Caso Marley: esperança de justiça

0

 Pablo Figueiredo de Vasconcelos, 22, não é mais aluno do curso da Polícia Militar de Sergipe. Sua expulsão do quadro da PM foi publicada no boletim da corporação na última sexta-feira e no mesmo dia ele foi enviado para a penintenciária de São Cristóvão.

  Para quem não lembra, o assassinato aconteceu no dia 13 de abril deste ano, a noite, no Condomínio Atlantic Beach II na praia do Mosqueiro. um crime premeditado, onde Marley Dias Nascimento  – mãe de filhos gêmeos com o assassino – foi chamada pelo ex-companheiro. Moradores do condomínio escutaram um disparo de arma de fogo e encontraram Pablo que informou que tinha disparado para cima. Segundo as informações recolhidas pela polícia, Pablo entrou no carro, arrancou rapidamente chegando inclusive a derrubar o portão do condomínio que permanecia fechado na tentativa de intercepção dos moradores.

    Pelas investigações, a polícia constatou que amigas próximas de Marley disseram que as ligações de Pablo persistiam há cinco dias numa proposta de conversar. Enfim, Pablo Figueiredo de Vasconcelos, pegou Marley em casa, levou para a residência dos pais dele e a matou. Fugiu do fragrante e depois se entregou onde foi recolhido ao presídio militar, onde era o Adauto Botelho, em Aracaju.

    A expulsão do quadro da polícia militar é uma esperança concreta que a justiça poderá ser feita neste caso. O crime foi premeditado e Pablo Figueiredo merece uma punição rigorosa. Chega de impunidade em Sergipe. São vários casos onde assassinos estão foragidos e outros que os assassinos, por conta dos diversos recursos permitidos pelo código penal, respondem em liberdade  pelos  crimes cometidos.

  É certo que o jovem de 22 anos pode ter uma nova chance no futuro. Mas este futuro deve ser distante, para que preso possa refletir o assassinato cometido. Marley está morta. Seus filhos gêmeos são os mais prejudicados. Perderam a mãe assassinada e perderam o pai, preso numa prisão. Pablo deve sentir na pele também a perda dos principais anos da juventude. Quem sabe que ao passar no mínimo quinze anos num presídio, Pablo possa levar uma vida normal e entender que o assassinato tirou dele, não apenas Marley, mas também seus filhos.

   A mobilização dos familiares e amigos de Marley vai continuar para que o crime não caia no esquecimento e no julgamento Pablo consiga uma pena branda. Somente uma punição rigorosa poderá levar o assassino a rever tudo que fez. Ao passar no mínimo quinze anos num presídio, Pablo vai ter a consciência que ao assassinar Marley, não perdeu apenas a ex-mulher, perdeu seus dois filhos e, principalmente, saberá que a justiça existe e que a impunidade está cada vez mais sumindo das manchetes dos meios de comunicação de Sergipe.

 

Esquema de bandas e shows em Sergipe

Este colunista não é contra as festas tradicionais de vários municípios, principalmente as juninas, mas deseja que o episódio de Monte Alegre sirva para que os órgãos responsáveis, como o Ministério Público, façam uma investigação no esquema de bandas e shows que existe em diversas prefeituras. Não é justo que prefeitos deixem de atuar em várias áreas essenciais, mas tenham dinheiro para “torrar”com  micaretas e outras programações, a maioria delas, fruto de um esquema que começou na campanha eleitoral, quando o então candidato “ganhou” de presente os shows em troca de entregar a conta da prefeitura. Aliás, tomará que a proibição de shows nas campanhas eleitorais – que começou em 2006 – continue nas eleições municipais do próximo ano.

 

Loja Renner faz doação de 1.500 peças de roupa

Hoje,14, às 14h, será o momento em que a Loja Renner fará a doação de 1.500 peças de roupas para a Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides). Este ato marca a chegada da Renner à capital sergipana. O ‘sacolão’, nome dado à cesta de roupas que simboliza o ato, será entregue à primeira-dama do Estado, Eliane Aquino, e à secretária Ana Lucia Menezes, no auditório da Seides. As demais roupas serão encaminhadas diretamente para que a secretaria distribua às comunidades vulneráveis.

 

Sindifisco encaminha ofício hoje para Nilson Lima

Conforme deliberação de Assembléia, o Sindifisco criou uma comissão e criará subcomissões, de inteligência sindical, objetivando a analise minuciosa de vários atos praticados por autoridades fiscais, no exercício da sua profissão. Nesta segunda-feira,14, o Sindifisco encaminhará ofício, solicitando do Secretário da Fazenda Nilson Nascimento Lima, vários atos praticados pelas referidas autoridades, dentre eles: Cópias das Ordens de Serviços, emitidas nos últimos cinco anos; Cópia da lista das empresas fiscalizadas, nos últimos cinco anos;  Lista dos cem maiores devedores de tributos, do Estado de Sergipe; Cópias das certidões negativas e/ou positivas, emitidas nos últimos cinco anos;

 Cópia dos julgamentos de Autos de Infração, por parte do Conselho de Contribuintes, considerados nulos e improcedentes, nos últimos cinco anos.

 

Operação laranja é realidade em Sergipe

Em Sergipe, a Polícia Federal, também atua nos bastidores. Uma operação vem investigando a atuação de homens públicos, com cargos importantes, com empresas particulares que estão em nome de laranjas. Passa por hotéis e até distribuidora de remédios. Parece que o Brasil está mudando, mas tem gente em Sergipe que continua com algumas praticas achando que são suplentes de Deus.

 

Entrega da carne irregular

O secretário de Estado da Educação, professor José Fernandes de Lima, notificou com um prazo de 48 horas o empresário responsável pelo fornecimento de carne à merenda escolar, para que ele explique porque entregou 105 quilos do produto com a validade vencendo no dia da distribuição ao Colégio Estadual Atheneu Sergipense. Ele também determinou a abertura de sindicância para saber se houve negligência por parte do funcionário que recebeu o alimento.Na última segunda-feira,7, a empresa fornecedora de carne da merenda escolar entregou 105 quilos de músculos, 126 quilos de contra-filé, 66 quilos de charque e 44 quilos de coxa e sobre-coxa de frango. Desse total, 105 quilos de músculos estavam com a validade vencendo no dia da entrega.

 

Deputado não pode perder imunidade

Adversários de um deputado estadual estão terminando um levantamento que terá ampla repercussão na imprensa sergipana. Querem mostrar que o mesmo não pode perder a imunidade parlamentar porque tem sérios problemas com a Justiça Federal e Estadual.O relatório mostrará também a relação dele com alguns agiotas. A quem interessar: enquanto não deixa esta profissão (está próximo), este jornalista vai continuar desagradando muita gente. Não adianta mandar recados ou enviar e-mails com outros nomes porque um programa montado por um amigo hacker revela o verdadeiro destinatário.

 

Prefeitura não se intimida com violência em unidade de saúde

Tão logo soube do incidente ocorrido na Unidade de saúde Celso Daniel, quando um cidadão foi baleado e os funcionários ficaram amedrontados, chegando a fechar temporariamente as instalações do Posto de saúde, o prefeito Edvaldo Nogueira determinou que o comandante da Guarda Municipal, Coronel Magno, destinasse três guardas para a localidade, visando garantir o funcionamento da Unidade de Saúde.

Para Edvaldo, “o serviço de saúde do município não pode ficar refém da  violência, nem deixar de atender a população. Vamos usar a Guarda Municipal para dar segurança aos funcionários e garantir que a população não seja prejudicada”, disse o prefeito.

 

Senador cobra liberação do Fundeb

O presidente da Associação dos Municípios da Barra do Cotinguiba e Vale do Japaratuba e prefeito de Santa Rosa de Lima, Valter Barreto Góis (DEM), enalteceu o posicionamento do senador Antônio Carlos Valadares (PSB), que no Senado Federal, criticou o Governo Federal pela demora na liberação dos recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (FUNDEB) para os municípios. Valadares também cobrou do presidente da República para os prefeitos o mesmo tratamento respeitoso que é dado para os governadores.

 

Sergipano é eleito Vice-presidente da Asbace

O presidente do Banco do Estado de Sergipe (Banese), João Andrade, foi eleito esta semana vice-presidente da nova diretoria da Associação Nacional de Bancos (Asbace), entidade que congrega bancos privados e bancos públicos estaduais, inclusive os federalizados. A eleição da nova diretoria foi realizada em Brasília, na terça-feira, 8, durante a assembléia geral dos acionistas da Asbace. Para presidir a organização, criada em 1980, foi escolhido o presidente do Banco Nossa Caixa, de São Paulo, Milton Luiz de Melo Santos. João Andrade, engenheiro civil formado pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), é funcionário do Banese há 25 anos.

 

Carta Aberta ao Governador Marcelo Déda I

Dentro do princípio democrático deste espaço, o petista de Campo do Brito, conhecido como Carlinhos do PT, enviou a seguinte correspondência que foi endereçada ao governador Marcelo Déda: “Já passou da hora de você assumir o poder! É inadmissível que nós,  os verdadeiros petistas – aqueles que sempre lutaram em defesa do partido, enfrentando a tudo e a todos em função de um projeto de chegar ao supremo poder político no Estado –,  constatemos que, em verdade, somos e não passamos de uma inútil “Rainha da Inglaterra”: “governamos” mas não mandamos, pois essa segunda tarefa é exercida e manobrada a bel prazer no Estado de Sergipe por Valadares , Jackson Barreto e seus apadrinhados. Aqui em Campo do Brito, por exemplo, existem homens e mulheres que foram às ruas para lutar por este projeto com muita garra, sem medo da repressão, muito amor ao partido e confiança nas mudanças a serem empreendidas por uma  candidatura popular como a sua.”.

 

Carta Aberta ao Governador Marcelo Déda II

Continua Carlinhos do PT: “Pois bem, essas pessoas não aceitam, em hipótese alguma, dividir o poder com donos de construtoras, ex-prefeitos e até com um vereador oriundo do PFL, hoje filiado ao PSB. Eles, somente para refrescar a memória, fizeram de tudo na última eleição para destruir a candidatura Marcelo Deda e agora querem continuar “mamando” nas tetas do Estado, como faziam na época de João Alves, quando quebraram Sergipe, principalmente com a utilização criminosa das famosas obras “fantasmas”. O lobista e deputado Armando Batalha é um dos principais representantes dessa turma em nossa querida  Campo do Brito. Aliás, esse cidadão, que pensa que nossa cidade é Carira ou São Miguel do Aleixo ou Indiaroba,  deveria cuidar de São Cristóvão e até mesmo dos seus inúmeros problemas com a justiça,  pois aqui quem manda somos nós  e o poder, os cargos e suas respectivas indicações em Campo do Brito pertencem ao governador Marcelo Deda e não a ele”.

 

Carta Aberta ao Governador Marcelo Déda III

Prossegue a Carlinhos do PT: “Você conhece a minha história e a minha luta em defesa do nosso partido. Desde 1981 faço parte do Partido dos Trabalhadores, sendo um dos fundadores no Estado. Em 1985 passei a morar em Campo do Brito, oportunidade em que também criei o diretório em nossa cidade. Em seguida fui candidato a prefeito puramente no intuito de difundir o nome do então criticado PT, principalmente no interior. Naquela época havia uma  ojeriza generalizada pelos petistas e por nosso partido.Defender o PT era tarefa árdua. Hoje somos bajulados porque estamos no Poder, mas antes éramos marginalizados e humilhados por defendermos ideais partidários hoje falsamente,

pasme,  também preconizados por sugadores do erário público de plantão. Bajuladores esses que, com a boca mamando nas tetas do Estado, teimam em afirmar mentirosamente que está tudo bem, ganhando tempo e esperando chegar 2010 para dar um novo bote, ficando ao lado de quem ganhar a eleição, a quem passarão a “puxar os saco”. Infelizmente estamos órfãos. Não temos uma voz que nos defenda.

 

Carta Aberta ao Governador Marcelo Déda IV

nclui o petista de Campo do Brito: “O presidente estadual, do PT o companheiro Márcio Macedo, não tem força para tanto. A realidade é essa.  A solução do problema foi entregue a Márcio, Oliveira Jr. e Belivaldo, mas nós estamos sendo vergonhosamente preteridos pelas manobras de Valadares e Jackson Barreto, que “seguram” nos cargos os nossos antigos algozes que tanto nos perseguiam.No dia da eleição estadual em 2002, por exemplo, levaram a minha filha de 12 anos e meu sobrinho de 18 porque estavam com “santinhos” do Lula e do Zé. Eles ficaram detidos na delegacia de Campo do Brito por muito tempo sem que nenhum advogado do partido nos defendesse. A minha pessoa já respondeu a quatro ações eleitorais por lutar em benefício do PT. Hoje, infelizmente, o que se vê em nossa cidade são nossos opressores mandando e desmandando. Deda, espero que essa carta chegue às suas mãos. O que falo é que realmente os verdadeiros petistas gostariam de te dizer, olho no lho, mas não têm coragem ou mesmo oportunidade. Acorde, caso continue inerte Valadares e Jackson Barreto tornarão nosso sonho de um poder voltado para os mais humildes um pesadelo.”

 

Frase do Dia

“É melhor tentar e falhar que preocupar-se e ver a vida passar. É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final. Eu prefiro na chuva caminhar que em dias tristes me esconder. Prefiro ser feliz embora louco, que em conformidade viver”. Martin Luther King.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários