Barra dos Coqueiros (SE) – Cenário de beleza

0

O roteiro turístico pela Barra dos Coqueiros começa ainda em Aracaju com a travessia do rio Sergipe pela ponte João Alves. Atalaia Nova, Jatobá e Costa são as praias da Ilha de Santa Luzia e principais atrativos turísticos da região. O pôr-do-sol é considerado um dos mais bonitos de Sergipe.

 

Basta atravessar a ponte João Alves, ainda em Aracaju, para entender que a vocação do município da Barra dos Coqueiros é o turismo. Situada a poucos 800 metros do centro de capital e com cerca de 19 mil habitantes (IBGE 2009), a Barra dos Coqueiros desponta turisticamente, mas também é excelente alternativa para investimentos imobiliários, por conta da proximidade com a capital e por suas belas praias.

 

Coqueirais, praias e um pôr-do-sol entrecortado pela vista privilegiada de Aracaju fazem da região um bom destino para quem quer o binômio “sombra e água fresca”. Da orla do município, contempla-se parte do centro histórico de Aracaju: mercados centrais e avenidas margeando o rio Sergipe. Atalaia Nova, Jatobá e Costa são as principais praias; a primeira, configura-se como um dos principais roteiros do Estado para quem gosta do contato com a natureza e de contemplar o pôr-do-sol, considerado um dos mais belos de Sergipe. A Costa está despontando como um forte atrativo para o aporte hoteleiro e novos investimentos turísticos e praia do Jatobá continua sendo um ponto de parada para quem quer visitar as praias vizinhas do município de Pirambu, porém, continua sendo uma área de atrativos industriais por conta do Porto de Sergipe.

 

A dica é conhecer a orlinha da Barra dos Coqueiros e seguir para as praias da Costa e Atalaia Nova. A estrada de acesso às duas praias foi recuperada em 2009 e ganhou melhorias no entroncamento, além de iluminação e canteiros. É na pequena faixa de areia da Atalaia Nova onde o turista faz do passeio uma agradável surpresa.

 

A Atalaia Nova fica na ponta da Ilha de Santa Luzia, no encontro do rio Sergipe com o mar, a pouco mais de 2km do centro da Barra dos Coqueiros. Os bares e restaurantes são rústicos, mas agradáveis e oferecem pratos à base de frutos do mar, que saciará os mais exigentes paladares.

 

Esperar o final da tarde para apreciar o pôr-do-sol é uma boa pedida. O traçado arquitetônico de Aracaju revela-se na boca da barra, numa visão privilegiada. Há temporadas do ano que o sol se põe justamente do lado de Aracaju revelando um desenho de cartão-postal.

 

Vizinha a Atalaia Nova, a praia da Costa apresenta bares pouco mais estruturados e um mar mais agitado para pratica de esportes aquáticos. O turista não tem como fugir de uma das características do litoral sergipano: a larga faixa de areia na maré baixa. É na praia da Costa onde aportou um dos resorts de bandeira mais popular da rede Superclubbes: o Starfish Resort.

 

A praia de Jatobá fica um pouco mais distante da sede municipal, a pouco mais de 16km, porém, de igual beleza que as vizinhas. Para se chegar a ela, utiliza-se o mesmo caminho que vai para o município de Pirambu, o que a faz pouco menos visitada que a Atalaia Nova e Costa.

 

O dia está completo. Siga o destino do sol e divirta-se conhecendo um pouco mais do litoral Norte de Sergipe, bem pertinho de Aracaju e num lugar privilegiado pela natureza.

 

Dicas de Viagem

 

Há passeio de catamarã pelo rio Sergipe. A embarcação parte do atracadouro situado na avenida Ivo do Prado, na capital, mas contempla-se uma bela vista da Barra dos Coqueiros e da praia de Atalaia Nova.

 

Na sede municipal, contratar os serviços de charretes é uma boa pedida, até porque elas são encontradas em pontos estratégicos espalhados no município. A praça da Matriz é um deles.

 

Os pratos típicos a base de frutos do mar são o forte da localidade. Há um vasto cardápio que varia entre moquecas, catados, ensopados e fritadas, mas é o caranguejo quebrado com martelo apropriado, o prato mais disputado nas praias da Barra dos Coqueiros.

 

Na praia da Costa há restaurantes e bares que também são pousadas. Um deles possui sempre programação com música ao vivo nos finais de semana.

 

No verão, a praia da Atalaia Nova recebe o Projeto Verão Sergipe com uma vasta programação artística, cultural e esportiva, atraindo um grande número de visitantes. Margareth Menezes, Detonautas, Jota Quest, Alapada e Jorge Aragão já passaram por lá.

 

Fotos:  Silvio Oliveira, Emsetur

 

Na Bagagem

 

ü       Estima-se que o fluxo turístico em Aracaju nesta temporada de festejos juninos cresça em torno de 80%. O Forró Caju e o Arraial do Povo, na orla da Atalaia são os principais atrativos.

 

ü       Canindé do São Francisco (SE) quer entrar definitivamente no roteiro de cidades com boas festas de São João, com a realização do São João da Cidadania 2010. Uma vasta programação foi organizada pela governo municipal e há inúmeras atrações paralelas envolvendo o setor turístico.

 

ü       Por conta da Copa do Mundo – data em que o turismo doméstico não é tão apreciado por conta dos jogos – as agências receptivas de Aracaju estão preocupadas com a baixa do fluxo em pontos turísticos no interior do Estado, como a Foz do São Francisco e o Cânion de Xingó. A preocupação é que os turistas prefiram ficar em Aracaju nos dias de jogos.

 

ü       Recife (PE) quer concorrer com o tradicional São João de Caruaru (PE). Serão investidos mais de R$ 5,7 milhões, aplicados na grade de programação e em melhorias na infraestrutura, dividida em cinco polos de animação (Sítio Trindade, Arsenal da Marinha, Pátio de São Pedro, Nascedouro de Peixinhos e Tomazina) e 17 polos descentralizados. O tema da festa é “São João tradicional, a gente faz na Capital”.

 

ü       Depois de tornar-se uma marca internacional com a realização do último festival em Madri na última semana, proprietários da marca Rock in Rio anunciaram que o festival volta para casa em 2011. O evento acontecerá no Rio de Janeiro (RJ), provavelmente no segundo semestre do ano.

 

 

Passaporte

 

O ônibus vermelho de dois andares e o táxi preto são dois autómoveis símbolos de Londres, como o Cristo Redentor é para o Rio de Janeiro. O táxi preto denominado “cabs” é assegurado por carros de modelo Austin FX4 pintados de preto levemente azulados (ou esverdeados, tais que ocorrem no sul de Londres).

 

Eles se concentram em pontos principalmente onde tem atrações turísticas, aeroportos, importantes estações de trem e são emplancados com a marca da Coroa Britânica. Todos que dele utiliza-se paga uma taxa que é revertida a rainha.

 

Os ônibus de dois andares funcionam 24h e também virou souvenir como o táxi preto. As linhas são administradas por uma empresa estatal, mas também pagam taxas a Coroa Britânica. A cabine telefônica, a roda gigante e o famoso Big Ben são outros símbolos indiscutíveis, quando se fala em Inglaterra.

 

Fotos: Silvio Oliveira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais