Avaliando preço dos currais eleitorais

0

Os pré-candidatos às eleições de 2022 já botaram os pés nas estradas de Sergipe. A maioria está visitando os donos dos corrais de votos, indagando sobre os preços dos rebanhos humanos e se conhecem na região outros vendedores de consciência. É nessa fase que os líderes políticos interioranos dizem o que precisam para manter os eleitores encabrestados, evitar que muitos pulem a cerca e, principalmente, impedir a invasão dos currais por outros políticos clientelistas. Deputados e senadores oferecem como pagamento emendas parlamentares e cargos no serviço público aos donos dos currais. Ainda é modesta a oferta de dinheiro vivo aos coronéis dos grotões, pois o período de compra verdadeiramente dita só começa no próximo ano, após uma nova conferência do gado ferrado agora. Essa romaria de políticos pelo interior sergipano tenderá a crescer com a aproximação da campanha. As visitas frequentes aos comerciantes de consciência visam evitar surpresas desagradáveis, pois, como dizia uma experiente liderança política, quem engorda o gado é o olho do dono. É uma pena que ainda se faça política desta forma. Home vôte!

Vota contra

A maioria dos eleitores não vota em candidatos financiados por donos das indústrias do fumo, de armas, álcool e agrotóxicos. Segundo pesquisa feita pelo Instituto Datafolha, 92% dos entrevistados responderam que não apoiam candidatos que recebam recursos de empresários ligados às indústrias de armas. Em seguida, aparecem os donos das empresas de tabaco e de álcool (89% cada) e agrotóxico (82%), setores bancários (58%) e automobilístico (53%). Cruz credo!

Escravidão no campo

Cerca de 60% dos trabalhadores rurais atuam na informalidade e com salários menores que os formais. O número foi divulgado pelo Dieese, com base em pesquisa do IBGE. Além da perda de garantias trabalhistas, os baixos salários são preocupantes. Segundo a pesquisa, 78,5% dos trabalhadores assalariados rurais informais têm rendimento médio mensal de até um salário mínimo, sendo que quase metade desse total (33,9%), recebe menos de um salário. Desconjuro!

Enganando o povo

Tire o cavalinho da chuva quem pensa que os políticos estão preocupados com os exagerados preços dos alimentos, da gasolina e do gás de cozinha. Eles só têm cabeça para as eleições de 2022. Mesmo quem não será candidato vai trabalhar para eleger governador, senadores e deputados. Quando muito, os governantes de plantão farão remendos aqui, ali e acolá para iludir o cidadão e conquistar os votos dos ingênuos, com a promessa de que, se os seus candidatos forem eleitos no ano que vem, o mundo será diferente e bem melhor. Pra eles, é claro. Só Jesus na causa!

Coronel melhora

Após ter sido infectada pela covid-19, a coronel Araci Ferreira Fontes está se recuperando bem. Segundo o blog Espaço Militar, a oficial foi internada muito grave no Hospital São Lucas, em Aracaju, tendo ficado alguns dias na UTI. “Graças a Deus e às orações de todos, a coronel vem se recuperando bem e já não corre mais risco de morte”. Que ótimo!

De feira em feira

Quem tem batido os quatro cantos de Sergipe é o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), pré-candidato a governador. Sempre ao lado do ex-deputado André Moura (PSC), condenado a oito anos de cadeia pelo TSE e inelegível por cinco anos, Mitidieri segue “falando com o povo e fazendo aquela boquinha com as delícias produzidas no município”. A última visita do parlamentar foi à feira livre de São Domingos. Marminino!

Aviso prévio

Veja o que a amiga Thaís Bezerra publicou no Jornal da Cidade: “O provável rompimento do senador Rogério Carvalho (PT) com o governador Belivaldo Chagas (PSD) está tirando o sono dos petistas aboletados em cargos comissionados. Aliás, alguns indicados pelo PT já perderam os “empregos”. Um deles foi Christian Oliveira, exonerado da presidência do Ipesaúde. Outro dia, Belivaldo praticamente deu aviso prévio a uma petista de sobrenome Carvalho. Ele disse que, apesar das críticas de Rogério ao governo, ainda mantém a irmã do senador em um CC. Dizem que os petistas mais precavidos já começaram a arrumar as gavetas”. Misericórdia!

Fila de partidos

O eleitor pode se deparar no pleito de outubro de 2022 com partidos que ainda não são conhecidos do grande público. Atualmente, há 83 legendas na fila de registro do Tribunal Superior Eleitoral. Na última semana, a fusão do Partido Social Liberal (PSL) e do Democratas (DEM), que originou o futuro União Brasil, movimentou o cenário político. Pela legislação, só pode participar de uma eleição a legenda que, até seis meses antes do pleito, registrar o estatuto no TSE. Então, tá!

Luto

Vítima de câncer, morreu em Aracaju o economista e empresário Luiz Eduardo Magalhães, de 83 anos. O corpo dele foi velado no Cemitério Colina da Saudade, onde ocorreu o sepultamento, neste domingo. Luiz Eduardo acompanhou a trajetória econômica, social e política do estado, contribuindo em debates do Fórum Empresarial, da Associação Comercial e Empresarial e também da Confederação dos Dirigentes Lojistas. Descanse em paz!

Sabatina agendada

A Assembleia Legislativa vai sabatinar, quarta-feira próxima, Luis Alberto Menezes, futuro conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe. Indicado pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) para substituir o conselheiro aposentado Carlos Alberto Sobral, Luis Alberto é procurador-geral do Ministério Público Especial de Contas do TCE. A arguição pública a ser feita pelos deputados é apenas uma formalidade legal, o que significa dizer que o novo conselheiro já pode comprar o terno e agendar a data da posse. Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 22 de abril de 1933

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais