Cadê as mesas?

0

Já perceberam como não se fala mais em Sergipe nas Mesas Permanentes de Negociação? Em 2007, elas eram tão importantes que até o governador Marcelo Déda (PT) só falava sobre o reajuste dessa ou daquela categoria após ter em mãos o parecer das tais Mesas. Em 2008, esse instrumento de negociação salarial começou a perder a força e hoje ninguém mais fala nas ditas. O ano passado, quando as negociações salariais com a Polícia Militar encruaram, em vez de recorrer as Mesas Permanentes, o governo se socorreu com a Assembléia e a OAB tendo, felizmente, encontrado um consenso, que impediu o temido aquartelamento. A pergunta que se faz é: será que as Mesas Permanentes de Negociação só tinham serventia quando eram comandadas, à mão de ferro, pelo ex-secretário da Fazenda Nilson Lima, ou a experiência se revelou um fiasco?

 

Identifique-se

 

Uma informação para quem costuma viajar de avião: a partir de março, todos os passageiros que embarcarem em nossos aeroportos serão obrigados a apresentar na porta da aeronave um documento de identidade com foto, que será checado com o cartão de embarque. Segundo a Anac, objetivo da exigência é garantir que o passageiro que vai entrar na aeronave é o mesmo que consta no cartão. Só serão levados em conta documentos originais ou cópias autenticadas. Para evitar transtornos, é recomendável que, na chamada para o embarque, o passageiro já esteja com o documento em mãos.

 

Dando o tom

 

O presidente eleito do PT, José Eduardo Dutra, dá o tom ao partido que comandará a partir do dia 19: “Não cabe esse conceito de esquerda ou direita no governo Lula. Do fortalecimento da presença do Estado na economia não se deve concluir que um eventual governo Dilma Rousseff será mais à esquerda do que o atual. É uma mera decorrência da evolução da economia mundial”, disse o dirigente petista ao Valor Econômico de hoje. Dutra termina lançando um desafio ao PSDB: “Se os tucanos vão mudar, deviam dizer o que vão botar no lugar. Nós vamos manter”.

 

Empreendedor

Os donos de pequenos negócios já podem se formalizar através do programa federal “Empreendedor Individual”. Os interessados devem fazer o acesso pelo site www.portaldoempreendedor.gov.br, que irá disponibilizar na hora o CNPJ da empresa. Para ser considerado um empreendedor individual, a pessoa deve ter renda de até R$ 36 mil por ano, não possuir participação em outra empresa como sócio ou titular e ter apenas um empregado contratado que receba o salário mínimo da categoria. É preciso pagar uma taxa fixa mensal de R$ 56,10 para o INSS, mais R$ 1 de ICMS, se for do setor industrial ou comercial, e R$ 5, se for do setor de serviços. Tá nessa?

Contra a AIDS

Os Correios lançam hoje a campanha Correios Contra a Aids. As agências vão distribuir cartões postais com abordagens bem-humoradas sobre o HIV/aids. A campanha inclui ainda o envio de cerca de mensagens por mala direta postal domiciliar, além de um carimbo comemorativo. O Brasil é o sétimo país a aderir à mobilização que, até 2012, deve atingir 660 mil agências de correios em 200 países.

Menos borrachudos

 

No mês de janeiro passado os cheques sem fundo foram reduzidos em 15,81% ante dezembro de 2009. Quando comparado a janeiro do último ano, a queda dos ‘borrachudos’ chegou a 30,45% menor. A redução no número de cheques devolvidos em janeiro está diretamente relacionada ao crescimento da renda real das famílias; queda das taxas de juros praticadas no comércio; aumento no prazo de financiamento; injeção dos recursos do 13º salário e adicional de férias de fim de ano, além do aumento real do salário mínimo.

Remédio rastreado

A Casa da Moeda do Brasil vai implantar em março, em parceria com a Anvisa, o selo de rastreabilidade de medicamentos, visando a coibir, principalmente, a falsificação. Além da ação dos falsários, o extravio e a perda de validade de remédios têm sido uma constante preocupação dos órgãos governamentais. Com a medida, qualquer cidadão que vá comprar um remédio, vai passar por um sistema de controle para saber se aquele medicamento está na validade, se tem a sua origem identificada, dando uma certificação de garantia, dentro de um selo de rastreabilidade. Estamos ficando modernos!

Novos secretários

O governador Marcelo Déda empossará daqui a pouco os novos secretários de Governo, Bosco Mendonça, e da Articulação Política e das Relações Institucionais, José Humberto Costa. Eles irão substituir, respectivamente, Jorge Araújo e Bosco Costa, que deixaram os cargos para disputar as próximas eleições. A semana passada, Déda já havia empossado os substitutos de Rogério Carvalho (Saúde), Márcio Macedo (Meio Ambiente) e Conceição Vieira (Ação Social), que também serão candidatos no próximo pleito.

Mais água

Com o objetivo de aumentar a oferta de água aos moradores da zona sul da capital, graças ao processo de interligação da duplicação da Adutora do São Francisco, ocorrida ontem, a Deso vai suspender amanhã, o abastecimento de toda a área atendida pelo Sistema Poxim. O desligamento visa permitir que a Deso faça modificações nas partes elétrica e mecânica da Estação Elevatória 3. Segundo o diretor de Operações da empresa, a  previsão é que o Sistema esteja totalmente normalizado na madrugada de quinta-feira.

Cesta barata

Aracaju teve em janeiro passado a terceira cesta básica mais barata do país: R$ 169,13, o que equivale a uma variação mensal de -0,03. As cestas mais caras do primeiro mês deste ano foram verificadas em Porto Alegre (R$ 236,55) e São Paulo ( R$ 225,02). Os dados foram fornecidos pelo Dieese. A variação nos preços dos gêneros alimentícios essenciais na capital sergipana foi de -0,03 e representaram 36,05% do salário mínimo. Para comprá-los, o assalariado em janeiro gastou 72h57 do tempo trabalhado.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários