Café pequeno-A Cabeça do Brasileiro

0

A CABEÇA DO BRASILEIRO

Em 1981 fui a São Paulo com colegas de Faculdade participar de um evento na USP e fomos super bem recebidos por Silvinha, amiga do João, que ele conhecera no Projeto Rondon.

 Além da liberal família, ficamos também, encantados com a casa , acho que no Jardim Europa. Modulada e construída em blocos de concreto perfeitamente  encaixados era uma verdadeira aula de arquitetura e refinamento.

Fechada, por fora parecia um muro, super discreta e sem a menor ostentação, no entanto todos os compartimentos abriam para um enorme jardim interno, todo gramado.

A decoração franciscana e adequada ao espaço arquitetônico marcava por um detalhe insólito na sala de jantar: uma gravura de Lênin em tamanho natural. O Daruiz, comunista de carteirinha, matou logo a charada: “– Burguesia esclarecida”.

Essa estória me veio à tona em função da pesquisa da Universidade Federal Fluminense, A Cabeça do Brasileiro, divulgada pelo jornal Nacional.

Segundo a matéria “os dados desfazem a associação negativa entre elite e privilégios e mostra que a elite dos mais instruídos tem valores mais democráticos, é menos tolerante com a corrupção e menos conservadora nas questões sociais”.

Óbvio tratarmos, aqui, da elite educacional, aquela com mais escolaridade e basta olharmos para a história dos movimentos sociais que, de certa forma sempre foram alavancados pela elite intelectual e artística.

Mas para não perder a mania dei logo uma olhadinha no bom e velho Aurélio e fui conferir o significado:”Elite- O que há de melhor numa sociedade ou grupo social” e respirar aliviada, afinal, é grande o desgaste do termo nesses anos de populismo explícito.

E voltando a Silvinha, anos depois, fui descobrir que o irmão dela, que em 81 se encontrava nos EUA estudando vídeo, viria a ser o Fernando Meireles diretor de Cidade de Deus. Pois é quando a elite intelectual e financeira se  reúnem…

Redescobrindo Sergipe-Foto Ana Liborio

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários