Data Vênia

0

Mais ação para a CAASE e menos corrida

A Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe precisa ter mais ação em prol dos advogados sergipanos. Vemos apenas convênios, corridas e descontos em espetáculos o que é o básico para que deve ser feito pela Caixa. Acredito que os advogados sergipanos estão correndo da Caixa, pois a maioria de suas notícias e eventos se dão respeito a  corridas e maratonas. Falta gestão e trato com classe que se sente órfã diante da inércia da Ordem.

Em uma maratona básica na página da CAASE lê-se: Comissão de Esportes da CAASE convoca atletas para treinamentos e competições (23/10/2017); Advocacia sergipana tem espaço exclusivo para a prática de esportes (16/10/20-17); OAB/CAA apoia atletas durante 1ª Meia Maratona da Advocacia (10-10-2017); Atletas do Clube de Corrida da OAB/CAASE conquistam cinco pódios na Meia Maratona da Advocacia (08-10-2017); Atletas do Clube de Corrida se preparam para a Meia Maratona da Advocacia (26-09-2017); Atletas do Clube de Corrida confirmam presença na 1ª Meia Maratona Nacional da Advocacia (13-09-2017); CAASE renova contrato e apresenta nova marca do Clube de Corrida OAB/CAA (11-09-2017); Ações marcam nova fase do Clube de Corrida da OAB/CAA (08-09-2017); Atletas da advocacia fazem bonito nos Jogos Abertos da Justiça do Trabalho (04-09-2017); Atletas da advocacia participam dos Jogos Abertos da Justiça do Trabalho (22-08-2017); dentre outras mais. Sem dúvidas a administração do presidente Henri Clay foi a que mais correu da Ordem.

Esporte é vida e os advogados sergipanos precisam se cuidar. Palmas para a CAASE e a Henri, mas precisa a Ordem e a CAASE ir buscar as idéias da CAAB (Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia), presidida pelo advogado Luís Augusto Reis de Azevedo Coutinho, que nesta semana inaugurou a Sala dos Advogados no Fórum Ruy Barbosa com 50 computadores e scaners. Copiar a atuação do causídico Coutinho que viaja todo o Estdado da Bahia para apoiar e confraternizar com os advogados baianos de forma incisiva dando entrevistas e pedindo respeito aos seus pares, ao contrário da OAB/SE que levou quase três meses para publicar uma Nota de Desagravo em favor da advogada Rosenice Figueiredo Machado. Plagear Coutinho em suas atividades esportivas e culturais das mais diversas e não apenas em uma área isolada. Piratear o site da CAAB/BA para aprender como se faz política institucional. Ligue para o doutor Coutinho que tenho certeza que ele os ajudará. Fica a dica!

Enquanto isso não aocntece vemos os fóruns do interior do Estado sem salas para advogados e o mínimo de estrutura para que possa dar um pouco de dignidade para a classe que hoje é formada, em sua maioria, por jovens advogados que acreditaram nas promessas de Henri e seu grupo.  Estes Clay são os que mais correm atrás da dignidade tão afiançada em sua campanha e nada recebem, pois pela tereceira vez a Ordem queima na largada.

BELIVALDO CRESCE. Não há dúvidas que o vice-governador Balivaldo Chagas vem crescendo na preferência do eleitorado sergipano. Na Grande Aracaju já há um empate técnico com o senador Eduardo Amorim no confronto direto, conforme pesquisa de consumo interno. Nos próximos 60 dias Belivaldo se afastará de suas funções como Secrtetário Chefe da Casa Civil para dedicar-se à política e reunir os aliados. Tem ao seu favor experiência administrativa, jovialidade, credibilidade, simpatia e rejeição quase zero.

BELIVALDO CRESCE II. Depois do anúncio do PMDB que Belivaldo é o candidato oficial a Governo, muitas lideranças já o procuraram para depositar apoio, inclusive inúmeros prefeitos e vereadores ligados a André Moura e outros da oposição. A conversa agora é outra! Os aliados que diziam que Belivaldo não aglutinava o grupo já mudaram o discurso. O jogo começou e o Belo entrou bem.

ANDRÉ X VALADARES. Enquanto o governador Jackson Barreto une forças com o deputado André Moura para a liberação de R$ 560 mil para beneficiar o Estado, os Valadares (pai e filho) nadam contra a correnteza para impedir que o presidente Michel Temer autorize a demanda via a Caixa Econômica.  Porque os “Valadares” desejam tanto que essa nau afunde? E quem perde com isso? Vamos ao tuíter!

PASTOR HELENO. Os olhos da política estão direcionados para os altos índices de intenção de votos apresentados por Heleno Silva no interior do Estado. No sertão o pastor é imbatível para o senado e apresenta bons índices na Região Sul, Centro Sul e no Baixo do São Francisco. Esse fenômeno faz com que Heleno Silva seja galanteado pela situação e oposição.

VALDEVAN NOVENTA. Um dos nomes que apontam no cenário da política em busca de uma cadeira na Câmara Federal é o atual presidente do Sindicato dos Condutores de São Paulo, o sergipano de Estância, Valdervan Noventa. Com um discurso leve Noventa, como gosta de ser chamado, já conquistou apoio de pelos menos três prefeitos do interior. Ainda sem partido deve decidir até março se vai para o PDT de Fábio Henrique ou para o  PROS de Bosco Costa.

BIGODE DO SANTA MARIA. O vereador Bigode tem andado o interior do Estado visitando amigos e correligionários, fato este que deixou os corredores palacianos em dúvida de Bigode estaria ensaiando a possibilidade de candidatar-se a deputado estadual em 2018. Atencioso o vereador negou a informação e disse que o candidato dele é e sempre foi o deputado Garibalde Mendonça que vai à reeleição.

ALEXANDRE FIGUEIREDO. Esta semana o Controlador Geral do Município de Aracaju foi um dos personagens mais badalados nas redes sociais pelo suposto fato de ter ido a uma solenidade de capacitação de jovens do ensino fundmental promovida pela Fundação Ulysses Guimarães no horário de expediente em sua secretaria. Em nota à imprensa Alexandre repondeu:

Quanto às notícias veiculadas em um blog local, esclarecemos o seguinte:
1 – O expediente de trabalho do secretário-chefe da Controladoria é full time. Ou seja, está na condição de secretário 24 horas por dia. Motivo pelo qual, muitas vezes, está a serviço da prefeitura nos finais de semana, ou em dia e horário que vão além do horário regulamentar do órgão.
2 – A Fundação Ulysses Guimarães (FUG) em Sergipe, no decorrer da atual gestão, nos últimos dois anos, tendo Alexandre Figueiredo como vice-presidente, desenvolveu 70 turmas no Estado. Dessas, apenas em três turmas os cursos não foram realizados nos finais de semana. O município de Maruim, distante apenas 29 Km de Aracaju, foi um deles, por tratar-se de um público juvenil, alunos do ensino fundamental, que sequer são eleitores. Vale destacar que a determinação da direção da entidade é de que as capacitações sejam realizadas sempre nos finais de semana.
3 – O secretário não esteve em Maruim como palestrante, mesmo porque a FUG não tem palestrantes e sim mediadores capacitados pela Fundação Ulysses Guimarães nacional, que realizam um trabalho pioneiro e alicerçado no voluntariado. Em Maruim, por exemplo, o gestor foi apenas fazer a abertura do evento, no qual não permaneceu sequer 60 minutos, logo retornando para a CGM.
4 – A FUG Sergipe é reconhecida nacionalmente por ter capacitado mais de 15 mil pessoas no Estado, gratuitamente. Desse total, cerca de seis mil alunos na atual gestão, fazendo com que a filial Sergipe seja a que possui nacionalmente os maiores percentuais de alunos capacitados, bem como de municípios beneficiados. Além disso, a FUG/SE tem projetos pioneiros como Vozes Solidárias e de ressocialização a internas do Presídio Feminino e cursos voltados para gestores públicos.
5 – Ressaltamos a importância e o caráter social da FUG, de levar cidadania por meio da educação continuada e da cultura, como forma de inclusão, a exemplo de comunidades periféricas e minorias como os menores do Cenam.

Comentários