Censura nunca mais

0

A Justiça negou o desejo do dublê de empresário e político Edvan Amorim de proibir três jovens de postarem no twitter a frase ‘eu não voto em Amorim’. O desembargador Ricardo Múcio afirmou que para existir propaganda eleitoral antecipada, como alegou o reclamante, é preciso haver a existência da candidatura. Por sua vez, a juíza Gardênia Carmelo Prado entendeu ser um direito legítimo do cidadão dizer que não votará em determinada pessoa. Edvan decidiu fazer uso da censura depois que a frase negando o voto ao senador Eduardo Amorim (PSC) passou a ser postada no twitter pelos internautas Clisthenes Guedes Júnior, Kakalo Celentano e Thiago Reis. Quebrou a cara, pois o Tribunal Regional Eleitoral foi curto e grosso: É proibido proibir!

Latas velhas

Nos últimos 13 anos as tarifas de ônibus subiram mais que os custos de carros e motos. Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que entre 2000 e 2012 os preços cobrados dos usuários de ônibus ficaram em média 192% mais caros, uma alta que supera a inflação geral do país no período, de 125%, medida pelo IPCA. Pior é que o povo paga cada vez mais caro para ser transportado em latas velhas.

Não há vagas

O prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), mandou um recado aos aliados interessados em cargos comissionados: “Não posso fazer da Prefeitura um cabide de empregos”. Contrariados por não terem seus pleitos atendidos, os deputados Augusto Bezerra (DEM), capitão Samuel (PSL) e o candidato derrotado à Câmara Municipal, Anderson Góis (PV), prometem abandonar o barco político de João.

Engraçadinho

Veja o que pensa o deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD) sobre parlamentares gozarem três meses de férias ao ano: “Os meses de recesso são os que nós mais trabalhamos, visitando as bases eleitorais e atendendo as lideranças políticas”. Engraçadinho esse rapaz, né?

Comida cara

Embora tenha a cesta básica mais barata do país (R$ 248,07), Aracaju foi a capital que registrou em junho passado o maior aumento no valor dos gêneros alimentícios (3,05%). Segundo o Dieese, no acumulado do ano, os preços da cesta básica em Aracaju subiram 21,57%. Como se percebe, a saída é apertar cada vez mais o cinto. Misericórdia!

Grana fácil

Segunda-feira próxima é feriado em Sergipe pelo aniversário da emancipação política do estado. Tá sem grana para curtir este feriadão? Pois passe rapidinho numa casa lotérica e faça uma fezinha na Mega-Sena. Caso acerte as seis dezenas sorteadas, coisa muito fácil, você embolsa a ninharia de R$ 2,5 milhões. É pouco, é?

Britto nega

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, já está agendando novo encontro com Marina Silva, pré-candidata à Presidência. A informação foi divulgada ontem pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo. Segundo ela, os dois conversaram no sábado, o que alimentou rumores de que Britto pode ser vice numa chapa liderada por Marina. “Ela sabe que não pretendo voltar à vida pública", diz o ministro aposentado.

Autógrafo

O ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Augusto César Leite de Carvalho, lança em Aracaju, no próximo dia 11, duas obras: “Garantia de Indenidade no Brasil” e “Direito do Trabalho – Curso e Discurso”. O lançamento está marcado para as 16h30, no edifício sede do Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região. Prestigie!

Jatinho

O governo de Sergipe explicou que a licitação para fretamento de aeronave, a ser realizada hoje, leva em consideração um princípio básico da administração pública, a economicidade. O pregão prevê um gasto anual máximo de R$ 897 mil, que somente serão utilizados caso haja necessidade, pois o pagamento será realizado por milha voada. Ah, bom!

Do baú político

Já no final do seu segundo mandato de governador, Albano Franco organizou uma grande festa para marcar a inauguração do Teatro Tobias Barreto, em Aracaju. Na noite de gala, casa cheia, o mestre de cerimônia Gilvan Fontes convida o governador para discursar. Depois de falar sobre a obra e a importância de os governos investirem na cultura, Albano pega a programação e começa a anunciar as atrações convidadas. Para surpresa de todos, ele cita a peça “O Mágico de Ózê”. A platéia não reage e, ao fim do pronunciamento, aplaude o governador de pé. Quando Gilvan Fontes retoma a palavra e anuncia que entre as atrações estava a peça “O Mágico de Oz”, houve-se uma estrondosa gargalhada no teatro. Sentado na primeira fila, o próprio Albano também riu muito de sua gafe.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais