Barbas de molho

0

Comenta-se nas esquinas de Sergipe que a folha corrida de muitos candidatos não suporta um rápido olhar jurídico. É só os processos começarem a ser esmiuçados pelo Tribunal Regional Eleitoral para cair a casa de muita gente. Tem candidato com ficha sugíssima acreditando que, pelo fato de o partido já ter registrado seu nome na ata da convenção entregue ao TRE, escapou da provável impugnação. Ledo engano! No momento certo, muitas cabeças vão rolar. Seguramente, o exemplo de alguns ministros do TSE, que negaram registros a candidatos fichas sujas, será seguido em Sergipe. É preciso expurgar do processo eleitoral aqueles que entraram na vida pública unicamente para se locupletar. A estes, aconselha-se colocar as barbas de molho enquanto esperam a hora de a onça beber água.

 

Crime eleitoral

 

Foi lançada ontem nacionalmente, a Cartilha Voto Não Tem Preço. Saúde É Seu Direito. A idéia é municiar o eleitor de informações referentes ao funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e informar sobre como e onde denunciar a corrupção. Elaborada pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, a cartilha cita as formas mais usuais de se cometer a corrupção na saúde, como a exigência de título de eleitor para receber atendimento médico. Tai um material que precisa ser distribuído com toda a população.

 

Tareco e caviar

 

Vocês viram como tem gente bem aquinhoada entre os candidatos a cargos eletivos?  Há daqueles, inclusive, que nem declararam todo o possuído, provavelmente para não encabular os mortais eleitores. A diferença é que, enquanto o patrimônio de alguns lhes permite arrotar caviar, o de outros não dá nem para matar a fome com tareco e mariola. Que coisa, sô!

 

Nó cego

 

Advogados estão ardendo a cabeça para desatar o verdadeiro nó cego dado pelo PFL no PSDB. Muita água ainda vai rolar até a Justiça decidir se os dois partidos, coligados à força para agradar os demistas, podem lançar três candidato ao Senado. Ainda tem a situação do PV, que antes da confusão se coligou com o PSDB. Embora o tucano Albano Franco insista em tranqüilizar os verdes, dizendo que a ‘coisa não é tão feia quanto parece’, esse imbróglio é de difícil solução. Pior para os envolvidos, que vão tirar o foco da campanha para se engalfinhar no Tribunal.

 

Metendo o bedelho

 

Para não perder o costume, o presidente estadual do PMDB, Jackson Barreto, meteu o bedelho na confusão armada pelo DEM, Segundo ele, a ata da coligação do candidato a governador João Alves Filho é uma fraude na cara da Justiça e do Ministério Público Eleitoral. “Todos em Sergipe sabem o que ficou definido nas convenções dos dois partidos, ocorridas no dia 30 de junho, e a decisão do PSDB nacional, obrigando Albano a se coligar com o DEM, só aconteceu no dia 5 passado. “A ata da coligação de João foi fraudada. Agora, quero ver como vai ficar esse arranjo”, fuzilou.

 

Debates marcados

 

A TV Atalaia já definiu as datas dos debates que promoverá com os candidatos ao governo de Sergipe. O primeiro será no dia 20 de setembro e o outro, caso haja segundo turno, no dia 18 de outubro. Segundo Eduardo do Vale, diretor de jornalismo da emissora, cada confronto verbal terá duas horas de duração. Os candidatos a governador também serão entrevistados ao vivo nos telejornais da Atalaia. Parabéns ao empresário Walter Franco pela iniciativa.

 

Quem é quem

 

A Justiça Eleitoral já disponibilizou em seu site um link sobre os candidatos às eleições de 2010. O sistema apresenta para os eleitores informações como os bens declarados pelos candidatos, as certidões criminais, dados pessoais como nome completo, data de nascimento, estado civil, naturalidade, ocupação e grau de instrução. Além disso, contém informações sobre partidos, coligações e situação do pedido de registro. A página ainda não contém informações de todos os candidatos registrados até a última segunda-feira na Justiça Eleitoral, mas isso deverá ocorrer nos próximos dias.

 

Novas empresas

A Junta Comercial de Sergipe (Jucese) registrou um recorde na abertura de novas empresas durante o primeiro semestre deste ano. Foram criados em Sergipe 2.152 novos empreendimentos, o melhor resultado para os últimos 20. Em junho último, foram abertas 328 novas empresas, um aumento de 3,1% em relação ao ano passado. Desde 2007, já foram criados 14.098 empreendimentos em Sergipe, número superior ao registrado nos quatro anos anteriores, quando ocorreu a abertura de 13.190 empresas.

Sanguessuga

 

O Ministério Público Federal moveu nova ação criminal contra o ex-prefeito de São Domingos, Hélio Mecenas. Desta vez, ele e outras 12 pessoas são acusadas de fazer parte do esquema que ficou conhecido como Sanguessugas. Segundo o processo, a Prefeitura de São Domingos teria adquirido uma ambulância com valor superfaturado dentro do esquema que tinha alcance nacional. Completamente equipada, a ambulância foi comprada por R$ 98.800, enquanto o preço de mercado era de pouco mais de R$ 68 mil. Danou-se!

 

Família denunciada

 

E o ex-prefeito de Laranjeiras, Paulinho das Varzinhas, também terá que se explicar à Justiça. Ele, Amair Hagenbeck Melo e Paulo Hagenbeck Filho são acusados de improbidade administrativa pelo Ministério Público Federal. Entre as acusações estão a retirada indevida de R$ 64.800 do Piso de Atenção Básica, transferência irregular de R$ 4.650 dos recursos do mesmo programa federal para compra de pneus, consertos de veículos, organização de Buffet, pagamento de diárias, além da compra de R$ 14 mil de remédios sem licitação.

 

Tapinha nas costas

 

Quanto tempo faz que um político telefonou para você, parou o carrão com ar refrigerado para cumprimentá-lo, quis saber sobre sua família, o convidou para uma festa 0800? Não lembra? Avexe-se não. A partir de agora, seu telefone vai ficar congestionado de tantas ligações amigáveis, se alguém buzinar é candidato querendo ser amável. Ademais, não fique surpreso se, ao chegar em casa, encontrar um engravatado, cercado de cabos eleitorais, aguardando-o para pedir seu voto. Tome cuidado com as panelas, pois essa gente costuma ‘filar’ uma ‘bóia’ para parecer muito familiar.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais