Concurso público – a missão

0

Segue abaixo o conteúdo de um dos concursos públicos de informática daqui do nosso Estado, porém poderia ser de qualquer lugar, já que praticamente todos os concursos estão bastante semelhantes. Embora o conteúdo seja extenso, coloquei em destaque alguns pontos:

 

 

Sistema de numeração e codificação; componentes de um computador; compiladores, armazenamento e saída de dados; noções sobre sistemas operacionais: Windows (2003, XP e Vista). Caracterização de programação orientada a objeto; desenvolvimento orientado a objeto; análise e projetos orientados a objeto; conceitos básicos: classe, objeto, herança, interface, polimorfismo, encapsulamento. Reengenharia de sistemas e caracterização de reengenharia de sistemas: revisão de códigos, reformação de programas, redocumentação automatizada de sistemas. Monitorização operacional: parâmetros de desempenhos; ferramentas de manutenção de software. Gerência de Projetos: o estado da arte do gerenciamento de projetos. Teleprocessamento e gerência de redes: princípios e fundamentos de comunicação de dados; principais meios de transmissão de dados; noções sobre operações de redes de computadores; sigilo e segurança; disponibilidade e redundância; detecção de panes; reconfigurações; estatísticas e contabilidade; expansão e evolução de redes; modelo OSI e principais padrões internacionais; protocolo TCP/IP; redes locais de computadores; rede de alta velocidade; principais serviços de comunicação de dados; principais redes nacionais e internacionais. Meios de transmissão; Técnicas básicas de comunicação; Técnicas de comutação de circuitos, pacotes e células; Topologia de redes de computadores; Tipos de serviços e QoS; Elementos de interconexão de redes e computadores (gateways, hubs, repetidores, bridges, swiches, roteadores); Arquitetura e protocolos de redes de comunicação. Internet/Intranet/Extranet; Organização de arquivos: sistema básico de arquivamento; Lista, Pilha, Fila, Árvores, Hash, Algoritmos de Ordenação e pesquisa; Banco de Dados: Microsoft SQL Server e ORACLE; fundamentos de sistema de gerência de bancos de dados (SGBD); Implementação de SGBDs relacionais e relacionais estendidos. Modelagem entidade-relacionamento. Modelo Relacional – teoria, estrutura, operações, normalização; Linguagem de programação: algoritmos e estrutura de dados e objetos. Programação estruturada; Programação orientada a objetos: C#, JAVA, Linguagens de Script (JavaScript) e HTML, linguagem de consulta SQL, subprogramas: funções e procedimentos; estruturas de controle; desvio seleção, repetição, recursão, co-rotina; controle de dados e administração de memória: compilação e interpretação de programas; linguagens declarativas; caracterização das principais linguagens de programação; Arquitetura Dot Net; ASP Net; ADO Net; Windows Application; Web Serviçes; Conceitos de UML (Unified Modeling Language); Diagramas e notação da UML: de caso de uso, de classes, de seqüência, de colaboração, de atividades, de estado, de componentes e de distribuição; Conceitos do PMBOK (Project Management Book Of Knowledge); Conceitos de RUP (Rational Unified Process); Modelo CMMi: Princípios do CMMi, níveis de maturidade em áreas de processo do modelo CMMi. Modelo Cobit: conceitos básicos, estrutura e objetivos, requisitos da informação, recursos de tecnologia da informação, domínios, processos e objetivos de controle. Modelo ITIL; Segurança de redes de computadores: Senhas e criptografia; Back-up e arquivamento; Vírus e os programas de proteção e remoção; Criptografia – Conceitos básicos de criptografia; Sistemas criptográficos simétricos e de chave pública.

 

Gostaria de conhecer uma pessoa que domine todo este conteúdo. É praticamente um curso completo de graduação. E olhe que estou sendo até bondoso, pois nem todos os cursos abrangem o conteúdo completo. É exatamente por este motivo que não existem no Brasil cursos preparatórios para concursos na área de informática. É impossível prover todo este conteúdo num tempo inferior a 1 ano. Quando o curso terminar, o concurso já terá sido realizado.

 

Viram que está sendo pedido CMMi, Cobit e ITIL? Gostaria de saber qual o órgão público está usando os três. Conhecer teoria e prática de banco de dados é importante, mas precisava pedir SQL Server e Oracle? O mesmo vale para Java e C#, tudo bem que são linguagens parecidas, mas as plataformas são diferentes e conheço pouca gente que realmente transita bem pelas duas. Gerência de redes, segurança, criptografia e mais um monte de assuntos de infra-estrutura. Realmente é um pouco de exagero pedir tudo isso.

 

Mas vamos pensar na parte prática. Fico me perguntando que tipo de atribuições vai ter uma pessoa que seja aprovada nesse concurso. Como qualquer outro lugar, quem chega ainda vai ter que ocupar seu espaço. Mas qual será seu espaço? Muito pouco provável que seja usado de forma adequada. Se der azar pode até virar um programador de um sistema legado feito em Clipper, ou então técnico de suporte para criar contas do AD. Estou exagerando? Sei não…

 

O pior disso tudo é que os candidatos que passam nesses concursos normalmente acabam passando em outros lugares também, onde os salários são mais altos, fazendo com que o rodízio de profissionais seja alto. Quem sai perdendo é o próprio órgão, que mal acabou de preparar o seu concursado e vai ter que chamar outro para ocupar seu lugar. É um preço que o serviço público vai ter que pagar.

  

Quase ia esquecendo… A remuneração do concurso é de pouco mais de R$ 1000,00. Ahh, Assim sim!

 

 

 

SergipeTec

A UNIT promoveu semana passa a Semana de Extensão (SemEx), com um conjunto de palestras, entre as quais tivemos uma com o título “SergipeTec e a Responsabilidade Social”. Quem ministrou a palestra foi o Gestor de TI do parque, o Sr Marcus Dratovsky, e um dos pontos que chamou a atenção foi informar que quando acontecer a mudança do SergipeTec para a nova sede, que fica próximo a UFS, eles fornecerão de graça acesso wireless para a comunidade do Rosa Elze. Na hora que Dratovsky falou, pensei: “eles vão acessar com o que? A grande maioria não tem computador”. Entretanto, o SergipeTec já pensou nisso e o Banese vai financiar a aquisição de computadores a preços populares para a comunidade. Ponto positivo para o governo. Vamos esperar!

 

 

TV vai perdendo espaço

A Deloitte fez um estudo e mostrou que entre os brasileiros com acesso a internet, ver TV é cada vez mais raro. Pelo estudo, são 32,5h de internet e somente 9,8h de TV. Como se não fosse pouco, 81% dos entrevistados acha que o computador é uma ferramenta de entretenimento mais importante que a TV. Perigo a vista para as grandes redes! 

 

 

Automobilismo

Para não me deixar mentir, com relação a perda de espaço da TV frente a internet, as quatro primeiras provas da temporada da StockCar deste ano serão transmitidas exclusivamente via web. Este último domingo foi a primeira delas, até passou o finalzinho da prova no Esporte Espetacular, mas todo o restante acompanhei pela web. Por falar em automobilismo, acho que em 2009 vamos ter torcer para Barrichelo.

 

 

Censura ao YouTube na China

O governo chinês, repressor como sempre, bloqueou o acesso dos internautas ao YouTube por mais de uma semana. Tudo isso por causa de um vídeo do espancamento de um manifestante, a favor da libertação do Tibet, pela policia chinesa. E o governo, na maior cara de pau, nega qualquer tipo de bloqueio. Parece que o século XXI ainda não chegou para o governo chinês.

 

 

Até a próxima semana!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários