De graça ainda é caro

0

Reduzir em R$ 0,10 o preço da passagem de ônibus, como anunciou a Prefeitura de Aracaju, não atende as expectativas da população, que vai hoje às ruas cobrar vergonha na cara dos políticos. O correto seria não apenas revogar o último reajuste da tarifa, mas estudar a hipótese de torná-la gratuita até que as empresas melhorem a qualidade do péssimo serviço prestado. O próprio prefeito João Alves Filho (DEM) reconhece a precariedade do sistema: “Os aracajuanos não podem esperar 40 minutos por um ônibus sem conforto algum”, diz. E o vice José Carlos Machado (PSDB) admite que “o serviço não tem qualidade nem confiabilidade”. Ora, se é tão ruim assim, por que eles reajustaram o valor da passagem? Vê-se, portanto, que ao reduzir em míseros R$ 0,10 o preço da tarifa, o prefeito está apenas jogando para a plateia, pois, pelo que ele afirma, andar de graça nas latas velhas que circulam na capital ainda é muito caro.

Banho forte

O Movimento Não Pago, que organiza a manifestação popular de hoje à tarde em Aracaju, espera cerca de 30 mil participantes. Mais de 23 mil internautas já confirmaram participação no ato marcado para as 17h na Praça Fausto Cardoso, centro da capital. O governo informou que a polícia estará presente para proteger os manifestantes e coibir a ação de vândalos. Caso estes tentem interferir, serão ‘atacados’ com jatos d’água.

Preocupado

E quem está preocupado com a ação de vândalos na manifestação de hoje a tarde é o comandante da Polícia Militar, coronel Maurício Iunes. Segundo ele, há informações que integrantes das torcidas organizadas pretendem se infiltrar no ato para provocar badernas e que arruaceiros de outros estados estariam chegando em Aracaju para praticar atos violentos, usando inclusive coquetel molotov.

Desgaste

A Assembleia volta a sofrer um novo desgaste com a liminar concedida ontem pela desembargadora Suzana Carvalho suspendendo a eleição que escolher a deputada estadual Susana Azevedo (PSC) como conselheira do Tribunal de Contas. A decisão da magistrada atende mandado de segurança impetrado pelo secretário da Educação, Belivaldo Chagas (PSB). Candidato derrotado à vaga de conselheiro, ele considerou a eleição casuística.

De volta

O governador Marcelo Déda (PT), internado no Hospital Sírio Libanês desde o último dia 27 para tratar de uma neoplasia gastrointestinal com quadro de dificuldade alimentar, pode retornar amanhã a Sergipe. Ele já se recuperou bem e engordou alguns quilos. Esta informação está publicada hoje na coluna da colega Rita Oliveira, no Jornal do Dia.

Fora de forma

Enquanto falta contingente nas ruas para combater a criminalidade, 670 policiais militares estão à disposição de órgãos públicos. Além disso, mais de mil PM’s se encontram de férias ou doentes. Só o Palácio do Governo requisitou 101 policiais. Convenhamos. É muita gente. Tão com medo de que?

Tradição

O Conselho Estadual de Cultura aprovou projeto da Prefeitura de Estância propondo o tombamento do barco de fogo ao patrimônio cultural imaterial de Sergipe. Movido por um fio de aço e pela força de espadas de fogo, o barco é uma tradição nos festejos juninos de Estância. O projeto aprovado pelo Conselho aguarda a sanção do governo estadual.

Sexo juvenil

Meninos entre 13 e 15 anos iniciam a vida sexual mais cedo que as meninas na mesma faixa etária. Na maioria das vezes, tanto eles quanto elas não abrem mão do preservativo. Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar mostra que 28,7% dos estudantes na faixa de idade entre 13 e 15 anos já tiveram relação sexual. Do total de meninos entrevistados, 40,1% já passaram pela experiência, sendo que entre as meninas 18,2% disseram que sim.

Muita água

Um mês após o fechamento das comportas, a barragem da Deso, em São Cristóvão, já está com 30% da capacidade preenchida. A previsão é que a área total de inundação de 5,2 km² esteja completamente inundada nos próximos três meses, garantindo a segurança e qualidade do abastecimento de água nos próximos 20 anos para quase 800 mil pessoas residentes na Grande Aracaju. Legal!

Desconfiado

O promotor público Gilton Feitosa solicitou a realização de uma perícia judicial para saber se é necessário manter interditado o trecho da avenida Beira Mar. Segundo ele, não há um estudo preciso sobre o risco de desabamento da balaustrada por conta da força das águas. Com esse argumento, a Prefeitura tenta aterrar o rio Sergipe para fazer uma obra de fachada e insiste em realizá-la sem qualquer estudo de impacto ambiental.

Do baú político

Poucos sabem, mas sob a estátua de Fausto Cardoso, no centro de Aracaju, estão depositados os restos mortais do próprio tribuno sergipano e do cidadão comum Nicolau do Nascimento. Este foi o primeiro a ser morto, no dia 28 de agosto de 1906, pelos comandados do general Firmino Rego, enviado a Sergipe para retomar o governo dos “faustistas” e devolvê-lo o ao presidente do Estado, Guilherme Campos. No estudo “Fausto Cardoso, herói de Sergipe”, a professora e pesquisadora Terezinha Alves de Oliva expõe uma série de fatos pouco conhecidos pelos sergipanos. Ela conta que durante seis anos o povo fez grandes romarias ao cemitério Santa Izabel no dia 28 de agosto, data dos assassinatos de Fausto e Nicolau. Que o deputado federal paraense Artur Lemos enviou uma coroa toda em alumínio feita em Paris para colocar no túmulo. Em memória ao poeta e tribuno sergipano, a fábrica de charutos de Cupertino Xavier de Mello produziu o charuto “Fausto Cardoso”, e o especialista em rosas Joaquim Martins Fontes criou a rosa “souvenir de Fausto Cardoso”. Em bronze, a estátua do político sergipano é de autoria do escultor italiano Lorenzo Petrucci, tendo custado vinte contos de réis, dinheiro todo doado pelo povo.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais