Clima tenso

0

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Arthêmio Barreto, é um conciliador por formação. Quando era juiz de direito, sempre procurou resolver questões na base do acordo e do bom entendimento. Só partia para uma decisão de sentença depois de vencidas todas as tentativas de solucionar o caso de forma harmoniosa. Hoje, à frente do TRE, está comandando uma eleição que, no inicio da campanha, tinha características de que seria absolutamente tranqüila. Hoje ele aguarda a confirmação, através da Casa Civil, de um pedido de audiência que solicitou ao governador João Alves Filho, exatamente para falar sobre o envolvimento de pessoas no pleito, que deveriam estar em defesa da ordem. São delegados, coronéis, tenentes e demais autoridades policiais que estão participando de campanhas e até intimidando eleitores que lhe são oposição.

 

Arthêmio Barreto revelou que o comandante da Polícia Militar, coronel Claudemir Mendonça Silva, tem procurado ajudar no que é possível, atendendo ao que ele determina, quando há necessidade. Reconhece, entretanto, que o comandante não tem condições de remover entulhos que tumultuam o processo eleitoral. Na realidade, Claudemir não tem poder para promover troca de delegados ou de impedir que outro coronel esteja à frente de algum grupo político, comandando passeatas. Esse tipo de ação tem que partir do Governo do Estado, utilizando a Secretaria de Segurança Pública. A participação de militares ou autoridade policiais em campanha – exceto quando se licenciam para disputar mandatos – é impedida pela legislação e quem contrariar essas determinações devem ser recolhido aos quartéis ou delegacias.

 

Até o momento não houve necessidade, mas o desembargador Arthêmio Barreto revela que não tem mais idade para ser desmoralizado. Quem ousar desobedecer as suas ordens ou infringir a lei, disse que vai pessoalmente ao local e dará voz de prisão ao infrator, independente da organização política a que ele pertença. Ele disse, inclusive, que confia na atuação da Polícia Militar do Estado e o faz de tal forma que sequer requisitou tropas federais para Sergipe. Lógico que isso é bom para todos os sergipanos, porque as eleições são a festa da democracia. É o momento que a sociedade vai às ruas para escolher seus representantes nas Câmaras Municipais e os seus prefeitos em cada cidade. Entende-se que, para uma festa cívica , onde se exerce a cidadania, não há necessidade da presença hostil para garantir a ordem. Todas as vezes que se escala tropas para dar tranqüilidade a um pleito eleitoral, borra-se o estado democrático.

 

O deputado federal José Carlos Machado, por exemplo, denunciou abertamente a presença de um coronel-PM comandando uma passeata na cidade de Carira. O Tribunal Regional Eleitoral tem recebido diariamente esse tipo de denuncia e está tomando providências, para que a lei seja cumprida. O desembargador Arthêmio Barreto concedeu entrevista a uma emissora de televisão e alertou para a situação de uma cidade como Macambira, temendo confrontos que pudessem atingir pessoas que participam da campanha acirrada e violenta que se verifica no município. Há necessidade, também, de se preocupar com Pacatuba, onde homens armados ameaçam a tranqüilidade de quem não estiver ao lado da prefeita Diva. Assim está acontecendo em outras cidades. Mas a Polícia estará atenta e o presidente do TRE não vai permitir excessos.

 

Quinta-feira em Boquim houve um princípio de tumulto. Segundo o juiz daquela comarca, Diógenes Barreto, a Delegacia de Polícia da cidade recebeu uma denuncia, através de telefone, que alguns integrantes da polícia e seguranças armados que trabalham para o candidato Pedro Barbosa, tinham cercado o carro da vereadora Honorina Fonseca, filha do deputado federal Cleonâncio Fonseca (PP), para impedir que ela fizesse a distribuição de material de campanha. Na delegacia havia apenas três policiais, porque o restante fora escalado para comícios dos dois candidatos. Dois policiais foram ao local e prenderam algumas pessoas que foram denunciadas, mas não encontraram armas. Ontem, o juiz Diógenes Barreto constatou que houve apenas um mal entendido e todos foram soltos. “Há um clima de vigilância dos dois lados, para flagrar e denunciar a compra de votos em Boquim”, disse Diógenes Barreto que acha isso natural e garante que “no geral a cidade está tranqüila, embora a disputa seja acirrada”.

 

Entretanto os dois lados acham que o clima é insuportável e a médica Edla Cruz, viúva do ex-deputado Joaldo Barbosa, sugere que se convoque Força Federal para evitar violência na cidade. O vereador Francisco Helder Fontes, conhecido por Chico Rim (PP), que é adversário de Edla, diz que a pressão do pessoal ligado ao candidato Pedro Barbosa é muito grande, mas não fala em reforço para a segurança. O juiz Diógenes Barreto, entretanto, já levou o coronel Eduardo Brandão para comandar a ação policial em Boquim e ontem já analisou com ele o esquema que será montado, para evitar atritos. Mesmo assim, é absolutamente justa a preocupação do desembargador Arthêmio Barreto, que precisa de uma ação do Governo, principalmente para evitar que membros da Polícia Civil e Militar abusem das suas funções para intimidar o eleitorado, que tem o direito de escolher o seu candidato e votar livremente.

 

ARTHÊMIO

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Arthêmio Barreto, disse que tem certeza que fará uma eleição tranqüila em Sergipe. Adiantou, entretanto, que se houver excesso de qualquer cidadão, candidato ou não, militar ou civil, ele vai a qualquer cidade pessoalmente e dá voz de prisão.

 

COMANDANTE

O desembargador Arthêmio Barreto disse que o comando da Polícia Militar tem ajudado muito, mas não tem condições de remover os entulhos que criam problemas. O presidente do TRE disse que tem conhecimento da participação de delegados, coronéis, tenentes e outros militares na campanha. Isso é muito mau.

 

GOVERNO

Arthêmio Barreto disse que o governador João Alves Filho é que tem a força para resolver esses problemas de remoção e manter a ordem na polícia. O desembargador acrescentou que confia na Polícia, tanto que não requisitou tropas federais. Mas lamenta quando vê o envolvimento em campanha de pessoas que deveria manter a ordem.

 

ZEZÉ

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve a candidatura, à reeleição, do prefeito de Lagarto, Zezé Rocha. O julgamento foi realizado pelo pleno ontem de manhã. O recurso contra Zezé alegava irregularidades na Prefeitura, o que não foi reconhecido.

 

WALFRIDO

O ministro Walfrido Mares Guia almoçou ontem em casa do deputado federal Jackson Barreto, ao lado do prefeito Marcelo Deda, do vice Edvaldo Nogueira e do deputado Fabiano Oliveira. Logo depois, Walfrido acompanhou o pessoal até Lagarto, para comemorar a vitória do prefeito Zezé Rocha no Tribunal Superior Eleitoral.

 

VISITAS

Walfrido Mares, acompanhado de Jackson Barreto e Fabiano Oliveira visitaram Zezinho da Everest, candidato do PTB à Prefeitura de São Cristóvão. Também foi a Laranjeiras, cumprimentar a viúva de José Sobral, Ione Sobral, candidata a prefeita daquela cidade, e à noite participou do comício de Marcelo Deda no Siqueira Campos.

 

NILTON

O candidato a prefeito por Pirambu, José Nilton, piorou sua situação no TSE com a decisão do ministro relator do processo, que manteve a decisão do TRE. O pedido da impugnação da candidatura de Nilton foi porque ele não se desligou da direção da TV Sergipe em tempo hábil. O advogado do candidato apelou para o pleno.

 

PIRAMBU

A situação das eleições majoritárias de Pirambu é complicada. Os dois principais candidatos estão à beira da impugnação pelo TSE. Segunda-feira próxima deve ocorrer o julgamento de ambos e certamente haverá mudanças de candidatos.

 

VERDES

Os candidatos a vereador do Partido Verde estão chateados com o deputado Gilmar Carvalho (seu presidente) porque não têm apoio: exceto o radialista Jailton Santana. O pessoal diz que a resposta dirá depois das eleições, com as desfiliações. Edson da Celt, Beto e Renilson Félix discordam da ação de Gilmar.

 

EDUARDO

O presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra (PT) está em Aracaju e hoje e viajou para comício do candidato a prefeito de Umbaúba, Anderson Farias. Hoje Dutra vai a Laranjeiras, cumprimentar a candidata Ione Sobral e em Estância, para comício do professor Dudu. No domingo participa de atividades com Marcelo Deda.

 

BOQUIM-1

A disputa eleitoral em Boquim está resvalando para a violência. Quinta-feira à noite houve um confronto que envolveu a vereadora Honorina Fonseca e seu pai, deputado federal Cleonâncio Fonseca (PP). Segundo o vereador Chico Rim (PP) a vereadora estava fazendo uma reunião em um conjunto, quando teve seu carro cercado por adversários armados. “Cleonâncio interferiu e o pessoal foi preso”, contou.

 

BOQUIM-2

A médica Edla Cruz, conta diferente. Diz que o grupo que apóia Pedro Barbosa está filmando “as andanças noturnas dos aliados do prefeito, que está comprando eleitores”. Segundo ela, a vereadora fechou uma rua com o carro e quando o pessoal chegou, ela o jogo por cima. O deputado foi ao local e mandou prender “o nosso pessoal”.

 

DIÓGENES

O juiz de Boquim, Diógenes Barreto, desfez essa boataria de terror: “na verdade houve apenas um mal entendido”, disse ele. Acrescentou que houve a informação de que o deputado federal Cleonâncio Fonseca estava lá, mas nada ficou comprovado: “no geral a cidade está tranqüila”, afirmou.

 

CONFIRMA

O juiz Diógenes Barreto confirmou que algumas pessoas foram detidas quinta-feira à noite, por dois policiais que ele mandou ao local. Não foi comprovada a existência de armas. Ontem pela manhã, o promotor Eduardo Franklin avaliou o problema e não ofereceu denuncia, exatamente porque também sentiu que era apenas rixa política.

 

Notas

 

PROJETO

O deputado Gilmar Carvalho deu entrada a projeto de lei que proíbe a cobrança de taxas mínimas e assinaturas básicas de concessionárias prestadoras de serviços públicos. Gilmar também tem projeto para criação de Ouvidoria da Polícia, unificada, onde o ouvidor seja um representante de sociedade civil. Outro projeto trata sobre a proibição de prazo de validade dos créditos para o plano pré-pago de telefonia celular.Visa atingir a maior parcela de usuários do sistema, obrigada mensalmente está comprando créditos novos.

 

CANINDÉ

O governador João Alves Filho (PFL), que abriu a III Semana do Turismo de Sergipe, viajou ontem a Canindé do São Francisco, ao lado do ex-ministro de Turismo da Espanha, dom Javier Gomes Navarro, para mostrar todo o potencial turístico daquela região, principalmente a barragem de Xingó e o seu lago. João Alves Filho almoçou no restaurante às margens da represe e deu um passeio pelo cânion da barragem, onde se tem uma visão de rochas que lembram o colorado americano. O ministro se mostrou encantado com o que viu.

 

ADELSON

O candidato à Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, deputado Adelson Barreto (PTB), não está tendo ajuda para a campanha e o seu trabalho é feito no corpo a corpo, visitando todas as casas do município. Atarefadas em outras cidades do interior, as lideranças políticas não podem se voltar apenas para ele. Mesmo assim, Adelson Barreto tem mantido um ritmo de campanha razoável e conta com a colaboração permanente do deputado estadual Fabiano Oliveira. A campanha é densa, porque ele enfrenta um adversário forte.

 

É fogo

 

A campanha eleitoral em Estância está muito suja, caindo para um nível que chega a rés do chão. É preciso mais equilíbrio dos candidatos.

 

A situação é de um baixo nível tão gritante que está entrando para a área pessoal, em que se atingem familiares.

 

O governador João Alves Filho confirma a participação no comício de Paulo de Deus em Canindé do São Francisco, na próxima quarta-feira.

 

Laranjeira parou, anteontem, para assistir ao sepultamento do ex-prefeito José Sobral. Todos os políticos estavam lá.

 

O deputado federal Jackson Barreto (PTB) foi quem ciceroneou o ministro do Turismo, Walfrido Dias, durante sua permanência em Aracaju.

 

Ontem à noite a praça do Siqueira Campos ficou pequena para o showmício do prefeito Marcelo Deda, que cantou com a participação do cantor Edson Gomes.

 

O prefeito Marcelo Deda encerra a sua campanha na próxima quarta-feira com um show de Zezé de Camargo e Mariano.

 

No dia 30 será um dia importante para todos os candidatos, com o debate que será promovido pela TV-Sergipe.

 

O governador João Alves Filho vai cumprir, neste final de campanha, uma vasta programa de comícios pelo interior do estado.

 

O deputado estadual Mardoqueu Bodano (PL) tem percorrido algumas ruas de bairros de Aracaju, pedindo votos para os candidatos do seu partido.

 

O número de devoluções de cheques por falta de fundos caiu 1,2% de janeiro a agosto, ante o mesmo período do ano passado, segundo levantamento do Serasa.

 

A taxa de desemprego das seis maiores regiões do país voltou a subir em agosto, após três meses consecutivos de quedas.

 

Por Diógenes Brayner
brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários