Bombeiro em chamas

0

Desde o início da coligação PSB/PT, nos idos de 1994, o senador Antônio Carlos Valadares cumpre o importante papel de bombeiro, sempre pronto para debelar o fogo aceso por desavenças internas. Agora é ele quem está em chamas. Contrariado com a exoneração do superintendente da Caixa Econômica Federal, Luciano Pimentel, o senador trocou o hidrante por um tonel de gasolina e só pensa em incendiar o PT e, de quebra, a sólida aliança que ajudou a construir ao lado do governador Jackson Barreto (PMDB), Zé Eduardo Dutra e o falecido Marcelo Déda. Como do lado petista os ânimos também estão inflamados, resta a Jackson assumir logo o papel de bombeiro e, municiado com máscara, extintor e mangueiras, tentar apagar as chamas, antes que a fogueira da vaidade transforme em cinzas a coligação governista e queime seriamente o projeto de reeleição do peemedebista.

Auditoria

Comentava-se ontem num restaurante da Orla de Atalaia que, bem antes das denúncias feitas pelo deputado estadual João Daniel (PT) contra o economiário Luciano Pimentel, foi realizada uma auditoria interna na Caixa Econômica Federal de Sergipe. Sendo verdadeira esta informação, resta uma pergunta: qual teria sido o resultado da avaliação contábil?

Sem estepe

A assessoria de comunicação da Pirelli Pneus informa que não está nos planos da multinacional italiana instalar uma fábrica de pneus em Sergipe. Esta possibilidade foi aventada semana passada diante de carta enviada a Saumíneo Nascimento, secretário do Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia, pelo diretor de relações institucionais da Pirelli, Mário Batista. Na correspondência, o executivo comunicou seu desejo de visitar Sergipe em breve.

Direito de greve

A próxima reunião do Fórum em Defesa dos Trabalhadores do Setor Público e Privado vai discutir o projeto de lei do senador Romero Jucá (PMDB) que prevê o fim do direito de greve. Será na manhã da próxima sexta-feira no auditório da CUT, em Aracaju, e terá como palestrante o dirigente sindical Antônio da Silva Gois. O evento faz parte da política de formação sindical da Central Única dos Trabalhadores. Prestigie!

Luto

O governador Jackson Barreto (PMDB) foi ontem a Boquim acompanhar o sepultamento do senhor Eujácio de Andrade Silva, pai do vice-prefeito daquele município, Cloves Trindade. “Conheci Eujácio nos anos 1990, durante as minhas caminhadas pela região. Era um cidadão de bem, de conduta honrada e mantenedor da tradição das famílias boquinhenses”.

Bom exemplo

O cidadão que usou uma ambulância da Prefeitura de Lagarto para curtir as maravilhas da praia do Abaís, em Estância, está desempregado. Ele foi exonerado ontem, logo após o abuso com o patrimônio público ter chegado ao conhecimento do prefeito Lila Fraga (PSDB). Em nota, o administrador lagartense diz reprovar o ato de irresponsabilidade do cidadão, que fez o uso indevido da ambulância. Taí um bom exemplo a ser seguido!

Causa perdida

A Empresa Energética de Sergipe S/A (Energipe) terá de reembolsar os usuários industriais do estado por causa do reajuste ilegal de 20% aplicado às tarifas no período de março a novembro de 1986. Na época, vigorava o congelamento de preços do Plano Cruzado. A decisão é da 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Resta saber quem pagará a dívida, já que a Energipe foi privatizada em 1997.

Fique rico

Tá contrariado porque as dívidas o acompanharam em 2014? Pois corra numa casa lotérica e faça uma fezinha na Mega-Sena, que promete pagar, nesta quarta-feira, o prêmio de R$ 5,8 milhões. Para ganhar essa ninharia, basta acertar as seis dezenas sorteadas, coisa muito fácil de acontecer. Com o prêmio, você pode comprar 19 imóveis no valor de R$300 mil cada, ou uma frota de 232 carros populares.

Invocados

Os vigilantes da rede estadual estão invocados com o parecer da Procuradoria Geral do Estado, contrário ao pagamento do adicional de periculosidade à categoria. No entender da procuradora chefe, Micheline Marinho, o benefício só é garantindo aos profissionais regidos pela CLT. Contrariados com a decisão, os vigilantes do estado prometem fazer uma paralisação de advertência no próximo dia 21. Estão certos, pois quem não chora não mama.

Do baú político

Natural de Ribeirópolis, o juiz de Direito aposentado José Rivaldo Santos ganhou notoriedade quando assumiu o Juizado de Menores de Aracaju. Pessoa simples e afável, ele não criava dificuldades para quem queria consultá-lo e sempre tinha uma palavra de conforto para as mães desesperadas que o procuravam em seu gabinete. Na década de 90, conseguiu transferir para outros Estados garotos ameaçados de morte pelo tráfico de drogas, após a chacina de quatro meninos acusados de promover arrombamentos em lojas comerciais de Aracaju. O excelente trabalho que realizou à frente do Juizado lhe rendeu dois mandatos de deputado estadual. Logo que assumiu o Juizado de Menores, José Rivaldo provocou uma grande polêmica ao proibir a exposição e venda de um doce chamado bala Xibiu. A indústria tentou convencê-lo que xibiu é o nome dado a pequenos diamantes, porém o magistrado não arredou pé de sua decisão. Resultado: Aracaju passou a ser a única cidade brasileira onde era proibido chupar xibiu.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários