Compra de votos e lideranças assediadas

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Tem um ex-gestor público que nunca foi candidato em um Estado brasileiro, mas já teve o nome citado inclusive para ser candidato este ano, que ao participar de uma campanha, entre os coordenadores, vem comprovando que a aparência de bom moço, esconde a verdadeira face de um homem sem escrúpulos.

No primeiro turno, este espaço chegou a alertar para os “convites” deles as lideranças de outro candidato, feitas num escritório sério, cuja uma das salas era usada por ele para fins escusos.

Mesmo com a denúncia na Procuradoria Eleitoral ele não se assustou e, agora, voltou com força total a “convidar” lideranças de bairros como Santos Dumont, Bugio, Siqueira Campos, entre outros, para passar para o lado do candidato dele. As somas de dinheiro são altas, inclusive, uma das gravações já está em mãos da Procuradoria Eleitoral que acionou a Polícia Federal. Além de “comprar” as lideranças a ideia é que elas comandem a boca de urna nestes principais bairros.

Ele se acha astuto, mas escorregou feio em um dos “convites”. Não teve a prudência necessária ao tentar agradar o candidato de plantão. Aliás, esta pseuda “liderança que convida”, já errou este ano, quando transferiu quase mil títulos do seu município de origem, para uma cidade onde poderia ser candidato. Não foi candidato, e os títulos transferidos prejudicaram o candidato na cidade dele, que perdeu a eleição. Um tiro no pé!
Ele, que se acha astuto, não passa de um tolo, sem firmeza.  E além da derrota eleitoral pode enfrentar um processo na PF por conta da malfadada execução da compra de lideranças e votos.

Ele abandonou a prudência e esqueceu que qualquer descuido é fatal quando se faz algo fora da lei.

Posição clara do blog
Quem acompanha este espaço desde 2006 sabe que o titular nunca ficou em cima do muro, em nome de uma suposta imparcialidade que não existe em nenhum espaço de análise política, como este. Aliás, o titular deste espaço não se esconde num elogio fácil ou numa crítica meia boca. Sempre escreveu o que pensa.

Corre-corre grande no TCE
Arrepare, amigo Osmário! O corre-corre no Tribunal de Contas de Sergipe está grande. Com as recomendações do presidente aos prefeitos que estão deixando seus mandatos – e alguns reeleitos – o susto é grande com o volume de dinheiro gastos em publicidade com uma agência ligada uma autoridade de um órgão fiscalizador. E de quebra tem outra autoridade sócia de um esquema em Brasília. Só em duas cidades da grande Aracaju os volumes chegam a cerca de R$ 10 milhões.  Tudo liquidado e pago. Já os serviços básicos para a população…

Água barrenta em vários bairros de Aracaju
A Deso precisa explicar a população porque a água está chegando em diversos bairros de Aracaju com a cor barrenta. A Agência Nacional de Águas precisa ser acionada, já que no contrato a Deso tem a obrigação de oferecer uma água incolor, insípida (sem sabor) e inodora (sem cheiro).

PCdoB macula André Moura em Aracaju, mas adula ele em Brasília. Pura incoerência
Viralizou ontem nas redes sociais: “Política é mesmo a arte do diabo. Em Aracaju, o PCdoB, através de Edvaldo Nogueira vem maculando diariamente André Moura através dos programas eleitorais, mas em Brasília adula o parlamentar. A foto mostra o prefeito eleito de Socorro, padre Inaldo, ao lado de André Moura. Incoerência é pouca. Ou é falta mesmo de vergonha na cara?”

Laranjeiras: crianças ficaram sem merenda
No SETV 2ª Edição (TV Sergipe) da noite da segunda-feira, 17, foi exibido crianças em escolas municipais de Laranjeiras sem merenda escolar. A desculpa da Prefeitura que o contrato foi suspenso para cumprir as metas do TCE. Com certeza, o TCE, não recomenda para prefeitura alguma deixar de alimentar estudantes. A verdade é que a prefeitura deve alguns meses a empresa.

Sério e coerente
O deputado estadual Luiz Mitidieri, homem sério e coerente, jamais se prestaria ao papel de gravar um vídeo desesperado para agradar o chefe de plantão e avacalhar o adversário, que há poucas semanas era o melhor para Aracaju.

Professores de Aracaju
Representantes do Sindicato dos Profissionais de Ensino do Município de Aracaju (Sindipema) estiveram ontem, 18, no gabinete do presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), conselheiro Clóvis Barbosa de Melo. A reunião foi motivada por atrasos nos salários dos professores da rede municipal e problemas nas condições de trabalho.

Irregularidade
De acordo com o presidente do Sindipema, Adelmo Meneses Santos, os professores aposentados ainda não receberam aposentadoria do mês de setembro e os que estão na ativa vem sendo pagos por ordem alfabética e de maneira irregular: só os professores com iniciais de A a O e Y e Z receberam, em outubro, o salário de setembro. Além disso, há falta de merenda escolar, de transporte e atraso no repasse dos consignados.

Sem condições de trabalho
“Viemos até aqui para pedir ao Tribunal que tome as providências cabíveis, pois estamos sem receber e sem condições de trabalho. Não há possibilidade de diálogo com a Prefeitura, eles não nos dão soluções. As crianças estão sem as suas merendas, pois as terceirizadas não estão fornecendo por falta de pagamento. Levaremos o resultado da reunião à categoria, pois o TCE está caminhando para solucionar os problemas que apresentamos”, explicou o sindicalista.

Caos em Aracaju
Para o presidente Clóvis, a situação da Prefeitura de Aracaju é preocupante. “Lamentavelmente, a situação é de caos em Aracaju, a prefeitura não tem cumprido muitas das suas obrigações. As solicitações serão encaminhadas para o conselheiro da área, Ulices Andrade, para que sejam tomadas as medidas com rigor e, dessa maneira, os gestores apliquem de forma mais responsável os recursos da educação”.

Dificuldades
Em seguida, os professores se reuniram com Ulices Andrade para também informá-lo a respeito das dificuldades já relatadas ao presidente Clóvis. O conselheiro analisará as queixas com a sua equipe técnica e ressaltou que medidas serão tomadas dentro das atribuições do Tribunal de Contas, pois além dos problemas dos professores e estudantes, também há o ponto em que “a gestão atual não deve deixar para o próximo prefeito resolver questões deste mandato”. Ele os aconselhou a também procurar o Ministério Público do Estado.

PMN
Da redação do portal JC: O presidente da executiva municipal do PMN, João Tarantella, que disputou  a Prefeitura de Aracaju, disse que “vai para o enfrentamento com a executiva estadual” do seu partido, que optou por apoiar o candidato Valadares Filho (PSB) no segundo turno. João garante que nenhum dos dois candidatos – Valadares e Edvaldo Nogueira (PCdoB) – terá o seu apoio. Ele defende que essa seja a linha do partido como um todo. Já o presidente da executiva estadual, César Cardoso, diz que prevalece a decisão da maioria, mas respeita a posição de João Tarantella.

Maioria voto pelo apoio
O presidente da executiva do PMN César Cardoso, explica que o partido tem que tomar uma posição e a maioria dos seus integrantes votou pelo apoio a Valadares. O PMN foi procurado pelos dois candidatos e, nestes 15 dias, segundo Tarantella, houve muito debate para se chegar a um consenso. “Tentei demover o partido dessa ideia de apoiar Valadares”, disse o ex-candidato a prefeito.

Sem colisão 
O presidente da executiva estadual afirmou que não há nenhuma colisão com Tarantella e frisou que a decisão de  não apoiar ninguém é unicamente dele. César Cardoso frisou ainda que os estatutos do PMN permitem que o partido dê apoio a outro. “Nós não somos o PSTU, PSOL e Rede, que não se coligaram com ninguém”, frisou.Para César Cardoso “quem manda é a executiva estadual. Não tem essa da municipal não apoiar. Eles têm que seguir o que a estadual decidiu. Mas não vou forçar João Tarantella a nos seguir. Deixei ele à vontade”.

Emendas
O gabinete do senador Eduardo Amorim (PSC) prestou atendimento, durante toda a terça-feira, 18, aos prefeitos eleitos e reeleitos. Aproximadamente 30 gestores estiveram no Senado Federal acompanhando emendas parlamentares destinadas aos municípios e para propor novos projetos, principalmente, na área de infraestrutura e equipamentos que atendam com qualidade à população sergipana. "Nosso gabinete é um instrumento de apoio presente no cotidiano de trabalho do gestor", disse o senador Eduardo, ladeado de prefeitos e assessores.

Demandas
Para Eduardo Amorim, o gabinete sempre esteve de portas abertas para atender as demandas dos municípios. "Temos um trabalho integrado com os prefeitos. Desde a indicação da emenda até o acompanhamento aos ministérios. Não observamos cor partidária; observamos se a proposta é de interesse público e se irá atender a contento o cidadão", explicou o senador.

Folha de pagamento
O novo prefeito de Campo do Brito, Marcel Souza (PSDB), eleito com 57,71% dos votos locais, disse que estruturará a folha do pagamento dos funcionários públicos e que dará atenção à Educação. "Vamos reformar escolas e dar qualidade de vida ao homem do campo, melhorando o acesso e infraestrutura dos povoados", lembrou Souza.

Espetáculo homenageia Arthur Bispo do Rosário
Depois de uma temporada em Salvador, a nova montagem do espetáculo teatral ‘Bispo’ com concepção do Coletivo Bispo, direção, dramaturgia, e atuação do ator João Miguel, chega em Aracaju nos dias 19 e 20 de outubro (quarta e quinta), às 20h, no Teatro Atheneu, e em seguida segue para Japaratuba, terra de Bispo do Rosário.

Espetáculo homenageia Arthur Bispo do Rosário II
O espetáculo solo é livremente inspirado na vida, nas palavras e na obra de Arthur Bispo do Rosário. A censura para a montagem é de 18 anos.Para democratizar o acesso, 10% dos ingressos de todas as apresentações serão disponibilizados gratuitamente para públicos de baixa renda. Os interessados devem contatar a produção local.Os ingressos estão sendo vendidos por R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) na bilheteria do Teatro Atheneu. Outras informações através do número 3179-1910.

I Seminário de Karate Shorin Ryu em Sergipe
O karate Sergipano estará em festa mais uma vez.O estado de Sergipe sediará  o I Seminário de Karate Shorin Ryu (kata e kobudo). Este estilo de karate foi trazido ha 54 anos para o Brasil pelo mestre Shinzato (in memorian) que peregrinou pelo país difundindo o primeiro e mais antigo estilo do karate.

SE tem maior número de praticantes do Nordeste
Sergipe é  o estado com maior número de praticantes do Karate Shorin Ryu de todo nordeste. Sendo assim, foi fundada a União Shorin Ryu de Sergipe, com o objetivo de integrar e aperfeiçoar os conhecimentos do estilo, direcionados pela União Shorin Ryu do Brasil.

Conhecimentos teóricos e práticos
O I Seminário de Karate Shorin Ryu acontecerá de 21 a 23 de outubro no colégio Módulo (Em Aracaju – Contatos  79 – 99866 – 8775) com a presença  dos Kyoshi Mitsuhide Shinzato e Rogério Wong que virão fortalecer e adicionar conhecimentos teóricos e práticos a todos do karate nordestino. Estes dois Mestres estão  divulgando a escola Shinshukan, criada em homenagem ao mestre Shinzato que deixou um legado dentro do karate. 

Mestres qualificados
A Uniao Shorin Ryu de Sergipe trará um momento ímpar para o karate no nosso estado. "Será um orgulho para todos nós  do Karate recebermos ao mesmo tempo dois grandes mestres tão qualificados, será um momento raro e um marco para todos os praticantes de Karate" diz o Kyoshi Macedo Neto (7º Dan), presidente da União Shorin Ryu de Sergipe e organizador do evento.

PELO TWITTER

www.twitter.com/BonifacioCartun  Sou um ser humano péssimo!

www.twitter.com/flavaofraga  A vida segue seu passo como o mar… Em alguns momentos, serena e calma. Em outros instantes, revoltos e intranquilos como águas em ressaca.

www.twitter.com/gildasio2002  @FabioMitidieri1 E os petistas estão muito acreditando nessa sua nova fase esquerdista.. kkkk Vc não será nunca o candidato deles ao Senado.

www.twitter.com/ComsensoWeb IlhaFM Gama diz q decisão judicial q determina pagamento dos servidores dentro do mês “ñ veio c/ o cheque”

www.twitter.com/ThalesBrandao  No Domingo, Banda Aviões do Forró no Faustão – os cantores chorando e afirmando que foi tudo um mal entendido. Audiência papoca!

DO LEITOR

Chacota e ofensas aos adversários
E-mail de Alberto Argôlo: “O que estamos vivenciando com esses programas políticos é um verdadeiro absurdo, a legislação eleitoral não permite chacota nem ofensas aos adversários, no entanto no desespero, alguns desrespeitam até a profissão das manicures, o povo não aceita mais esse tipo de apelação, a população exige respeito e propostas, cuidem mais das pessoas e terão o reconhecimento desse povo sofrido.”

ARTIGO

O sistema brasileiro de segurança pública é ultrapassado Por Sargento Edgar*

O sistema brasileiro de segurança pública é ultrapassado. No mundo inteiro, apenas o Brasil e mais dois países da África, mantém o sistema de duas polícias estaduais.
Isso implica em burocracia, disputa entre as polícias e acirramento entre os policias, é bom salientar que em Sergipe, o relacionamento entre as duas instituições é bom.
É preciso uma reforma urgente no sistema de segurança pública, a unificação das polícias militares e civil é imprescindível para melhorar o combate ao crime em todo país.
Também é necessário que os gestores públicos entendam que apenas a polícia não vai resolver o problema da criminalidade, é preciso que o estado entre nas comunidades com outros serviços, como, educaçãosaúde, segurança, saneamento básico, etc…
A legislação penal tem que sofrer alterações significativas, entre elas a questão da maior idade penal, enquanto um marmanjo de 17 anos de idade, 1,80m de altura, puder matar, roubar, assaltar,estuprar e sequestrar, com a proteção da lei que praticamente lhe garante impunidade, a situação tende a piorar, pois nós policiais continuaremos de mãos atadas.

*cidadão brasileiro

NOTA – SINDJUS
Campanha Salarial do Sindijus foca em contrastes do Judiciário

No Judiciário, depois do abacaxi, as cascas de banana ::

Contraste. Essa é a palavra que marca a campanha salarial deste ano do Sindijus (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe). Servidores de um Poder que representa ainda características de um Brasil aristocrático, que serve a poucos.
As primeiras peças da campanha já estão nas ruas de Aracaju: outdoors que trazem a frase “No TJSE é assim: Benefícios para os juízes. A sobra para os trabalhadores”. As peças publicitárias chamam a atenção pela clareza da mensagem. Enquanto de um lado os juízes mantêm seus privilégios ao longo dos anos, mesmo em momentos de crise, para a maioria da população – e nisso estão inclusos os trabalhadores do Judiciário – resta conviver com as sobras do orçamento público.
Não apenas nas suas campanhas salariais, mas durante todo o ano, os servidores do TJSE fiscalizam e denunciam publicamente gastos nababescos que beneficiam poucos dentro deste Poder tão distante do controle da população.
No ano passado, os servidores do TJSE chamaram a atenção dos sergipanos com um grande Troféu Abacaxi, que circulou pelas ruas simbolizando problemas existentes no Tribunal de Sergipe. Antes disso, já tinham combatido os Marajás.
Ainda assim, seguem existindo altos cargos em comissão que recebem salários dez vezes maiores que servidores concursados e indenizações de juízes que somam cifras milionárias e devoram boa parte dos recursos públicos destinados a esse órgão. Essa abundância seletiva gera disparidades que se traduzem na defasagem salarial e da própria carreira dos servidores e, de igual modo, se traduz na redução da prestação dos serviços judiciais à população.
Além disso, os servidores concursados do TJ muitas vezes lutam por direitos óbvios, como recebimento dos salários em dia e reajustes salariais já previstos em lei. A população fica à mercê do fechamento de fóruns e da exclusão do acesso à essa política pública.
Se para muitos são jogadas as cascas de banana, para outros os frutos dessa estrutura distorcida são fartos e vistosos! Apenas no primeiro semestre de 2016 já haviam sido pagos a juízes R$ 4,5 milhões de auxílio moradia. Via Fundo Especial de Recursos e Despesas (Ferd), juízes também receberam quase R$ 9 milhões de indenizações de auxílios moradia e alimentação retroativos neste ano. Isso acarreta nos supersalários que ultrapassam o teto salarial nacional do Serviço Público, em alguns casos passando da casa dos R$ 100 mil por mês.
Esses são exemplos dos contrastes contra os quais os servidores do Judiciário reafirmam que vão lutar, no TJ e nas ruas.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun  

Frase do Dia
“Todos desejam viver muito tempo, mas ninguém quer ser velho.” Jonathan Swift, escritor irlandês, morreu em 19 de Outubro de 1745 (n. 1667).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais