Carnaval e o Bicho

0

Até terça-feira próxima, o Brasil está entregue à irresponsabilidade do carnaval. Nada se faz e o povo esta nessa zoeira, sem ligar muito para a vida. Aliás, este período mudou muito e se reduz a alguns poucos Estados, que ainda comercializam a bagunça. Conseguem organizar o carnaval. Esquentam a Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro e o Maranhão. No restante uma ou outra cidade ainda mantém suas tradições carnavalescas, como é o caso de Pirambu e Neópolis, em Sergipe. Neste Brasil decepcionado e pobre, a maioria aproveita para descansar. Curtir a família numa praia distante e ficar num tal de fazer nada preguiçoso. É um período extremamente favorável às negociações políticas, principalmente num ano eleitoral como este. Serve, também, para apagar fogo e abafar escândalos. Foi assim que fez o presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB), “a águia”, que, para deixar esfriar o escândalo da influência dos bicheiros nas decisões do Planalto, preferiu dar um recesso neste período de carnaval. Boa parte desse pessoal põe uma máscara e canta o “to nem aí” para o povo. Da forma como está pressionando o Planalto e pela conivência dos parlamentares, tudo será totalmente encoberto e ficará por isso mesmo. A gravidade do fato não é maior, nem menor, do que aconteceu com Fernando Collor, mas se trata de um bloco parlamentar que sabe muito bem as condições em que ficará o irreconhecível líder sindical Luiz Inácio Lula da Silva. A raposa política Antônio Carlos Magalhães (PFL) sabe muito bem porque está amparando Lula da Silva. E imaginar que o arauto da moralidade política brasileira, o presidente Lula da Silva, ficará devendo favores de encobrimento de corrupção a essa gente, que representa o que há de mais velho e retrógrado no retrocesso brasileiro, é prever como será este país, nas mãos dessa espécime de animal político que o Partido dos Trabalhadores foi o mais ferrenho adversário. Estão todos agora no mesmo patamar de Paulo Maluf, Orestes Quércia, Collor de Melo e tantos outros que o PT jamais imaginou se equiparar. Aliás, os petistas eram inimigos mortais dessa gente, mas o poder não deve ter subido à cabeça dessa gente, certamente desceu à barriga e todos se empanturraram com o capim que serviam aos animais que formam o velho jogo de bicho. Evidente que o PT está perdido. Dificilmente vai se recuperar e é preciso urgentemente criar uma nova legenda que represente a mudança, a ética, a moralidade e faça retornar ao povo o sonho, a esperança, a confiança de que este país tem jeito. Muitos erros se acumularam, fez-se uma mistura muito grande em nome de abertura para a governabilidade com entendimento e, de repente, o que era torpe vira sério. O que era arbitrário vira correto. Quem era ladrão se transforma em honesto. E todos os projetos que agrediam a sociedade, são aprovados com reformas para pior. Sinceramente, é um Governo que se esforça para chegar ao fracasso, porque até mesmo o que havia de mais sublime em sua postura, que era a integridade moral, oferece lances imperdoáveis de corrupção. Ninguém pode generalizar. Em Sergipe, o prefeito de Aracaju, Marcelo Deda, mantém o seu perfil de um cidadão insuspeito. Mas, de qualquer forma, sofre essa despencada rio abaixo e tenta salvar o que existe ainda de moral. Deda é, acima de tudo, partidário. Tem laços de amizade com o presidente Lula da Silva e com esse pessoal que hoje deixa dúvidas sobre qualquer coisa de sério que possa vir de um agrupamento de ideólogos que se envaideceu com o poder e achava que conseguiria empurrar toda a sujeira para baixo do tapete. Há necessidade de apuração rigorosa, de punir os culpados e de descobrir novos envolvidos. Assim, como o deputado federal bispo Rodrigues (PL), que nesta fauna era uma borboleta que vagava no universo dos bicheiros. O PT hoje é uma dúvida, que precisa trabalhar muito para se tornar realidade… Agora se vê que a senadora Heloisa Helena e os deputados federais João Fontes, Babá e Luciana Genro não poderiam se perder nesta banca de jogo duvidoso. VEÍCULOS O deputado federal José Carlos Machado (PFL) defende que os carros locados pelo Governo tenham a identificação bem visível: “A Serviço do Estado”. Admite que com isso inibe o uso indiscriminado dos carros locados por quem o utiliza, inclusive para casos meramente particular. DECRETO Machado acha que isso deve partir de um decreto da Assembléia Legislativa ou do próprio Governo, para evitar abusos. Na realidade, os carros locados são utilizados para a família e até viagens em finais de semana. As locadoras não têm nenhuma culpa nisso. PREFERE Apesar da sugestão do deputado José Carlos Machado, a maioria dos secretários e empresas públicas prefere utilizar veículos de locadoras. Com isso ficam livres de problemas com motoristas, oficinas mecânicas, trocas de peças e outras coisas que aconteciam quando os carros pertenciam ao Estado. TUCANO O deputado Ulices Andrade (PSDB) não descarta a possibilidade do seu partido apoiar a candidatura de Marcelo Deda (PT) à reeleição, mas não tem nada fechado. O PSDB vai buscar fazer alianças com quem não está no bloco de sustentação ao governador João Alves Filho. DECISÃO Já há uma decisão do PSDB em não lançar candidato à Prefeitura de Aracaju e como não apóia ninguém vinculado ao Governo, está claro que ficará com o PT. Já no interior o PFL vai disputar vários mandatos, inclusive fazendo composições com quem tiver melhor chance de eleger-se. SUSANA Apesar dessa posição tucana, a pré-candidata pelo PPS, Susana Azevedo, está marcando um encontro com o presidente do PSDB, deputado Bosco Costa. A deputada, que conversou anteontem com o PP, vai buscar o apoio do tucanato. No Governo anterior, Susana Azevedo pertencia ao bloco na Assembléia. LICITAÇÃO O deputado Ulices Andrade considerou que o governador João Alves Filho às vezes sonha muito e divulga o que ele imagina com antecedência. Deu como exemplo a licitação da ponte que liga Aracaju a Barra dos Coqueiros: “foi lançada, mas o edital não está à disposição para a venda”. EXPLICAÇÃO O secretário da Infraestrutura, João Durval, explicou que no lançamento da licitação, o aviso já previa que o edital do projeto só estaria à disponibilidade no dia 20 de janeiro. Entretanto, foi ultrapassada a data de 27 de janeiro e foi publicado edital adiando o anterior. Um novo edital será republicado na próxima quinta-feira. INQUÉRITO O número de assinaturas conseguidas no Senado para abertura da CPI sobre o caso do Jogo do Bicho já está próximo de 27, que é o suficiente para sua instalação. Da bancada de Sergipe no Senado ainda não assinaram a senadora Maria do Carmo Alves (PFL) e nem o senador Antônio Carlos Valadares (PSB). DISPUTA A Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro terá uma disputa acirrada: o deputado Adelson Barreto (PTB) já teve seu domicílio eleitoral reconhecido pelo TRE. Adelson pode ser o nome da oposição para disputar a Prefeitura daquele município, contra o prefeito José Franco, que tenta a reeleição. RENILDO O suplente Renildo Santana (PFL) pediu ao governador João Alves Filho que não trouxesse Maria do Carmo para Sergipe agora, porque ele quer disputar a Prefeitura. O outro candidato Ilzo Silveira, também é do PFL, e Renildo não deseja que ele se eleja. Depois de resolvido, pode reassumir o Senado. JOÃO FONTES O deputado federal João Fontes (sem partido) acha que a situação ficou insustentável para o chefe da Casa Civil, José Dirceu. A cada dia explode um escândalo diferente, como o caso do deputado federal bispo Rodrigues, homem de sustentação do Governo e coordenador do PL, também envolvido no jogo do bicho. ARCA O deputado João Fontes considerou, ontem, que o Governo hoje é uma Arca de Noé, porque a cada dia vão acontecendo fatos estarrecedores. João Fontes diz que o presidente Lula demonstra fragilidade sobre o caso, que envolve o ministro com mais força no Planalto. Notas COMISSÃO O deputado José Carlos Machado (PFL) ficou irritado ao tomar conhecimento da criação de uma Comissão Externa das Enchentes do Nordeste, com dez parlamentares, sem que tivesse nenhum representante de Sergipe. Machado falou com Jackson Barreto e João Fontes sobre esse problema, que desprestigia o Estado. O presidente da comissão é o deputado Inaldo Leitão, que já comunicou que dia 4 de março visita a Bahia e Sergipe. Machado lhe telefonou para dizer: Sem um deputado de Sergipe, não precisa vir. CRIAÇÃO José Carlos Machado foi informado, mais tarde, que os representantes da Comissão foram indicados pelas lideranças do Partido. Como não encontrou Carlos Aleluia (líder do PFL), se comunicou com Rodrigo Maia, que o substitui, e fez a reclamação. O parlamentar disse que concordava em aumentar a comissão. Machado enviou fax para o presidente da casa, João Paulo, solicitando que a comissão fosse aumentada e indicasse parlamentares dos estados que faltavam: Sergipe, Rio Grande do Norte e Maranhão. ENCONTRO O deputado federal Jackson Barreto disse a José Carlos Machado que encontrou um dos membros da comissão, Rogério Teófilo (AL) e recebeu a notícia que durante a reunião para escolha dos membros, não havia ninguém de Sergipe: Machado perguntou: “mas quem foi convidado para a reunião?” Além disso, José Carlos Machado lembrou que o deputado Mendonça Prado (PFL) levou um relatório sobre todos os problemas das enchentes em Sergipe, além da ação de outros parlamentares como Heleno Silva (PL). É fogo O governador João Alves Filho vai se recolher à fazenda Jundiahy durante este carnaval, mas fará visita a Pirambu e Neópolis. Toda a bancada federal se encontrava em Sergipe desde ontem e só retorna a Brasília na segunda-feira depois do carnaval. Não há notícia de que a Polícia tinha obtido êxito na prisão do foragido Antônio Francisco. Ontem saiu um grupo de policiais para prende-lo. O governador autorizou ao secretário de Justiça, Emanuel Cacho, a procurar um prédio público para abrigar 300 presos da Casa de Detenção, que está superlotada. O governador João Alves Filho terá que ser muito habilidoso para resolver as questões políticas de Itabaianinha, entre os seus aliado. O ex-deputado estadual Ilzo Silveira (PFL) está tentando arregimentar forças para ser o indicado do partido à sucessão municipal de Itabaianinha. O deputado estadual Antônio dos Santos (PSC) está fazendo todo esforço para assegurar uma bancada representativa dos evangélicos na Câmara Municipal. A briga é muito feia entre o deputado federal Jackson Barreto e o secretário da Justiça, Manuel Cacho. Augusto Bezerra (PMDB) entende que é preciso unir forças, para garantir ao Nordeste os recursos essenciais e socorrer os desabrigados das chuvas e enchentes. Na avaliação de Ulices Andrade, o Governo terá que gastar milhões de reais para conseguir recuperar as rodovias que ligam o litoral ao sertão. As exportações brasileiras deverão superar a meta de US$ 80 bilhões neste ano, prevista inicialmente pelo Governo. A Receita Federal colocou, ontem, em seu site na internet o programa do Imposto de Renda Pessoa Física (ano base 2003). Por Diógenes Brayner brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários