Café Pequeno-Beleza Pura?

0

E a Globo precisou escalar um time inteiro de bonitões para combater o efeito dose dupla do Mateus Solano.

 

Nunca antes na história desse país se viu tantos bonitões reunidos, por metro quadrado, numa novela só. Nem mesmo no Baixo Leblon de Manoel Carlos que, além do Solano contou com o reforço da dupla aventureira Tiago Lacerda e Rodrigo Hilbert.

 

Em Passione, no entanto, foi preciso ressuscitar o Raj, ops, Rodrigo Lombardi e convocar o Gianecchini, Bruno Gagliasso, Cauã Reymond, Marcello Antony, Daniel Oliveira e o mais recente chegado ao top time Kayky Britto e mesmo assim a tarefa está difícil.

 

Pois é, desde que adentrou o olimpo Global com o seu irrepreensível Ronald Bôscoli, ainda que meio cafajeste, o Solano deu IBOPE, solapou prêmios e causou estragos na concorrência.

 

Quem não gostaria de ter um namorado como aquele, desencanado, solícito, cortês e ainda por cima bonitão? Desde os áureos tempos de Minha Doce Namorada que não se via rolar uma química daquelas.

 

O fato é que o Mateus e o sorriso da Aline, Luciana, Moraes roubaram a cena em Viver a Vida, deixaram um rastro de saudades e provaram que, também na TV, o talento ainda é o melhor ingrediente do sucesso.

 

Redescobrindo Sergipe-Usina São Félix-Foto Ana Libório

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais