CRÉDITO DE R$ 1 BI PARA MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

0

Diversas lojas de materiais de construção em Sergipe já estão prontas para oferecer financiamentos de até R$ 10 mil, com pagamento em até 24 meses. É que foi lançado ontem o Crediário Caixa Fácil, da Caixa Econômica Federal e já estão disponíveis recursos que podem atingir R$ 1 bilhão. Com o crédito, os consumidores poderão escolher a data de vencimento da primeira prestação em até 59 dias após a contratação. O pagamento pode ser feito via boleto bancário ou débito em conta corrente. As taxas de juros do crediário são prefixadas e flexíveis. A ideia é expandir o volume e concessão de crédito no segmento, atendendo as necessidades do público de menor renda, com taxas bastante competitivas.  Centenas de lojas em todo o Brasil já estão em processo de contratação com a CEF. Como o crédito será concedido diretamente na loja, cada varejista atuará como correspondente do Caixa Aqui. O crediário Caixa Fácil já oferece crédito para compra de bens de consumo, como eletrodomésticos, eletrônicos, móveis, TV e vídeo e pacotes turísticos.

NOVAS INDÚSTRIAS EM JANEIRO

 

As obras das novas indústrias que o Governo do Estado vem anunciando

estão indo de vento em popa. E o secretário do Desenvolvimento Econômico, Jorge Santana, já destaca algumas delas. A JAV Alimentos, do Grupo Maratá, em

Lagarto, tinha previsão inicial de processar derivados do milho e gerar

400 novos empregos, mas já assume nova configuração, incorporando novos

produtos e com expectativa de dobrar o número de empregos, com

inauguração prevista para o fim de 2010. Já o laticínio do grupo

empresarial comandado por Ricardo Barreto Franco, em Muribeca, encontra-se em fase de terraplanagem e deverá causar forte impacto no crescimento da bacia

leiteira sergipana, considerando que começará a operar dentro de um ano

processando 200 mil litros de leite por dia. Várias outras novas

fábricas estão em fase de implantação e algumas delas, situadas no

Distrito Industrial de Socorro, foram visitadas na semana passada

pelo governador em exercício Belivaldo Chagas. A Altenburg (cama, mesa e

banho) e a Tritex (fios de algodão), por exemplo, devem começar a operar

já no primeiro trimestre de 2010.

 

AVATAR NO McDONALD’s

 

Jake Sully e o surpreendente mundo de Pandora chegam aos restaurantes McDonald’s. Inspirada na trama de “Avatar”, do mesmo diretor e produtor de Titanic, James Cameron, a rede lança uma grande campanha que promete ser atração para toda família, trazendo a interatividade digital como diferencial para os seus clientes. A segunda grande atração fica por conta de oito personagens representados nas surpresas do McLanche Feliz “Um mundo cheio de aventuras”. O filme terá lançamento mundial pela 20th Century Fox em 18 de dezembro. A as lojas de Aracaju já estão prontas para uma atuação quase que cinematográfica.

 

MARATONA BOMPREÇO

O Hiper Bompreço Jardins vai funcionar 38 horas seguidas neste final de ano. A loja vai abrir às 6h00 do próximo dia 23 e permanecerá funcionando até as 20h00 do dia 24, véspera do Natal. Para dar suporte ao horário especial de funcionamento, o Hiper vai reforçar em 30% o seu quadro de pessoal, composto atualmente por 260 funcionários. O consumidor que for ao Hiper Bompreço Jardins entre os dias 23 e 24 não encontrará apenas um bom atendimento e muito tempo para fazer as compras. “Os preços e a variedade de produtos também vão agradar em cheio os nossos clientes”, promete Antônio Saback.

DEFENSORA DO CLIMA

A Natura anunciou sua adesão ao programa Defensores do Clima do WWF-Brasil e seu compromisso em reduzir em 10% as emissões absolutas dos seus processos operacionais até 2012, em relação ao ano de 2008. O anúncio foi feito em Copenhague (10.12), em um evento paralelo à 15ª Conferência das Partes (COP15) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima. “Neste momento em que nosso futuro no planeta está em jogo por causa do aquecimento global, é preciso unir todos os esforços para enfrentar esse problema”, afirma Denise Hamú, secretária-geral do WWF-Brasil. “É possível dissociar crescimento econômico e emissões de gases do efeito estufa, mesmo nos países em desenvolvimento, e a Natura está mostrando como dar esse passo”, conclui.

FPM EM SERGIPE

 

A receita de FPM dos municípios sergipanos em novembro foi de R$ 52,8 milhões, frente aos 42,3 milhões de outubro, um incremento de 24,7% em termos nominais. Na comparação com novembro de 2008, o FPM de novembro 2009 caiu 3,7% em termos nominais. No acumulado de janeiro a outubro, houve uma perda de R$ 48,8 milhões nessa fonte de receita, sem corrigir a inflação.

 

FPM EM ARACAJU

 

A receita de FPM de Aracaju ficou em R$ 9,5 milhões em novembro de 2009, contra 7,6 milhões do mês de outubro, aumento de 23,9%, mas uma queda de 13,7% em relação a novembro de 2009. No acumulado do ano, o FPM de Aracaju encolheu R$ 19,2 milhões, sem corrigir a inflação.  

 

SOCORRO 

De 2007 até hoje, Sergipe contabilizou 30 indústrias implantadas e mais 30 em fase de implantação em todo o estado. Desse total, mais da metade está no distrito industrial de Socorro, que naturalmente é escolhido pelos empresários pela série de vantagens estruturais que oferece. Essa realidade confirma o otimismo do governo no desafio inicial de implantar 100 indústrias em quatro anos. Além dessas 60 indústrias confirmadas, existem mais 40 agendadas, das quais 20 serão anunciadas ainda este mês.

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários