Aumento injusto

0

É uma injustiça contra a população aumentar o preço das passagens dos ônibus de Aracaju antes que se promova melhorias no sistema. O correto seria reduzir o valor atual da tarifa. Mesmo assim, o usuário ainda estaria pagando caro para ser transportado em coletivos super lotados e que vivem quebrando. Alguns são verdadeiras latas velhas. Quem duvidar da péssima qualidade do serviço, basta passar nos horários de pique pelos pontos de ônibus, ou encarar uma viagem para um bairro periférico. É um suplício. Independente disso, os empresários do setor, pensando em engordar seus caixas ainda mais, pediram um exagerado reajuste de 16,67%. Caso a SMTT atenda ao pedido, a tarifa saltará de R$ 2,10, que já é muito, para R$ 2,45. Um absurdo que não pode ser engolido silenciosamente pela população.

 

Suplente é outro

 

Engana-se quem acredita que o PSC está pensando no suplente Gilmar Carvalho (PR) ao indicar o deputado Zeca da Silva para a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia. Recente decisão do Supremo Tribunal Federal garante o mandato ao partido. Isso significa que se Zeca se afastar para assumir uma Secretaria, seu substituto na Assembléia será o primeiro suplente do PSC Vitor Mandarino. A não ser que o partido do senador eleito Eduardo Amorim e a Assembléia queiram ‘peitar’ o Supremo.

 

Proposta suicida

 

Ao insistir no discurso de que os infiéis devem ser expulsos do DEM, o deputado federal Mendonça Prado leva a crer que deseja o fim do partido. Nas eleições passadas quase ninguém respeitos a orientação partidária. Foi um Deus nos acuda, com todo mundo votando em todo mundo. Assistiu-se um verdadeiro festival de traições, fato que também aconteceu no DEM. Derrotado no Estado e nacionalmente, o partido de Mendonça tende, naturalmente, a ficar menor. Acaba de vez se o seu desejo for acatado pela cúpula demista.

 

Posse coletiva

 

Será na próxima sexta-feira a posse coletiva dos secretários escolhidos pelo governador Marcelo Déda (PT) para auxiliá-lo no segundo mandato. A solenidade deverá acontecer às 10h no Centro de Convenções de Sergipe. Quem ainda não foi contemplado com uma Secretaria não precisa se desesperar. Déda promete anunciar novos nomes ainda esta semana, enquanto outra leva de secretários ficará para fevereiro, quando A Assembléia aprovar a reforma administrativa.

 

Meio ambiente

Olha que notícia legal: Sergipe é o primeiro estado do Norte e Nordeste e está entre os cinco estados inseridos no Inventário Florestal Nacional. Esse dado positivo está relacionado ao fato do governo estadual ter realizado levantamento dos seus recursos florestais, quantitativo e qualitativo, através de conclusão do Diagnóstico Florestal. “O trabalho resultou na captação de informações sobre a situação de nossas florestas, com mapeamento de vegetação nativa e do consumo”, explica Genival Nunes, secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Genival Nunes Silva.

Discurso definido

 

Eleito deputado estadual no pleito passado, o médico Gilson Andrade (PTC) chegará a Assembléia disposto a ser o representante das regiões Sul e Centro-Sul de Sergipe.  Ele garante que decidiu tentar uma vaga na Assembleia Legislativa visando buscar mais espaço político para as duas regiões, que foram esquecidas pelo governo nos últimos anos. Uma das bandeiras do deputado será a revitalização da citricultura.

 

Na telinha


A rede de televisão CNT transmite, às 22h30 desta quarta-feira, entrevista com o governador Marcelo Déda (PT) no programa Jogo do Poder. Durante uma hora, o petista responderá perguntas dos jornalistas Alon Feuerwerker e Ilimar Franco. Entre os temas abordados, estão o governo de Dilma Rousseff (PT), as reformas política e tributária, saúde, juros e o Nordeste. Em Sergipe, o programa poderá ser assistido pelos canais 115, da SKY, 24, da NET, 23, da TV Cidade, e pela parabólica digital.

Esculhambação

Com o título ‘Ninguém quer’, a coluna Periscópio do Jornal da Cidade publica hoje a seguinte nota: “O governo do Estado vai precisar de alguém desempregado para ocupar a Secretaria do Trabalho. Chamou Paulinho da Varzinhas, reeleito deputado estadual, portanto bem empregado, e ele não quis. A escolha vai terminar sendo feita na ‘porrinha’. Quem perder ganha a pasta”. Danou-se, sô!

Tá no banco

 

O salário de aposentados, pensionistas e demais segurados do INSS que ganham até um salário mínimo e têm cartão com final 8 foi depositado hoje. Também recebem nesta quarta aqueles que ganham acima do piso previdenciário e têm cartão com finais 3 e 8. A folha de dezembro será paga até a próxima sexta-feira. O calendário de pagamento de 2011 está disponível no Portal da Previdência Social (www.previdencia.gov.br).

 

Do baú político

 

Esta pérola está no livro ‘350 Histórias do Folclore Político”, do jornalista Sebastião Nery: Leite Neto, senador e chefe político, foi durante anos o dono dos governadores de Sergipe. O cara sentava lá, mas quem mandava era ele. Um Amador Aguiar sem Bradesco. Ficava em casa, tranqüilo, mandando bilhetinhos ao governador, que obedecia caninamente. Para evitar equívocos, combinou um código: o bilhete só era para valer quando os ii tivessem pontos. Pedido de nomeação com i sem ponto não valia. Era só para se livrar do pedido. Um dia, o coronel Acrísio Garcez, chefe político do interior, pediu uma nomeação. Leite Neto disse que não havia problema, fez o bilhete. O coronel tremeu de feliz e correu para o Palácio. No ônibus, abriu o envelope e levou um susto: “Mas que coisa! O doutor Leite Neto, senador, homem tão sabido, escreve sem pôr os pontos nos ii!” Tirou a caneta do bolso, pingou os pontinhos com cuidado, consertou tudo e entregou. O governador mandou nomear na hora. Leite Neto trocou o código.

 

Resumo dos jornais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais