Campo Lindo:sem quórum para Plano Recuperação. Dívidas R$ 383 milhões

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Esta semana credores da Agro Industrial Campo Lindo, localizada em Dores, participaram de uma assembleia geral na expectativa da aprovação do Plano de Recuperação Judicial e um acordo para resolver de vez a pendenga. Ao todo a relação de credores da usina chega a um montante de R$ 383 milhões, em várias áreas, como trabalhistas e empresas de prestação de serviços e fornecedores. A ideia era aprovar o Plano de Recuperação Judicial e dar um prazo de seis meses para iniciar o pagamento dos credores com a correção através dos juros legais. O quórum não foi atingido.

O blog colheu informações com alguns credores que participaram da assembleia geral e disse que ela foi marcada por um debate entre o administrador judicial e o advogado da empresa. A polêmica é sempre a mesma: O não fornecimento de documentos. Frequentemente o administrador acusa a empresa de não fornecer os documentos necessários para o desenvolvimento do processo, atrasando a marcha processual e, além disso, causando imensas obscuridades. Já o representante da empresa disse que toda documentação foi repassada.

A manifestação do Administrador Judicial serve para apresentar aos autos os fatos ocorridos no evento. A empresa insistentemente informa que apresentou os documentos e isso provocou momentos de tensão entre as partes, administrador judicial e advogado da empresa. O administrador judicial defende a substituição do escritório que patrocina a causa.

Toda documentação do processo judicial envolvendo a Usina Campo Lindo é público. Agora os credores terão que aguardar a segunda chamada para a assembleia geral que será realizada  dia16, às 9h, na sala do júri do fórum de Nossa Senhora das Dores.

 

Julgamento no TRE/SE Ontem, 10, foi julgado pelo pleno o incidente protocolado pela assessoria jurídica da chapa Belivaldo Chagas/Eliane Aquino arguindo o impedimento para votação do desembargador José dos Anjos. Por quatro votos a dois o incidente foi negado. Agora os embargos protocolados contra a decisão que condenou a chapa devem ser votados na pauta do próximo dia 25.

Deputada cassada. Defesa vai recorrer  O TRE/SE cassou, por maioria do pleno, o mandato da deputada estadual Diná Almeida (Pode), esposa do prefeito Diógenes Almeida, de Tobias Barreto. No mesmo procedimento, os membros do TRE votaram para tornar inelegíveis a parlamentar e também o esposo dela, Diógenes Almeida, prefeito de Tobias Barreto. A defesa da deputada irá aguardar a publicação da decisão para analisar todos os pontos aduzidos no acórdão e ingressar com os devidos recursos.

Adagro/PE faz alerta sobre foco de peste suína em Alagoas A Agência de Defesa e fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco faz alerta aos produtores do estado para o novo foco de peste suína no estado de Alagoas. A fiscalização do trânsito de animais na divisa com Pernambuco será intensificada e entrada de suínos será proibida.

Focos no CE, no PI e AL No último dia 09, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento confirmou o foco no município de Traipu-AL, numa propriedade com 32 suínos e que fica a 7km da divisa com Sergipe. O foco em Alagoas preocupa ainda mais a Adagro, visto que, já são três estados confirmados com a doença. No total são 65 focos, sendo 48 no Ceará, 16 no Piauí e um em Alagoas, totalizando 1.397 animais doentes.

Doença viral contagiosa A peste suína clássica é uma doença viral contagiosa, com mortalidade elevada, que afeta suínos domésticos e selvagens. Não oferece riscos à saúde humana e nem afeta outras espécies. Os principais sintomas da doença são: lesões hemorrágicas (manchas avermelhadas) na pele e extremidades (membros, orelhas, focinho e cauda), febre alta, constipação intestinal seguida de diarreia, vômito, sinais nervosos (tremores nas patas), conjuntivite, problemas reprodutivos (aborto, natimorto e repetição de cio), falta de apetite e fraqueza.

Riachão do Dantas: demora na abertura da agência do BB destruída em assalto não gerou danos morais solicitados por cliente A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou pedido de fixação de danos morais para uma cliente em virtude da demora na retomada do atendimento integral em uma agência do Banco do Brasil em Riachão do Dantas, fechada após ter sido destruída parcialmente durante um assalto.

Sem grave sofrimento ou angústia Para o colegiado, apesar dos prejuízos gerados pela interrupção parcial dos serviços bancários, não foi demonstrado grave sofrimento ou angústia ao consumidor que caracterizasse dano moral sujeito a indenização. Em 2015, a agência foi invadida e teve parte do prédio e dos terminais eletrônicos explodida pelos bandidos. Depois de ficar fechada para reparos por alguns dias, a agência foi reaberta, porém uma série de transações permaneceram indisponíveis por vários meses sob a alegação de falta de segurança pública.

Única agência Na ação, a cliente alegou que a agência era a única de Riachão do Dantas, de forma que a interrupção dos serviços bancários obrigou os correntistas a se deslocarem para outros municípios, ao passo que o banco continuou a cobrar normalmente a tarifa de manutenção da conta. Por isso, ela buscava a condenação da instituição financeira ao pagamento por danos morais no valor de R$ 25 mil. Após ter a ação julgada improcedente em primeiro e segundo graus, a cliente recorreu ao STJ sob o argumento de que a obrigação de indenizar ficou comprovada em razão da ausência de prestação de serviços bancários pela agência do BB por mais de 200 dias.

Energisa e Fiemg Deu no Valor; A Energisa, por meio da controlada Alsol Energias Renováveis, firmou parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) para fornecer às empresas associadas à entidade energia solar com descontos. A partir da parceria, a companhia prevê construir, entre 2019 e 2021, projetos no total de 75 megawatt-pico (MWp) de capacidade e investimentos de R$ 300 milhões. “No caso, a geração solar distribuída permitirá que empresários economizem sem fazer investimentos em infraestrutura. Trata-se de um produto desenvolvido especialmente para a Fiemg, visando oferecer alternativas para todos os seus filiados, sejam eles clientes de baixa ou de média tensão”, informou a Energisa, em nota.

Nota Pública – Prefeitura de Itabaiana Devido a informações inverídicas veiculadas por determinada emissora de rádio itabaianense, a Prefeitura de Itabaiana vem a público esclarecer que a Operação Mosqueteiros, que investiga possíveis fraudes em licitações, deflagrada pela Polícia Federal nesta quinta, 10 de outubro, não tem relação com a administração pública atual, sendo focada na ação de empresas que participaram de licitações diversas, inclusive, conforme atesta documentos em anexo, sendo que uma delas assinou contrato com a Prefeitura de Itabaiana quando estava à frente da gestão a vice-prefeita Carminha Mendonça. A forma grosseira, pejorativa e enganadora com que a Operação Mosqueteiros foi tratada pelos funcionários da emissora faz com que a Prefeitura de Itabaiana se solidarize com os abnegados policiais federais que, no justo cumprimento de seu dever, tiveram suas ações desvirtuadas por conta da sanha politiqueira desses funcionários. Sem mais para o momento, a Prefeitura se coloca a disposição da imprensa séria e da população em geral para prestar todos os esclarecimentos.

Agentes de trânsito da Barra autuando em rodovia estadual O blog recebeu mais informações de leitores confirmando que agentes de trânsito da Prefeitura da Barra dos Coqueiros estão autuando e até realizando blitz na rodovia estadual Barra/Pirambu, perto do local onde está sendo construído um pórtico. Moradores estão tirando fotos e juntando documentações para ingressarem contra a Prefeitura da Barra, inclusive denunciando no Ministério Público.

Nota Direção da Liberdade FM 100,3 e Liberdade AM 930 A Rádio Liberdade estará fora do ar temporariamente. Será realizada a troca de equipamentos para melhorar a qualidade da transmissão dos Programas “Gente da Gente” e “Inove Notícias”. Desculpe o transtorno, todos os esforços serão em prol dos nossos ouvintes fiéis! Em breve retornamos a nossa programação normal. Atenciosamente a direção

Importância do II Simpósio Constituição de Sergipe Presente em todos os painéis do II Simpósio Constituição de Sergipe, promovido pela Assembleia Legislativa, o deputado estadual Luciano Pimentel destaca a importância das reflexões propostas durante o evento, que acontece desta a última terça-feira, 8, no auditório do Tribunal de Justiça do Estado.

Fatos históricos “O Simpósio colocou em discussão o papel da constituição estadual, através de palestras ministradas por grandes nomes do direito e professores sergipanos. Ao realizar esse amplo debate, a Alese oferece a toda sociedade a oportunidade de conhecer a Carta Magna de Sergipe e os fatos históricos que ocorreram no processo de construção dela”, pontua Luciano Pimentel.

Extrema relevância Para o parlamentar, esse conhecimento acerca dos princípios constitucionais é fundamental na busca dos direitos e, neste sentido, o simpósio tem se consolidado como evento relevante para os sergipanos. “Muitos podem até não ter tido acesso ao texto, mas certamente sabem da existência da Constituição Federal. Já em relação a nossa Carta Magna, o desconhecimento é maior. Quando a Assembleia cria espaços como esse, traz à luz a Constituição Estadual e isso é de extrema relevância para que a sociedade, de posse desse saber, possa lutar efetivamente pelo respeito aos seus direitos e garantias”, enfatiza.

30 Anos O encontro encerra na tarde da quinta-feira, 10, e já levantou, com base no que estabelece a Carta Magna de Sergipe, questões sobre os antecedentes histórico-políticos da constituinte estadual; a dignidade da pessoa humana; a educação e o regime democrático constitucional; a democracia na era digital e as imunidades e garantias parlamentares. O simpósio celebrou os 30 anos da Constituição de Sergipe, analisando os avanços dessas três décadas e os desafios que vêm pela frente.

Patriota realiza evento de filiação Visando o fortalecimento do partido para as eleições municipais do próximo ano, no próximo dia 19, às 9h, no Plenário da Assembleia Legislativa (Alese), será realizado o evento de filiação do Patriota e encontro estadual do partido. De acordo com Uezer Licer, presidente estadual do Patriota, o objetivo do evento é tornar o partido mais forte para o próximo pleito.

Patriota realiza evento de filiação II A vereadora Emília Corrêa, que já é membro do partido e que também estará na solenidade, ressaltou que um dos pontos positivos do Patriota é respeitar os posicionamentos dos seus filiados. “Um partido é o nosso veículo legal e constitucional para discutir as melhorias para a nossa cidade, ou Estado. O Patriota tem me abrigado muito bem, respeitado meus posicionamentos. Isso é muito importante, considero isso muito nobre. O partido está tendo muitas adesões, graças a Deus, e é isso que queremos, dar novas e boas opções de nomes para povo aracajuano”, afirmou.

Tahyslane Melo participa de curso de aperfeiçoamento da Conmebol Como árbitra do quadro Internacional da Fifa, a sergipana Tahyslane Melo é um destaque da arbitragem brasileira. Ela é uma das quatro únicas árbitras brasileiras, a pertencer ao quadro internacional. Para se manter atualizada, Tahyslane constantemente terá que se submeter a curso, treinamentos, simpósios e congressos, para acompanhar o nível de desenvolvimento e alcançar um nível de excelência, na profissão que escolheu.

Árbitra suporte Recentemente, a árbitra sergipana foi confirmada no quadro da Fifa para a temporada de 2020. E para isso, tem que estar muito bem preparada em todos os critérios de avaliação. No momento, Tahyslane está em Quito, no Equador, participando como árbitra suporte, do Curso Prévio da Conmebol, que visa preparar e atualizar os árbitros do continente Sul-americano, para atuar na Copa Libertadores da América ou outras competições promovidas pela Conmebol.

Ensinamentos “Este é o meu primeiro curso depois da designação de árbitra da Fifa. Vim como árbitra suporte. Estou me entregando de corpo e alma ao curso, procurando tirar o máximo proveito possível, dos ensinamentos aqui ministrados. É um aprimoramento internacional para a maior competição Sul-americana, a Libertadores da América. Para mim é o início de futuras oportunidades em competições internacionais”, revela a árbitra Tahyslane Melo Costa. O curso é organizado pelo Comitê de Árbitros da CONMEBOL e apoiado pelo Programa de Assistência à Arbitragem da FIFA, a fim de treinar e atualizar os oficiais de partidas convocados para Copa Libertadores 2020.

Aracaju recebe curso ‘Redes Sociais Inclusivas’ O curso ‘Redes Sociais Inclusivas’ será realizado a partir das 8h do sábado, 26 de outubro, no Externato São Francisco de Assis, em Aracaju. Toda a renda arrecadada será revertida em prol da instituição que passa por dificuldades financeiras para manter o trabalho que desenvolve com 100 crianças carentes.A capacitação será ministrada por Fábio Amâncio, Marina Farias, Naza Abreu e Meninas do Supermercado com direito a certificado digital. A carga horária é de 4 horas.

Utilização correta A proposta do curso é orientar a utilização correta das mídias sociais para evoluir o contato com os clientes, aplicando a metodologia exposta para gerar visibilidade, relacionamento e prospecção de vendas para a empresa, aumentando a vantagem competitiva perante a concorrência. Além de abordar a viabilidade da presença da empresa nas Redes Sociais minimizando os riscos e aproveitando as oportunidades, transformando seguidores em clientes e aumento a atuação no mercado. O curso é recomendado para quem deseja estar bem posicionado nas redes sociais e alavancar as suas vendas. Para alcançar o sucesso é necessário aprender como usar as ferramentas e postar conteúdos assertivos e direcionados para os clientes com uma linguagem direta.

Conteúdo O conteúdo programático discute ‘Comportamento x marketing : posicionamento nas redes sociais’; ‘Facebook para empreendedores’. WhatsApp para negócios’. ‘Faça do Instagram seu cartão de visitas’ e ‘Ferramentas indispensáveis para facilitar o trabalho’.O perfil Meninas do Supermercado possui 3 anos de atuação nas redes sociais, tendo como foco principal o Instagram. Nele são alimentados diariamente conteúdo relevante voltado para economia doméstica, dicas de ofertas e promoções, mesclando com life style.Hoje, com mais de 155 mil seguidores orgânicos, é considerado um dos perfis de maior relevância do cenário digital sergipano por conta do seu engajamento e influência. Na palestra, suas administradoras vão contar sobre a história do perfil, como alcançaram o atual patamar e dão boas dicas de como engajar sua página e seu negócio através das mídias sociais de uma forma leve e descontraída.

Inscrições A inscrição pode ser feita por apenas R$ 50 + uma lata d leite, na sede do Externato São Francisco de Assis, localizada na Avenida Edésio Vieira de Melo, 585, no Bairro Suíssa) ou por R$ 60 + uma lata de leite, no Sympla  Outras informações através do número 3224-3509. O curso é realizado pelo Exernato e Navarro Comunicação.

 

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018   

Caminhada: Lenta ou Rápida? No quadro Vida Longa de hoje. Nesta entrevista o Geriatra/Gerontólogo, Dr. Cláudio Neves explica qual a caminhada traz melhor benefício, a lenta ou a rápida.

 

                                                           

O Fim do Sono. Por Antônio Samarone: A celebre frase de John Lennon, “o sonho não acabou”, perdeu a validade? A vida cotidiana está se rompendo. Os incansáveis esforços da ideologia neoliberal em criar mercado a partir de qualquer coisa está avançando. Agora é a vez do sono… Ivo Antônio (51 anos) é químico. Desempregado. Trabalhou muito tempo numa empresa terceirizada. Sempre foi sindicalizado, combativo, sempre brigou por seus direitos trabalhistas. Nunca abriu mão de nada. A leitura completa aqui.

Você que pretende sair candidato a cargo eletivo no próximo ano, tire suas dúvidas com o especialista em Direito Eleitoral com o Dr. LUDWIG Jr. Veja  o vídeo:

 

Valeu a pena esperar todas as informações, né? A 1ª Caminhada Hospital Primavera Outubro Rosa 2019 acontecerá na Treze de Julho, dia 20/10 a partir das 8h. As inscrições serão feitas online no link: www.centraldacorrida.com.br/primaverarosa somente no dia 14/10 as 8h em ponto. Coloca na agenda e corre pra garantir a sua vaga, confira sua internet, pq já vou avisar: vai congestionar!!! INSCRIÇÕES GRATUITAS!! No dia do evento, a retirada de kits será a partir das 6:30, e esse será vinculado à troca por 2kg de alimentos, e opcionalmente sugerimos que leve tbm um lenço pra a gente presentear no final da caminhada as pacientes da AAACASE. Esperamos vocês!

PELO E-MAIL E FACEBOOK

Quem cuida, não destrói.Por Nilson Socorro*

Um das mais constrangedoras e marcantes cenas que vivenciei no serviço público aconteceu em 1987, no gabinete do então secretário de Estado da Educação, professor Antônio Fontes Freitas. Estava lá porque como professor do quadro permanente do magistério estadual, lotado naquele ano no gabinete do secretário adjunto, o jornalista Carlos Alberto Souza, grande amigo recentemente falecido, fui designado para cobrir jornalisticamente a audiência especial concedida pelo titular da pasta a um grupo de estudantes.

Registro a parte, o Carlos Alberto não era da área da educação. Ascendeu ao cargo pelo bom relacionamento e o currículo que construiu como competente e digno profissional de imprensa, com passagens por veículos locais e na assessoria de comunicação do Governo do Estado. Na Secretaria de Educação praticamente não exercia atribuição pedagógica, sendo-lhe reservados apenas despachos burocráticos e, principalmente, a coordenação da área de comunicação. Para esse encargo, juntou alguns profissionais da área, eu, as jornalistas Luzinete Silva e Dayse Monte e o fotógrafo Juarez Silveira.

De volta à audiência, naquela manhã, o secretário Antônio Freitas abria seu gabinete para receber um grupo de estudantes do Colégio Ivo do Prado, do Bairro 18 do Forte. O encontro podia ser apenas mais um na rotina do competente comandante da política estadual de educação. Mas não foi ao menos prá mim, porque, de cara, me inquietava o fato de que para ter acesso ao secretário os dirigentes do grêmio estudantil tiveram que recorrer ao vereador Rosalvo Alexandre, o saudoso Bocão. Sem a muleta política, os estudantes não estavam seguros nem se seriam recebidos, muito menos terem o pleito atendido.

E, justamente o pleito foi o outro ponto a chamar minha atenção. E o que de extraordinário eles reivindicavam? Simplesmente que fosse revogada a ordem do diretor da escola que proibia a utilização da quadra, nos finais de semana, para os ensaios da quadrilha junina. Na audiência, enquanto os estudantes atentos ouviam a falação do vereador, advogando o pedido estudantil, eu que deveria está anotando tudo, me peguei mergulhado no passado. Lembrei quando ainda na primeira fase da adolescência tive algumas vezes que correr da polícia porque no final de semana ousara pular o muro da “minha” escola, o Grupo Escolar José Augusto Ferraz, no Bairro Industrial, para jogar bola com os amigos, na piçarra do pátio do prédio público.

Olhando aqueles adolescentes apreensivos e esperançosos em obter a preciosa permissão, recordei que me questionava quando após a fuga ao ouvir a sirene da polícia, se realmente aquela escola que me fora ensinado que era um prédio público, portanto, do povo, realmente me pertencia por ser seu aluno. A ideia de pertencimento não fechava e aquela audiência não só reforçava o meu questionamento juvenil, como me fazia agora compreender porque não foram poucas às vezes que com baladeira, quebrei lâmpadas e vidraças da minha escola. Lembrei ainda como com o sentimento de revide me divertia vendo o velho Mano, porteiro da escola, cerrando as correntes para se livrar dos cadeados entupidos de palitos de fósforos.

Meses depois dessa audiência, fomos chamados ao gabinete do professor Fontes Freitas para discutir campanha publicitária, objetivando reduzir o assustador índice de vandalismo que sofriam as escolas públicas, especialmente dos bairros periféricos de Aracaju. O mote da campanha, mesmo com meu voto contrário, focava a beleza dos prédios escolares entregues a comunidade pelo estado e a transformação que os mesmos sofriam em conseqüência da depredação criminosa. Foi produzida uma excelente peça para televisão centrada numa bela foto do Colégio Atheneu. A imagem, inicialmente aberta em plano distante e desfocado, ia se aproximando lentamente, ficando mais nítida, ao tempo que se quebrava. No áudio, a mensagem de que a escola pública era do povo, por isso, o povo deveria cuidar e preservar.

Apesar de tecnicamente bem elaborada, não acreditava na efetividade da campanha. A questão da preservação dos prédios públicos não deve ser encarada apenas como vandalismo. Isso pode ser a reação, consequência. Tem-se que focar a motivação dessa ação destruidora que na sua gênese, entendo, está também vinculada ao pertencimento como ideia e realidade. Não adianta ensinar que o bem público é do público, se a relação da população é de simples usuário temporário e limitado. O proprietário, o dono do bem público para o povo é o Estado, aquele gigante pesado, abstrato, arrecadador e corrupto que domina, explora e esmaga. Só com mudança de paradigma a partir de novas concepções da relação Estado X Povo, será possível construir relação diferenciada da população com os bens públicos.

Na Copa do Mundo no Brasil, em 2014, ficamos encantados com os japoneses limpando os estádios no final dos jogos. Isso, certamente eles não aprenderam adultos, mas, na infância, na educação doméstica e na escola. A reação de aplauso não foi a mesma, ao menos entre alguns dos nossos professores, quando vídeos que circularam nas redes sociais, mostraram estudantes japoneses limpando os sanitários das escolas. A desaprovação a prática das crianças orientais não foi diferente da rejeição por parte dos dirigentes sindicais do magistério público, que recentemente criticaram o Projeto Escola Limpa, realizado nas escolas públicas estaduais da região sul do Estado. A iniciativa gerou polêmica porque, principalmente, estimulava a participação dos alunos na limpeza das escolas.

Não se trata de substituir os trabalhadores da área de serviços gerais, ou suprir as suas carências, com a mão de obra estudantil. No governo do presidente Fernando Henrique Cardoso, o Ministério da Educação com o Programa Família na Escola, estimulou a integração e a participação da comunidade na escola. Conheci experiências semelhantes na Inglaterra, quando, em 2001, integrei missão de Secretários de Educação do Brasil naquele país europeu. Acredito que ensinar o aluno a cuidar de sua escola também faz parte do processo de construção de cidadania, assim como, o pertencimento real em substituição a concepção de usuário temporário e limitado. É que continuo teimoso e ainda mais ranzinza, convicto de que quem ama, cuida e quem cuida não destrói.

*Jornalista, professor e advogado.

PELO TWITTER

www.twitter.com/agenciapublica Não há nenhuma punição para cidades que burlam a lei ao não enviar dados sobre agrotóxicos na água. “É um ambiente de desregulação total”, afirma procurador.

www.twitter.com/gugachacra  Creio que Jorge Jesus ou Renato Gaúcho seriam nomes excelentes para assumirem a seleção para a Copa do Mundo. Tite fez bom trabalho. Mas encerrou o ciclo, na minha visão. Caso discordem, por favor, usem argumentos. Sem ofensas.

www.twitter.com/olivaluizNa praia do Viral, que fica em uma área isolada na saída de Aracaju, um grupo de sete pescadores usou uma rede de arrasto para trazer os peixes para a faixa de areia. Mantiveram a rotina a despeito do cenário dantesco da praia: toneladas de óleo se espalha.

 

Siga Blog Cláudio Nunes:                                                                                                                       

Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia
.“Mãe, cubra-me com teu manto e faça com que eu tenha coragem e serenidade para enfrentar os desafios da vida.” Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, 12 de Outubro.

Comentários