Cortando na carne

0

Cortando na carne

O governador Jackson Barreto (PMDB) está mesmo disposto a enxugar a máquina administrativa visando adequar as despesas à receita, que tem caído com a constante redução do Fundo de Participação do Estado (FPE). Estão sendo estudadas medidas como a fusão de algumas secretarias e a redução do elevado número de cargos comissionados. A idéia do peemedebista com a economia pretendida é garantir recursos para reajustar os salários dos servidores. Pode até não conseguir, mas, ao cortar na própria carne, Jackson reduz as críticas da oposição e conquista a simpatia de parte dos funcionários públicos e da população, o que é muito bom para quem pensa em disputar o governo no ano que vem.

Contra golpe

O deputado federal Almeida Lima perdeu o comando do PTB em Sergipe. Na verdade, tomou um contragolpe do dublê de empresário e político Edvan Amorim, de quem Almeidinha tinha tomado o partido há três meses. Comenta-se que a direção nacional petebista não gostou da inércia do deputado, que, neste período, não teria conseguido atrair novos filiados. Será que foi só isso?

Aprovado

Tem repercutido muito bem a possível mudança de Jeferson Passos da Secretaria de Planejamento e Gestão para a Secretaria da Fazenda. A boa aceitação é principalmente pelo excelente trabalho realizado por Jeferson na Secretaria de Finanças de Aracaju. Também conta o fato de há meses a importante Sefaz está sendo administrada interinamente, o que não é bom para uma pasta responsável pela arrecadação estadual.

Mentiroso

E o governador Jackson Barreto (PMDB) chamou o senador Eduardo Amorim (PSC) de preguiçoso. Foi durante entrevista à rádio Xodó/FM, de Nossa Senhora da Glória. Em resposta às críticas feitas pelo senador na mesma emissora, o peemedebista entrou matando: além de relacionar dezenas de obras do governo no sertão, sugeriu que Amorim trabalhasse pela região em vez de ficar fazendo criticas infundadas. E olha que a campanha eleitoral nem começou!

Grana alta

O concurso especial Lotofácil da Independência, marcado para sábado próximo, vai pagar R$ 70 milhões aos acertadores, o maior prêmio da modalidade. Caso algum apostador leve o prêmio sozinho, poderá garantir uma aposentadoria com rendimentos de mais de R$ 370 mil por mês, o equivalente a mais de R$ 12,3 mil por dia, apenas investindo o valor da premiação na poupança.

Banese

O governo trabalha para mudar a direção do Banco do Estado de Sergipe (Banese). Essa possibilidade ficou maior depois que a presidente da instituição financeira, Vera Lúcia Oliveira, foi sondada para assumir uma diretoria da Chesf. No Palácio do Governo comenta-se que o desejo do governador Jackson Barreto é substituí-la por Fernando Mota, que já presidiu o Banese no governo de Albano Franco.

Ex-comunista

E quem mudou de partido foi o padre Inaldo, que no ano passado obteve 32.835 votos na disputa pela Prefeitura de Socorro. Alegando não ter sido apoiado pelo PC do B, o ex-comunista ingressou no PSB e deve presidir o diretório socorrense do partido. O padre pretende disputar ano que vem uma cadeira na Assembleia. Para a Câmara Federal, apoiará a reeleição do deputado Valadares Filho.

Mais barata

Embora tenha registrado o maior aumento da cesta básica (14,28%) no acumulado do ano, Aracaju teve em agosto passado o menor valor para o conjunto dos alimentos essenciais (R$ 233,19). Levantamento do Dieese mestra estima o valor do salário mínimo necessário para comprar a cesta básica deveria ser R$ 2.685,47, ou 3,96 vezes o mínimo em vigor (R$ 678).

Lançamento

“Mural de Impressões – personagens, fatos e coisas de Sergipe” é o título do livro a ser lançado hoje pelo jornalista e escritor João Oliva Alves. O evento está marcado para as 17h, no Museu da Gente sergipana. Prestigie!

Latas velhas

Motoristas e cobradores das empresas de ônibus Cidade Histórica e São Pedro, que atendem a Grande Aracaju, prometem cruzar os braços hoje à tarde. Os trabalhadores protestam porque há dois meses não recebem auxílio alimentação e os salários. Assim como a VCA – expulsa do sistema de transporte coletivo – a Cidade Histórica e São Pedro pertencem ao suplente de senador Laurinho da Bomfim (PSC).

Do baú político

A coluna publica hoje trecho de artigo do radialista David Leite veiculado no blog Abra o Olho: Quem também iria gostar de assistir ao “NETV” seria o finado líder político itabaianense Chico de Miguel. Consta do anedotário uma rixa do esquentado “coroné” com Gilmar Carvalho, então noviço apresentador numa emissora de rádio serrana. O jornalista batia todo santo dia. Os cupinchas não deixavam por menos, cobrando de Chico de Miguel a “solução definitiva” – geralmente, o cabra costumava resolver problemas com o revólver na cintura.
Uma manhã quente, após muitos queixumes da patuleia, o “coroné” resolveu agir. Ligou para o programa de Gilmar Carvalho, que prontamente o pôs no ar. – A que devo a honra?, questionou. “Sujeitcho, o povo anda dizeno qui tu fala mal deu. Nem ligo… e sabe pru quê? Pruque tu é repórti de rádia, e o povo num te vê. Bunitu como tu é, já pensou se tu fosse repórti da televisão? Aí ia sê uma disgraça”, sapecou o velho rabugento.
Agora no Céu dos “coroné”, onde certamente passeia com nosso Senhor, por ter sido uma alma decente, Chico de Miguel deve rir de chorar com Gilmar Carvalho ao lado de André Barros (este de madeixas tingidas de negro graúna) – o CãoCão prefere a cor acaju, pra encobrir o branco que lhe abunda os pelos revoltos! Os dois tratam de temas… sérios. Contudo, como não gargalhar, pensando na assertiva do velho sisudo? Explico: os óculos escuros de Gilmar Carvalho e a camisa cor-Sim, cor-Não escondem sua “beleza”…

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários