Assassinas à solta

0

Por que será que a Prefeitura não manda demolir as velhas e inseguras marquises existentes em vários pontos de Aracaju? Mesmo depois que uma delas caiu no calçadão da rua João Pessoa e matou uma mulher, nada foi feito para remover outras obras idênticas e também condenadas. Maior exemplo desse desleixo do poder público pode ser visto na Avenida Rio Branco. A marquise do velho prédio onde funcionou o Diário de Aracaju está escorada por madeiras, podendo desabar a qualquer momento em cima de alguém. Na área dos mercados centrais existem outras tantas, que ameaçam as vidas de quem passa diariamente sob elas. Será tão caro demolir uma velha marquise, ou o que falta é disposição na Prefeitura para acabar com essas assassinas em potencial?

 

Pó de arroz

 

A torcida do Fluminense está sorrindo de orelha a orelha com a conquista do campeonato brasileiro de futebol. O mesmo não se pode dizer dos torcedores do Vitória, que empatou dentro do Barradão e caiu para a segunda divisão. Fidalgos, os milhões de flamenguistas vão entregar, temporariamente, o título de campeão ao ‘Pó de Arroz” carioca, esperando a mesma cortesia ano que vem, quando o nosso Mengão voltará a ser campeão brasileiro. Alguém duvida?

 

Saravá Oxum!

 

Nos terreiros de candonblê os atabaques estão sendo afinados para festejar, quarta-feira que vem, Oxum, a deusa da beleza, da vaidade e fecundidade. Em Aracaju, as comemorações acontecerão na Orla de Atalaia. Durante toda a noite, pais e filhos de santos, além de curiosos e turistas, vão exaltar o Orixá das águas doces dos rios e cachoeiras.  Em Oxum, os fiéis buscam auxílio para a solução de problemas no amor, uma vez que ela é a responsável pelas uniões, e também na vida financeira, a que se deve sua denominação de “Senhora do Ouro”. Saravá meu pai!

 

Dama do arco-íris

 

Quem está com exposição montada na Galeria de Arte Álvaro Santos, ali no Parque Olímpio Campos, é a artista plástica Anete Sobral. A mostra, batizada de ‘Visão Urbana e Cultura,’ pode ser visitada até o próximo dia 11. A professora Aglaé d´Ávila Fontes chama Anete de a dama do arco-íris: “Ninguém melhor do que ela, fez o passado virar presente, registrando as cores e formas da nossa cultura popular”, escreve a educadora. Prestigie!

 

Pacotes

 

Veja o que escreveu o colega Ivan Valença em seu Colunão de domingo no Jornal da Cidade: “Dizem que o capo do PSC, Edvan Amorim, procurou o deputado estadual eleito capitão Samuel para lhe mostrar uma lista com os nomes dos futuros ocupantes da mesa diretora da Assembléia. “Não voto em pacotes”, teria sido a resposta de Samuel. Terá sido assim mesmo o episódio?”, indaga a experiente escriba.

 

Desejo de comprar

 

O otimismo dos consumidores está fazendo a alegria da classe empresarial. Maior exemplo da disposição das pessoas para comprar pode ser vista no comércio de Aracaju. O resultado disso é um volume de vendas, que deverá bater tosos os recordes. A semana passada, quando da inauguração da primeira loja da Casas Bahia na capital foi um bom exemplo desta disposição dos consumidores. Uma verdadeira multidão se aglomerou em frente ao novo estabelecimento, esperando a abertura das portas. Como houve um pequeno atraso, os consumidores começaram a gritar: “Abre, abre, abre!”.

 

Nova diretoria

 

Assim como a presidente eleita Dilma Rousseff (PT) e o governador Marcelo Déda (PT), o presidente eleito do Clube Sportivo Sergipe, Carlos Alberto Mendonça, está escolhendo seus auxiliares. Ele deverá convocar uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, para anunciar os nomes daqueles que vão compor a nova diretoria do ‘Mais Querido’. A coluna, Confiança desde criancinha, deseja sucesso aos novos dirigentes do ‘Vermelhinho’ e torce para que Carlos Alberto consiga colocar ordem no Sergipe, que nos últimos anos virou uma casa de mãe Joana.

 

‘Grana’ na mão

 

Uma boa notícia para os amigos aposentados: o INSS deposita hoje os benefícios dos segurados que ganham acima do salário mínimo e têm cartão com finais 4 e 9. Recebem também os beneficiários que ganham até um mínimo e têm cartão com final 9. A segunda parcela do décimo terceiro salário vem incluída neste pagamento. Já sabe o que vai fazer com tanta ‘grana’?

 

Durinho da Silva

Clientes do Banco do Brasil foram surpreendidos ontem com uma pane no sistema da instituição, que impediu saques e compras. Outros procedimentos, como transferências e pagamentos, também foram suspensos. O presidente do PT, Zé Eduardo Dutra, postou em sua página no twitter uma reclamação contra a vexatória situação: “Que maravilha! Sistema do Banco do Brasil fora do ar e eu sem um centavo no bolso”, reclamou. Além dele, vários outros clientes postaram a mesma queixa na internet. 

Do baú político

 

Embora fosse mais de meia noite, a Churrascaria São Carlos, às margens do rio Sergipe,  centro de Aracaju, funcionava à meia-boca. Havia justificativa para a pouca freqüência, àquela hora, de boêmios e prostitutas no recinto. É que, ali pertinho, uma multidão lotou a Praça Fausto Cardoso para o último comício de José Carlos Teixeira (PMDB), que disputava o governo contra Antônio Carlos Valadares (PFL). Nisso chega um casal, senta e pede um churrasco. Numa mesa próxima, o jornalista Fernando Sávio, ‘candidato’ a governador pelo PV – partido que legalmente não existia em Sergipe e, portanto, a candidatura dele oficialmente também não –, ‘apaixona-se’ pela moça e começa a paquerá-la. O marido não gosta e lhe dirige, em voz baixa, alguns impropérios. Fernando levanta, vai à mesa e, desaforadamente, pega a cerveja e despeja no prato do desafeto. Catingueiro brabo, eleitor da oposição, o cidadão agarra Fernando, empurra a cabeça dele sobre a mesa, saca um revolver, encosta o cano longo e prateado no ouvido do nosso ‘candidato’ e grita: “Nunca mais você vai mexer com mulher de macho”. É quando, para surpresa de todos, Fernando recorre a uma espetacular mentira: “Pode atirar, filho da puta, mas fique sabendo que você está matando o sobrinho do futuro governador José Carlos Teixeira”. O homem, chegado do comício com a mulher, recolhe o ‘três oitão’, solta Fernando, pede a conta e vai embora. Ufa, que alívio!

 

Resumo dos jornais 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais