Combatente direção Hospital. Já pensou delegado no IML?

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

O governador Jackson Barreto vem passando por muitas situações constrangedoras com algumas categorias por conta de auxiliares que são 

corporativistas  ao extremo na profissão deles, mas ao quando se trata de outras categorias o intuito é o menosprezo, para não escrever o esfacelamento.

O blog continua sem acreditar no boato que surgiu no Hospital da Polícia Militar que estão querendo enviar um projeto a Alese para acabar com a obrigatoriedade do diretor ser um médico da carreira. O Ministério Público Estadual, através da Promotoria do controle da Atividade Policial, está investigando o possível desvio de função na direção geral do Hospital Militar. A oficial que está no cargo é combatente e a função deveria ser exercida por alguém da área. Diga-se de passagem que na PMSE tem vários médicos militares de carreira competentes para a função.

Já pensou se um delegado for para a direção do IML? Cargo eminentemente técnico da área médica. O mesmo acontece no Hospital da PM. Na direção tem um oficial combatente ( diga-se de passagem uma mulher capacitada para trabalhar no ostensivo, com cursos e tudo mais) e que está na contramão do que Jackson Barreto e a SSP pregam de colocar mais policiais na atividade fim, o policiamento ostensivo.

O blog prefere não acreditar neste boato do projeto. E que Jackson e a cúpula da SSP não querem colocar “no corredor” um quadro médico qualificado da PMSE para atender a interesses outros.

Desvio de função é ilegal e por isso o MPE está investigando. Mudar a lei é legal, mas imoral com quem sua a camisa de verdade na área médica.

Atualização no sábado, 18
Devido ao feriado de aniversário de Aracaju, amanhã, 17, o blog só retorna a ser atualizado no sábado. 18.

Aracaju faz aniversário em meio a escândalo do lixo e caos na saúde
E a capital sergipana não tem nada o que comemorar amanhã, 17. 2017 começou com uma das administrações mais apáticas da história de Aracaju. Um escândalo que deve ser investigado numa CPI e o caos na saúde devido a intransigência da administração com os médicos.

Será o início do Desmonte da Operação Anti Desmonte em SE?
E o promotor do MPE, Henrique Cardoso não está mais na área de combate a corrupção do órgão. Foi remanejado para a área fazendária. Estranho, muito estranho!  Será o início do Desmonte da Operação Anti Desmonte em SE?

“Tem uma autoridade dizendo que quer acabar com a vida de Clóvis Barbosa”
A total solidariedade do blog ao advogado e hoje conselheiro do TCE, Clóvis Barbosa. “Tem uma autoridade dizendo que quer acabar com a vida de Clóvis Barbosa”. Foi o que Gilmar Carvalho denunciou ontem no programa Cidade Alerta Sergipe. Gilmar disse que fez a advertência publica sem falar com Clóvis e entende que ele deve procurar as autoridades competentes. O blog acha mais: deve denunciar a PF e a sociedade organizada se somarem em defesa de Clóvis.

Pacatuba: escritório informa que ações beneficiarão município com R$ 50 milhões. Valores não foram recebidos
Sobre a nota do contrato da prefeitura de Pacatuba com o escritório Rochadel Advocacia, a assessoria informou que os valores não foram recebidos. Os valores  se referem  aos R$ 50 milhões (processos na justiça federal) no ano de 2016 (e em andamento desde 2003 envolvendo o município de Pirambu) e o contrato celebrado na oportunidade onde o escritório, para defender os interesses do município, tem direito a 6% do proveito econômico decorrente das duas ações, do acordo intermediado que ainda não teve êxito. Por isso nenhuma das partes recebeu os valores. Inclusive encontram-se bloqueados pela justiça mais de R$ 120 milhões referentes aos royalties.

Gestão de processos
Deu no Valor de hoje,16: Uma consultoria da Grã-Bretanha vai propor ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na próxima semana, soluções de gestão que aprimorem o andamento de processos judiciais no Brasil. Em dezembro de 2015 (última informação disponível), cerca de 102 milhões de processos tramitaram nos tribunais do país e o número de ações judiciais sem solução era de 74 milhões. Só nos últimos seis anos houve um aumento de 21,7% no número de ações sem solução.

Gestão de processos II
O Ministério das Relações Exteriores britânico (Foreign Commonwealth Office -FCO) é o financiador do projeto "Melhoria da eficiência do desempenho do Judiciário Brasileiro", gerenciado pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias. O projeto foi um dos 12 selecionados a partir de um universo de cerca de 500 projetos inscritos em concurso internacional promovido pelo governo britânico.

Do calote do cunhado na “torre de recursos economizados”
E corre a história que há alguns anos um político após acabar o mandato resolveu juntar toda “torre de recursos economizados” e pedir ao cunhado que morava numa grande metrópole para investir e transformar o dinheiro em fonte limpa de renda. O cunhado se meteu numas pendengas e sobrou até para a irmã. Até hoje o político espera os recursos…

As trapalhadas de Almeida Lima
E à frente da saúde estadual Almeida Lima continua com as trapalhadas para desespero de Jackson Barreto que colocou o jabuti em cima da árvore. Como advogado, Almeida Lima deveria saber que não podia acumular a secretaria com a presidência da Fundação. Mas fez e a procuradoria tornou todos os atos nulos.

Não foram 300 exonerados, apenas 100
E por conta disso, através da nota da Fundação (leia no final desta edição) todos descobriram que Almeida Lima não exonerou 300 comissionados, mas 100, segundo a nota. Aliás, Almeida ainda não mostrou a relação dos contratos que reduziu ou extinguiu da própria pasta da saúde, como também os comissionados. Jogar para a plateia e muito bom, principalmente quando o chefe é refém. Por qual motivo?

Canal de Xingó
O governador Jackson Barreto reuniu ontem deputados federais e estaduais de Sergipe em audiência com o líder do Governo no Congresso Nacional, o deputado André Moura, para tratar da construção do canal de Xingó. O encontro ocorreu nesta quarta-feira, 15, em Brasília.

Crise hídrica
“Estamos fazendo um chamamento para as autoridades do Estado se unir para evitarmos uma crise hídrica total. Com a definição da transposição do rio São Francisco, Sergipe e Alagoas receberam, como medida compensatória, as perspectivas de construção dos canais do Sertão e de Xingó. Em Alagoas, o canal do Sertão já está chegando a Arapiraca. Em Sergipe, não conseguimos iniciar a obra. Foi assinado um convênio para cuidar do projeto básico, de R$ 6 milhões, de responsabilidade da Codevasf, agora precisamos de recursos fazer o projeto executivo. Estamos aqui para pedir o apoio de André Moura, como líder do governo Temer no Congresso, a sua integração para que a gente consiga elaborar o projeto executivo e, após a conclusão, iniciar a obra”, disse.

Projetos para o Estado
Ainda ontem, 15, à tarde, na Liderança do Congresso Nacional estiveram reunidos o líder André Moura (PSC), senadores Eduardo Amorim (PSDB/SE) e Antônio Carlos Valadares (PSB) e os deputados, federal Valadares Filho (PSB) e estadual Capitão Samuel (sem partido). O grupo discutiu investimentos para Sergipe. O líder André disse que este é o momento em que todos devem unir forças dentro de um projeto de pensar o estado que representam, independente da bandeira partidária.

CNBB pela Campanha da Fraternidade 2017
Em pronunciamento, ontem, 15,o deputado Valadares Filho (PSB) parabenizou a Conferência Nacional dos Bispos (CNBB) pela Campanha da Fraternidade 2017, lançada na semana passada, cujo tema é Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida. Valadares Filho ressaltou que é necessário que o Congresso Nacional se ocupe de fato com o tem da sustentabilidade dos biomas brasileiros.

Biodiversidades
Valadares Filho destacou que o Brasil tem uma das biodiversidades mais ricas do mundo e, por isso, é preciso cuidar desses ecossistemas. “Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampas e Pantanal, cada um desses biomas tem sua especificidade e sua função na preservação da vida em nosso País”.

Conscientização
Valadares Filho disse que esse é o momento para se unir à CNBB e aproveitar o alcance da Campanha da Fraternidade para promover uma conscientização nacional sobre a importância e a necessidade de se preservar os biomas brasileiros. “ Preservar os nossos biomas é preservar todas as formas de vida na terra. É preservar a nossa Casa Comum que é a mãe Terra”, disse.

Castanha pode ser patrimônio cultural imaterial de SE
Iniciativa da deputada estadual Maria Mendonça (PP) torna a castanha de caju, do povoado Carilho, no município de Itabaiana, patrimônio cultural imaterial de Sergipe. “O que se pleiteia é tão somente que se faça valer alguns dos deveres do Estado, quais sejam incentivar, preservar e valorizar as manifestações culturais nele disseminadas”, justificou Maria.

Representando o Brasil
Além de ser fonte de emprego e renda para os moradores do povoado Carilho, o produto foi um dos seis selecionados para representar o Brasil no Salon Internacional de la Restauration de I’hôtellerie et de l’alimentacion (Sirha 2017), o maior evento das indústrias de gastronomia, hotelaria e foodservice do mundo, que aconteceu em janeiro deste ano, na França.

Famílias e renda
Ao defender a aprovação da sua propositura, Maria ressaltou que mais de uma centena de famílias residentes no povoado Carilho tiram o sustento da castanha. Ela lembrou que é do povoado que sai a maior parte do produto comercializado nos supermercados, feiras livres e bares das praias do litoral sergipano. “É uma castanha, cujo processo de torrefação é natural, com toda a observância aos preceitos de sustentabilidade”, disse a deputada, ao considerar a relevância da matéria que será submetida a apreciação do plenário.

Casas populares
Ontem, 15, o governador Jackson Barreto esteve com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, para tratar da liberação de recursos para construção de casas populares e do Sistema Integrado Piauitinga, em Lagarto. Na companhia do secretário de Infraestrutura, Valmor Barbosa, do diretor presidente da Deso o governador pontuou a necessidade de construção de 2.000 unidades habitacionais nos municípios de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Maruim, Riachuelo e Santa Rosa de Lima.

Justa Menção Honrosa do Confea/Crea para Ailton Francisco da Rocha
O Conselho Federal de Engenharia e Agronomia do sistema Confea/Crea, sediado em Brasília, concedeu ao engenheiro agrônomo e advogado Ailton Francisco da Rocha, o Diploma de Menção Honrosa de Láurea ao Mérito. Ailton Rocha é hoje o mais preparado técnico de Sergipe quando o assunto é recursos hídricos.

Apresentou indicações
Até o final desta semana uma série de indicações serão apresentadas pelo vereador Juvêncio Oliveira (DEM), com o intuito de promover melhorias e o desenvolvimento da capital. Só no Bairro Jabotiana, região que engloba os Conjuntos JK, Sol Nascente e Santa Lúcia, o parlamentar protocolou sete indicações atendendo aos anseios da comunidade.

Energia fotovoltaica é tema de curso
Reduzir custos sem perder a produtividade é um dos maiores desafios da classe empresarial brasileira, principalmente para os pequenos negócios. Foi com base nessa premissa que o Sebrae está apoiando a realização do Curso de Projetos de Sistemas de Microgeração Solar Fotovoltaica. Será na sede da Instituição, das 8h às 13h, de 20 a 24 de março.

Mercados
O curso abordará temas como Mercados de energia solar e suas aplicações; Fundamentos de energia solar; Regulamentações, códigos e normativas técnicas aplicáveis; Componentes da instalação; Princípios de dimensionamento de sistemas fotovoltaicos; Simulação do desempenho de sistemas fotovoltaicos; Abordagem comercial e financeira.

Capacitação
Quem irá ministrar a capacitação é o Carlos Felipe da Cunha Faria, mais conhecido como Café, engenheiro mecatrônico. Café é pós-graduado no Curso de Fontes Alternativas de Energia pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). Possui atualização em Desenvolvimento Territorial pela UFSC e Ministério da Integração. Mestre em Gestão e Auditoria Ambiental com aplicação de Energias Renováveis pela Universidade de Leon (Espanha). Ele também é sócio-diretor da empresa de Engenharia Studio Equinócio, que atua com a elaboração de projeto, instalação e manutenção de usinas solares térmicas e fotovoltaicas, com 15 anos de atuação no mercado.

Apoio
“A proposta é disponibilizar para os participantes ferramentas, conceitos técnicos e comerciais, teóricos e práticos, necessários para elaboração, orçamentação, instalação e manutenção de projetos de sistemas de microgeração solar fotovoltaica”, explica Café.Informações no endereço eletrônico https://studioequinocio.com.br/cursos/ , informações pelo e-mail http://contato@studioequinocio.com.br   , telefones (31) 3143-1365 e 98308-9623. O curso está sendo realizado pelo Studio Equinócio, Renova e Kane, apoio FIES, Sebrae, ASEOPP, CREA-SE, Sinduscon-SE e ABGD.

PELO TWITTER

www.twitter.com/xanda_brito   Guerras infindáveis no Oriente e as crianças são as maiores vítimas… O que falta à humanidade? Humanidade.

www.twitter.com/anaamelialemos   Quanto mais grave for a doença, mais forte tem que ser o remédio! Precisamos aprovar o fim do foro privilegiado!

www.twitter.com/ThalesBrandao   Quem não produz, não tem direitos.

www.twitter.com/clovis_silveira   Livrai-me do mal disfarçado de bem querer!

www.twitter.com/frednavarro   A série "Seu corrupto é muito mais corrupto do que o meu" ganhou novos capítulos esta semana. Sucesso de público e de crítica.

www.twitter.com/marcelorubens   Colegas da imprensa desdenham e criticam greve que é um direito garantido pela Constituição. Classe despolitizada. Só no Brasil, mesmo.

www.twitter.com/RicMarquesTV   Fiquei sem acreditar! Promotor Henrique Cardoso não está mais no comando do grupo que combate corrupção em Sergipe

NOTA DE ESCLARECIMENTO  – Guarda Municipal de Aracaju

A Direção geral da Guarda Municipal de Aracaju vem a público rebater as acusações relativas à utilização de pistolas, uso indevido do micro-ônibus de vídeo monitoramento e demais questionamentos.

No ano de 2016 a Prefeitura de Aracaju firmou convênio com a União por intermédio da Superintendência Regional do Departamento da Polícia Federal em Sergipe para a operacionalização do cumprimento do artigo 5º da portaria 35, de 15 de agosto de 2016, com o propósito de viabilizar a ampliação da concessão de porte de arma de fogo para os integrantes da Guarda Municipal.

Desta forma, a Guarda Municipal de Aracaju formatou e realizou o curso complementar para utilização de armas semiautomáticas nos calibres .380 e 12 com carga horária de 100 horas/aula para uma turma de 30 (trinta) servidores dos quais 24 (vinte e quatro) foram considerados aptos ao novo porte. Vale ressaltar que o curso em questão foi ministrado na sua integralidade por um guarda municipal de Aracaju, instrutor de tiro devidamente cadastrado junto à Polícia Federal.

Em relação ao uso do micro-ônibus, este foi escoltado por duas viaturas da corporação e utilizado nos eventos “Galo do Augusto Franco” e “Carro Quebrado” com o propósito de servir excepcionalmente como cabine de desarmamento visando garantir a segurança e tranquilidade para as cerca de 50 mil pessoas que participaram destes dois eventos, fato comprovado pela ausência de ocorrências de grandes proporções no perímetro interno das festas. Atualmente o veículo encontra-se no estacionamento da GMA aguardando a finalização do processo de liberação plena do uso, por ter sido adquirido por meio de convênio entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) e a Prefeitura de Aracaju.

Água e ticket alimentação

A atual administração municipal herdou da última gestão pendências financeiras de um período de dois meses relativas ao pagamento do auxílio alimentação junto à empresa prestadora do serviço. Nos primeiros 60 dias de 2016 o débito foi quitado e o contrato prorrogado por mais um ano, tendo em vista o vencimento no início do último mês de janeiro.

A situação da água segue o mesmo processo, acúmulo de dívidas que estão sendo sanadas a fim de que em curto espaço de tempo a distribuição seja normalizada tanto para o Comando Geral da GMA como para os diversos postos de serviço espalhados pela capital.

Criação de funções administrativas e nomeação em função gratificada de GM em licença

Seguindo o que preconiza a Lei 13.022 de 08/08/14 no seu artigo 15 os cargos em comissão das Guardas Municipais devem ser providos por membros efetivos do quadro de carreira do órgão ou entidade. Com o propósito de observar plenamente a letra da lei, foram exoneradas todas as pessoas estranhas à corporação que exerciam função gratificada ou cargo comissionado, sendo disponibilizadas essas funções a guardiões de carreira que ocuparam os cargos já existentes, não havendo a criação de novos.

Um equívoco resultou na nomeação imediata em função gratificada de uma guardiã em gozo de licença maternidade no último dia 11 de março. A princípio a data dos efeitos da nomeação deveria sair posterior ao dia 21 de maio (término da licença). A situação já foi identificada e o equívoco desfeito.

Rogério César -Assessor de Comunicação / GMA

DO LEITOR

Mais um desabafo de um Guarda Municipal de Aracaju

O blog vem recebendo diversos e-mails da GMA. Mais um desabafo de um guarda municipal: “Na GMA temos inúmeras coisas erradas, começando com o diretor que nunca trabalhou na GMA. Em 12 anos de GMA ele trabalhou 12 na SMTT-Aju, por isso não considero como guarda. O que mais deixa triste nos deixa triste é o marketing que está sendo feito na GMA. Nós temos condições mínimas de trabalho, postos totalmente vulneráveis, armas obsoletas, munições vencidas, viaturas sucateada, basta ir no fundo da base da GMA para ver o cemitério de veículos. Com esse novo diretor temos uma mudança de perfil na guarda, que é a retirada de guardas dos postos, para funções administrativas. Somente os Sub-Inspetores (14 ao total) saíram das ruas para exercer funções de cunho totalmente administrativas. Em uma instituição que temos falta de efetivo é razoável retirar 14 das ruas para colocar dentro do ar condicionado?
Então temos que abstrair quando o diretor dar a desculpa que não temos efetivo. O diretor também tem duas (2) secretárias, que trabalham apenas 6 horas por dia, perfazendo apenas 30 horas das 42 horas que temos que cumprir. Criação de 5 novos setores para colocar os apadrinhados, que em maioria vieram da SMTT, aqueles mesmos que tomaram possa na GMA e nunca trabalharam por aqui. Ainda temos muitos guardas( mais de 15) que estão na SMTT fazendo nada, mas a GMA continua alegando falta de efetivo. Em alguns postos de serviço temos uma escala diferenciada, a exemplo do ciclo patrulhamento na Treze de Julho. Lá os guerreiros trabalham também menos que a carga horária, talvez seja para ficarem calados sobre as irregularidades daquele grupamento. Enfim esse é um desabafo de uma guarda que tinha bastante esperança em um diretor da casa, mas para fazer política prefere dar as costas para a tropa. Peço novamente para não ser identificado, visto que a prática dessa nova gestão é justamente essa, para os amigos tudo, aos inimigos…..
Em anexo nosso plano de carreira, atente sobre os critérios de promoção e as funções de cada cargo….aqui não cumprimos nada do que tem aí.”

NOTA A IMPRENSA – FHS

Sobre os fatos narrados na quarta-feira, 15, pela manhã em um veículo de comunicação do estado, o presidente da Fundação Hospitalar de Sergipe (FHS) vem prestar os seguintes esclarecimentos:

Lamenta o fato do vazamento de informações de reunião ocorrida em ambiente de trabalho, antes mesmo de sua efetivação e esclarecimento à sociedade;

Segundo parecer formal da procuradoria da FHS o secretário Almeida Lima não poderia ter ocupado o cargo de diretor interino da fundação, que é uma empresa estatal de direito privado, o que implica em atos nulos todos os atos que foram praticados como diretor interino;

O cancelamento de todos os atos praticados pelo então presidente interino da FHS se dará de forma técnica apenas para poder ser posteriormente validado, de modo que não haja questionamentos jurídicos posteriori e prejuízos para o erário público;

Informamos que todas as decisões tomadas pelo Conselho Curador serão cumpridas, inclusive, as exonerações anunciadas, e que as portarias assinadas por Almeida Lima nos dias 7 e 8 exonerando aproximadamente 100 funcionários serão reeditadas com data do dia 13 pelo novo diretor;

Estamos avaliando todo o funcionamento da FHS e no momento certo colocaremos nosso ponto de vista sobre a Fundação Hospitalar de Saúde;
Vamos fazer o enxugamento duro, mais de forma criteriosa e humana;

Queremos deixar claro que toda as ações de enxugamento, modernização, transparência e cumprimento do acordo judicial homologado na terceira Vara da Justiça Federal,com o Ministério Público Federal (MPF), serão cumpridas à sua risca.

Diretor-geral da Fundação Hospitalar de Sergipe
Rosman Pereira

ARTIGO

Prefeitura de Aracaju e o vexame judicial por Hebert Pereira*

A Prefeitura de Aracaju vem passando por alguns vexames pela falta de transparência, por dificultar aos cidadãos o acesso a informações e por descumprir mandamentos básicos da Constituição Federal.

No episódio recente da contratação emergencial de empresas de lixo, um dos fundamentos que a justiça utilizou para a suspensão do Edital, foi que a EMSURB deixou de publicá-lo no site oficial da gestão, impedindo o amplo acesso a empresas interessadas e à sociedade, conforme exige o art. 8º da Lei de Acesso à Informação e o princípio constitucional da publicidade.

Dessa vez, a Prefeitura de Aracaju tentou impedir o amplo acesso de cidadãos à planilha de custos do Sistema de Transporte Coletivo Urbano, que fundamenta o pedido das empresas para o aumento da passagem na capital, apesar de constar no art. 238, § 3º, da Lei Orgânica de Aracaju, que “§ 3º – é assegurado à entidade representativa da sociedade civil, à Câmara e à população em geral, o acesso aos dados informadores da planilha de custos, bem como a elementos de metodologia de cálculos, parâmetros e coeficientes técnicos”.

Mas, passou outro vexame, pois os interessados buscaram a Justiça para exigir seus direitos e recentemente obtiveram êxito na Ação Judicial.

Não entendemos o que a Prefeitura busca tanto esconder em seus atos quando envolvem interesses de grandes empresas junto à gestão municipal. Acorda Prefeito! Os tempos são outros. Os cidadãos não aceitam mais passivos e calados desrespeitos aos seus direitos. Não venha agora com seu grupo tentar barrar a CPI do lixo que já está consolidada na Câmara Municipal. Que não deve não teme! É direito da minoria investigar! Respeite a Constituição Federal! Para não passar novamente, por Vexame Judicial.

*Suplente de Vereador em Aracaju pela REDE Sustentabilidade.

NOTA DE REPÚDIO – Carlos Magno candidato a presidente ACDS

Tenho tido a oportunidade de me encontrar com muitos companheiros da crônica esportiva nos Estádios, nas ruas e tenho atendido telefonemas de outros, tenho levado na esportiva o que tenho ouvido mas agora extrapolou as raias da razoabilidade e da ética.

É preocupante para a comunicação, não falo mais por enquanto porque vou esperar a próxima vez. A ACDS precisa de renovação, eu juntamente com amigos que me apoiam continuarei CANDIDATO à presidência da ACDS, não vai adiantar saírem por aí dizendo que Carlos Magno não é mais candidato, na hora exata levarei a público o nome dos companheiros que já anunciaram voto a Carlos Magno e ouviram que eu não seria candidato.

É necessário ter a dignidade de respeitar a História alheia, eu Carlos Magno confirmo o nosso nome para a apreciação dos sócios à presidência da ACDS.

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/

Frase do Dia
“A cultura é tudo o que resta depois de se ter esquecido tudo o que se aprendeu.” Selma Lagerlöf, escritora sueca, morreu em 16 de março de 1940 (n. 1858).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários