Como Melhorar a Comunicação Interna Nas Organizações

0

Caros internautas, em tempos de permanentes mudanças, a comunicação exerce um papel determinante na direção do SUCESSO. Por isso resolvi apresentar algumas dicas para melhorar a comunicação interna da sua Instituição de Ensino.

A Comunicação Clara, Curta e Rápida:

Precisamos de uma vez por todas abolir as circulares enfadonhas, cansativas, prolixas.

É necessário explicitar o que pretende com o comunicado. Para não errar faça algumas perguntas para Você mesmo antes de avançar.

O que pretendo dizer.
Para quem irei me comunicar.

A Comunicação Consistente:

O grau de relevância da comunicação é fator determinante na escolha dos meios a serem utilizados e inclusive na necessidade de detalhamentos, reuniões e apresentações em slides. O que quero dizer é o seguinte. Alguns diretores costumam parar toda a organização para falar acerca de um evento ou processo que está focado especificamente em um departamento. E, para isso, preparam, muitas vezes apresentações em slides, ocupando o seu pessoal de apoio para tratar de um assunto que a rigor poderia ser conversado em uma simples reunião.

Portanto, mais uma vez faça uma pergunta mágica:

Porque estou fazendo essa comunicação (grau de relevância)
Para quem estou fazendo a comunicação

A Comunicação Contínua e Freqüente:

É necessário que o gestor desenvolva uma cultura de relacionamentos.
É fator determinante para a sobrevivência da Instituição que as informações estejam disponíveis e de fácil acesso e compreensão. Antes de a empresa pensar em contratar um programa de informações gerenciais – SIG – é necessário que o diretor seja o principal incentivador da ferramenta. E o início desse processo se dá através do contato humano.

Portanto chame o seu pessoal operacional e veja se eles não têm nada de interessante para comentar a respeito das rotinas. Faça reuniões com o pessoal administrativo e procure conhecer as suas opiniões a respeito do desenvolvimento do seu trabalho e como os clientes encaram itens como atendimento, suporte técnico, estrutura da empresa e etc.

Finalmente não esqueça que a comunicação é uma ferramenta que não se deixa engessar. Então, antes de sair por aí copiando e colando faça uma análise da sua organização, leve em consideração aspectos humanos, gerenciais, avalie
a cultura participativa do grupo. Faça uma autoavaliação e procure identificar como você – Diretor da empresa – se comunica com os diversos grupos ( internos e externos ). Qual a imagem que os seus pares têm da sua gestão.

Não se afobe e lembre-se: Antes de convencer as pessoas de fora que a sua empresa é excelente, trate de convencer o seu grupo interno. Serão eles os principais agentes transformadores e motivadores de qualquer organização.

Comentários