrutura. “Valmor, feliz é o estado que tem um secretário de sua competência”, disse Jackson.

Lucimara participa de homenagem a Stella Maris
Na tarde da última sexta-feira, 24, a vereadora Lucimara Passos (PCdoB/SE) participou e discursou na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) da Sessão Especial que concedeu Título de Cidadania Aracajuana a Stella Maris Dornelas de Abreu Moreira. A sessão foi iniciada com uma bela composição do hino nacional e, em seguida, Lucimara pode introduzir a homenageada nascida em Pirapora, Minas Gerais.

Título
A solicitação do título, que se consolidou por meio do Decreto Legislativo 40/2012, foi feita pela ex-vereadora Miriam Ribeiro na época em que ocupava cargo na CMA. A agora aracajuana Stella Maris desempenhou várias atividades na gestão pública da capital sergipana. Pós-graduada em Gestão Pública e Empresarial, Stella exerceu os cargos de coordenadora administrativa e presidente da Funcaju, coordenadora financeira e secretária na pasta da Saúde, entre outros. Além do destaque como profissional, Lucimara enfatizou em seu discurso a personalidade de Stella e a importância disso para seu destaque como figura pública.

Justa homenagem
"Para mim foi uma honra quando solicitaram que fizesse esse discurso nessa homenagem justíssima – diga-se de passagem. Quero parabenizar Miriam Ribeiro pela iniciativa, porque Stella é uma mulher muito respeitada em nossa cidade. É importante destacar que ela escolheu Aracaju para viver, construir família e distribuir sua solidariedade. Essa é uma das características marcantes em sua personalidade: ela está sempre pronta para ajudar. Um exemplo de ser humano que nos orgulha que faça parte da população de Aracaju", declarou Lucimara.

Presidente do Conselho da Comunidade de Aracaju visita a Conselho de Campo Grande
O Presidente do Conselho da Comunidade de Aracaju e todo o Estado, o empresário José Raimundo, está em Campo Grande para ver de perto o funcionamento do Conselho da Comunidade de Campo Grande (CCCG) e visitar projetos que são desenvolvidos em empresas, órgãos públicos e unidades penais.

Estrutura
O objetivo do empresário é conhecer a estrutura e o formato da CCCG para implantar em sua comarca. No município de Aracaju a reincidência dos presos passa dos 70% e em Campo Grande, a reincidência dos que estão trabalhando oscila de 3 a 8%.

Reconhecimento
Para o Secretário-Executivo do CCCG Nereu Rios isso demonstra o reconhecimento do trabalho “Os outros Conselhos ficam surpresos de ver os nossos reenducandos trabalhando em empresas privadas, parques e órgãos públicos. Eles querem ver como conseguimos envolver a sociedade na ressocialização”.

Missão
O CCCG tem como missão inserir no mercado de trabalho os reenducandos do regime semiaberto, aberto e de condicional e faz a intermediação entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (AGEPEN) com empresários e órgãos públicos para viabilizar emprego para pessoas que estão saindo do sistema carcerário. (MP/MS)

Sistema Único de Assistência Social  – Curso de Extensão
A Faculdade Paulus está promovendo em todas as capitais do Brasil, formação na área da Política de Assistência Social, com carga horária de 16 horas e certificação pela Paulus aos participantes. A formação é direcionada aos trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social- SUAS, representantes de Organizações Não Governamentais e Governamentais, conselheiros tutelares, lideranças comunitárias, conselheiros de direitos, estudantes, psicólogos, assistentes sociais e interessados na temática.

Inscrições em Aracaju até 30 de Maio
Em Aracaju, as inscrições se encerram no dia 30 de maio, quinta-feira,  e o curso acontecerá nos dias 5 e 6 de junho, das 8 às 18h, com 2 hs de almoço, que será disponibilizado pela organização do curso, no auditório do Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, Rua Reis Lima, 181, Bairro Industrial, ao lado do CAIC Industrial, próx. A FANESE.

Como fazer a inscrição
Todas as inscrições devem ser realizadas pela internet, cumprindo os seguintes passos:Site: www.fapcom.edu.br -Link: curso de extensão – Assistência Social -Após esse caminho, abaixo aparecerá as capitais. No nosso caso – Aracaju, e a partir daí se abrirá a ficha de inscrição.Será uma excelente oportunidade de troca de informações, aprendizado e experiência nos moldes dos desafios postos em nossa sociedade, que é trabalhar a inclusão numa sociedade excludente.

Seminário sobre o Benefício de Prestação Continuada, hoje,28
Mais de 330 profissionais, entre eles assistentes sociais, médicos, advogados, servidores públicos e estudantes vão participar hoje,28, do Seminário “Benefício de Assistência Social – Aspectos técnicos e jurídicos do BPC/Loas à pessoa com deficiência e ao idoso”. As inscrições foram encerradas. O seminário será realizado das 8 às 13 horas, no auditório da OAB/SE localizado na sede da Caixa de Assistência do Advogado (CAA), travessa Martinho Garcez, 71 – Centro (antiga sede da OAB/SE), em Aracaju.  O seminário é promovido pela Escola da Advocacia Geral da União em Sergipe (EAGU), Tribunal Regional do Trabalho, INSS, Justiça Federal, OAB/SE e Conselho Regional de Serviço Social.

Frei Paulo: servidores denunciam irregularidades e cobram diálogo
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Frei Paulo (SINDFREI) denunciou ao Ministério Público a existência de servidores em desvio de função na Prefeitura, apadrinhados sem trabalhar, além de casos de nepotismo. A denúncia foi feita no início de abril, e a primeira audiência aconteceu na última quinta-feira, 23/05, nos turnos da manhã e tarde, no Fórum de Frei Paulo, quando 50 servidores foram ouvidos sobre as irregularidades detectadas pelo sindicato. A próxima audiência ainda não foi marcada, mas tratará das acusações de nepotismo na Prefeitura.

Pressão psicológica
O presidente do SINDFREI, Alexsandro Dantas, relata que muitos trabalhadores também tem sofrido com a pressão psicológica em seu local de trabalho. "O servidor tem receio até de chegar à sede do sindicato por causa das ameaças que ele ouve de que poderá ser transferido, mudar de chefe e local de trabalho se souberem que ele está filiado ao sindicato", relata. Alexsandro acrescenta que a rádio Educadora de Frei Paulo, propriedade do prefeito, faz acusações infundadas contra o sindicato, o que aumenta a pressão sobre os sindicalistas e põe a população contra o SINDFREI."A conquista da fundação do sindicato foi muito importante, pois foi através da luta do sindicato que nós conquistamos o Plano de Cargos e Carreira. No entanto nós precisamos rever alguns pontos deste plano para que ele seja capaz de beneficiar todos os servidores", pontua.

Agenda
28 DE MAIO – Hoje é o dia do CERAMISTA. O ceramista é aquele que trabalha com cerâmica. Oleiro e olaria significam, respectivamente: 1. Ceramista; 2. O local (estabelecimento, empresa industrial em que são fabricados os produtos ligados à cerâmica). Em Sergipe, o principal centro dessa atividade é a cidade de Itabaianinha, situada no na região centro-sul do Estado. O Ministério Público do Estado (MPE) marcou para segunda-feira (03.06), audiência pública para tratar das Organizações Sociais que, segundo projeto da PMA, irão atuar na área da saúde do município de Aracaju. 06 de junho é a data prevista para a entrega do Batistão à construtora encarregada de sua reforma. Um dia antes (05.06), o governador Marcelo Déda vai assinar a ordem de serviço que autoriza o início das obras.

Frase
“A hipocrisia é uma homenagem que o vício presta à virtude.” – La Rochefoucauld, em “Reflexões”. François Rochefoucauld – escritor nascido em Paris, membro ativo da oposição ao cardeal Richelieu (1613/1680).

Futebol
ECOS DE UMA CONQUISTA – O Batistão reviveu, depois de muito tempo, o seu período áureo, que começou com sua inauguração, em 1969, e atingiu o ápice nas décadas de 70 e 80. Afinal, foram quase 10 mil pessoas, no último domingo, no Estádio Lourival Batista. /// Se a decisão fosse Sergipe X Confiança, chegaríamos, certamente, aos 18 mil, sua capacidade total. /// O Mais Querido venceu o campeonato de ponta a ponta. Foi uma conquista justíssima. /// A Polícia Militar teve uma atuação impecável, mesmo descontando o fato de que a decisão foi um evento que envolvia uma torcida só. /// Uma justa homenagem póstuma foi prestada a Roberto Arcieri, recentemente falecido. O Sergipe ganhou, também, o troféu que levou o nome do “cobrão”. /// Reinaldo Moura, futuro presidente do clube, e detentor de uma ponderável parcela do mérito pelo título conquistado, só foi ao Batistão quando o jogo acabou. /// Os torcedores desabafaram. Lavaram a alma, após a vitória contra o River Plate. /// Além de reconquistar a hegemonia de nosso futebol, o Sergipe também ganhou o direito de, em 2014, representar, juntamente com o vice-campeão, o River Plate, o nosso Estado nas competições Copa do Nordeste e Copa do Brasil. /// O técnico Givanildo Sales, muito festejado por todos, emocionou-se, antes da partida, ao conversar com sua mãe, com quem falou ao telefone, chamando-a de “minha rainha”. Deve ser escolhido o melhor treinador do campeonato, seguido de perto pelo veterano Edmilson Santos e o “calouro” Iedo Morgado. /// REUNIÃO – O alto comando rubro estará reunido hoje, para tratar de reforços para a série D. Estreia vai acontecer no dia 02 de junho, ainda no Batistão. LIBERTADORES – Dois jogos importantes, um amanhã (Olímpia X Fluminense), em Assunção, e outro na quinta-feira, em Belo Horizonte (Atlético Mineiro X Tijuana do México). Se passarem pelas quartas-de-final, o galo mineiro e o tricolor carioca defrontar-se-ão, na fase semifinal. NEYMAR – Despediu-se prometendo voltar a jogar no Brasil. RENDA RECORDE – A partida Santos X Flamengo, disputada no novo estádio de Brasília, o Mané Garrincha, estabeleceu, de forma disparada, um novo recorde, no Brasil: 6 milhões e 900 mil reais. 63 mil pessoas pagaram ingresso. O mais barato custou 160 reais. /// VITÓRIA DA CONQUISTA     – Será o primeiro adversário do Sergipe no campeonato da série D. COMISSÃO – O departamento de futebol do Sergipe é constituído por Beto Hora, Ramon, Ari Resende e Nelson Lima. /// ELEIÇÃO – No segundo semestre, é o que se prevê, o Conselho Deliberativo do Sergipe vai marcar a eleição para a diretoria executiva. Provavelmente será no mês de julho, após a Copa das Confederações.

Futebol II
Agora é oficial: Neymar já é jogador do Barcelona. /// É provável que o craque ainda jogue pelo Santos, contra o Grêmio, pelo campeonato brasileiro. /// O Sergipe vai enfrentar, no próximo sábado (01.06), no Batistão, o Vitória da Conquista, pelo certame da série B. /// Na quarta-feira (05.06), Bahia e Botafogo atuarão no Batistão, que, aí sim, após essa partida, será fechado para a execução de uma ampla reforma. /// Fluminense vai encarar o Olympia, do Paraguai, amanhã, no Defensores Del Chaco, na capital do Paraguai, Assunção. Abel vai lançar todos os titulares, inclusive o atacante Fred, nessa importante partida válida pelas quartas-de-final da Taça Libertadores da América. /// Na quinta-feira, o Atlético Mineiro receberá o Tijuana, do México, no Independência, em Belo Horizonte, onde o galo sempre se dá bem.

Curtas
PETROBRAS ATINGE RECORDE DE PROCESSAMENTO EM SUAS REFINARIAS. /// ENEM ULTRAPASSA OS 7 MILHÕES DE INSCRITOS. /// ANVISA DECIDE MANTER VENDA DE EMAGRECEDORES À BASE DE SIBUTRAMINA. /// PSDB PEDE APURAÇÃO SOBRE DECISÃO DA CAIXA NO CASO DO BOATO SOBRE O BOLSA FAMÍLIA. /// JUROS PODEM SUBIR NOVAMENTE. É O QUE DIZEM OS ANALISTAS ECONÔMICOS. /// NEYMAR DESCARTA DESPEDIDA NA VILA BELMIRO EM JOGO CONTRA O GRÊMIO. /// MENDONÇA PRADO DESAFIA OS IRMÃOS AMORIM PARA UM DEBATE. /// DEPUTADO DO DEM AFIRMA QUE TOPA ENFRENTAR, SOZINHO, OS DOIS E MAIS UM ASSESSOR. /// APÓS TIROTEIO, BELTRAME PROMETE MEDIDAS PERCEPTÍVEIS NO ALEMÃO. /// MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL MARCA AUDIÊNCIA PARA DISCUTIR AS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS E A SAÚDE MUNICIPAL. /// MORTE DE RUY MESQUITA E ROBERTO CIVITA ABALA DOIS IMPÉRIOS DA COMUNICAÇÃO: ABRIL E ESTADÃO. /// RADIALISTA É ASSASSINADA EM TABATINGA (AM). LANA MICOL CIRINO FONSECA, 30 ANOS, ERA COORDENADORA DA RÁDIO NACIONAL DO ALTO SOLIMÕES.

PELO TWITTER

www.twitter.com/leleteles   toma essa @BlogClaudioNun  EM MAIO MORRE O DONO DA ABRIL. QUER DIZER, JÁ FOI TARDE, NEAH?

www.twitter.com/clovis_silveira  Fico aqui pensando: O que será que faz, a pessoa cuspir no prato que comeu? trocar de prato, até que não é problema, mas cuspir!

www.twitter.com/sergioalves1   São João se aproximando: já sinto o cheiro de fumaça, o barulho das bombinhas, o toc-toc das botas, o sabor do milho e o ecoar do forró.

www.twitter.com/Adalberto_Prof   Mesmo cansado de tanta cantilena enfadonha e mentirosa…ainda tenho a esperança como concepção de futuro…#coraçãotriste.

www.twitter.com/keizersantos  Quem proibiu a cachirola deve ser ovacionado por todo Brasil. Pense numa decisão acertada! Este objeto NUNCA representou o povo brasileiro.

www.twitter.com/revinhogama Chegar atrasado ao trabalho de óculos escuros e com uma garrafa de água na mão = "vai contar uma mentira…"

www.twitter.com/esmeraldolea l  Qual será a capa da próxima inVEJA: Civita sendo cremado ou Lula sendo queimado?

www.twitter.com/georgelemos1986   O binômio oposição-situação nos faz lembrar dos tempos de ARENA x MDB, no Regime Militar. Naquele tempo, pluralidade era palavrão brabo.

DO LEITOR

Solidariedade a jornalista Aldaci de Souza
A jornalista Aldaci de Souza, aqui do portal Infonet, escreveu um texto no Facebook – que teve uma grande

Texto publicado no Jornal do Dia

repercussão – mostrando a indignação dela com a cópia de um texto dela e a assinatura por outro jornalista do Jornal do Dia. Um total desrespeito.  Leia o que ela escreveu: “Foto: Não é a primeira vez que o Jornal do Dia faz isso, mas hoje eu fiquei bem irritada. Pois tô eu na aula de Pós-graduação da  Unit, e resolvi dar uma lida no Jornal do Dia de ontem (24). Para a minha surpresa, pegaram a MINHA MATÉRIA que apurei, fui a primeira repórter a chegar ao ato dos professores na porta da Sefaz, gravei a entrevista com o professor Roberto Silva, voltei para a redação, decupei a gravação, peguei as melhores partes e fiz a matéria, publicada no Portal Infonet, na quinta-feira, 23. Eis que a repórter Monique Oliveira, leu a MINHA MATÉRIA, copiou, mudou os parágrafos de lugar e o mais grave: assinou. Isso mesmo: ASSINOU. Aí acabou comigo. Que peguem as matérias dos outros, leiam, chupem algumas partes, mas colocar o que o entrevistado falou na íntegra, com aspas e tudo. Foi demais viu? Eu sou jornalista por paixão, não para sentar a bunda na cadeira e clonar matérias. O que mais me irritou foi se o jornal não dá condições de o repórter ir até o local, que pegue o maldito telefone e ligue para o entrevistado, até porque o pessoal do Sintese é bem acessível. Por ironia do destino, o editor do Jornal do Dia foi o meu primeiro editor no extinto Jornal de Sergipe, pessoa de quem admiro por demais e jamais ensinou que clonássemos matérias e assinasse. Além de tamanha falta de respeito e ética para com os colegas, é um crime minha gente. Que geração de profissionais é essa que quer fazer tudo de dentro da redação e não tem a menor vergonha de copiar as matérias dos colegas? O pior é que não foi uma entrevista coletiva. Eu estava sozinha, cara a cara com Roberto Silva Dos Santos e ele jamais ia dizer exatamente as mesmas palavras, vírgulas, pontos.  Desculpe viu Monique Oliveira, mas quem tem competência se estabelece. E Gilvan Manoel, só espero de você e de Elenaldo que chamem a repórter e a faça escrever cem vezes: “Clonar matérias dos meus colegas e assinar é ser ‘foca’ para o resto da vida, é falta de respeito, é crime”. PRONTO FALEI!!!! Vejam a matéria do Jornal do Dia e a que eu fiz um dia antes. https://.infonet.com.br/educacao/ler.asp?id=144599&titulo=noticias

ARTIGO

Igualdade Racial no Governo Déda  Irivan de Assis Santos Silva Pejigan*

“Pior do que os maus políticos é o silêncio dos bons”
Martin Luther King

Após 125 anos da abolição da escravatura, o dialogo da sociedade brasileira com o propósito dos ideais da republica democrática, ainda hoje, passa por grandes desafios quando o assunto é o social e o racismo, e sua relação com toda organização do Estado, que ao longo do tempo se desenvolve hierárquica e autoritariamente, mas, que encontra muita dificuldade na busca de soluções para diminuir a pobreza e promover a igualdade racial. É por demais importantes entender que pobreza e racismo neste país é a face da mesma moeda, porém, o racismo ultrapassa os limites da pobreza, mas ambas são o calcanhar de Aquiles na chamada democracia brasileira, a mesma situação econômica insustentável dos pobres e da miséria social se reflete na cor da pele da maioria de sua população, que segundo dados oficiais do IBGE (Instituto Brasileiro Geográfico), é negra.

Como afirma Luciana Jaccoud, no Brasil, a consolidação de um Estado democrático não pode mais prescindir da garantia, pelo poder público, da oferta, do acesso e usufruto de direitos não apenas políticos, mas civis e sociais. Mas esses direitos não podem reforçar ou ampliar a desigualdade. Ao contrário, se a igualdade formal sob a qual se assentam os regimes democráticos exige o reconhecimento público do tratamento similar a todos os cidadãos, ela também exige o enfrentamento da desigualdade e dos estigmas de subordinação por mecanismos de promoção e de compensação de naturezas diversas, legitimando o pacto social e político que sustenta as sociedades democráticas modernas. (JOCCOUD, 2005, p. 65). Nesta direção podemos cobrar a responsabilidade dos governos democráticos em se esforçar o máximo permitido para combater a desigualdade entre brancos e negros reconhecida hoje, na sociedade brasileira como uma das, mas perversas no tecido social no Brasil, partindo da realidade mostrada em todos os dados estatísticos que grandes diferenciais raciais marcam praticamente todos os campos da vida social brasileira. “seja no campo da educação, saúde, renda, acesso a empregos estáveis, violência ou expectativa de vida, os negros se encontram submetidos às piores condições”. E mesmo, com algumas ações governamentais a nível federal com o objetivo de diminuir as desigualdades tem acontecido de forma muita modesta e lenta, tanto do ponto de vista do seu alcance quanto de sua trajetória.

O desafio na formulação de políticas para promoção da igualdade racial perpassa por uma reflexão critica sobre o processo de exclusão a qual foi submetida à população negra durante vários séculos de escravidão e pós-abolição no Brasil. Isso requer um esforço do governo e sensibilidade no trato das questões sociais, somente com essa percepção da realidade sócio racial, visão democrática e um grau mais apurada de gestão pública numa sociedade plural e diversificada como a nossa, que aumenta as possibilidades do poder público, enfrentar os problemas raciais e reduzir as desigualdades raciais, que afetam milhões de brasileiros. Sendo assim, promover a igualdade racial significa um ajuste no enfoque das relações raciais, principalmente por ser um assunto novo no caso da gestão pública, mas também se trata de uma questão crucial para a consolidação de uma democracia plena.

Nesse contexto, apresentamos uma visão geral deste processo, para que seja possível refletir e entender quais os motivos que levam governos nascido da luta democrática como é o caso do Governador Marcelo Déda ter muito dificuldades de lidar com o racismo, o preconceito e a discriminação racial, um problema central para o desenvolvimento econômica, social e cultural de nossa sociedade. As chamadas políticas públicas, mediante as quais o Estado se faz presente consolidando direitos, desfazendo iniquidades, fortalecendo a coesão social e mesmo obstruindo ciclos viciosos de reprodução de desigualdades, parecem ainda ausentes no caso do problema racial. De uma forma trágica e até emblemática, em face desse problema, onde as políticas públicas, mas se fazem necessárias é lá que o Estado se omite e essas políticas escasseiam. Essa citação de Mario Theodoro reflete o atual estagio do governo Marcelo Déda em relação à questão racial. Simplesmente não avançou nada, ao contrário o governo se mostra incapaz de apresentar propostas e programas que visem à promoção da comunidade negra sergipana. Além disso, o governo mostra despreparo político na implementação dessas políticas e de cumprir acordos com o Movimento de Religiosidade de Matriz Africana e o Movimento Negro.

Em 2007, havia uma expectativa do movimento negro sergipano por conta do apoio dado a primeira eleição do governador Marcelo Déda na criação de uma Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, o governador não acatou a criação da Secretária e na reforma administrativa enviada a Assembleia cria uma coordenadoria para tratar da promoção da igualdade racial com 04 cargos vinculada a Secretaria do Trabalho. O movimento negro sergipano pactua com o governo na esperança de que dava um passa importante para abertura política e pautar agenda de governo políticas que viessem a promover a igualdade racial. Durante o primeiro mandato do Governador Marcelo Déda, o único investimento foi de RS 30.000,00 – para uma atividade alusiva a Zumbi dos Palmares – no Dia Nacional da Consciência Negra. Ou seja, Durante um mandato inteiro não houve nenhum tipo de investimento nem implementação de políticas pública que de fato venha favorecer o crescimento sócio-economico e cultural da comunidade negra do nosso Estado. Mesmo assim, o movimento negro sergipano apoiou a reeleição do Governador Déda, e mais uma vez tínhamos o sonho e a esperança que poderíamos avançar nas políticas sociais e da igualdade racial. E por incrível que pareça mesmo o movimento apoiando, indo as ruas, segurando bandeira, mas uma vez não fomos atendidos e o governador encaminha para assembleia, mas uma reforma administrativa agora no segundo mandato e simplesmente não torna a secretaria legal e o que era pra ser uma secretaria se torna uma coordenadoria que hoje não existe legalmente. Ou seja, o Governador Marcelo Déda corre o risco de encerrar seu ciclo de mandatário do executivo sem deixar nenhuma estrutura política criada e constituída para a promoção da igualdade racial, indo totalmente na contramão da história e na experiência de uma nova gestão pública como o Governo Federal e dos Estados onde o Partido dos Trabalhadores governa. A política de promoção da igualdade racial no governo Déda ficou restrita a um núcleo invisível locado na Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Cidadania sem nenhum tipo de interlocução com a comunidade da qual se propusera assistir.

Diante do exposto, só nos resta uma reflexão ou mesmo uma interrogação. O que leva um Governador nascido e criado na luta por liberdade do povo, não prestar atenção ou não dar nenhuma importância a um problema que há séculos tem vitimado e usado de toda a violência contra homens e mulheres negras? Por que será que a política de promoção da igualdade racial assusta até mesmo governante da chamada esquerda brasileira?

Bem, como não estamos aqui pra dar resposta ou fazer juízo de valor sobre questões tão importantes, esse não é o nosso papel, aqui cutucamos apenas como forma de mexer com o pensar e o refletir de cada um, e a partir dessa reflexão buscar na consciência coletiva maneiras de construir um projeto de sociedade onde a diversidade cultural tenha visibilidade e condições de equidade em todos os campos das políticas públicas de estado.
 
No entanto, como ponto comparativo e de reflexão pode citar como o governo Jackson Wagner do PT da Bahia enxerga a questão e que tomou pra si a responsabilidade do combate ao racismo no seu Estado, quando da criação de uma Secretaria vinculada diretamente ao seu gabinete assim como fez o Grande Presidente Luiz Inácio Lula da Silva na criação da Seppir. Além disso, o Governador Jackson tomou uma serie de medidas necessárias para a transformação de uma política social em uma política de Estado a exemplo da Criação de um conselho de promoção da igualdade racial, grupo Inter setorial para quilombos, comitê técnico estadual de saúde da população negra, comissão estadual para a sustentabilidade dos povos e comunidade tradicionais, o fórum de gestores municipais de promoção da igualdade racial. Tudo isso tem um efeito catalisador para mudanças institucionais e o estabelecimento de ações e políticas transversais. Diferentemente do seu correligionário partidário o governador do Estado de Sergipe se limitou nesses quase sete anos de governo a inauguração de uma estatua de zumbi de palmares na orla de atalaia, cuja solenidade de inauguração foi vetada a participação de grande parte do movimento de religião africana de Sergipe e do movimento negro.

Por tudo isso, chegamos à conclusão de o quanto o governo Marcelo deda, se perdeu no tempo e se afastou dos que mais necessitam da ajuda constitucional do Estado, que é sem dúvida a população negra, que ao longo de tantos séculos foi submetida ao trato sub-humano, sem acesso aos direitos necessários de um cidadão. Sem saúde, educação, sem acesso aos bens culturais, tudo isso, gerando perdas enormes no desenvolvimento de suas potencialidades culturais principalmente a juventude negra maior vitima da violência urbana moderna.

Portanto, é importante reconhecer que o caminho é longo e muitos são os obstáculos. Adotar políticas de promoção da igualdade racial torna-se condição si no quo non pra qualquer governo que tenha a intenção concreta de melhorar a qualidade de vida do seu povo, é condição básica para que as iniquidades sejam proscritas e o Estado de Sergipe possa enfim galgar de uma verdadeira democracia. O Estado de Sergipe que buscamos, é o Estado do desenvolvimento com igualdade de oportunidades e de acesso a bens e serviços, deve ter como desafio primeiro o combate ao problema racial, essa chaga secular que, precisa ser enfrentada como forma de reparar danos causados a esta população e ao mesmo tempo construir uma nova sociedade.

*Graduado em Pedagogia, Pós Graduando em História,
Coordenador Estadual do Fórum Sergipano das Religiões de Matriz Africana

ARTIGO

O Jornalista e o Periodista   por Henrique Alves da Rocha *

Esta semana o renomado jornalista Alexandre Garcia homenageou o General Jorge Rafael Videla, falecido em 17 de maio, Presidente da Argentina de 1976 a 1981 (depois de depor através de um golpe de estado a Evita Perón), com o texto “Epitáfio de um General”, publicado em vários jornais do país, a exemplo do Diário da Amazônia (http://diariodaamazonia.com.br/epitafio-de-um-general/ ).
O General Videla foi condenado a duas penas de prisão perpétua pelos crimes cometidos durante a ditadura.
Nas palavras de Alexandre Garcia Videla “Morreu com a consciência tranquila de quem cumpre com o dever” e que era “Católico praticante, ia à missa com comunhão todos os dias”, mostrando a seus leitores a carreira do Militar, citando que a guerra travada pelo General contra a esquerda Argentina (e vice versa) era tão suja quanto à “guerra” dos Papas.
O texto de Garcia não traz muita informação sobre o que foi a ditadura argentina.
Não há como se comparar ditaduras, todas são contra a liberdade, inclusive a de expressão. Mas para se ter uma vaga idéia do que fora a ditadura no nosso vizinho do sul, em 21 anos de ditadura no Brasil, contabiliza-se cerca de 300 desaparecidos, já na Argentina, em sete anos, contabiliza-se mais de 30 mil desaparecidos. Entendem porque não há como se comparar?
Também esta semana um Periodista argentino Jorge Kostinger, publicou um texto dirigido a família do General Videla, publicado inicialmente no Jornal “El Atlantico” de Mar del Plata, reproduzido em diversos jornais pelo país, e que circulou como um “vírus” nas redes sociais (http://poesiayramosgenerales.blogspot.com.br/2013/05/flia-videla.html ).
O colega de Alexandre Garcia, o argentino Kostinger, faz uma “poesia” emocionada com seu texto, que por ser auto-explicativo, dispensa comentários, todavia não dispensa reflexões:
“Aí está o Corpo,”
“sem habeas corpus, aí tem o corpo.”
“uns papeis e é seu, enterrem seu parente”
“contam vocês com um corpo”
“que faça constar que o recebem sem queimaduras nem hematomas”
“poderíamos tê-lo golpeado, mas preferimos não fazê-lo. Isso fez este corpo que vocês vão enterrar”
“levem vocês esta carne, que começa a apodrecer, está inteira com seu sangue, sem marca alguma que reflita tormento.”
“não o atiramos de um avião, não o animamos a cantar queimando-o com um marcador de gado. Que cante, por exemplo, onde estão nossos corpos, de nossos companheiros”
“não foi violado”
“não tem perfurações a bala e nem as mãos amarradas com arames”
“cada olho negro está em seu lugar, cada unha em seu respectivo dedo”
“não o fuzilamos para dizer que morreu em um enfrentamento”
“não o misturamos a cimento”
“Aí está! não peregrinaram vocês a esmo perguntando onde está ou quem o levou, não lhes mentiram na cara sem nenhum pudor”
“não o enterramos em qualquer parte como fizeram com …”
“não lhes roubamos seus netos.
“Aqui tem um corpo!”
“Sim, fizemos nele uma autopsia, encontramos todas as vísceras, e onde dizem que reside uma alma, ….” (tradução livre)

*Tenente Coronel PM

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frases  do Dia
“O caminho para o céu é o mesmo, onde quer que se esteja”. Thomas Moore, poeta irlandês, nasceu em 28 de Maio de 1779 e morreu em 1852.

“Quem pensa muito faz pouco”.Zózimo Barrozo do Amaral, jornalista brasileiro, nasceu em 28 de Maio de 1941 e morreu em 1997.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários