Ciosp sem serventia

0

Somente o governo ainda não percebeu que, da forma como funciona, o Centro de Operações em Segurança Pública (Ciosp) tem pouca ou quase nenhuma utilidade. A instituição opera nos moldes de um Call Center, onde uma voz quase mecânica, do outro lado do telefone, fica fazendo perguntas que nem sempre a vítima pode responder. Enquanto isso, o bandido age normalmente. Foi assim com o comerciante Eraldo de Jesus, fuzilado por bandidos minutos depois de ter pedido ajuda ao Ciosp e foi assim ontem, durante o assalto a um posto do Banese, instalado na Junta Comercial de Sergipe. Um advogado que passava pelo local, arriscou telefonar para o tal Centro e comunicar o assalto. “A mocinha só faltou me perguntar o número do CPF do bandido. Não adiantou eu solicitar para mandar logo a Polícia, pois os questionamentos continuaram. Aquilo não passa de um Call Center”, concluiu o causídico. Até quando o contribuinte vai continuar pagando por uma coisa que não tem serventia para a sociedade?

 

Royalties em debate

 

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B), participou no Rio de Janeiro de debates sobre a questão da redistribuição dos royalties do petróleo. Foi durante a primeira reunião do ano do Comitê de Articulação Federativa (CAF), evento inserido na agenda paralela do 5º Fórum Urbano Mundial. “É importante que os Estados e municípios produtores de petróleo, como Sergipe e Aracaju, não percam, que recebam algum tipo de compensação. Mas é fundamental que se garanta a distribuição dos benefícios a todos, indistintamente”, afirmou Edvaldo.

 

TVs mais baratas

 

A queda nos preços das TVs foi o principal fator que contribuiu para o excelente crescimento nas vendas visto em 2009. Para este ano, os preços devem recuar apenas 5% para modelos de LCD e 10% para modelos de plasma, segundo estimativas da consultoria Display Research. As razões para a queda mais modesta são o renovado crescimento por aparelhos com telas maiores, a redução muito grande vista em 2009 e o aumento de participação de equipamentos com a tecnologia LED, que são mais caros que os anteriores.

 

Prêmio acumulado

 

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso da Mega-Sena, sorteadas ontem. A estimativa para o próximo concurso é que o prêmio chegue a R$ 25 milhões.

Os números sorteados foram: 06 – 14 – 17 – 26 – 40 – 49. Para concorrer a essa ninharia as pessoas devem apostar até as 19h do dia do sorteio, sábado que vem. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 2. Segundo a Caixa Econômica Federal, o maior prêmio já pago pela Mega-Sena foi o de R$ 144,9 milhões. Uma bagatela.

 

Vacina mantida

 

A Anvisa recomendou a manutenção do uso da vacina contra o rotavírus, produzida pela empresa inglesa Glaxo SmithKline (GSK). Na última segunda-feira, a agência reguladora de saúde dos Estados Unidos, recomendou a suspensão do uso da vacina porque um estudo teria encontrado fragmentos de um vírus que ataca aves e porcos, o Circovirus. O rotavírus é a principal causa de diarréias infecciosas, conhecidas como gastroenterites, em crianças. De acordo com a Anvisa, não foi registrada, no Brasil, nenhuma reação adversa à vacina, que integra o calendário de imunização infantil desde 2006.

 

Projeto verde

 

Ampliar e conservar a massa arbórea de Aracaju é o principal objetivo do ‘Plantando Cidadania 2010″. O projeto de arborização, que será apresentado nesta sexta-feira, no Parque Augusto Franco (Sementeira), é mais uma ação que integra as comemorações do aniversário da cidade. A meta é plantar 30 mil mudas de árvores este ano de norte a sul da capital, em vários espaços, incluindo ciclovias, praças e canteiros. Idealizado pela Emsurb, o ‘Plantando Cidadania” busca melhorar o microclima da cidade, reduzir a poluição sonora, purificar o ar, diminuir pragas e agentes causadores de doenças, além de contribuir para o embelezamento da cidade. Legal!

 

Exigência legal

 

Os candidatos a cargos eletivos, inclusive vices e suplentes, e comitês financeiros dos partidos políticos serão obrigados a se inscrever no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ). A inscrição destina-se à abertura de contas bancárias, para arrecadação de fundos para financiamento de campanha, e ao controle de documentos relativos à captação, movimentação de fundos e aos gastos da campanha eleitoral. Outra regra prevê que a Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE encaminhará à Receita a relação dos candidatos e dos comitês financeiros, em cada eleição.

 

Garoto vencedor

 

O garoto José Aparecido Vieira vai comemorar o aniversário de 10 anos de uma forma bem diferente. Morador do povoado Fazendinha, em Ribeirópolis, ele foi o vencedor da categoria B do Concurso de Redação para Pessoas com Hemofilia, promovido pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Federação Brasileira de Hemofilia e a Universidade Federal de Minas Gerais. Na redação de 10 linhas e escrita à mão, José Aparecido explorou o tema “A paz no mundo começa em mim…”. Realizado pelo terceiro ano consecutivo, o concurso visa comemorar o Dia Mundial da Hemofilia, celebrado em 17 de abril.

 

Usina nuclear

 

O incremento do crescimento econômico implica na necessidade de energia, já que para satisfazer a crescente demanda o Brasil precisará até 2015, expandir sua capacidade de geração de energia em 3.000 MW/ano. Quem pensa assim é o empresário Eduardo Prado, presidente da Federação da Indústria do Estado de Sergipe (Fies). Ele elogia a decisão da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) de promover amanhã um debate sobre a possibilidade de implantação de uma usina nuclear no Estado.

 

Comida cara

 

Comer fora de casa já está 2,03% mais caro neste ano, segundo levantamento do IBGE. Em 12 meses terminados em março, o consumidor que possui o hábito já está desembolsando 7,27% mais. Dentro do item Alimentação fora do Domicílio, as refeições registraram alta acumulada de 1,66% nos dois primeiros meses do ano. Porém, a maior variação foi verificada nos preços do cafezinho, que aumentou 6,30% no período. Os lanches registraram aumento de 2,72% neste ano. Já o café-da-manhã apontou uma variação de 0,50%.

 

Crime banalizado

 

Um cobrador de ônibus de Aracaju garante que já foi vítima de 11 assaltos. Segundo ele, na maioria das vezes, o assaltante é mesmo, que atua de cara limpa e até já o conhece pelo nome quando entra no coletivo. É a banalização do crime. Lastimável!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários