Bolsa eleitoreira

0

O Programa Bolsa Família, instituído pelo ex-presidente Lula (PT), está fazendo escola em Sergipe. O prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC), decidiu criar o Bolsa Família municipal, que contemplará com R$ 100 mensais as pessoas não beneficiadas pelo programa federal. O fato de o cadastramento ficar a cargo da secretária do Desenvolvimento Social, que vem a ser a primeira dama Andresa Nascimento, deixa o Programa lagartense com cheiro e cara de eleitoreiro. O prefeito de Itaporanga, César Mandartino (PSC), também tentou o ano passado criar a Bolsa Família municipal, porém recuou por ter encontrado forte resistência da bancada oposicionista. A coluna ficou sabendo que outros prefeitos interioranos alimentam a hipótese de também instituir programas idênticos ao de Lagarto, pois acreditam que o benefício garantirá generosos votos nas eleições do próximo ano.

Partido da birita

É como já estão chamando o futuro Partido Ecológico Nacional (PEN), que em Sergipe está sendo organizado pelo filiado dom PV, professor Anderson Góis. E por quê? Porque o número da nova sigla é 51, o mesmo daquele aguardente famoso produzido em São Paulo e consumido no mundo todo. Para conseguir o registro definitivo, o ‘Partido da Birita’ precisa se legalizar em mais três estados.

Caparam o bode

Um turista, que passou durante o Carnaval por Riachão do Dantas, ficou indignado com a maldade feita ao Bode Bito, animal que foi quase um herói naquele município tendo, em vida, ocupado generosos espaços na imprensa nacional. O caprino ficou famoso por acompanhar enterros, assistir missas e, nas horas vagas, beber uma cervejinha nos bares da cidade. Quando Bito morreu, a Prefeitura mandou fazer uma estátua do animal e colocá-la num pedestal, só que o escultor fez a peça sem os testículos do Bode como se ele fosse um animal capado qualquer. É ou não uma maldade contra ‘alguém’ que em vida foi tão importante?

Workshop

A Petrobras vai promover no próximo dia 16, em Aracaju, um workshop gratuito direcionado para micro e pequenas empresas. O objetivo é orientar os empreendedores sobre como proceder para fazer o cadastro no portal da Companhia, tornando-se fornecedores em potencial da Petrobras. A nova modalidade para aquisição de bens, a “Compra por Catálogo”, permite às micro e pequenas empresas vender para a estatal até R$ 4 mil de produtos por nota fiscal, desde que estejam cadastradas no portal de fornecedores.

Sabatinado

Por conta do feriadão de Carnaval, ficou para a próxima semana a reunião da Comissão especial criada pela Assembléia Legislativa para sabatinar o novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, auditor Luiz Augusto Ribeiro. Ele foi o auditor escolhido pelo governador Marcelo Déda (PT) para substituir o conselheiro Heráclito Rollemberg, que se aposentou por ter completado 70 anos. A Comissão que sabatinará Luiz Augusto é composta pelos deputados estaduais Francisco Gualberto (PT), Venâncio Fonseca (PP), Raimundo Vieira (PSL), Antônio dos Santos (PSC) e Garibalde Mendonça (PMDB).

Preço do pão

O crescimento do valor do trigo pode provocar um reajuste no preço do pãozinho no Estado. A previsão foi feita ontem pelo presidente do sindicato dos Panificadores de Sergipe, Antônio Carlos. Ele disse que os panificadores têm se esforçado para evitar o reajuste, porém uma reunião a ser realizada nos próximos dias pode decidir pelo aumento.

Mudança no TRE

O desembargador Luiz Mendonça deixa nesta quinta-feira a presidência do Tribunal Regional Eleitoral, após dois anos no cargo. Também hoje à tarde o Pleno do Tribunal de Justiça escolhe o substituto de Mendonça, que deverá ser a desembargadora Marilza Maynard ou a sua colega Suzana Oliveira. Luiz Mendonça, que presidiu as últimas eleições no Estado, foi vítima de um atentado a tiros em 2010 quando se deslocava de sua casa para o trabalho. A Polícia atribuiu o crime ao agiota Floro Calheiros, que se encontra foragido.

Sobre o DEM

Com o título acima, a coluna Periscópio do Jornal da Cidade publica hoje a seguinte nota: O vice-governador Jackson Barreto (PMDB) garante que “se o DEM de Sergipe continuar com as intrigas internas, as futuras reuniões e decisões do partido ficarão a cargo de apenas três personagens: o sogro, a sogra e o genro”.

Entregou o ouro

E o nosso Confiança velho de guerra entregou o ouro ontem à noite no Batistão. Depois de estar vencendo o River Plate de Carmópolis por um a zero, o time proletário tomou um gol aos 43 minutos do 2º tempo. Pior é que o empate ocorreu devido a uma falha da defesa azulina, que se atrapalhou com uma bola fácil lançada em sua área. Mesmo tendo deixado escapar a vitória, o Confiança ainda é o líder do seu grupo com 12 pontos.

Do baú político

Natural de Riachão do Dantas, Lourival Fontes (UDN) foi o único sergipano que, ao decidir disputar o Senado, em 1954, recebeu de pronto o apoio de todos os partidos políticos locais. Mas não foi só isso: residindo no Rio de Janeiro, durante a campanha não pisou os pés em Sergipe. E por que tanto prestígio? É que ele foi, durante anos, o diretor do temido Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) e homem de confiança do presidente Getúlio Vargas (PTB), que em 1945 o nomeou embaixador do Brasil no México. Para agradar os chefes políticos sergipanos durante sua campanha, Lourival Fontes conseguiu que a Willys Overland do Brasil financiasse, a preço de fábrica, o famoso Jeep Willys para os conterrâneos que o apoiavam. Por conta desta facilidade, dezenas desses veículos foram comprados na época em Aracaju. Uma de suas únicas visitas ao Estado depois que foi morar no Rio aconteceu em 1958, quando, a convite do senador e amigo Leandro Maciel (UDN), veio prestigiar a inauguração do Iate Clube de Aracaju.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais