CRIATIVIDADE, UMA COMPETÊNCIA TRANSFORMADORA

0

CRIATIVIDADE, UMA COMPETÊNCIA TRANSFORMADORA!

 

Em 1995 o Prof. Kobus Nethling e sua equipe da South África Foundation, Cidade do Cabo, África do Sul, iniciaram um monumental desafio  que tinha por objetivos resgatar a consciência criativa e a autoestima da população negra.

Esse instigante desafio contou o apoio integral do líder Nelson Mandela, durou alguns anos e era realizado na forma de grandes oficinas envolvendo em média 2.000 participantes que aprendiam os conceitos básicos de criatividade, atitudes do pensamento criativo, cidadania e valores humanos através de estórias, contos, lendas, danças e tradições culturais.

Em junho de 1997 tive a oportunidade e a honra de assistir, juntamente com uma plateia encantada com o que nos era apresentado, o relato desse case de sucesso pelo prof. Kobus durante a conferência anual da Creative Education Foundation, Buffalo, USA.

Depois disto não acompanhei mais a evolução desse brilhante trabalho, todavia, os recentes acontecimentos da Copa Mundial de Futebol mostraram claramente ao mundo inteiro o resultado silencioso de um trabalho com o pensamento criativo. Queria seria capaz de imaginar tamanha virada? Quem seria capaz de imaginar que a maioria negra, que era submetida às regras e leis duras da minoria branca fizesse uma transformação tão espetacular, sem guerra, sem lutas e sem mortes?

A meu ver, esta é a maior prova do poder do pensamento criativo e das consequentes transformações que o mesmo acarreta. O exemplo sul-africano esteve fundamentado na educação, por este motivo, os professores foram preparados para ajudar a população a transformar o seu modelo mental sofrido, a começar a pensar de maneira criativa e a entender o mundo de possibilidades que está à sua volta. Certamente não foi um processo fácil, certamente, houve muitas resistências, mas o brilhante resultado deste ousado trabalho o mundo inteiro comprovou. Mesmo que ninguém soubesse como aconteceu.

Uma educação fundamentada no pensamento criativo e nos valores humanos certamente consegue ajudar para que uma grande e verdadeira transformação possa acontecer. Talvez seja esse o nosso maior desafio, levar o pensamento criativo para a sala de aula, não depois que as pessoas já estão adultas e de personalidades formadas, mas ainda na mais tenra educação; ajudando às crianças, aos jovens e aos adolescentes a enxergarem esse novo e promissor mundo que se descortina à sua frente.

E esse caminho, certamente, se inicia à medida que os educadores são preparados e estimulados a resgatarem e desenvolverem o pensamento criativo. A partir desse estímulo ao começarem a enxergar as muitas possibilidades, os muitos cenários e as muitas formas de resolver o mesmo problema essas pessoas não só se modificam pessoalmente, mas também com o seu exemplo ajudam a modificar os cenários à sua volta.

Há algum tempo atrás estive da Secretaria da Educação do Município de Aracaju e uma professora veio falar comigo. E me fez um relato que me deixou emocionada:

“Fernando, o Fórum de Criatividade mudou a minha vida. Durante uma das palestras tive muitos “insights” interessantes. E, ao final do fórum havia resolvido voltar a estudar. Fiz o vestibular, conclui o meu curso de pedagogia e agora estou trabalhando aqui na Secretaria e me sinto muito útil e feliz.”.

Como acontece todo ano Aracaju se prepara para ser por ocasião da realização do X FÓRUM INTERNACIONAL DE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE, a Capital Brasileira da Criatividade.

Estarão em Aracaju de 18 a 20/11/2010 22 especialistas vindos de vários Estados do Brasil, dos USA, Canadá e Portugal compartilhar experiências e conhecimento sobre os temas do evento e vivemos um momento muito especial no qual a criatividade foi considerada a competência mais valorizada da atualidade, conforme destacou a pesquisa mundial do Instituto de Negócios da IBM/USA.

 Aracaju mais uma vez torna-se o palco dessa discussão e, por esse motivo, a Fundação Brasil Criativo foi convidada pela Comissão Organizadora da XII Conferência Europeia de Criatividade e Inovação a se integrar nessa comissão que organiza em Portugal o evento que acontecerá em setembro de 2011 e envolverá a participação de representações de 50 países do Mundo.

Portanto, a pequena Aracaju dá mostras da sua potencialidade. Participe do X FÓRUM INTERNACIONAL DE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE e busque insights e soluções que poderão modificar a sua vida pessoal, profissional ou empresarial.

Fernando Viana
www.fbcriativo.org.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais