Carta de Natal

0

Papai Noel!

 

É com muita esperança que te escrevo esta carta, pois sei que são muitos os seus pedidos, porém, tenho certeza que o senhor terá um tempinho para ler a minha carta antes do Natal. Meu nome é José Carlos, tenho oito anos e moro Usurpolândia, no interior de Sergipe.

 

Papai Noel, estou lhe escrevendo pois tenho fé que o senhor irá resolver o meu problema. Eu fui cadastrado há mais de dois anos na Bolsa Família e até hoje a minha mãe não recebeu nada, apenas promessas, e esse dinheirinho faz falta, enquanto que os meninos de outras cidades já estão recebendo há muito tempo. Mas, por favor, guarde segredo pois não quero complicações para a minha família.

 

Aqui em casa, sou o único que sei ler e escrever. Mas este ano eu não estou estudando porque não tenho condições de comprar os cadernos, e o meu colégio fechou porque está faltando água. Aqui passamos muitas dificuldades, mas nem quero falar sobre isso. Trabalho pra ajudar o meu pai, um pobre homem e honesto que não teve sorte na vida, vive sempre lutando pra nos sustentar, apesar, que aqui não tem trabalho, também não vamos pra cidade por lá não ter dinheiro pra pagar aluguel, luz e água.

 

Meu pai falou que quando eu crescer vai me mandar para a cidade para que eu estude e faça uma faculdade. Que me tornar um Juiz de direito. Se eu fosse advogado, eu denunciaria as pessoas que recebem o meu pequeníssimo dinheiro da Bolsa Família. E saiba que aqui são mais de trinta inscritos e ninguém recebe nada. Só as promessas de pessoas falsas que depois dizem que o cadastro foi recusado.

 

Papai Noel, eu não quero lhe pedir presente, vontade até tenho de ter um computador, mesmo que seja a versão do Windows 95, acontece que não temos energia elétrica aqui e nem sinal de conexão, o que se torna impossível o meu sonho. Sabe Papai Noel, na cidade, eu gosto de ficar olhando os garotos jogarem vídeo game e navegarem na Internet numa tal de lan house. O senhor sabe do que estou falando? É que os guris tem idade de quatro a cinco anos e já sabem navegar na Internet. Eu fico só olhando, o dono às vezes manda eu me retirar da porta, mesmo assim eu corro para as outras que estão abertas.

 

Vou lhe contar uma coisa. Ontem, eu fui com a minha mãe à cidade, e numa rua do centro em frente duma casa bonita, havia muitos livros jogados no tambor de lixo, nós apanhamos todos os livros, eram novos, do primeiro e segundo grau. Adorei ler a geografia mundial, conheci os paises africanos, a bela e encantada cidade de Dubai, a moeda da Europa e tantas novidades, até a guerra do Iraque. Além disso, encontrei um livro como aprender a navegar na internet, e também achei uma revista com as melhores máquinas do mercado, já sei de tudo sobre computador, só que nunca peguei num pra navegar. Se eu fosse escolher um computador, eu queria um com 2gb de memória, um processador dual core, tela plana, placa de jogos, Ufa… Com uma máquina dessas, eu viajaria até marte.

 

Papai Noel! Estou lhe ocupando demais, vamos ao que interessa. Eu quero saber quem está recebendo o meu dinheiro da Bolsa Família há mais de dois anos. Não posso falar o nome das pessoas por não ter prova. Mas para o senhor é fácil descobrir porque o senhor é uma pessoa respeitada e querida no mundo inteiro. E o meu pedido, é um presente de Natal, eu preciso receber a minha Bolsa Família aqui no interior do Sergipe.

 

Sei que não é difícil o senhor descobrir tudo isto, basta saber de onde estou escrevendo, assim, eu ficarei muito feliz, assim como os meus amiguinhos: Tonico, Roberval, Charles e outros que nada recebem.

 

Vamos lá Papai Noel! Estou aguardando a resposta antes do natal. Este dinheiro é meu e ninguém pode usurpar o que é meu por direito.

 

Um abraço Papai Noel, até lá eu te espero.

 

Usurpolândia (SE), 23 de dezembro de 2008

 

Assina

 

José Carlos

 

 

Adaptado da “Carta ao Papai Noel” do escritor Erasmo Shallkytton

 

 

Laboratório da Microsoft na UFS

A Microsoft vai abrir dois laboratórios de interoperabilidade em 2009. Um deles vai para a UFS!! Os dois novos laboratórios vão se unir aos quatro já existentes no País, ampliando os projetos e pesquisas voltados à integração da plataforma Windows às plataformas de código aberto. Temos que nos orgulhar desse fato, já que normalmente ficamos “esquecidos” aqui no nosso belo Estado.

 

Utilização de tecnologia nas MPEs

Um estudo feito pelo Observatório das Micro e Pequenas Empresas do Sebrae-SP detectou que a tecnologia entrou de vez nas Micro e Pequenas Empresas. Segundo o Sebrae, 91% delas usam celular, 75% possuem computador e 71% acessam a internet na gestão de suas atividades.

Enquanto no Brasil, 75% das MPEs brasileiras têm computador, a região Centro-Oeste apresenta um número bem maior – 85%. Seguido pela região Sudeste e Norte, empatadas com 76%, Sul com 73% e Nordeste com 71%.

Sabendo que a competitividade das empresas está ligada diretamente ao uso da tecnologia, o número apresentado para o Nordeste está muito pequeno, o que acaba sendo ruim para a região. Olhando o outro lado da moeda, o Nordeste ainda tem muito onde crescer.

 

Curso de Ciência da Computação gratuito

O Centro Universitário UNIFIEO (instituição privada), localizado em Osasco na grande São Paulo, está oferecendo seu curso de Ciência da Computação (duração de cinco anos) de graça para quem passar no seu vestibular. Olhei o edital no site deles e não é nenhuma pegadinha. Acontece que a instituição fez diversas acordos com empresas de tecnologia e os alunos serão “bancados” com recursos vindos dessas parcerias.

A única ressalva é que os alunos não podem:

a) ficar em dependência de alguma disciplina,
b) interromper os estudos,
c) ter débito referente a taxas em geral junto à Tesouraria
d) ter sofrido penalidade imposta em procedimento administrativo disciplinar.

Ou seja, somente os alunos bons poderão usufruir do benefício. Bem que isso poderia ser estudado nas faculdades privadas daqui!

 

Livros no Google

Semana passada um aluno me pediu uma referência para um livro de C++. Como eu não tinha nenhum para indicar falei com ele que na internet poderia encontrar e comparar. Acabei dando um procurada também e encontrei o http://books.google.com. Acredito que não seja um serviço novo, mas como não conhecia estou colocando aqui. Dá para fazer realmente uma pesquisa muito bem detalhada. Tem os locais onde o livro pode ser comprado, o conteúdo, as referências do livro encontradas na web ou em outros livros, opiniões de usuários e, se isso não bastasse, alguns livros tem uma visualização parcial ou total do conteúdo. É realmente muito bom. O site já está nos meus favoritos.

 

Monitorar é preciso (por Hugo Dória)

Você consegue imaginar o quanto uma loja online como o Submarino perde, caso o site fique fora do ar? Além da credibilidade, ela perde dinheiro. Dindin. Cash! E não é pouco, não. Para evitar este tipo de perda é cada vez mais comum, para os administradores de redes e sistemas, a necessidade de criar um ambiente de monitoramento de toda a rede, incluindo aí servidores, roteadores, switches, impressoras e serviços.

Um correto monitoramento da rede trás muito mais vantagens do que o simples fato de poder ver o tipo de tráfego que está passando. Monitorando  você pode minimizar o tempo de indisponibilidade, gerar estatísticas, enviar notificações por email e SMS, criar telas e mapas em tempo real, verificar a carga de um servidor e saber se um serviço está rodando, ou não. Tudo isto para evitar que aquele sistema super importante para sua empresa fique fora do ar por muito tempo.


Existem várias ferramentas (muitas gratuitas) que exercem muito bem esta tarefa de monitoramento. Você pode usar, por exemplo, o Nagios, o Zenoss ou o Zabbix. Todas elas possuem boa parte dos recursos que citei aqui e não são complicadas de implantar. Então corre lá e comece a ter um maior controle sobre toda a sua rede. Engana-se quem acha que não precisa.

Feliz Natal e até a próxima semana!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários