Augusto, o Nero sergipano

0

  A história relata que o imperador de Roma, Nero ( 64 dC) notabilizou-se pela perseguições cruéis aos cristãos. Nero era populista e demagogo e é lembrado hoje como o imperador que incendiou Roma. A história é cruel com os demagogos e populistas. Não só os que tiveram oportunidade de assumir altos cargos como imperadores, reis, rainhas e presidentes nos dias atuais. Todos, bons ou ruins, ficam guardados na história. Dela ninguém escapa.

  Atualmente em Sergipe, diversas categorias dos servidores públicos estaduais reivindicam melhorias salariais. Todas têm direito, mesmo com o governo com poucos meses de mandato. A grande parte destes sindicalistas é oriunda do próprio Partido dos Trabalhadores, comandado em Sergipe pelo governador Marcelo Déda. A maioria destes sindicalistas lutou e sonhou por muito tempo por este momento histórico, onde a esquerda em Sergipe chegasse ao poder. Então todos têm o direito de reivindicarem. Seria um absurdo se tivessem calados neste momento.

  Porém alguns políticos de Sergipe acreditam que os sergipanos não têm memória. É um povo que esquece tudo fácil. E ai aparecem os falsos democratas, os defensores dos sindicalistas, que na verdade são alguns “Neros” dos dias atuais, que tentam se travestir de lideres sindicais e baluartes das causas trabalhistas. Vejam bem! Causas trabalhistas. Seria correto para muitos, menos para o Nero sergipano que apareceu agora, o deputado Augusto Bezerra (EX-PFL, hoje DEM). Como um deputado que tem ações trabalhistas julgadas e perdidas na Justiça Federal tem a coragem de dizer que defende trabalhadores.

   Quem acompanha esta coluna há muito tempo sabe do comedimento que este colunista tem ao analisar os fatos. Mas têm alguns que não dá para entrar pela garganta calado. Ao chegar em casa, ao abrir os e-mails recebidos estava lá, em manchete: “Augusto volta a propor o afastamento de Joel Almeida do Sintese”. Ora bolas, alguns poucos deputados da oposição podiam propor este afastamento, mas Augusto não. Ele foi um dos maiores defensores, não só no governo passado, mas no de Albano Franco também, de políticas e ações que foram colocadas em prática nocivas ao magistério público.

  Chamar o presidente do Sintese, Joel Almeida, de pelego é  brincadeira. Então qual adjetivo usar para Augusto Bezerra. Será que ele tem coragem de abrir mão da imunidade parlamentar para os processos que perdeu na Justiça Federal do Trabalho? Aliás, se a atual diretoria do Sintese está falhando cabe aos próprios professores reivindicarem e mudarem seus representantes. É o principio democrático que Augusto Bezerra não conhece. Ele não aprendeu isso na escola que freqüentou e muito menos na escola que comanda (ou comandou?).

   Assim como o Imperador pagão Nero, que perseguiu os cristãos, Augusto Bezerra persegue a tudo e a todos que fazem parte do governo estadual. O mesmo governo que ele participou por quase 10 anos e usufruiu de tudo e muito mais. Assim como Nero, Augusto tenta colocar fogo no Estado, com a política do “quanto pior, melhor”. Deixem os sindicalistas reivindicarem, fazer greve, criticar o governo estadual e tudo mais. Mas Nero, ou melhor, Augusto não tem direito para pedir o afastamento de Joel Silveira do Sintese, nem mesmo de defender uma categoria a qual ele sempre ignorou quando era vice-líder do governo. Assim como Nero, a história guarda seus mártires, os demagogos e os populistas. Com certeza Augusto não ficará na história como mártir ou exemplo de político…

 

Reivindicações são justas, mas as palmas

Os sindicalistas de diversas categorias dos servidores públicos têm todo direito de reivindicarem, fazer greve e lutarem por melhores condições salariais. O governo tem que dar a devida atenção a todos eles. Porém, estes sindicalistas devem tomar cuidado quando batem palmas para alguns que num passado bem recente faziam de tudo para prejudicá-los. A história é o registro vivo de tudo que ocorreu. Os discursos de hoje não são os mesmos de ontem.

 

Iran fora do programa partidário de TV

 A coluna recebeu ontem a informação que a corrente petista Unidade na Luta, à qual pertence o presidente estadual do partido Márcio Macedo, aprovou, em reunião na última terça, 15, por maioria dos votos (6 a 3), uma lista de membros do partido que participarão da propaganda partidária de rádio e TV, sendo que a lista exclui o nome do deputado federal Iran Barbosa, único do PT de Sergipe no Congresso Nacional. A corrente Articulação de Esquerda, que tem como  integrantes, entre outros, o Deputado Federal Iran Barbosa e a Deputada Estadual e Secretária de Governo Ana Lucia, encaminhará recurso contrário à decisão à reunião do Diretório Estadual do partido, no próximo  sábado, dia 19. Detalhe: o governador é o comandante da corrente Unidade na Luta em Sergipe.

 

 

Obras de Oscar Niemeyer são atrações turísticas

O ex-senador José Eduardo Dutra – leitor diários desta coluna – ligou ontem para contestar a nota publicada sobre a contratação, pelo prefeito Edvaldo Nogueira, de um projeto do maior arquiteto do Brasil, Oscar Niemeyer. Dutra disse que em Brasília, ao visitar uma exposição em homenagem ao arquiteto, constatou turistas anotando os locais do Brasil onde tinham obras de Niemeyer para visitar pessoalmente. Para Dutra, não importa se Niemeyer é comunista, ou até fascista. “É o único brasileiro vivo cuja obra irá além dos séculos, pelo seu talento e o reconhecimento mundial. Edvaldo acertou em contratar um projeto dele”, disse.

 

Visibilidade internacional para Aracaju

Após analisar as opiniões emitidas neste espaço um leitor escreveu o seguinte sobre a nota criticando a contratação de um projeto de Niemeyer. “A nota da sua última coluna, afirmando que a obra do arquiteto Niemeyer deveria ser de graça. Mesmo que ele resolva presentear o prefeito, é óbvio que envolverá uma série de custos diversos (e também sabemos que nem relógio funciona de graça!). Se ele é o arquiteto mais caro do mundo, é pelo simples motivo que ele vale o que pagam, e sua obra em Aracaju traria visibilidade internacional à nossa capital. Certas críticas duram pouco mais que meses, às vezes até dias, ou horas, e o seu destino geralmente é o limbo do cachê do google, enquanto a marca de Niemeyer em nossa cidade prevaleceria por décadas”.

 

Coluna “pisou na bola” com a critica a contratação de Niemeyer

Foram vários e-mails recebidos sobre a nota com Oscar Niemeyer. Pela primeira vez este colunista foi criticado de “cabo a rabo”. Como democrata se curva ao erro e a maioria esmagadora dos leitores. Como bem disse ontem, por telefone, o ex-senador José Eduardo Dutra “você pisou na bola”. E foi mesmo. Talvez por ser torcedor do Flamengo, que anda caindo pelas tabelas. Brincadeiras à parte, este colunista assume o erro e se resigna: o prefeito Edvaldo Nogueira agiu corretamente ao contratar uma obra do arquiteto Oscar Niemeyer, que certamente será uma grande atração turística em Aracaju.

 

Empenho para adesão ao Selo Unicef Município Aprovado

Durante a solenidade ontem,16, de assinatura do termo de cooperação com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para melhorar a qualidade de vida das crianças e adolescentes do semi-árido sergipano a primeira-dama, Eliane Aquino, demonstrou satisfação com a adesão dos prefeitos ao projeto. Na Prefeitura ela teve papel importante para que Aracaju ganhasse por três anos consecutivos o selo Unicef Município Aprovado. Agora, no governo estadual, vem se empenhando para que as prefeituras possam assumir este compromisso de trabalhar, ao lado do Governo do Estado, para melhorar os indicadores sociais A assinatura aconteceu durante o lançamento da Edição 2008 do Selo Unicef Município Aprovado, quando 21 dos 36 prefeitos dos municípios da região assumiram o compromisso de trabalhar, em parceria com o Governo do Estado, para melhorar os indicadores sociais relacionados à infância e à adolescência nos próximos dois anos.As inscrições para a Edição 2008 do Selo Unicef Município Aprovado poderão ser feitas pelos prefeitos até o dia 15 de junho, através dos sites do Unicef ou do Selo Unicef.

 

Só falta marcar a posse de Dutra na BR Distribuidora

 

No encontro ontem com o presidente nacional do PMDB, Michel  Temer – segundo notícia publicada no blog do Josias, da Folha de São Paulo, “Lula informou ao peemedebista que não vai nomear para a presidência da BR Distribuidora o ex-deputado Wellington Moreira Franco (RJ). Disse que já se havia comprometido a entregar o comando da subsidiária da Petrobras a José Eduardo Dutra (PE), do PT. Prometeu, contudo, arranjar uma colocação para Moreira Franco, provavelmente numa vice-presidência da Caixa Econômica Federal”.

 

Campanha em favor das crianças que vivem em abrigos

Hoje, 17, ás 17hs, a  Associação dos Magistrados de Sergipe, em parceria com a Associação dos Magistrados Brasileiros, lança a campanha “Mude um Destino – em favor das crianças que vivem em abrigos”.  Amase é presidida hoje pelo juiz Marcelo Augusto Costa Campos. O lançamento será no auditório José Rollemberg Leite, do Tribunal de Justiça.Depois do lançamento da Campanha, juízes e desembargadores estão convidados para a Palestra “O associativismo como instrumento de mudança do Poder Judiciário”, a ser proferida pelo Juiz Airton Mozart Valadares Pires, Vice-Presidente da AMB e Presidente da AMEPE.

 

Conexão direta com o leitor: concursos públicos

E-mail recebido: “Meu caro jornalista venho a este espaço pedir uma atenção para um fato que estar acontecendo aqui em Sergipe, e deixando muitas pessoas preocupadas. No mês de novembro de 2006, foi realizada a prova do concurso para carteiro, logo em seguida esta prova foi impugnada e marcou-se uma nova data para aplicação de nova que as vésperas da realização foi suspensa e até hoje ninguém sabe quando acontecera essa prova. Logo depois surge o escândalo do concurso da SEAD X FAPESE, que deixou mais outra grande quantidade de pessoas no prejuízo. Por ultimo veio o TRE, que estar ai com um recurso para ser julgado “sabe-se lá quando”, e enquanto isso os inscritos ficam a ver navios, gastando dinheiro e tempo para se preparar sem saber quando se realizará a prova. Será que já não é hora do ministério publico cobrar com mais veemência das entidades organizadoras e seus contratantes uma solução para esses concursos que se encontram “enroscados”. Se os concursos perderem a credibilidade, qual será o caminho que os simples mortais sem padrinho político seguirão para chegar até um emprego publico?”.

 

 

Parcerias com o Mercosul

O governador Marcelo Déda (PT) encontra-se em Brasília onde tem hoje, 17, várias audiências em ministérios.  Amanhã à noite seguirá para a província de Tucumán, na Argentina na comitiva dos governadores nordestinos e representantes do Governo Federal, em busca de oportunidades para negócios e parcerias. A comitiva vai num avião da FAB. Ontem, ainda em Aracaju ele recebeu o governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima.Em relação à viagem internacional, o governador paraibano declarou ter grande expectativa de sucesso  ao surgimento de novas parcerias com o Mercosul, dadas as semelhanças entre o Nordeste brasileiro e a região da província de Tucumán.

No sábado se junta ao governador Marcelo Déda os secretários de Estado da Cultura, Luiz Alberto; do Turismo, João Gama; do Desenvolvimento, Jorge Santana,  do Planejamento, Lúcia Falcon e da Casa Civil, Oliveira Júnior. O governador retorna a Sergipe ainda no domingo.

 

Apoio para a promoção do turismo em Sergipe

Ao registrar na sessão de ontem, 16, da Câmara, a realização em São Cristóvão,  de Fórum sobre o Turismo em Sergipe, o deputado federal Albano Franco (PSDB) pediu apoio das autoridades estaduais e federais para o desenvolvimento de ações que promovam o turismo pela sua importância para a economia do Estado e do Nordeste.Ele destacou as potencialidades turísticas de Sergipe, reportando-se as praias, as cidades históricas de Laranjeiras e São Cristóvão, o cânion de São Francisco em Canindé, ao artesanato e a culinária e, cumprimentou o secretário de Turismo, João Augusto Gama, que “está empenhando em dinamizar este setor”.

 

Concursado denuncia perseguição na Deso I

Principais trechos de um longo e-mail de um funcionário “novato” da Deso: “Nós que votamos e fizemos campanha para o atual governador, não esperávamos que seríamos tão perseguidos, não esperávamos que o partido que se diz dos trabalhadores e o governo Déda, não importa se representado pelo 1°, 2° ou 3° escalão, juntamente com os sindicatos, neste caso falo com conhecimento de causa do Sindisan, representado pela pessoa do seu presidente, Jovaldo Marques se tornassem tão arbitrários, truculentos e desonestos com suas atitudes antidemocráticas, perseguindo, ameaçando de demissão, transferindo e humilhando os empregados na tentativa de coagir a pedir demissão… Depois de cinco meses de uma verdadeira batalha contra os governos João e Déda, a direção do sindicato (Jovaldo Marques) resolvemos aprovar a proposta, mesmo estando longe dos nossos anseios, porque percebemos que a empresa não negociava mais. A proposta, segundo o que foi lido, e posteriormente apresentado por escrito pelo secretário do sindicato e presidente da CUT no estado, Antônio Góis, conservaria os direitos que já tínhamos e acrescentava a gratificação de férias (14° salário) e a bolsa alimentação reajustada de R$ 120,00 para R$ 180,00”.

 

Concursado denuncia perseguição na Deso II

Continua o e-mail: “Hoje (15) tivemos uma grande surpresa ao lermos o acordo que foi distribuído pelo sindicato na empresa. Eles (o sindicato e a direção da Deso) homologaram um texto diferente do que foi apresentado, isso porque descobriram que aprovamos a proposta porque estamos procurando a justiça para assegurar os direitos que nos garantia o acordo coletivo existente e a proposta da maneira que foi encaminhada pela gestão sem nenhuma autonomia daquele que se comporta como um mamulengo dos poderosos, o sr Max Montalvão. Como em outra demonstração de incompetência, na qual a empresa voltou atrás numa proposta já apresentada, ela também recuou com esta, com o agravante de forjar uma outra proposta não apresentada à classe em assembléia para aprovação. Mal começou a primeira batalha judicial, vamos ter que enfrentar mais outra. Queremos que o verdadeiro acordo coletivo seja homologado na DRT e que esses que fraudaram o processo de negociação sejam punidos…” A coluna vai entrar em contato com o Sindisan e a diretoria da Deso para saber o que foi mudado no acordo coletivo.

 

 

Regulamentação da Lei geral no Estado

Para esclarecer sobre a situação da Lei Geral no Estado, a Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) realiza nesta sexta-feira, 18, mais uma edição do Almoço com Empresários. O evento conta com a participação do presidente do Conselho Regional de Contabilidade (CRC/SE), Romualdo Batista, para proferir a palestra “A regulamentação da Lei Geral em Sergipe”. Participa também o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Jorge Santana, que está coordenando o Comitê Gestor de Regulamentação da Lei Geral em Sergipe. O Almoço acontece no Del Mar Hotel a partir das 12h30. Para associados, a entrada é franca.

  

Frase do Dia

“Há que se cuidar do broto para que a vida nos dê flor e fruto”.Milton Nascimento.

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários