Campanha parada

0

Para alegria da população, que detesta barulho de carros de som, comícios e horário eleitoral gratuito, a campanha política só começará mesmo para valer no início de agosto. Até lá, partidos e candidatos estarão acompanhando as sessões da Justiça Eleitoral, que julgarão grande número de pedidos de impugnações. Enquanto não tiverem o ‘Ok’ do TSE, os postulantes a cargos eletivos não colocarão as mãos nos bolsos para gastar e, consequentemente, a campanha ficará estacionada. Pior para os cabos eleitorais, que terão menos tempo para ‘extorquir' os candidatos, com a falsa promessa de garantir milhares de votos. Como se vê, política é uma roda viva: Muitos dos que estão hoje tentando provar na Justiça que respeitam a lei, tão logo consigam o sinal verde para disputar as eleições, vão comprar votos, caluniar e até vender a mãe para tentar se eleger. Claro, que há exceções.

Desautoriza

A senadora e candidata à reeleição Maria do Carmo Alves (DEM) desautorizou qualquer pessoa a falar em nome dela. A demista afirma que apenas o esposo e prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), pode se manifestar por ela durante a campanha eleitoral. A reprimenda tem endereço certo: a filha da senadora, jornalista Ana Alves, ferrenha adversária dos irmãos Amorim, de quem João e Maria são aliados. Aninha chegou a postar nas redes sociais que a mãe não votará em Eduardo Amorim para o governo de Sergipe.

Turismo

O radialista Adilson Júnior (PDT) deve assumir nos próximos dias a Secretaria Estadual de Turismo. O pedetista é irmão do prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT), e secretário de governo daquele município. A indicação de Júnior para o novo cargo fez parte dos entendimentos para que Fábio Henrique e seu grupo político apoiassem a candidatura à reeleição do governador Jackson Barreto (PMDB).

Carnalita

Uma excelente notícia: A Vale publica hoje num jornal local um pequeno anúncio comunicando que “requereu à Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) a renovação de sua licença de operação para atividade de Teste Piloto para Aproveitamento de Carnalita”. Depois que os municípios de Capela e Japaratuba concederam licença à mineradora para uso do solo, esta é o primeiro posicionamento da Vale na direção do reinício das atividades visando à exploração do minério para a produção de potássio.

Discurso forte

E quem está torcendo para o início da campanha eleitoral é o candidato a governador Alberto dos Santos, o ‘Betinho’ (PTN). “Vou bater em tudo que eu achar errado”, promete. Sem coligação com qualquer outro partido, o candidato diz que seu discurso de campanha privilegiará o combate à corrupção e o mau uso do dinheiro público. Betinho afirma que se eleito valorizará o verdadeiro servidor público e mandará embora os preguiçosos, sanguessugas e incompetentes. Misericórdia!

Coordenador

A campanha do presidenciável Eduardo Campos (PSB) em Sergipe será coordenada pelo senador Antônio Carlos Valadares. “Faremos um trabalho forte para que o nome dele surpreenda nas urnas”, promete o senador. Valadares já começou a agendar seminários e reuniões com lideranças políticas sergipanas. “Também vamos fazer um trabalho forte nas redes sociais e usar os carros de som para divulgar as propostas do nosso candidato a presidente”, garante.

Dia de formatura

E quem estará hoje em Aracaju é a ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. Vem prestigiar a formatura e entrega de certificados a 912 alunos de cursos do Pronatec. Organizado pelo Senai, governo estadual e Prefeitura de Aracaju, o evento está marcado para as 15h no Centro de Convenções de Sergipe. O Pronatec visa expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e técnica.

Fiscalização

Todos os cidadãos podem contribuir para a fiscalização da propaganda eleitoral irregular. O eleitor deve se dirigir ao Tribunal Regional Eleitoral e indicar, por exemplo, um cartaz colocado em local impróprio ou uma pintura de muro que ultrapassa os quatro metros quadrados. O candidato beneficiado será notificado para que retire no prazo previsto na lei. Caso a denúncia seja procedente, o TRE e o Ministério Público Eleitoral devem investigar outros fatos que estejam relacionados à denúncia do eleitor.

Reza por Sukita

Veja o que publica hoje o colega Diógenes Brayner em sua coluna Plenário: Várias pessoas fizeram uma reunião, ontem, na casa do ex-prefeito de Capela, Manoel Messias, o ‘Sukita’. Foram rezar e pedir a Deus pela “sua liberdade”, reclamando que Sukita está sendo humilhado: “Nós capelenses estamos contando as horas para sabermos quando acontecerá sua libertação”, disseram os populares.

Donos do alheio

A Polícia está investigando o arrombamento do escritório político do deputado federal Fábio Reis (PMDB). Localizado na rua Laudelino Freire, em Lagarto, o imóvel foi invadido na madrugada de ontem, tendo os ladrões remexido as gavetas e levado apenas um pen drive que, segundo o parlamentar, continha somente arquivos de trabalho. Ainda bem, né?

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã em 30 de dezembro de 1939

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários