Como matar baratas

0

Cada vez que uma barata surge na sua frente, Dilma Rousseff não pestaneja -dá-lhe logo uma chinelada mortal.Tem sido assim há duas semanas, desde que vieram à tona os escândalos no Ministério dos Transportes. Diante das denúncias de cobranças regulares de propinas e obras superfaturadas, a presidente já no dia seguinte acertou quatro. Entre eles, Luiz Antonio Pagot, o poderoso diretor-geral do Dnit.

Três dias depois foi o próprio ministro Alfredo Nascimento quem recebeu uma sapatada e caiu. Anteontem, a presidente se viu obrigada a tirar o calçado pela terceira vez para acertar mais dois.Um deles, José Henrique Sadok, braço direito e substituto interino de Pagot no Dnit. Soube-se que sua mulher, dona de empreiteira, recebeu R$ 18 milhões em contratos com o órgão que o marido chefiava.O outro a cair era uma espécie de assessor fantasma da direção do Dnit, onde estava a serviço do deputado Valdemar Costa Neto. Pagot o chamou de "boy" e de "estafeta".

Em todos os casos, Dilma agiu com rapidez e determinação, coisa que Lula jamais fez. Mas Dilma, em todos os casos, só mostrou o chinelo depois que a imprensa trouxe à luz as baratas. Ela pisa e torce o pé, mas a reboque do noticiário. Sua ação saneadora é tão veemente quanto pontual e limitada.

Dilma talvez gostasse de realizar o desejo da personagem de Clarice Lispector no famoso conto: "Agora eu só queria gelidamente uma coisa: matar cada barata que existe". Mas ela sabe que não tem condições de dizer: "Esta casa foi dedetizada". Com o ninho, destruiria os alicerces do sistema que a sustenta.

Os gestos de repulsa à corrupção são, em grande medida, responsáveis pelo acolhimento da presidente nas classes médias mais ou menos alérgicas ao PT. Mas é essa mesma intransigência que mantém as baratas de antenas ligadas, desconfiadas do estilo da nova dona da casa. Não está claro ainda o desfecho da luta de Dilma com suas baratas. (Artigo de Fernando de Barros e Silva, publicado na FSP, dia 17/07)

Cleomar Brandi deixa um exemplo de vida
O jornalista Cleomar Brandi, 65 anos, faleceu ontem no Hospital Primavera, onde estava internado desde o mês passado. Cleomar deixa não só um exemplo de profissional, mas também de vida. Um exemplo para quem tem tudo e reclama sempre. Cleomar viveu intensamente cada dia, como se fosse o último. l

Familiares e amigos
Os pêsames para todos os familiares e amigos, em especial o camarada jornalista Gilson Sousa, companheiro diários de Cleomar nestes últimos meses. O velório ocorre no cemitério Colina da Saudade, onde também será o sepultamento nesta segunda-feira, às 16hs.

O Bruxo já está no céu
Com certeza o “Velho Bruxo” Cleomar já está no céu, com seu copo de conhaque (Domecq, é claro) e cercado das entidades femininas, contando suas histórias fantásticas. O titular deste espaço teve o prazer de trabalhar com ele por dois anos na assessoria de Comunicação Social do Tribunal de Justiça. “Perdemos Cleomar Brandi, exemplo de amigo, jornalista e mestre de uma geração. Um homem que sabia o exato sentido da palavra dignidade”, escreveu Déda ontem no twitter. Com toda razão.

Itabaiana e a posição clara de Déda
E na última sexta-feira, em Itabaiana, alguns poucos radialistas, contrariados com as audiências do governador Déda – primeiro com a deputada Maria e depois com os três vereadores do grupo dos Teles de Mendonça – com lideranças políticas de oposição ao prefeito Luciano Bispo, bradaram que ele (Déda) não recebe o vereador petista Olivier e o prefeito de Itabaiana, porque Maria Mendonça pediu. Arrepare, Osmário!

Déda deixa claro qual será o seu palanque
O chororô é verdadeiro, mas a intenção não é essa. A verdade é que Déda, ao receber estas lideranças, quis deixar claro para o PT de Itabaiana, que tem lado no município e ficará no palanque dos Teles de Mendonça e ponto final. Ou seja, a aproximação do PT local com o prefeito Luciano Bispo. O palanque de Déda está claro e o recado foi bem dado. Aliás, nos próximos dias Déda deve receber Olivier e Luciano, mas pode anotar: nada de política, apenas assuntos administrativos e reivindicações que já estão sendo atendidas como na área da segurança pública.

Estadista só para Déda, já o prefeito
Aliás, tem gente bradando que Déda diz que é estadista, mas não recebe o prefeito de Itabaiana. Sinceramente, o administrador chama o governador de tudo numa campanha eleitoral – inclusive colocando em duvida sua idoneidade moral – e cobra que ele seja estadista neste momento?

PDT nunca foi unido em Sergipe I
O presidente nacional, do PDT e ministro do Trabalho, Carlos Luppi estará hoje em Sergipe para um agenda de trabalho, mas vai aproveitar para tentar resolver o problema do partido no Estado que vem perdendo lideranças nos últimos meses.

PDT nunca foi unido em Sergipe II
Carlos Luppi sabe que em Sergipe o partido nunca foi unido. Um bom exemplo foram as eleições do ano passado. O único candidato do partido a deputado federal, Bosco Costa, faltou cerca de dois mil votos para ser eleito. E justamente duas das principais lideranças, Ulices Andrade e Fábio Henrique não votaram nele. Se o partido estivesse unido Bosco era deputado e o partido teria força política em Sergipe.

Fotosensores e o trânsito em Aracaju
Depois que retiraram os fotosensores de vários sinais de trânsito de Aracaju o que se vê são muitos motoristas não respeitando a sinalização e sempre dando um “jeitinho” para passar depois do sinal vermelho. É assim em vários pontos da cidade.

Campanha contra João Andrade
O blog recebeu a informação que um grupo está contrariado com o trabalho de João Andrade a frente da Secretaria da Fazenda, inclusive cortando gastos altos e resolveu requentar um assunto do período que ele passou na presidência da Emsurb. Aracaju é uma pequena ilha, onde tudo se sabe.

Flanelinhas e a politicagem eleitoral
Era de se esperar a tentativa de politização, ou melhor, de politicagem eleitoral, da ação para coibir as denúncias de extorsão e intimidação por parte de vários flanelinhas em Aracaju. A história agora é a defesa dos direitos humanos e da criminalização da pobreza. Detalhe: a chiadeira parte de quem já comandou a área social do governo estadual e recentemente a pasta de direitos humanos. Ou seja, teve oportunidade de fazer alguma coisa e nada faze. Pura politicagem eleitoral.

Missa de 7º Dia – Jugurta Barreto, hoje 18
Maria Petrúcia Resende de Lima, filhos, genro, noras e netos e Jackson Barreto de Lima, irmãos e demais familiares, convidam os amigos do saudoso doutor Jugurta Barreto de Lima para a missa de 7º Dia em sufrágio de sua alma, a ser realizada hoje, 18, às 20hs na Igreja da paróquia Nossa Senhora Auxiliadora (Salesiano). A família agradece a todos por este ato de solidariedade cristã.

Ministro garante mais 2 mil vagas para o Pró-Jovem em Socorro
O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, desembarcou no Aeroporto de Santa Maria na tarde de ontem, 17. Ele vem a Sergipe para a assinatura de Termo de Compromisso com a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro para a criação de mais 2 mil vagas no Pró-Jovem.

Mercado de trabalho
A realização do curso é uma parceria do Governo Federal com a Prefeitura de Socorro. A cerimônia será realizada no Centro Cultural Maria Ribeiro Franco que fica localizado na sede da cidade. Com a assinatura do termo, 2 mil jovens socorrenses de 18 a 29 anos serão contemplados.Durante os seis meses em que estiverem participando dos cursos, os jovens irão receber lanche, vale-transporte e auxílio financeiro mensal de R$100. O objetivo do curso é preparar o jovem para o mercado de trabalho e para ocupações alternativas geradoras de renda.

Excelente trabalho
“Já tínhamos liberado 2 mil vagas. A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro fez um excelente trabalho e, ao final, cerca de 30% dos alunos já estão inseridos no mercado de trabalho. Diante deste sucesso, vamos criar mais 2 mil vagas para os jovens socorrenses”, afirmou o ministro Carlos Lupi.

Oportunidade
O prefeito Fábio Henrique recepcionou o ministro Carlos Lupi. Ele disse que a liberação de mais 2 mil vagas garante aos jovens socorrenses uma melhor oportunidade para disputa de emprego no mercado de trabalho. “Uma turma com 2 mil jovens já foi formada, parte desse grupo já deve ser aproveitado no novo shopping que vai gerar 1500 empregos para nossos jovens”, afirmou.

Convenção do DEM em Porto da Folha
Foi realizada no último final de semana a convenção do DEM em Porto da Folha. A vereadora Ana Rita Santana foi eleita presidente municipal do partido. Ana Rita é neta do ex-deputado Aroaldo Santana de Porto da Folha e pré-candidata a prefeita.

Festa no conjunto Orlando Dantas
Não percam, dia 30 de Julho no Conjunto Orlando Dantas na Avenida Gasoduto, BLOCO TÔ AKI com o arrastão da BANDA CAJUBANDA e trio, na Concentração participação das bandas Guardião do Amor , Kadu Rodrigues e Banda Paint Horse. Camisas a venda a partir do dia 18 de Julho, informações pelos telefones 9973-0021 e 9812-5283 e pelo portal www.blocotoaki.blogspot.com

Ajude a construir a sede dos Defensores dos Animais
Acompanhe as obras para construção da sede dos Defensores dos Animais. Já está com o valor para pagamento do pedreiro (1ª etapa da obra). A maior parte dos materiais serão divididos a prazo, mas o cimento precisa ser à vista. Quem tiver interesse em ajudar – conta da DEA: BANESE, agência 055, operação 03, conta 100991-0. Site da DEA www.dea-se.com.br, e-mail: dea-se@hotmail.com.br

Aracaju Magazine
Além de trazer registros de festas e eventos que movimentam nossa cidade, a Aracaju Magazine do Publisher Hugo Julião é prova inconteste de um trabalho esmerado numa seriedade que vai do luxo à capacidade de ótimos artigos e matérias de um pool de profissionais calcados sempre no aprimoramento a cada edição. A Aracaju Magazine é mesmo uma revista Top de Sergipe… No blog de Ludwig Oliveira. www.entreamigosnatv.com.br

Copa América
Foi o melhor jogo da seleção brasileira na Copa América. A disputa de pênaltis mostrou que os craques do Brasil parecem que nunca jogaram em campos de pelada. A seleção é o retrato do futebol brasileiro hoje: carcomido por uma CBF podre e com esquemas intermináveis de corrupção. É preciso mudar tudo, mas nada mudará. O circo continuará o mesmo até 2014, com uma diferença entrando muito mais dinheiro por conta da Copa.

Sergipe terá representantes na Universíade 2011 I
Álvaro Neto, da UFS e Tony Love, da Unit serão os representantes de Sergipe nas disputas de Futebol de Campo da 26ª Universíade de Verão, em Shenzhen, China de 13 a 24 de agosto. Os atletas foram destaques no último Campeonato Brasileiro Universitário de Futebol de Campo, na cidade de Aracaju/SE. Os dois juntaram ao restante dos convocados na próxima sexta-feira, 22/07, na cidade de Recife (PE).

Sergipe terá representantes na Universíade 2011 II
O Álvaro Neto, aluno do 5° período de Ciências Contábeis, foi a grande surpresa da lista, pois sua primeira experiência foi no Campeonato Brasileiro Universitário do ano passado."Fiquei muito feliz pela indicação e convocação, pois não esperava. Meus concorrentes são profissionais e tem história nos principais clubes do Brasil. Essa convocação comprova que o desporto participativo, desde que seja levado a sério, pode garantir frutos. A Universíade é uma competição que qualquer atleta universitário sonha em participar, fico imaginando o momento da execução do hino nacional.", destaca Álvaro, de 21 anos (divulgação).

PELO TWITTER

Um homem prevenido vale por dois
www.twitter.com/marcos_rm    Peraí? Aparentemente fui ameaçado! Hahaha! Viva a censura!
www.twitter.com marcos_rm Ao que se diz jornalista e vive especulando factoides eu deixo meu recado: vc nao é jornalista, é fofoqueiro!

Padrinho de peso
www.twitter.com/georgelemos1986   Enquanto houver Ricardo Teixeira, ser jornalista esportivo da Globo e cobrir a Seleção de Futebol não será difícil.

Mundo afora
www.twitter.com/JC_X    Meu corpo deve tá se perguntando: Onde estou agora? Pra onde esse infeliz me levou dessa vez?

Sinfonia dos desafinados
www.twitter.com/MarceloDeda.Recebo a visita do meu irmão @zedutra13 Durante o almoço fizemos um dueto só com sucessos da Jovem Guarda. Sucesso absoluto!

Bomba atômica 
www.twitter.com/pelella
  O fim está próximo! Japão campeão no feminino. Quem diria!

Desculpa esfarrapada
www.twitter.com/silviosantospt    Ze da Besta, lateral direito do Benfica da Lagoa do Meio, jogava num campo mais careca que o Espiridiao Amin, nunca perdeu um pênalti.

www.twitter.com/FalaSergipe   Tá na hora de aproveitar e fazer uma mudança geral incluindo Ricardo Teixeira e Galvão Bueno

CRÔNICA

A última saideira, por Cleomar Brandi

Amigos que chegam ao velório de Cleomar Brandi recebem a crônica “A última Saideira” de autoria do jornalista onde ele conta um pouco de sua história bem vivida.  A crônica:

“Um dia, uma noite, algum boêmio sempre pede a saideira e os garçons nunca gostam dessa história. Mas, o certo, é que sempre chega a hora da última saideira. Dessa vez, chegou minha hora, meu último gole.

Eu, pessoalmente, não diria que estou indo contrariado. A hora e a vez de Matagra. Afinal de contas, soube beber com sede de aprendiz o melhor que havia na taça que a vida me ofertou. Uma taça lavrada, rescendendo a conhaque.

Nadei nas águas mornas de Arembepe, conheci Raulzito quando ele ainda se juntava aos seus panteras, com Thildo Gama e outros, vi Caetano, Moraes Moreira, Pepeu no encontro de trios, enquanto o poeta apontava com a mão a Baía de Todos os Santos. Arpoei caramuru, tirei polvo da toca, garanti as moquecas da minha adolescência, fui recordista de natação, ungido por Oxalá.

Fui bom de porrada, fiz meu nome nas turmas de rua do Lago dos Aflitso, joguei futebol e, nos babas, ganhei o apelido de “Leonam” onde sou conhecido assim até hoje. Fui batizado nos puteiros da Ladeira da Montanha, conheci Mestre Pastinha e Mestre Bimba, vi meu “Bahêêêa” ganhar para o escrete do Santos e Waldemar Santana encher Hélio Gracie de porrada.

Conheci os mistérios dos becos e ladeiras da velha Salvador, fui amigo de Cid Teixeira, Capinam, Guido Guerra e Luis Orlando, encarei dois anos de internamento no Hospital das Clínicas, tive febres diárias, colecionei escaras coloridas, vibrantes e sangrentas, decepcionei laudos médicos, busquei o tempo que eu queria da minha vida.

Um dia, uma brisa morna me carregou para o colo da bela Aracaju, onde eu soube ser feliz, no tempo que me restava. Aqui, bebi os melhores conhaques da minha vida, amanheci nas libações madrugadoras com o amigo-irmão José Eduardo Sousa, soube ouvir o violão de Pantera, a melodia de Paulo Lobo, o blues de Soyan, as conversas de Mariano e Bel nas andanças do Imbuaça. Aqui, plantei amigos, colhi irmãos, como o grande parceiro Gilson Sousa. Aqui, ouvi a melodia do Cataluzes, comi o melhor pirão de caranguejo do Pastelão, me fartei dos mistérios culinários da cozinha de Camilo.

Nessa terra, amei mulheres que reverencio até hoje. Fiz poemas para algumas, embriaguei-me com outras. Como esquecer do sorriso de Arlinda, que ganhou o mundo e acabou na Sorbonne? Como esquecer do sorriso sacana de Ana Paula? E os finais de tarde no Mosqueiro? E o chiado da tainha na frigideira do Bar de Nem? E a amizade terna da turma do JORNAL DA CIDADE e da Aperipê TV.

Como esquecer da lealdade de meus irmãos a vida inteira? E de Christina Brandi, cunhada que se tornou irmã? E da cumplicidade do irmão Chico Neto, que trilhou a vida inteira os caminhos do bom jornalismo, ético e honesto?

Um dia, o velho barril de carvalho pinga sua última gota de conhaque. E o poeta se despede de tudo, sem tristezas nem vexames. Apenas sabendo que cumpriu seu papel com dignidade, com honestidade e com um brilho de crianças nos olhos.

Quem sabe, eu encontre o amarelo dos girassóis nesse novo caminho?

PS: Os amigos estão convidados para a última saideira no Bar do Camilo, assim que terminar o sepultamento. Já está pago.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“A vitória tem mais de uma centena de pais; a derrota, por outro lado, essa é órfã”.
Napoleão Bonaparte.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários