Da isca, da prudência e do jogo limpo

0

No jogo da política partidária na maioria das vezes o vencedor não é o mais eloquente, mas sim aquele que sabe trabalhar nos bastidores, dialogando e mostrando que o projeto que defende é o melhor em determinado momento. E é preciso também raciocinar muito e não atuar com a emoção e sim com a razão.

Ontem, 23, a isca para dividir o bloco da situação foi jogada e por declarações produzidas em programas de rádio. E alguns partidários do PT e do PSB alimentados por estas declarações caíram direitinho na isca, reproduzindo nas redes sociais as intrigas patrocinadas por adversários que tentam jogar o PT contra o PSB e vice-versa. Torcem para que os dois não fiquem juntos em Aracaju.

O filósofo e jesuíta Baltasar Gracián deixou reflexões escritas em 1647 sobre a prudência que merecem sempre a lembrança para todo cidadão e principalmente a classe política. Um dos seus ensinamentos diz que os tolos erram porque não pensam: nunca compreendem metade das coisas e empregam mal seus esforços por não perceber nem suas vantagens nem seus prejuízos. Muitos não perdem o bom senso porque não o têm. Já o sábio reflete com cuidado sobre tudo, especialmente sobre os temas profundos e duvidosos, que acredita terem mais a dizer do que ele pensa.

Mas pelo desenrolar da isca jogada ontem as lideranças do PT e do PSB não foram fisgadas, apenas alguns dos seus seguidores. Parece que a maturidade destas lideranças prevaleceu e o jogo limpo continuará a ser jogado entre partidos que fazem parte da base de sustentação do governo Déda.

Voltando aos ensinamentos do sábio Gracián, o homem prudente pode ser obrigado a lutar, mas não com jogo sujo: cada um deve agir como quem é e não como o obrigam. Na competição, a elegância é plausível: deve-se lutar não somente com o poder, mas também com decência.

Vencer com maldade não é vitória, mas rendição. O homem de bem nunca usa armas proibidas. Sábio Gracián, que os homens de bem de Sergipe tenham juízo, serenidade e, sobretudo, joguem limpo nas eleições deste ano.

Comentários dos leitores
Desde ontem, 23,  o sistema da Infonet está com um problema técnico que não atualiza os comentários dos leitores. Os técnicos da empresa estão trabalhando para solucionar o problema e quando voltar a normalidade todos serão inseridos. O blog pede desculpas aos leitores.

Investimento histórico
Serão 4 bilhões de dólares investidos no Projeto Carnalita. Ontem, 23, foi um dia histórico para a economia sergipana, a presidente Dilma Rousseff, esteve em Sergipe para acompanhar o acordo de cessão da Petrobras para exploração do mineral pela Vale, por 30 anos. O governador Marcelo Déda viu seu esforço pessoal, desde 2008, para que se concretizasse este projeto que transforma o Brasil um grande produtor de fertilizantes, realizado. Ministros, a exemplo, de Edison Lobão, das Minas e Energia e o diretor da Petrobras, Zé Eduardo Dutra, também estiveram presentes, além da Presidente da Petrobra,s, Graças Foster.

Legado para futura geração 
Déda ressaltou que hoje, mais um capítulo se escreve na história do estado. “Na frente dos nossos trabalhadores, na sede dessa mina, que faz parte da história econômica, social e política de Sergipe, fiz questão de fazer o “V” da vitória que fará parte do legado de uma futura geração de sergipanos. E é para isso que governamos, não pensando na próxima eleição, mas trabalhando pela próxima geração”, sentenciou o governador, referindo-se aos resultados deste investimento que beneficiarão os sergipanos.

Perdendo as esperanças
“Eu cheguei a perder as esperanças de ver esse investimento concretizado. Desde que iniciamos essa luta, ainda no governo Lula, em 2008, já passaram dois presidentes da Petrobras, dois presidentes da Vale, e a senhora é a segunda a estar na Presidência da República que me recebeu diversas vezes para tratar dessa questão. Graças à sua visão estratégica, e à continuidade de um programa de desenvolvimento que alavancou o crescimento do país, vemos hoje esse esforço se tornar realidade”, afirmou Déda, ao registrar também a participação determinante do ex-senador e hoje diretor Corporativo e de Serviços da Petrobras, José Eduardo Dutra.

Empregos
Em resumo até 2016: serão gerados 4 mil empregos diretos na construção e depois mil empregos quando a usina estiver em atividade. E mais 2.750 emprego diretos e transformar Sergipe no maior produtor de fertilizantes do país. E mais, a presidenta da Petrobras, Maria das Graças Foster, evidenciou também evidenciou a importância do comprometimento da presidenta Dilma e do governador Marcelo Déda, e ainda destacou outro aspecto paralelo ao desempenho na exploração de potássio que é o aumento do consumo de gás natural em Sergipe.

Brincadeira de Dilma: Fúria realizadora de Déda
Na sua fala, na sede da vale, Dilma Rousseff, brincou com o governador Marcelo Déda, o apontando com o político em atividade de melhor oratório. E também se referiu ao que ela definiu como “fúria realizadora” do governador Marcelo Déda. “Essa é uma iniciativa que deve muito ao sonho, vontade e determinação do governador Marcelo Déda. Foi essa “fúria” do governador que se revelou numa promissora iniciativa criadora de oportunidades para Sergipe e para o Brasil. Esse é um projeto que representa um passo decisivo para nossa autonomia em fertilizantes e que viabiliza a agricultura ‘verde’ do Brasil”, sentenciou a presidenta.

Ações para combater a seca
Na reunião com governadores do Nordeste, segundo ato na agenda da presidenta Dilma, em Sergipe, vários projetos foram anunciados no sentido de dirimir os efeitos da seca no serão liberados mais de R$ 2 bilhões para o Nordeste no combate a seca. O ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional), que concedeu entrevista a imprensa logo após a reunião no Palácio Museu Olímpio Campos, informou sobre a criação do bolsa estiagem para as famílias prejudicadas pela seca.

Pequenez política
E alguns da oposição aproveitaram a visita da presidente Dilma para criticar porque o Palácio Olimpio Campo estava com policiais militares ao seu redor. Queriam que a presidente da República não tivesse segurança? Uma pequenez política sem tamanho.

Déda e a base aliada
Ao conceder entrevista ontem, 23, no Bom Dia Sergipe, o governador Marcelo Déda falou sobre a visita da presidente Dilma, mas foi questionado sobre a formação na nova base aliada. “Infelizmente o grupo formado pelo senador Eduardo Amorim e pelo empresário Edvan Amorim rompeu com o governo traindo a palavra, traindo os compromissos jogando por terra aquilo que é vital na política, a seriedade, o olho no olho, a capacidade de construir um projeto conjunto…” Hoje, 25, o empresário deve falar no programa de Gilmar Carvalho na Rede Ilha.

Déda: “Sintese só briga, só traz bandeiras de ódio”
Ainda na entrevista a TV Sergipe o governador Déda quando questionado sobre a greve do Sindicato dos Professores disse que o Estado está pagando o Piso Salarial com o reajuste de 22%. Ele disse que o reajuste é para quem recebe o piso e não para toda categoria como deseja o Sintese. “Não temos como incorporar uma despesa de R4 150 milhões”, disse, afirmando que a greve lhe provoca um constrangimento e uma tristeza. “Uma greve de extremo sectarismo do sindicato. Um sindicato que só briga, que só traz bandeiras de ódio não está ajudando o professor, porque o diálogo não acontece”, disse.

Sintese deve ingressar na Justiça
Para não deixar duvidas a população, principalmente aos pais de alunos que estão sendo prejudicados com a greve o Sintese deve ingressar na Justiça denunciando que o governo não está pagando o Piso do Magistério. A Justiça não é o caminho dos homens de bem? Se não ingressar vai passar para a sociedade que o governador é quem está com a verdade.

TCE fiscaliza, mas não faz o dever de casa
Quem diria o Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, órgão fiscalizador está cometendo uma irregularidade na área da comunicação. Contratou um jovem sem registro na DRT como fotografo. Só porque ele é sobrinho do diretor da Ascom. Com tantos profissionais capacitados e habilitados no Estado. E o pior: estão dando um “jeitinho” para registrar o rapaz. Péssimo exemplo para quem fiscaliza. Será que o presidente do TCE sabe que o jovem não é registrado? Cadê o Sindijor?

Armando Batalha esclarece processo
O ex-prefeito de São Cristovão, Armando Batalha informou que o agravo que ele perdeu no STJ diz respeito apenas ao pagamento da multa eleitoral cujo processo ele perdeu no Tribunal de Justiça de Sergipe e por isso recorreu ao órgão superior. Ele informou que a parte que a parte da ação contra inelegibilidade e cassação dos direitos políticos não entrou neste agravo porque ele foi vitorioso no TJ/SE. Por isso não tem problema para disputar a eleição este ano.

Danilo: PSB vai atrás dos partidos aliados
Na manhã de ontem, 24 o vereador Danilo Segundo (PSB) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), para falar sobre o Congresso Extraordinário do Partido Socialista Brasileiro (PSB) que definiu o nome de Valadares Filho como pré-candidato à Prefeitura de Aracaju. “Gostaria de agradecer a imprensa que esteve presente no congresso. Agora, com a definição do nome do deputado federal Valadares Filho, o PSB irá atrás dos partidos aliados que fazem parte da governabilidade de Marcelo Déda”, comentou.

Danilo: teremos uma luta árdua pela frente
Danilo agradeceu também aos colegas parlamentares que o ligaram desejando boa sorte. “Alguns colegas que não puderam estar presente, me ligaram para desejar boa sorte no congresso. Gostaria de agradecer também a todos os filiados presentes e também a Valadares Filho que sabiamente colocou seu nome na pauta do congresso como pré-candidato. A vontade de Valadares Filho é grande e sei que teremos uma luta árdua pela frente”. Danilo salientou que a linha partidária do PSB não é de agressão, e sim de uma política que prioriza avanços e conquistas para Aracaju.  “Essa é a linha de Valadares Filho, e será a linha do PSB, que é ajudar ainda mais Aracaju ser a capital da qualidade de vida”.

Carlos Britto e Luiz Antonio Barreto
A presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputada estadual Angélica Guimarães (PSC), ocupou a tribuna ontem, 23, para lamentar o falecimento do poeta, historiador e jornalista Luiz Antônio Barreto e ressaltar a posse do ministro Carlos Ayres de Freitas Britto, na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF). Ao iniciar seu pronunciamento, Angélica lembrou que nos últimos oito dias os sergipanos conviveram com sentimentos “que nos levaram aos extremos da tristeza e, depois, pela alegria e orgulho. Fomos sufocados pela perda do jornalista, pesquisador, poeta, historiador e um dos nomes mais cristalinos da cultura sergipana das últimas décadas. Faleceu Luiz Antônio Barreto”

Posse
Em seguida, Angélica Guimarães destacou a posse do ministro Carlos Britto. “Tivemos a grande honra de participar da posse de um dos mais ilustres sergipanos de todos os tempos, o ministro Carlos Britto, como presidente do Supremo Tribunal Federal. Nascido na cidade ribeirinha de Propriá, minha região, este grande sergipano é formado em Direito pela Universidade Federal de Sergipe e onde, brilhantemente, durante anos, ofereceu os seus conhecimentos como professor. A advocacia sergipana está de parabéns, através deste expoente do Direito Constitucional. Além de jurista, Carlos Britto também é poeta e autor de diversos livros, os quais o credenciaram a assumir as cadeiras na Academia Brasileira de Letras Jurídicas e na Academia Sergipana de Letras. Não é difícil perceber que a principal causa do Dr. Carlos Britto é a cidadania”, disse.

Unit tem duas realidades: a externa só tem flores, a interna, muitos espinhos I
Na semana passada o multimídia e estudante de jornalismo Marcio Rocha por pouco não sofreu um grave acidente na sala de aula na Unit. Ao sentar numa cadeira a mesma quebrou e o ferro corroído por pouco não provocou um acidente maior.

Unit tem duas realidades: a externa só tem flores, a interna, muitos espinhos II
Ontem, 23, Márcio, na sala de aula começou a tirar fotos de várias cadeiras, todas enferrujadas. Uma triste realidade para os alunos que pagam caro e não tem nem mesmo condições de assistirem as aulas adequadamente. Enquanto isso, pela imprensa a Unit mostra uma realidade que só tem flores para comemorar os 50 anos. Mas internamente as realidade só tem espinhos. Até quando?

Produtores rurais são beneficiados com capacitação I
Durante quase dois meses, produtores rurais do município de Campo do Brito foram beneficiados com capacitações sobre planejamento e administração de negócios. Eles participaram do Programa Negócio Certo Rural, desenvolvido por meio de uma parceria entre o Sebrae e o Senar para auxiliar quem já exerce uma atividade e deseja avaliar suas estratégias e aqueles que buscam orientações para abrir novos empreendimentos.

Produtores rurais são beneficiados com capacitação II
A entrega dos certificados de conclusão das turmas foi realizada nesta segunda-feira, 23. Durante o curso, os alunos receberam instruções sobre diversos temas, incluindo a importância da formalização, organização, plano de negócio, relacionamento com o mercado e viabilidade do negócio. Os grupos foram formados por criadores de suínos e proprietários de casas de farinha da região.

Curso de Estruturação de Negócios
O Sinduscon/SE trará mais uma vez para Sergipe, nos dias 10 e 11 de maio, o curso de Estruturação de Negócios para a construção Civil. Este curso tem como objetivo capacitar os participantes a assimilar os conceitos da legislação societária e tributária aplicável às SPE's, SCP’s e Consórcios de construção utilizados nos empreendimentos imobiliários. Incluem-se os procedimentos para a construção em condomínio ou “venda a preço de custo”, incorporação imobiliária e Patrimônio de Afetação -PA. Para mais informações entre em contato pelo telefone (79) 2104-8758.

II Reunião Territorial do "Sergipe Mais Justo-Busca Ativa"
Nesta terça-feira, 24, a Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides) realiza a II Reunião Territorial do "Sergipe Mais Justo-Busca Ativa", no sul sergipano. O evento será realizado no município de Arauá, das 9h às 13h, no auditório Auditório da Prefeitura, Rua Adelina Nascimento, 105. O evento conta com a presença da secretária de Estado da Inclusão Social, Eliane Aquino e de outros secretários de Estado.

Reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Piso Nacional dos Jornalistas
Acontece nesta quarta-feira, 25, café da manhã da Frente Parlamentar em Defesa do Piso Nacional dos Jornalistas, no restaurante do SENAC, 10º andar do anexo IV da Câmara dos Deputados.A Frente de iniciativa do líder do Partido Social Cristão (PSC), André Moura e da Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ, através do presidente Celso Shröder.

Piso nacional
Unido à retomada do diploma para o exercício da profissão de jornalista, é necessário criar um piso nacional para a categoria e contrato coletivo de trabalho. “Esta proposta se aproxima da reivindicação histórica de um piso de seis salários mínimos”, explica o presidente da FENAJ – Federação Nacional dos Jornalistas, Celso Schröder, em matéria publicada no site da entidade. André Moura é autor do Projeto de Lei 2960/2011, que fixa o Piso Nacional dos Jornalistas. A proposta à época seria da instituição de um piso nacional de R$ 2.500,00 e que seja reajustado anualmente pelo INPC, hoje, corrigido, chegaríamos a R$ 3.732,00, seis salários mínimos, para uma jornada de 30 horas.

Albano sobre Idalito Oliveira: perdi um amigo fraterno e leal
Ao tomar conhecimento do falecimento do empresário Idalito Oliveira, ex-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe, o ex-governador Albano Franco disse que particularmente perdeu um amigo fraterno e leal, um companheiro exemplar, e Sergipe perdeu um empresário digno que como líder sindical honrou a classe empresarial que com obstinada dedicação e seriedade muito bem representou. O corpo está sendo velado no OSAF, rua de Itaporanga e o enterro será às 11, no cemitério de Rosário do Catete.

Parceiro 
Albano lembrou ainda que Idalito Oliveira foi seu vice-presidente na Federação das Indústrias de Sergipe e que, em 1980, quando se elegeu pela primeira vez presidente da Confederação Nacional da Indústria, ele assumiu a presidência da FIES, cargo que em que permaneceu durante 23 anos. Idalito foi também membro da diretoria da CNI durante a presidência de Albano Franco.

50 ano das Emdagro
A Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) completa hoje, 24, 50 anos de sua existência. A empresa foi instituída no ano de 1962, na gestão do então Governador Luiz Garcia. Sua criação se deu em solenidade realizada no Palácio Olímpio Campos, quando da assinatura do Convênio entre Governo do Estado, a Ancar, Banco do Nordeste do Brasil S/A e a Arquidiocese Metropolitana de Aracaju.

Extensão rural
Emdagro é uma empresa pública estadual vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, com visão de contribuir para o fortalecimento da agricultura familiar e expansão da agropecuária do Estado de Sergipe, atuando nas áreas de Assistência Técnica e Extensão Rural, Pesquisa, Defesa Agropecuária e Ações Fundiárias, para assegurar o desenvolvimento sustentável e o bem-estar da sociedade.

Homenagem
Nesse aniversário de 50 anos, a Emdagro homenageia um dos baluartes que lutou para trazer a Sergipe o Serviço de Extensão Rural. Don Távora empenhou-se em na luta pela expansão do sindicalismo rural, visando incluir grande parte a grande massa de trabalhadores da agricultura nos benefícios das leis trabalhistas. Por isso, e, em comemoração ao centenário dele a Emdagro o homenageou dando-lhe seu nome a um projeto que visa retirar da pobreza milhares de famílias rurais que ainda sobrevivem em avançado estado de carência em relação às suas necessidades humanas básicas.

Prefeito de São Cristóvão contrata consultoria por mais de R$ 1,6 milhão sem licitação
Na semana passada, o site SE Notícias publicou em primeira mão a informação de que tinha um orgão público do município de São Cristóvão, que firmou um contrato, sem licitação, com uma empresa que poderia resultar aos cofres públicos em um prejuízo de cerca de R$ 2 milhões. Vejamos os fatos: a Secretaria da Fazenda, que tem como secretário, Lauro Rocha, pai do prefeito Alex Rocha, firmou contrato com uma empresa sediada em Guaratinguetá, São Paulo, para realização de consultoria tributária.

Constatação
O Vereador Carlos Vilão (DEM), pré-candidato a prefeitura de São Cristóvão, constatou mais uma vez que na imensa lista de desmandos e abusos de autoridade, por parte da Prefeitura de São Cristóvão, consta a contratação da referida empresa paulista.No dia 19 de março de 2012, conforme Contrato n° 007/12, publicado no Portal da Prefeitura – Inexigibilidade – foi contratada a empresa RD Rubens Duarte Consultoria Pública e Empresarial Ltda., no valor de R$ 1.670,691,00 para serviços de assessoria jurídica tributária pelo período de 12 meses.“O que mais nos deixa indignados é que o prefeito de São Cristóvão acredita que pode continuar brincando com a Justiça e com o Povo desta cidade. Por que contratar uma empresa sediada em São Paulo? Em Sergipe não há empresas e consultores a um custo bem mais baixo”? Questionou o Vereador Carlos Vilão. (SE Notícias)

Como assassinaram o blogueiro Décio Sá no Maranhão (O Imparcial)

O jornalista e blogueiro Décio Sá foi assassinado na noite desta segunda-feira no bar Estrela D'Alva, na Avenida Litorânea, por volta de 23h30.Segundo o delegado Gutemberg Rêgo, ele estava sentado quando um homem caminhando entrou no banheiro do bar para se certificar que era de fato o jornalista. Quando saiu, iniciou uma série de disparos contra a cabeça de Décio, que morreu na hora. Ele aguardava um amigo no restaurante.

Depois de atirar, o matador saiu caminhando e fugiu em uma moto, que o aguardava do outro lado da pista. Para praticar o crime, ele não usava capacete e pôde ser visto por testemunhas.

Curiosos, amigos, jornalistas e o secretário de segurança, Aluísio Mendes, foram ao local ao saber da morte de Décio. A polícia faz diligências no momento para prender os criminosos. Segundo Aluísio, trata-se de um crime encomendado.

Décio Sá era repórter do jornal O Estado do Maranhão. No seu blog pessoal, colecionava milhares de acessos e algumas polêmicas pelo estilo crítico dos seus textos e dos assuntos que explorava. Ele dedicava o trabalho a cobrir a política do Maranhão. Durante a carreira ganhou a simpatia de muitos e a antipatia de outros tantos.

Décio Sá se formou na Universidade Federal do Maranhão. Além de O Estado, jornal no qual trabalhava como repórter de política há quase uma década, também foi repórter de O Imparcial.

Jornalistas maranhenses estão indiganados com o crime contra o colega de profissão Décio Sá. Pelo Twitter, dezenas de postagens condenam o atentado e pedem respeito aos profissionais de imprensa do Maranhão.

"Estou vendo agora a notícia sobre o Décio Sá e ainda não estou acreditando", disse o jornalista Clodoaldo Corrêa. "No Maranhão, se fala morre. Se cala, morre do mesmo jeito, num pântano de silêncios. Chocado com a execução do jornalista", comentou o jornalista Alex Palhano.

E mais: "Esse é um crime contra os jornalistas e contra a liberdade de expressão. Não podemos aceitar", criticou Wal Oliveira.

Outros profissionais, via Twitter, também postam mensagens indignadas. "É inaceitável, intolerável, que numa sociedade democrática haja espaço para crimes assim. No campo, na cidade, em qualquer lugar. Reação!", disse o jurista Cláudio Pavão.

O deputado estadual Rubens Júnior também comentou o crime e pediu apuração contra os culpados. "Matar jornalista é um ato de bandidagem e um atentado contra a democracia. Apuração irrestrita já".

Mário Macieira, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional no Maranhão, chamou a execução de "crime de pistolagem". "Crime de pistolagem contra jornalista, na capital do estado em pleno sec XXI?!! Inaceitável! Incencebível! O Estado precisa responder".

PELO TWITTER

www.twitter.com/sergioalves1  Mais uma semana que se inicia: priorize o que é recíproco, construa alternativas, corra atrás dos seus sonhos… #BomDia

www.twitter.com/JoaoClaudioMF  Sonhar é uma das melhores coisas da vida, mas o melhor mesmo é acordar e lutar por cada um de nossos sonhos!

www.twitter.com/Oswaldo_Vilela  Bom dia a você que persevera em sonhar, por mais que a vida insista em mostrar-lhe uma realidade sem sonhos! Saúde e paz a todos e todas!!!

www.twitter.com/Narcizo_Machado  Como não sou jogador do flamengo e ainda não estou de férias, vou saindo para entrar em campo! Boa semana a todos!

www.twitter.com/George_wos   Sinduscon, CTB, Ademi e PT assinam outdoors parabenizando Dilma pelo Projeto Carnalita. Parceria estranha… Pensando bem, nem tanto…

www.twitter.com/clovis_silveira  Gostei dessa, serve para muita gente: Quem constrói a sua vida seduzido pelo encanto do poder é como um marinheiro bêbado no topo de mastro.

www.twitter.com/carol_volpe  Tem muito formador de opinião aqui no Twitter que nem arruma a cama quando a mãe pede e ainda pede p/ ela preparar o Toddynho! Fiquem de olho!

DO LEITOR

Os dois lados da moeda
Do professor José Ireno: “Hoje (23), para todos nós sergipanos, seria um dia para vestirmos as cores da bandeira do nosso país e irmos ás ruas saudarmos a nossa presidenta Dilma Rousseff que veio ao nosso Estado para assinar convênio que trará investimentos e, espera-se, emprego, mais comida para a mesa de nossa população, mais educação para as nossas crianças. Não foi o que aconteceu comigo e com a minha esposa hoje, em vez de alegria e orgulho os nossos corações se encheram de tristeza e descrença no futuro do nosso estado. Ao caminharmos no centro comercial de nossa capital nos deparamos com uma realidade totalmente desesperadora e triste, uma criança de mais ou menos uns 10 (dez) anos de idade caída em uma das esquinas desacordada, moribunda, suja e muito magra. Os pedestres passavam olhavam, parecia algo muito normal em um estado que se diz com o maior índice de desenvolvimento humano do nordeste, um dos mais altos do Brasil.Ao ver aquela pobre criança, me pus na condição de pai que sou de um filho de 4 (quatro) anos de idade e me fiz a seguinte indagação: se esse fosse meu filho? Mim senti incapaz, com os olhos cheios de lágrimas continuei a minha caminhada. Contudo, em que estado pais vivemos? Um estado que constrói cadeias em vez de escolas, um estado que permite que as nossas crianças se entreguem as drogas em vez de estarem estudando. Sei que aquela sena vivenciada hoje pela manhã jamais sairá da minha memória e que, a partir deste dia, não serei mais o mesmo. Fica aqui a minha indignação e o meu pedido aos nossos governantes vamos cuidar mais das nossas crianças, pois tenho a certeza, um estado que coloca como prioridade o cuidado com as nossas crianças terá um futuro mais promissor”.

De radicais e monopolizadores
João Paulo dos Santos/Filosofia-UFS: “Um espectro ronda a UFS – o espectro da plena indignação. Se os nossos representantes antes desdenhavam de seus opositores levando a termo o sarcasmo e o cinismo afiançados pela estabilidade eleitoral conquistada ao longo dos tão exibidos cinco anos de gestão, agora, transposto o tempo em que o sofisma da radicalidade acobertou uma voz mais áspera e convicta dos seus desejos, ninguém pode mais se dar ao luxo de, usando a antiga fórmula, denegrir a intencionalidade da postura irascível que já foi tomada e muitas vezes mais ainda queremos assumir: estando à altura do problema contra o qual nos rebelamos, não poderia ser mais franca e orgânica do que ela é.A leviandade com que as questões estudantis até aqui foram tratadas, desnudando a fraca seriedade da Integração-UJS mesmo aos olhos mais relapsos, traduziu para nós, os indignados, o maior êxito político que os nossos representantes obtiveram durante todo esse período: ter contribuído para que os estudantes da UFS, alheados da realidade supurada, sequer pudessem chamar a si mesmos de desatentos. A Integração-UJS os fez simplesmente indiferentes e, em uso de um catecismo profano que foge em todas as medidas ao arcabouço ideológico que a antepara no nível da teoria, imprimiu sobre o corpo discente a resignação e a opinião mecânica como imperativo categórico. Porém, ao ter logrado quem se detém aos dilemas da universidade criticamente pondo-lhe o bordão de radical, conjurou os seus fins levando adiante um asqueroso jogo de compadres, o mesmo que condenou o Brasil ao apodrecimento, sem nunca discutir um problema verdadeiro à luz do dia. Ora, o ditado é muito claro: quem não deve não teme!O indivíduo que se atém ao valor da experiência cotidiana e faz dela o alicerce sobre o qual erige os seus pontos de vista, sente brotar dentro de si um forte sentimento que, se não é retido como um apetrecho castrador em razão do qual uma ficção pessoal é delimitada, atua sob a circunstância de uma brutal sede de mudança. O fato estranho, porém, nasce quando a situação dada como objeto concreto a ser discernido através de nossa vivência é solapada pela projeção ingênua que a faz um estágio degradado da vida a ser superado futuramente, com a aquisição de ferramentas facilitadoras que a tornem prescindível. Ou seja, o fato estranho da UFS é vê-la como a caracterização perfeita de como as pessoas tratam a coisa pública, fazendo desta dimensão presente um atributo de menor importância frente a tudo o que se irá ter depois. Isto é: ainda que o Padre Pedro-Campus represente um singelo gesto de humilhação aos estudantes por parte das empresas, os mesmos preferem se subjugar ao que ele é enquanto coisa dada e que pode ser transposta a cobrar das empresas um transporte público mais decente – em outras palavras, eles são cônscios de que a vida lhes dá garantias de que entrarão na Petrobrás e comprarão um carro. A mesma lógica serve para explicar o sentido primordial da relação que os estudantes têm com universidade em geral.Desse modo, que há de radical em se lançar à luta para confrontar essa lógica dispersa e pouco engajada com compromissos mais nobres? O sofisma da radicalidade é um artifício esdrúxulo – e, sem dúvida, elaborado por um ignaro – usado para redobrar os estudantes e reciclar o monopólio do DCE. Que outra razão haveria para se explicar o corpo mole da Integração-UJS em relação a assuntos urgentes como o transporte público e os problemas ocasionados pela expansão impensada da universidade? Observe-se que o sufocamento da dialética propugnado pelos nossos representantes não remete a uma gestão democrática, construída sob os auspícios da totalidade, mas a um regime tirânico onde uns poucos ditam as regras. Sendo assim, representantes, é importante lhes frisar: os indignados, além de seus inimigos declarados, querem restituir à universidade todas as suas potencialidades, preenchendo-lhe até mesmo com aquelas que antes ela não tinha”.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun  

Frases do Dia
“Um exército de ovelhas liderado por um leão derrotaria um exército de leões liderado por uma ovelha" Provérbio Árabe.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários