Contra a maioria

0

Um fato inédito e lastimável aconteceu na Assembleia: 14 dos 24 deputados tiveram que requerer formalmente à mesa diretora que leia e coloque para tramitar projeto autorizando o governo a contrair um empréstimo de R$ 250 milhões para usá-los na melhoria da saúde. Aliás, o requerimento protocolado pela maioria não deveria sequer existir, pois toda propositura que chega ao Legislativo deve ser lida e ir à tramitação. Aprová-la são outros quinhentos.  A mesa diretora precisa entender que a Assembleia é um colegiado plural e democrático, não podendo ser usada para atender interesses externos e com objetivos eleitoreiros, como ocorreu com o Proinveste e está acontecendo agora com este pedido de empréstimo. Portanto, espera-se que o requerimento apresentado pela maioria dos deputados seja respeitado e o projeto em questão lido e colocado para tramitar.

Despedida

O PSB sai do governo de fronte erguida. É o que afirma a nota assinada pelo senador Antônio Carlos Valadares para explicar a debandada do governo peemedebista. Além dos três secretários (Belivaldo Chagas, Elber Batalha e Maurício Pimentel), entregaram os cargos diretores e assessores filiados ao PSB. O partido deve anunciar até o próximo dia 11 qual o rumo que tomará na campanha eleitoral que se avizinha.

Vê se pode

Uma criança de apenas cinco anos foi flagrada pela professora com uma faca de serra dentro da mochila. Questionada sobre a arma branca, a garotinha disse que foi a mãe quem a colocou junto com o material escolar para ela se defender de possíveis ataques dos coleguinhas. O caso foi levado à polícia, que vai convidar a mãe para se explicar. Tá certo!

Plenária

O Partido Humanista da Solidariedade (PHS) promove na próxima sexta-feira na Assembleia Legislativa sua plenária estadual para discutir sobre as eleições deste ano. Segundo o presidente da legenda em Sergipe, professor Adelson Alves, o PHS ainda não definiu se lança candidatos majoritários ou se faz coligação com outras agremiações: “Poderemos até reeditar o projeto de dizer não a todos eles”, ameaça.

Mudança

Após mais de sete anos realizando um excelente trabalho, Irineu Fontes deixou a Secretaria de Cultura de Laranjeiras. Segundo o blog foi informado, para substituí-lo o prefeito Juca de Bala (PMDB) nomeou Evanilson Calazans, que era adjunto de Irineu.

Estranho silêncio

O governo de Sergipe insiste em silenciar sobre a prometida criação da Comissão Estadual da Verdade visando investigar violações de direitos humanos consideradas graves e ocorridas no estado entre 1946 a 1888. Segundo a presidente do DCE da UFS, Jessy Dayane, entre outras coisas, a Comissão pode servir como ferramenta para tornar conhecidos os inimigos do povo no passado e a origem das opressões de agora, além de ser útil para reverenciar a honradez de quem lutou pela liberdade.

Fuleragem

A Superintendência Regional do Trabalho precisa fiscalizar e punir rigorosamente a Destak, empresa prestadora de serviços gerais, que ainda não entregou aos empregados o vale transporte e o tíquete refeição referentes a fevereiro passado. Aliás, o salário de fevereiro só foi pago depois do dia 15 de março e a galera não tem previsão sobre quando vai receber a grana referente ao mês passado.

Desinteresse

A Vale não tem o menor interesse em investir R$ 4 bilhões para implementar em Sergipe o Projeto Carnalita visando a produção de potássio. Quem pensa assim é o vereador aracajuano Agnaldo Feitosa (PR). Segundo ele, é muito mais lucrativo para a mineradora trazer potássio do exterior utilizando seus navios, que levam para o mundo as riquezas minerais brasileiras. Quem discorda do vereador?

Fraudes

Estudo realizado pelo SPC Brasil mostra que 54% dos consumidores foram vítimas de fraude nos últimos 12 meses. Os golpes mais comuns foram propaganda enganosa, entrega de serviço diferente do contratado, dificuldades para acionar a garantia de um produto e o abastecimento do carro com combustível adulterado. Segundo o SPC, para evitar cair nestes golpes é preciso saber de quem se compra determinado produto ou serviço e certificar-se da idoneidade da empresa.

Eleição direta

Juízes estaduais, federais e do trabalho querem escolher por meio do voto os presidentes e vice-presidentes dos tribunais. Ontem, a Associação dos Magistrados de Sergipe protocolou requerimento no Tribunal de Justiça solicitando alteração no regimento interno para permitir a participação de todos os magistrados na escolha do presidente e vice daquele poder. O objetivo é fortalecer a democracia interna e a transparência.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna em 18 de novembro de 1931

Resumo de jornais

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais