Cuidado ao escolher seus candidatos

0

O TCU (Tribunal de Contas da União) enviou ontem, 26 ao presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Carlos Ayres Britto, uma lista com mais de 3.000 nomes de gestores públicos de todo Brasil que poderão ficar inelegíveis caso resolvam concorrer às eleições municipais deste ano. Os nomes são de pessoas que tiveram contabilidades consideradas irregulares pelo TCU, mesmo após esclarecimento.

 

A Lei de Inelegibilidades diz que quem tiver “suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável e por decisão irrecorrível do órgão competente [TCU]” não pode concorrer a cargos públicos. Ayres Britto disse que, assim que pedidos de impugnações de candidaturas chegarem ao TSE, a lista será “imediatamente” consultada.

 

Em Sergipe, foram mais de 90 nomes incluídos. Destes grande parte são de ex-prefeitos que já deixaram a vida pública e gestores de instituições públicas federais. Mas tem também políticos que desejam retornar a vida pública. Em uma análise rápida o blog detectou alguns nomes que são pré-candidatos este ano, são eles: José Everaldo de Oliveira, de Poço Verde;João Bosco Machado, de Carira;Gildeon Ferreira, Tomar do Geru; Izaias Almeida, São Cristovão; Dernival Rodrigues, Rosário do Catete e frei Enoque, Poço Redondo. Além deles tem também figuras importantes como o deputado federal Jerônimo Reis, o ex-prefeito de Pinhão Eduardo Marques e João Augusto Gama, atual secretário de Estado de Turismo, por problemas quando foi prefeito de Aracaju.

 

O eleitorado, na maioria das vezes, reclama dos políticos, mas na hora de votar não tem o mínimo de preocupação em escolher um com o passado limpo e que tenha ética ao trabalhar com os recursos públicos. Como bem disse Carlos Britto: “Quando se cogita contratar alguém para a prestação de serviços particulares, todo o cuidado é pouco, mas quando se trata de investigar alguém em cargo público não se toma nenhum cuidado?” Ou como disse o presidente nacional da OAB, César Britto, “quem deve cuidar da coisa pública tem que ter um passado confiável”. Portanto, caro leitor e eleitor, pense bem antes de votar, para depois não reclamar do leite derramado…

 

Palavra dada do homem do sertão

No sertão, se mede um homem pelo cumprimento da palavra dada, por isso, o ex-deputado Heleno Silva, liderança na região está perto de fechar um acordo em Canindé com os adversários do prefeito Orlando Andrade. O governador do Estado, Marcelo Déda, aumentou o número de cabelos brancos por conta do impasse. Heleno lembra que o acordo foi que ele indicaria o vice de Orlando, mas o mesmo quebrou o acordo. É, pelo jeito a palavra do homem do sertão não já não é a mesma. Agora veja que situação constrangedora para Heleno ter que apoiar o grupo de Galindo. Se não tivesse transferido o título eleitoral seria candidato a prefeito em Canindé.

 

Luciano confirma desistência em Propriá

Como este espaço anunciou ontem o ex-prefeito e ex-deputado Luciano de Menininha anunciou que não será candidato apesar de aparecer bem nas pesquisas eleitorais. O candidato da oposição ainda não foi definido, cinco nomes disputam e tentam o consenso até o início da próxima semana.

 

Monte Alegre e a terceira via

Em Monte Alegre a política não está mais polarizada entre os candidatos a prefeito Aragão (PMDB) e seu opositor Tonhão (PSC). Existe a terceira via o professor Waltemberg (PMN) como opção. Sua candidatura agrupa o PTN, PMN, PV, PPS existe conversações ainda para uma possível aliança com o PDT e o PSDB. Os partidos querem indicar para vice-prefeito o professor Martins (PV), na segunda-feira tudo se define. Nas últimas pesquisas realizadas o professor Waltemberg (PMN) apareceu bem cotado para disputa. “Sou pré-candidato para mostrar a população que a verdadeira democracia se constrói com pessoas de capacidade de realizar projetos, e eu me orgulho em dizer que sou o único candidato com um plano de governo para meu município.” A coligação do professor conta ainda com apoio de vários segmentos da sociedade, como associações, igrejas e movimentos sociais. 

 

Convenção municipal de Telha

Será neste domingo dia 29 de Junho a Convenção dos Partidos de Oposição de Telha, PMDB/PT/PDT/PSB, que terá como provável candidato a prefeito a jovem liderança Eris de Melo (genro do Ex prefeito Antonio Dias), PMDB e o vereador Neudo Sergio ( Bidolo ) como vice, PT. Apesar das convenções municipais terem, por determinação da justiça eleitoral sua realização entre os dias  10 e 30 de junho, parece que o processo sucessório na cidade de Telha já esta bem avançado, e o jovem líder político do PMDB conta com o apoio da juventude de Telha e espera apenas o início da campanha eleitoral.

 

Governo participa de discussão sobre gestão tecnológica

O governo do estado participou, através do secretário da casa civil José de Oliveira Júnior e do presidente da Emgetis – Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação, Cláudio Luiz da Silva, de um workshop sobre gestão de tecnologia da informação no governo federal utilizando software livre. O evento ocorreu durante todo o dia da última quarta-feira, no auditório do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe. Na solenidade de Abertura, o secretário Oliveira Júnior enfatizou que “o governo acredita que o software livre é uma opção importante para a produção de soluções no uso da tecnologia da informação”. Oliveira lembrou a criação do projeto Sergipe Digital, como proposta do governador Marcelo Déda em gerar um grande avanço para combater a exclusão digital.O workshop foi promovido pela Serpro (Serviço Federal de Processamento Digital), Ministério do Planejamento e o Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe. Pretende, através de convênios com prefeituras, promover a cooperação e o compartilhamento na área de tecnologia da informação e comunicações –TIC.

 

TSE muda resolução e libera entrevistas com candidatos

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu ontem, por 6 votos a 1, modificar a resolução da corte sobre propaganda eleitoral que deu margem para a Justiça Eleitoral de São Paulo mover ações contra veículos de comunicação que publicaram entrevistas com pré-candidatos à sucessão municipal.Os ministros revogaram o artigo 24, que proibia os pré-candidatos de “expor propostas de campanha” antes do início da campanha eleitoral, e criaram um novo artigo que diz: “Os pré-candidatos e candidatos poderão participar de entrevistas, debates e encontros antes de 6 de julho de 2008 [data oficial do início da campanha], inclusive com a exposição de plataformas e projetos políticos, observado, pelas emissoras de rádio e de televisão, o dever de conferir tratamento isonômico aos que se encontrarem em situação semelhante”.

Um parágrafo único também foi inserido, afirmando que abusos e excessos serão apurados e punidos de acordo com legislação já existente.Segundo o presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, as rádios e televisões foram citadas no novo artigo por se tratarem de concessão pública. Sendo assim, ficam obrigadas a dar o mesmo espaço aos candidatos e pré-candidatos que venham a entrevistar. Os jornais e revistas, por outro lado, não têm essa obrigação. (FSP).

 

PMA entrega cronograma de obras da Aruana

Conforme orientação do Ministério Público Federal (MPF), a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) apresentou ontem, 26, um cronograma detalhado das obras de revitalização da Orla da Aruana. A apresentação foi feita à procuradora da República, Eunice Dantas, que recebeu a documentação e prometeu analisá-la. Com esta ação, a PMA espera que o MPF não faça a demolição dos bares.Com a apresentação do projeto e do cronograma, é possível que os proprietários de bares, bem como os funcionários, sejam beneficiados posteriormente com a conclusão desse projeto, mesmo que ocorra a demolição neste momento”, declarou a procuradora. O cronograma de obras foi apresentado pelo secretário de Governo, Bosco Rolemberg, e pelo secretário municipal de Planejamento, Luciano Pimentel, que ontem esteve no MPF para entrega do projeto de revitalização e ouviu da procuradora que haveria a exigência da apresentação de um cronograma.

 

Edvaldo é condenado por propaganda eleitoral 

O prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira (PCdoB) foi condenado pela justiça eleitoral a pagar multa de R$ 21.282,00 por propaganda eleitoral extemporânea. A juíza Patrícia de Almeida Menezes, da 36ª Zona Eleitoral, atendeu a pedido do promotor Eleitoral Marcílio de Siqueira Pinto.O promotor afirma que, sob o argumento de destacar datas comemorativas, Edvaldo Nogueira desenvolveu no decorrer deste semestre intensa campanha publicitária com fins eleitorais. Do material constam matérias veiculadas em jornais e anúncios colocados em ônibus ou outdoors em vários pontos da cidade. Em sua decisão, a juíza diz que, após avaliar o material anexado à ação, concluiu que houve, sem dúvida, intenção de promover a imagem do prefeito. “Para tanto, veicularam demasiadamente sua imagem, suas virtudes subjetivas, suas realizações enquanto Prefeito desta capital”, diz ainda o texto.A propaganda eleitoral só será permitida por lei a partir do dia 6 de julho. Antes disso, quem realizar propaganda pode ser punido com multa que varia de R$ 21 mil a R$ 53 mil. (Infonet/MPF/SE).

 

Paralisação dos servidores do HGJAF

Nesta sexta, 27, servidores do Hospital de Urgência de Sergipe vão paralisar suas atividades a partir das 7h, onde será servido um café da manhã em frente ao pronto-socorro. Em seguida, às 9h, uma comissão irá se reunir com a promotora Miriam Tereza para tentar um acordo. Durante a assembléia que ocorreu ontem, o Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe colocou uma pauta de reivindicação para que fosse discutida. “Estamos cobrando do governo um aumento salarial de 100%, correção das perdas salariais, descongelamento e incorporação das gratificações, aumento de insalubridade de 40%, melhores condições de trabalho, entre outras”, diz Augusto Couto, presidente do Sintasa. A paralisação será de 24 horas. Desde 2006 que a categoria vem lutando por melhores salários e condições de trabalho. Porém, o governo só reajustou os salários em 5% para a categoria. Além de ter havido uma diminuição da gratificação e uma maior sobrecarga de trabalho em decorrência da dengue, por exemplo. A paralisação está contando praticamente com o apoio de todas as categorias da saúde, entre enfermeiros, médicos, nutricionistas, fisioterapeutas, entre outras.

 

Sobre a PM de Sergipe

De um oficial da PM de Sergipe: “Nos surpreende este assessor do comando dizer que é inconstitucional o pagamento das substituições, mas que a culpa é da PGE. Ora o gestor publico não pode ter a liberdade de fazer o que quer e sim o que é previsto em lei. ao cidadão comum o que não é proibido é permitido, mas o administrador público somente o que é permitido por lei. Lamentavelmente vemos o comando através deste assessor defender a criação de batalhões sem aprovação da Assembléia ou seja o comandante esta usurpando a função dos Deputados e ainda aumentando a despesas sem autorização. ai fala em ativar, somente pode ativar o que foi criado antes legalmente, pois se ativa algo que não existe na lei é criação por portaria.E ainda que justificar a não agregação prevista na constituição federal e estadual dizendo que estes policiais iriam ficar no ócio. É preciso agregar sim para não termos policiais a mais de seis anos fora da atividade fim e ainda é promovido por merecimento. Se as escalas estão todas preenchidas como justifica agora o comandante querer promover 5 (cinco) tenente coronéis sem vaga para ficar no ócio. em 2006 houveram 93 assaltos a ônibus na capital, este ano já passa de 500 até dezembro chegaremos a 2000. como tem gente no ócio e as escalas preenchidas se falta policiamento”.

 

Veiculo dos bombeiros transportando crianças

Ontem, 26, por volta das 8h30, na Avenida Beira Mar, o Fiat uno branco do Corpo de Bombeiros – com o número de identificação CBM 46 – trafegava com três crianças no banco traseiro. O motorista não tinha pressa e conversava com o passageiro ao lado como se fosse um guia turístico mostrando a beleza da Avenida Beira Mar.

 

Novo modelo de planejamento para comunicação I

A Secretaria de Estado da Comunicação Social realizou ontem, 26, no auditório do Palácio dos Despachos, uma reunião com os assessores de comunicação das secretarias e órgãos que compõem o Governo do Estado para apresentar o novo modelo de planejamento das ações de marketing e publicidade da administração. De acordo com a metodologia que está sendo desenvolvida, a divulgação dos projetos e ações de cada pasta obedecerá a um modelo integrado, em que a antecipação das demandas e a visão estratégica de governo serão as peças-chave. De acordo com a secretária de Estado da Comunicação Social, Eloísa Galdino, a introdução das transformações irá colocar a comunicação do Governo do Estado em uma nova fase. “O modelo gerencial dos contratos das agências será mudado. Vamos construir um planejamento para o semestre levando em consideração as principais ações que o governo vai implementar, as áreas mais específicas, as mais abrangentes e dividir a comunicação em blocos. A divisão irá levar em consideração a especificidade do período e buscando atingir metas relacionadas ao objetivo principal, que é comunicar as informações e realizar a prestação de contas do Governo de maneira transparente”, disse.

 

Novo modelo de planejamento para comunicação II

Agora, a divulgação das ações vai estar ligada a uma escala de importância, relacionada a informar o que está sendo feito para cumprir as principais diretrizes da administração. “A intenção agora é realmente fazer uma comunicação integrada, que todo mundo esteja falando a mesma língua para consolidar a marca do Governo. Isso é o mais importante. Aprendemos no primeiro semestre que existem diversas ações, ritmos e especificidades. Agora vamos ter que dividir por etapas, trabalhar o que é mais importante e dar à devida atenção”, comentou Kiki da Costa, diretora de atendimento e planejamento da agência Quê Comunicação, uma da empresas responsáveis pela publicidade do Governo. A próxima etapa do planejamento acontece no dia 7 de julho, quando será feita a avaliação interna da Secom e dos gestores de comunicação e também será realizado o cruzamento dos relatórios de avaliação produzido por cada área. Daí será construído o planejamento. (ASN).

 

PM vai colocar “espiões” em bares, diz major

Deu na FSP, de ontem, 26:  “Blitze com barreiras, uso de bafômetros e 130 policiais militares estarão espalhados em cinco pontos da cidade de São Paulo, principalmente onde há bares e concentração de jovens.  A operação começa hoje, às 20h, e se estenderá até domingo. Policiais à paisana estarão em bares para saber se alguém que deixar o estabelecimento tentará pegar o carro. Quem se recusar a fazer o teste de bafômetro ou o exame de sangue no IML será considerado embriagado, diz o major Ricardo Fernandes de Barros, 47, comandante interino do 34º Batalhão de Trânsito. “Se recusar a fazer [teste de] bafômetro e sangue, será autuado pelo artigo 165 do código, que é uso de bebida alcoólica. Com o simples fato de ele se negar, receberá infração. Estará subentendido que bebeu e terá de pagar multa de R$ 955.”  Leia abaixo trechos da entrevista que ele concedeu”. Talvez seja certo, mas que qualquer estranho vai passar a ser considerado um espião, ah, isso vai, sim!

 

Perguntar não ofende ou será que ofende?

De um servidor: “Bom o fato é que o governo do estado através da Lei nº 6.199 de 18 de setembro de 2007 doou ao IPesaúde uma área de 17.808,37m2 no Centro Administrativo Governador Augusto Franco, avaliada segundo a mesma lei em R$ 328.742,51, pois bem o mesmo Ipesaúde que recebeu essa generosa área do governo do estado anunciou a compra por R$ 1,5 milhão ao terreno pertencente a Fundação do Hospital Santa Izabel nas proximidades do Hospital da Polícia Militar. É pelo visto os planos mudaram no ano passado o presidente do Ipesaúde Vinícius Barbosa de Melo comemorava a doação “É importante ressaltar que essa doação representará uma economia significativa para os cofres do Estado. Hoje o Ipesaúde paga mensalmente R$ 25 mil pelo aluguel do prédio onde funciona e não dispõe da estrutura necessária ao bom atendimento aos seus usuários” Agora em 2008  ““Esse é um passo importante, pois a nova sede vai oferecer ainda mais conforto aos beneficiários”, afirma o presidente do Ipesaúde.” Lembro que li na sua coluna a preocupação de alguns leitores com o fim do Hospital da Policia, sendo substituído pelo Hospital do Servidor parece que vai ganhando corpo essa idéia. AH será que esse dinheiro da compra do terreno não daria para iniciar a construção no terreno doado? Pois é o tal governo das mudanças”;

 

Hospital Primavera tem inauguração prorrogada

Devido o atraso no processo de liberação dos equipamentos importados, o Hospital e Maternidade Primavera não será inaugurado no próximo dia 30 de junho. A inauguração será reprogramada para uma breve data. Mas, enquanto este moderno complexo de saúde não será entregue definitivamente, o setor de urgência continuará disponível para atender aos casos clínicos de pequena complexidade como viroses, dengue e outras patologias. O Hospital e Maternidade Primavera abrirá suas portas para ser referência exames complementares e laboratoriais, ultra-som, ressonância magnética, hemodiálise, cateterismo cardíaco, medicina nuclear, mamografia, internamentos em cardiologia, neurologia, ortopedia e geriatria, além de um atendimento especial às gestantes. A sociedade contará com um Centro Cirúrgico e Obstétrico de primeira linha, além de um setor especial para oncologia. Serão 200 leitos, 22 leitos de UTI, 17 leitos para maternidade, 2 salas de parto e UTIN (UTI para recém-nascidos), centro cirúrgico com 8 salas de cirurgias e centro obstétrico com 2 salas de parto.

 

Frase do Dia

“Porque há para todos nós um problema sério… Este problema é o do medo”. Antônio Cândido.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários