Café Pequeno- Pior é o Ronaldinho

0

E o Ronaldinho, dessa vez, queimou o filme legal.

 

Um programa com três travestis num motel poeira é difícil de explicar até mesmo para o Fenômeno.

 

E a sinuca de bico para escolher qual a menos pior explicação: Sexo, drogas ou rock and roll?

 

Pobre menino rico! Que complicado ser garoto propaganda de marcas e instituições humanitárias. O meio artístico e da moda é mais tolerante com seus ícones.

 

Para um desportista, no entanto, com os contratos milionários que ele tem, drogas nem pensar, e num país machista ser flagrado com três travestis num motel, apesar de agora eles negarem tudo, definitivamente pega mal…

 

E a emenda saiu pior que o soneto. Para reverter o estrago, ao contrário de outras celebridades, ele tentou enfrentar o escândalo, mas acabou, mesmo, foi fazendo a delícia dos humoristas ao declarar no Fantástico: “que encarou de frente o problemae que se aproximou das pessoas comuns (?)”…

 

De qualquer forma o caso evidencia o que são, hoje, as relações comercias entre marcas e ídolos, que além de realizações, conteúdo ou DNA não podem pisar na bola (sic), mesmo sendo de carne e osso.

 

Versão moderna do Mefisto:  Almas vendidas em troca de sucesso, fama  e milhões de euros, afinal ninguém é de ferro..

 

Só sei que hoje quando estou em apuros lembro logo:- Pior é o Ronaldinho!

 

 

Ladeira da Barra-Salvador-Foto Ana Libório

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais