Crise ética na política

0

 

  A sociedade condena verbalmente os políticos corruptos e inconseqüentes, mas às vésperas de um pleito eleitoral onde serão eleitos os governadores, deputados, senadores e o presidente da República, o eleitor não demonstra preocupação com o perfil do candidato que receberá o seu voto. Embora esteja a menos de trinta dias da hora de votar, o eleitor transmite certo distanciamento no aspecto da análise para escolha de candidatos que possuam o perfil que a sociedade exige. Apenas uma pequena parcela da população vem demonstrando certa indignação com o fato das pesquisas apresentarem em boa situação eleitoral, para candidatos envolvidos com situações condenáveis do ponto de vista ético.

Se o eleitor fosse mais instruído e mais politizado, o fato mais importante da semana passada, politicamente falando, teria sido a decisão adotada pelo senador Jefferson Péres (PDT-AM), quando se mostrou tomado por um profundo desalento, segundo ele provocado pela crise ética que tomou conta da política e da população brasileira. Afirmou que ao final do seu mandato abandonará a vida pública, disse isso após afirmar que: “O presidente da República foi conivente com um dos maiores escândalos de corrupção e está a caminho da reeleição”.

 As declarações do senador amazonense, somadas aos últimos pronunciamentos da senadora Heloísa Helena (PSOL/AL) que tem convocado a sociedade para reagir, devem servir para fazer o eleitor refletir e entender que se ele exige ética da classe política, deve agir com ética na hora de votar. Observem o que diz o senador sobre: Povo, Eleições e Congresso. – “Dizem que não se deve falar mal do povo, mas eu falo, porque sabem de tudo e compactuam. E não é só o povão não”.

 “As eleições deste ano serão as mais decepcionantes da minha vida”.  “Não desejo voltar a um Congresso Nacional que tem uma maioria medíocre. Nunca vi nível intelectual e moral tão baixo”.

Por falar a verdade, o senador merecia receber a solidariedade dos brasileiros mais instruídos, porque trata-se de um homem público cujo comportamento político tem orgulhado a Nação e precisamos cada dia mais desses exemplos.

  Porém, um detalhe que não pode passar despercebido: um senador da honradez e caráter de Jefferson Péres pode fazer declarações e desabafos desta ordem. Agora ouvir políticos tucanos, pefelistas, petebistas e outros com pronunciamentos deste nível é pura demagogia. Ou o passado deve ser esquecido? Quem não lembra dos escândalos nacionais de todas as cores, inclusive rosa, de todos os grãos, inclusive trigo, de todas as…

 

Única deve divulgar pesquisa hoje

Com registro no TRE, com o número 19, a Unidade de Informação, Pesquisa e Consultoria Ltda – Única, deve divulgar hoje a segunda pesquisa eleitoral sobre a eleição estadual. Na primeira pesquisa, divulgada em 13 de agosto, Deda venceria o pleito no primeiro turno com 50,9% dos votos com uma vantagem sobre João Alves de 12,5%¨dos votos.

 

Perguntar não ofende

E o deputado estadual Francisco Gualberto vai contar ao procurador regional eleitoral Eduardo Pelella toda a verdade que aconteceu no município de Gararu envolvendo o apoio de um dirigente petista e o candidato a deputado Rogério Carvalho, ou Pelella terá que saber toda verdade pela imprensa? Gualberto sempre teve coragem para contestar e  denunciar. Falta agora dar nomes aos bois. Ou vai recuar?

 

Começaram as conversas de “pé de orelha” com prefeitos

Alguns prefeitos estão alegre com as visitas que ocorreram no último final de semana da cúpula da campanha à reeleição do governador João Alves Filho (PFL). Alguns não escondem o “contentamento” e dizem que “agora é a hora da virada”. Duas coisas: primeiro que virada é para quem está perdendo e não é isso que João Alves diz para a imprensa. A segunda: Sabia que João Alves é um excelente político, porém não sabia que ele tinha este dom de convencer prefeitos a ir para as ruas apenas com uma conversa de “pé de ouvido”. Como diz Osmário, arrepare!

 

Amorim ingressa na coordenação de campanha

Depois de mudar no mês passado tirando da coordenação da campanha Tácito Faro e Sérgio Fontes, o governador João Alves colocou ontem na coordenação ao lado de Zezinho Guimarães, o genro, Edvam Amorim. O outro genro, Mendonça Prado também deve ingressar na coordenação para que não ocorram ciúmes de uma parte dos pefelistas.

 

O que é o que é…

O leitor que acertar essa charada vai ganhar um prêmio surpresa logo após as eleições deste ano: o que é o que é extorsão + imprensa? =    _________.  Não precisa enviar o e-mail apressadinho…

 

Operação Coqueiro Verde

E a operação Coqueiro Verde não morreu, comentam que apenas está sendo guardada em um “aquário”. Dizem que a investigação está demorada porque são muitos dados minuciosos e até dão para atravessar a ponte Aracaju/Barra dos Coqueiros.

 

André firme na campanha de João

Desde a semana passada surgiram boatos que André Moura poderia abandonar o barco da candidatura de João Alves. Não passou de boato. No final de semana o candidato do PSC a deputado estadual esteve ao lado do pefelista em vários municípios onde reforçou o apoio incondicional a João Alves.

 

Curto e grosso

O radialista Fábio Henrique deu um recado curto e grosso para alguns chamados “ratos de rádio” que participam dos programas de rádio: se continuarem desta forma vou revelar os nomes verdadeiros e quanto ganham de um determinado local”. Este jornalista conhece muito bem como funciona…

 

Colchão e cestas básicas

Um leitor do sertão garante que na semana passada  viu um caminhão entregando colchões e cestas básicas perto do projeto Califórnia, em nome de um deputado estadual candidato à reeleição. A veracidade da informação está sendo checada junto aos moradores da região.

 

Rodízio nas delegacias

Não caro leitor, não é um rodízio de carnes. Ontem foi iniciado uma mudança dos delegados em algumas delegacias da região metropolitana. Enquanto a cúpula afirma que é um rodízio normal, nos bastidores alguns delegados comentam é por conta da determinação corajosa de alguns deles que não aceitam que misturem campanha eleitoral com o trabalho que realizam.

 

Acordo revelado

Depois de três meses  está mais do que claro o acordo para a mudança editorial de um determinado “veículo” de comunicação com o retorno em publicidade governamentais. Infelizmente o dinheiro se sobrepõe a tudo e a todos…

 

Equipe de  Tasso Jereissati tenta fazer a “virada”

Um assessor do  governador comunicou ontem a este jornalista que o ex-governador Albano Franco está totalmente engajado na campanha de João Alves e preocupado com os números das pesquisas eleitorais “convocou” uma equipe de marketing do ex-governador do Ceará, Tasso Jereissati que chegou em Sergipe para ajudar o candidato pefelista. A equipe é conhecida por não ter escrúpulos com os adversários. Será que ela já é a responsável pelos  panfletos apócrifos que estão sendo distribuídos aos milhares em todos os municípios sergipanos.

 

E-mails sobre forasteiro I

A coluna recebeu dezenas de e-mails sobre o artigo publicado ontem com o título “Ataque de Xenofobia”. Detalhe, todos manifestando indignação com a atitude do programa eleitoral do PFL. Um deles: “Se João e Maria usam de xenofobia para atacar ao candidato ao Senado Zé Eduardo, isto quer dizer que quem vem de fora, o dito “forasteiro”, não presta, certo? Se quem é de fora não presta para nada, então as testemunhas a favor de João e Maria, provindos de pessoas de outros estados também não. Assim, a transposição do rio São Francisco perde força, haja vista a palavra do Padre Cizo (de Alagoas), não vale nada. E assim todos os políticos e pessoas “de fora” que dão seu testemunho a João Alves e Maria do Carmo, não têm valor algum, afinal quem é de fora não presta para Sergipe… Outra coisa, será que as pessoas que deram seu testemunho a favor de João e Maria, sabem que não são bem vindos a Sergipe?”.

 

E-mails sobre forasteiro II

Outro e-mail:O estado de Sergipe é repleto de “forasteiro”, na visão preconceituosa do governador João Aves. Isso ocorre devido aos sucessivos governos, João/Albano que não investiram na formação de seu povo. Brasileiros de todos os recantos do país habitam Sergipe, porque aqui vieram como profissionais, se dedicarem na construção deste estado. Os filhos da terra que desejam se especializarem migram como forasteiros, porque o estado não oferece tal oportunidade. Só nos resta varrer do cenário político sergipano personagem como João/Albano, ou continuaremos importando “forasteiros” e exportando forasteiros”.

 

E-mails sobre forasteiro III

Outro e-mail: “Esta de forasteiro é de quem joga rasteiro. Com medo do poder sair-lhe de tuas mãos e da tua família o governador juntamente com a sua coordenação de campanha estão jogando de forma rasteira e leviana. Será, que se todos que irão votar no dia 1º de outubro e que não são sergipanos não votasse nem no governador e nem na senadora do PFL, pois pelo que foi veiculado eles não precisam desses votos. Se essas pessoas se revoltarem aí é que a vaca já foi por brejo”.

 

E-mails sobre forasteiro IV

Este e-mail foi do jornalista Milton Alves: “Foi andando pelas tranqüilas ruas de Aracaju, que encontrei o meu amor. Morena, olhos brilhantes, alegre e bem brasileira. Namoramos, noivamos e um dia decidimos casar: 22 de maio de 1976 – há 30 anos. Os traços desse meu amor denunciam o seu gosto pelo samba. Ela, Izaura de Menezes Alves, é carioca, bem carioca. Uma carioca que adora Sergipe e aqui teve os três belíssimos filhos que fortalecem diariamente a nossa família: Wlademyr, Cynthia e Mílton Júnior. Portanto, a minha solidariedade a todos os brasileiros, como José Eduardo Dutra, um mineiro bem sergipano, que um dia olharam para o Nordeste, descobriram Sergipe e aqui vivem contribuindo para o desenvolvimento estadual”.

 

Piranema inagura escritório em Sergipe

A Piranema Serviços de Petróleo, empresa que irá operar para a Petrobras a primeira unidade de produção de petróleo em águas profundas de Sergipe, inaugura às 18 horas desta terça-feira, o seu escritório regional em Aracaju, localizado na avenida Pedro Paes Azevedo, próximo à TV Cidade. A inauguração marca mais uma etapa do processo preparatório para operação do FPSO SSP Piranema, previsto para chegar ao Brasil em dezembro. Projetada e construída sob um conceito pioneiro, a SSP Piranema possui casco duplo cilíndrico e planta para produzir até 30 mil barris/dia de óleo, podendo estocar 300 mil barris. A plataforma será instalada no campo de Piranema, no litoral Sul de Sergipe, em lâmina d’água de cerca de 1.100 metros (distância entre a superfície e o fundo do mar).

 

Programa completa um ano

O publicitário e radialista, Edílson Granelli completa hoje um ano no ar com o programa Júri Popular na rádio Sara FM. Com estilo próprio de fazer comunicação o programa Júri Popular inovou no sentido de ao invés da notícia ir até o programa, o programa vai até a notícia. Assim, a equipe de reportagem mesmo modesta, não mediu esforços nem olhou o caminho, pôs os pés na estrada e visitou municípios em todo Estado.

 

 Frase do Dia

“Numa sociedade que avança a passos de gigante e que muda continuamente, não podemos nos contentar com nossos lentos e curtos passos de tartaruga. Precisamos estar atentos aos sinais dos tempos e abertos para ver as necessidades e desafios  da sociedade hoje. Precisamos dar uma resposta responsável aos chamados de Deus e aos apelos dos mais humildes e excluídos desta sociedade”. Não caro leitor, qualquer aparência é mera coincidência, a frase acima é parte do comentário do jornal semanal da Igreja Católica que circula em todas as igrejas.

 

 

 

Comentários