Circo dos horrores

0

Muitos prefeitos eleitos vão receber as prefeituras desestruturadas e cheias de dívidas. Existem municípios onde os salários não são pagos há mais de três meses. Em outros, fornecedores suspenderam o atendimento por falta de pagamento, e há denúncias que alguns derrotados estão mandando dilapidar o patrimônio público, roubar peças de carros. Portanto, ao tomarem posse, os prefeitos eleitos vão se deparar com um circo dos horrores, cheio de sustos e pegadinhas. Muitos levarão meses para colocar a casa em ordem, com sérias consequências para a população, a maior prejudicada com a irresponsabilidade e falta de espírito público dos maus administradores, felizmente derrotados nas urnas.

No batente

O governador Marcelo Déda (PT) suspendeu o descanso para tratamento médico, na tentativa de viabilizar a aprovação do empréstimo de R$ 727 milhões junto ao governo federal. Ontem, ele se reuniu com o vice Jackson Barreto (PMDB), secretários e deputados estaduais para discutir alternativas que sensibilizem a oposição a aprovar o pedido de empréstimo. Déda prossegue hoje com as articulações, só devendo retornar ao tratamento em São Paulo na semana que vem.

Sem nexo

O empresário e ex-deputado estadual Marcos Franco (PMDB) considerou as acusações feitas a ele pelo deputado estadual Paulinho da Varzinhas (PT do B) como descabidas e completamente sem nexo. Franco diz que chega a ser absurda a afirmação do adversário de que ele é agiota. “O deputado diz que possui provas contra mim, mas sei que não tem, pois não pratico e nunca pratiquei qualquer tipo de irregularidade”, afirma Marcos.

Condenado

E o ex-prefeito de São Cristóvão, Armando Batalha (PSB), agiu certo em desistir na última hora de disputar a prefeitura. Tivesse insistido na empreitada, dificilmente assumiria, e se o fizesse poderia ser cassado a qualquer momento. É que são muitas as acusações de irregularidades praticadas por ele quando administrou São Cristóvão. Agora mesmo a Justiça acaba de condená-lo a devolver dinheiro à prefeitura, além de suspender seus direitos políticos por oito anos.

Bloqueio

Liminar da Justiça bloqueou as contas da Prefeitura de Itabaiana para que os recursos sejam usados exclusivamente no pagamento dos salários atrasados. Pela decisão, o prefeito Luciano Bispo (PMDB) pagará multa diária de R$ 50 mil se utilizar os recursos municipais para outros fins. A Ação Civil impetrada pelo Ministério Público informa que, apesar dos salários atrasados, a prefeitura gastou grandes somas em festas populares. Uma lástima!

Caiu fora

O prefeito de Campo do Brito, Manoel de Souza Maim (PDT), renunciou ao cargo ontem, 60 dias antes de encerrar o segundo mandato. Segundo Gilson de Oliveira, do site Itnet, a carta renúncia foi lida ontem na sessão da Câmara de Vereadores. Maim apenas oficializou seu afastamento da administração, pois desde agosto passado que a prefeitura está sendo comandada pelo vice-prefeito José Jdovan Silveira (PDT).

Aposentadoria

A partir de fevereiro de 2013, quem ingressar no serviço público federal estará sob o novo regime de previdência complementar da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp). Entre outros pontos, a lei acaba com a aposentadoria integral para novos servidores federais, estabelecendo como limite para aposentados o teto da Previdência. Caberá ao Funpresp complementar essas aposentadorias.

Não abre mão

O prefeito eleito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), disse ontem que não abrirá mão de discutir com os vereadores sobre a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal. Entrevistado pelo portal Universo Político, o demista afirmou ser natural que o partido que elegeu o prefeito tenha prioridade na escolha do presidente do legislativo. Resta saber se o dublê de empresário e político Edvan Amorim concorda com o ex-sogro.

Conselho

Quer ficar rico rapidinho? É simples, basta fazer um joguinho simples da Mega-Sena, que será sorteada nesta quarta-feira. Se acertar as seis dezenas, coisa muito fácil, você embolsa a bagatela de R$ 25 milhões. Não quer? Então fique aí sentado no trono de um apartamento, com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar…

Do baú político

O hoje Palácio Museu Olímpio Campos, localizado na Praça Fausto Cardoso, em Aracaju, teve a sua grande reforma física realizada no princípio do século passado. Para mudar toda sua fachada, dotá-lo de pintura interna com motivos europeus, mobiliá-lo e decorá-lo, o então presidente de Sergipe, Pereira Lobo, se socorreu com profissionais italianos ligados à construção civil. Em 1918, vieram para Aracaju, entre outros, Bellando Bellandi, encarregado do revestimento das fachadas, o pintor Oresti Gatti, o decorador Oreste Sercelli, o escultor e desenhista Alfano Rafaelle, o engenheiro Anntônio Frederico Gentile e o construtor Hugo Bozzi, que trabalharam sob a coordenação geral de Firmino Barreto, empreiteiro da reforma do Palácio. Entre os italianos, o que mais chamava a atenção quando trabalhava era Oresti Gatti. Ele subia nos andaimes de terno branco para pintar tetos e painéis, sem que uma gota de tinta lhe caísse na roupa, cuidadosamente engomada. O homem era um espanto de elegância!

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários