Casa de suspeitos

0

O outrora respeitado Congresso Nacional virou uma casa de suspeitos. Desde as primeiras delações premiadas feitas por bandidos do colarinho branco, boa parte dos congressistas perdeu o sono. Muitos estão dormindo em endereços incertos, temendo serem acordados pela Polícia Federal. Outros pensam em abrir o jogo, contar os crimes praticados ao longo dos anos e dedurar os comparsas, em troca de penas menores. Se a justiça não “amarelar”, não haverá celas para enclausurar tantos criminosos que, por décadas a fio, roubam o erário, acumulam fortunas e enganam a população com a velha história de que é chegada a hora de passar o Brasil a limpo, lavar a sujeira escondida embaixo do tapete. Mas como fazer tal faxina, se este magote de políticos corruptos não deixou dinheiro nem para comprar o detergente? Decididamente, o Brasil chegou ao fundo do poço!

De olho no gado

Políticos das mais variadas tendências prestigiaram ontem, a procissão do Sagrado Coração de Jesus, padroeiro de Ribeirópolis. O governador Jackson Barreto (PMDB) participou do cortejo cercado por aliados. Convidados do prefeito Antônio Passos (DEM) também compareceram à festa do padroeiro. Todos, porém, não tiravam os olhos do eleitorado, rezando para conquistar seus votos em 2018. Crendeuspai!

Mãos ao alto

Cerca de 70% da população sente que as polícias cometem excessos de violência no exercício da função. Segundo pesquisa do Datafolha, o percentual sobe entre jovens com idade entre 16 e 24 anos, chegando a 75%. Mais da metade da população (53%) tem medo de ser vítima de violência por policiais civis e 59% temem ser agredidos por policiais militares. O índice também sobe entre os jovens – 60% têm medo da Polícia Civil e 67%, da Polícia Militar.  Cruz credo!

Pra ser político

Dê um remédio pra quem
Não tem mais nenhuma cura.
Cesta básica de arroz,
Sal, farinha e rapadura.
Litros de leite de soja
E doses de cana pura.

A definição acima está no bem acabado cordel ‘O ladrão e o político’, do poeta José Augusto, de Mossoró (RN).

Ouro em grãos

A grande safra de milho em Sergipe foi destaque, ontem, no Globo Rural. O programa da Rede Globo revelou que a produção deste ano deve ser 462% maior que a de 2017. A expectativa é que a safra chegue a 793 mil toneladas de milho. No município de Carira, maior produtor do estado, metade da área plantada está ocupada com o grão. Maravilha!

Fofoca condenada

E o presidente do PT sergipano, Rogério Carvalho, saiu em defesa do governador Jackson Barreto (PMDB). Indagado sobre as constantes críticas feitas ao governo estadual pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB), o líder petista foi curto e grosso: “O futuro de Sergipe não pode ser a fofoca”. Então, tá!

Sem segurança

Os consumidores ainda compram em camelôs artigos que não têm controle de segurança. Cerca de 32,1% dos entrevistados pela pesquisa do Instituto MDA relataram ter adquirido um produto no mercado informal nos últimos 12 meses, com destaque para brinquedos (37,1%). Mesmo assim, a consulta destaca que em relação à segurança, 65,1% das pessoas disseram dar preferência a produtos que trazem o selo de identificação do Inmetro. Menos mal, né?

Conta gotas

O pagamento da folha de pessoal do Estado, referente a este mês, começa nesta terça-feira. Recebem primeiro os professores lotados em escolas e o pessoal lotado no Sergipe Previdência, Segrase e Ipesaúde. Os demais servidores, aposentados e pensionistas só verão a cor do dinheiro quando Deus der bom tempo. Misericórdia!

Não sai

Veja o que publicou o jornalista Gilvan Manoel no Jornal do Dia: “André Moura divide com o pastor Marco Feliciano, deputado federal por São Paulo, o tempo da propaganda do PSC em rede nacional. Maior prova de que não pretende deixar o partido. No PSC, André é uma estrela. No PMDB será mais um”. É, pode ser!

Lei Seca

Estudos mostram que, apesar da Lei Seca, muitos motoristas insistem em dirigir depois de ingerir bebida alcoólica. A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego estima que 54% dos motoristas fazem uso de álcool antes de pegar o volante. Já a Pesquisa Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde em parceria com o IBGE, indica que 24,3% dos motoristas afirmam que assumem a direção do veículo após terem consumido álcool. Uma lástima!

Chá das cinco

E aí, você que é metido a intelectual, quantos livros dos acadêmicos da Academia Sergipana de Letras enfeitam a sua estante? De alguns imortais é impossível encontrar qualquer obra nas melhores livrarias de Aracaju e do Brasil. Será que as edições estão esgotadas? Aff Maria!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Tempo, em 30 de novembro de 1946

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários