Cadê os médicos?

0

A Secretaria da Saúde de Aracaju precisa urgentemente informar onde estão trabalhando os médicos contratados por ela. É que, segundo o vereador Agamenon Sobral (PP), 301 profissionais da Medicina contratados pela Prefeitura ganham sem trabalhar: “Soube até que alguns atuam em Salvador”, fustiga o pepista para receber o apoio do vereador e médico doutor Agnaldo (PR). Este também acha necessário que a Secretaria forneça o quanto antes a relação de todos os contratados, pois dúvidas como a levantada por Agamenon só contribuem para irritar ainda mais o contribuinte, cansado de ficar sem atendimento nos postos de saúde por falta de profissional para atendê-lo. Com a palavra, a secretária de saúde, Goretti Reis (DEM).

Mentira

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) usou o twitter para desmentir que tenha indicado o novo diretor-presidente da Fundação Hospitalar de Saúde. É que o radialista Gilmar Carvalho espalhou pela internet que o governador Jackson Barreto (PMDB) escolheu Edvar Caetano para o cargo a pedido do senador. “Em Sergipe todos se conhecem e sabem quem compra ou se vende por cargos ou dinheiro”, escreveu Valadares.

Bom de aterro

Um engenheiro civil dizia ontem que o aterro de parte do rio Sergipe será café pequeno para o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Para justificar sua afirmativa, o moço lembrou que na década de 70 o demista mandou aterrar de 13,5 milhões de metros quadrados da Coroa do Meio, causando a morte de zilhões de seres das mais variadas espécies aquáticas. Um crime ecológico sem precedentes em Sergipe.

Sugestão

Como já decidiu não reajustar os salários dos servidores, o governo estadual poderia conceder, ao menos, um auxílio alimentação à categoria. Quem pensa assim é o deputado capitão Samuel (PSL). Segundo ele, o Executivo fere a lei ao não reajustar nem mesmo o salário de quem recebe o mínimo. Enquanto maltrata os servidores, o governo faz a festa de comissionados protegidos de políticos, que ganham muito para não fazer nada.

Leitora voraz

O jornalista Lauro Jardim publicou no site da Veja que a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) só vai ao Senado para ler: “Maria do Carmo passa as sessões muito bem acompanhada. Sua atenção se reveza entre jornais e revistas. Claro, ela sabe que, marcando presença, pode fazer quase tudo ou praticamente nada, como escolheu, para continuar recebendo seus R$ 26 mil no fim de cada mês”. Vixe Maria!

JB festeja

Do governador Jackson Barreto (PMDB) no facebook: “Neste mês de outubro, Sergipe consolida seu futuro grandioso. Recebemos o presidente da Vale do Rio Doce, que confirmou o Projeto Carnalita, um investimento de 2 bilhões de dólares que gerará 4 mil empregos diretos e outros 10 mil indiretos. Também recebemos a diretora da ANP, Dra. Magda, que confirmou as grandes descobertas de petróleo em Sergipe. De 40 mil barris diários, há perspectiva de o Estado passar a produzir 140 mil barris/dia. Viva Sergipe!”.

Festança

Ribeirópolis fará grande festa no próximo domingo para encerrar o novenário do Sagrado Coração de Jesus. Instituída há 80 anos, a celebração religiosa reúne milhares de fiéis. Ontem na Assembléia, o deputado estadual Antônio Passos (DEM) convidou os sergipanos a prestigiarem com suas presenças a festa católica.

Reação

Em nota, a Secretaria Estadual de Comunicação garante que houve lisura no processo de licitação para escolher agências de propaganda e rechaça denúncias de favorecimento feitas pelo jornalista André Barros. Segundo a nota, o denunciante foi parte interessada diretamente na licitação como representante de uma das empresas de publicidade participantes do certame. Por fim, a Secom indaga: “O que ele quer com isso? Se tem provas, por que não busca o caminho da Justiça?”.

Grana preta

Enquanto alega não ter dinheiro para setores como saúde e educação, a Prefeitura de Aracaju vai gastar R$ 12 milhões em publicidade. A queixa é da vereadora Lucimara Passos (PC do B). De acordo com ela, no próximo dia 8 acontecerá a concorrência para escolher as duas empresas que orientarão a Prefeitura como gastar essa grana preta.
Como é bom atirar com a pólvora alheia!

Imobilidade

Mais da metade dos domicílios (54%) conta com pelo menos um automóvel ou uma motocicleta para o deslocamento dos seus moradores. Essa proporção, relativa a 2012, representa um aumento de 9 pontos percentuais na comparação com 2008, quando 45% dos lares tinham um veículo. A tendência, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), é que o número aumente ainda mais nos próximos anos. E assim, a mobilidade urbana vai pras cucuias.

Do baú político

Embora discorde que os padres participem da política partidária, a Igreja Católica sempre meteu o nariz nas disputas eleitorais. No século passado, os líderes religiosos fizeram verdadeiras cruzadas para impedir a eleição de candidatos comunistas. Exemplo disso ocorreu em 1952, quando o bispo diocesano de Aracaju, dom Fernando Gomes, rodou a batina para impedir a eleição do professor Franco Freire, candidato a prefeito da capital pelo Partido Trabalhista Nacional. No livro ‘Mário Cabral, Vida e Obra’, a escritora Ana Maria Medina resgata uma nota publicada pelo bispo na revista A Cruzada com o seguinte teor: “É do conhecimento público que, entre os candidatos às próximas eleições do dia 13 de abril para o alto posto de prefeito de Aracaju, encontra-se o Sr. Franco Freire, registrado sob a legenda do PTN e apoiado pelos elementos comunistas. É nosso dever advertir sobre o perigo aos homens sinceros e retos, que crêem em Deus e amam a Pátria”. Franco Freire foi derrotado por Jorge Campos Maynard, apoiado pelo líder udenista Leandro Maciel.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais