CARTA AO GOVERNADOR

0

Excelentíssimo senhor governador, muitos dos que garantiram sua eleição o fizeram porque, na opção que restou o senhor demonstrou ser a esperança de fazer um melhor governo.

 

Nós, seus eleitores e não eleitores, convivemos com os seguintes problemas, que exigem do governo providencias profundas e imediatas: a) Um sistema de saúde pública deficiente; b) uma escola pública que, além de não atender a todos que dela necessitam, não tem a qualidade de ensino desejável; c) o desemprego leva um grande número de pessoas a viverem marginalizados; c) muitos não tem onde morar e a violência cresce.

 

Para solucionar estes problemas, todos os candidatos, a todos os cargos, garantiram saber como resolvê-los.

 

Estamos à véspera de um novo mandato. A sociedade como um todo é quem elege. É quem, com o trabalho, constrói o país, é quem, com seus impostos, mantém o estado funcionando e, nestas condições, deveria valorizar-se mais, cobrando de seus mandatários, além do cumprimento das promessas de campanha, ações voltadas para a solução dos problemas que a aflige.

 

Eu gostaria de obter respostas para as seguintes dúvidas:

 

Todos sabem que a baixa qualidade da escola e saúde públicas se deve, em parte,  a má utilização dos recursos públicos.

 

O que o governo pensa fazer para otimizar a utilização desses recursos?

 

Os baixos salários são responsáveis, em grande parte, pela falta de estímulo profissional do pessoal da saúde, da educação e da segurança.

 

Com um orçamento inelástico, o que o governo pretende fazer para garantir os recursos necessários à melhoria salarial desse pessoal?                 

 

O inchaço de nossas cidades, agravando o problema de emprego, de moradia e de segurança muito se deve ao êxodo do campo.

 

O que o governo pretende fazer para incentivar a permanência do homem no campo.

 

A evasão fiscal no país é uma realidade. Muitos empresários alegam que o “caixa 2” é necessário para compensar a alta carga tributária que lhes é imposta.

 

O que fará o governo para aumentar a arrecadação de impostos em Sergipe?

 

Os altos encargos trabalhistas e a burocracia fazem com que muitas empresas mantenham seus empregados sem os registros devidos.

 

O que fará o governo para impedir a ocorrência desses fatos?

 

A criação de empregos pelo governo depende da realização de obras de infra-estrutura, tais como: estradas, saneamento, energia, abastecimento de água e outros. Estas obras necessitam de grande volume de recursos para a sua execução.

 

O governo pretende bancar estas obras? Com quais recursos pretende executá-las?

 

A criação de emprego pela iniciativa privada depende muito das pequenas, micros e médias empresas.

 

O que o governo pretende, efetivamente fazer para estimular o fortalecimento dessas empresas?  

A UNICEF prevê, que pelo menos milhares de crianças menores de cinco anos morrerão no Nordeste em 2006, por falta de condições de saúde e de assistência médica.

 

O que o governo pretende fazer para evitar que, no seu mandato, isto ocorra no Estado de Sergipe?                   

 

Finalmente, neste momento em que temos esperanças, mas muitas dúvidas, devemos estar prontos para: Amanhã, se nos sentirmos decepcionados, deveremos protestar; se formos chamados a colaborar deveremos atender, e se sentirmos o esforço, o espírito público, o trabalho, o patriotismo e a ética nas ações governamentais deveremos aplaudir, o que jamais deveremos fazer é nos omitir, porque as conseqüências serão inevitáveis.

 

Não devemos nos esquecer jamais: em todos os tempos, o governo sempre foi o retrato fiel da sociedade que representa.               

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários