De olho em 2018

0

Ao dizer que pendura as chuteiras ao final do segundo mandato, o governador Jackson Barreto (PMDB) deu o pontapé inicial da ainda longe disputa eleitoral de 2018. A deixa do peemedebista despertou o interesse da classe política pelas duas vagas a serem abertas para o Senado com o fim dos mandatos de Valadares (PSB) e Eduardo Amorim (PSC). Lideranças como os prefeitos de Socorro, Fábio Henrique (PDT), e de Canindé, Heleno Silva (PR), estão entre os que captaram a mensagem de Jackson. Claro que antes desse distante confronto teremos a disputa municipal, com destaque para a Prefeitura de Aracaju. Quem se sair bem no pleito de 2016 terá dado um importante passo para 2018, porém aconselha-se cautela aos mais afoitos, pois muita coisa acontecerá em Sergipe nos próximos quatro anos, havendo, inclusive, a possibilidade de o governador desistir da anunciada aposentadoria política. Duvida?

Casa nova

E o ex-prefeito de Capela, Manoel Messias, vulgo “Sukita”, já escolheu o novo endereço político. Após ter sido expulso do PSB, o moço promete se mudar de mala e cuia para o PMDB do governador Jackson Barreto. Também vai colocar um pezinho no PSD com a filiação a esta legenda da esposa Silvany Yanina. “Sukita” acredita que a Justiça Eleitoral vai desconsiderar a impugnação de sua candidatura, fato que lhe garantirá o mandato de deputado estadual.

Na 2ª época

Numa animada roda de conversa nos corredores da Assembleia um cidadão dizia que alguns eleitos em outubro passado podem ficar fora da festa de diplomação, marcada pela Justiça Eleitoral para o dia 18 de dezembro. “Acho que esta investigação sobre as subvenções parlamentares vai deixar muita gente sem diploma por ter ficado para a segunda época”, afirmou o gaiato.

Bate bola

O Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado de Sergipe promoverá a 1° Copa dos Vigilantes. Será no próximo sábado na AABB. O Presidente do sindicato, Marco Aurélio Pinheiro, está entusiasmado com o evento esportivo, que recebeu a adesão da maioria das empresas sindicalizadas.

The Flash

Tem médico em Sergipe trabalhando cerca de 90 horas por dia no serviço público. Pelo menos é o que garante o vereador aracajuano Agamenon Sobral (PP), com bases nos vários vínculos empregatícios dos profissionais de saúde. “Quem possui tantas obrigações diárias termina não trabalhando em lugar algum”, conclui o parlamentar. É, para atender a todo mundo ao mesmo tempo só sendo o famoso The Flash, aquele personagem de máscara e uniforme vermelho que se locomove em altíssimas velocidades.

Punido no bolso

A Justiça condenou Adilson Ferreira, presidente do Sindicato dos Condutores do Samu, a pagar R$ 12 mil ao deputado estadual Francisco Gualberto (PT) como indenização por tê-lo agredido verbalmente. No processo movido contra Adilson, o petista alega que teve a honra ofendida durante entrevista concedida pelo sindicalista. Sem dinheiro para pagar a indenização, o condenado promete organizar uma “vaquinha” e uma rifa para arranjar os R$ 12 mil.

Confia em Dilma

O Nordeste precisa dar um passo à frente nessas políticas públicas do governo federal. Quem pensa assim é o governador reeleito Jackson Barreto (PMDB). Após dizer que os nordestinos aguardam muito mais do novo governo de Dilma Rousseff (PT), JB conclui: “ Confio na presidente e acho que ela não faltará com a nossa região”. Então, tá!

Meu pai-pai!

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) explicou que usou o termo “abutres” contra quem acusou o filho e deputado federal Valadares Filho (PSB) de ter recebido dinheiro do esquema de Minas Gerais nas eleições de 2012. Ele garante não ter tido a intenção de agredir nenhum petista sergipano. “Agi como pai que vê seu filho sendo acusado injustamente. E não retiro nada do que disse”, reagiu Vavá.

Sem cacife

Uma liderança política dizia ontem não acreditar numa eleição do deputado Gustinho Ribeiro (PSD) para a presidência da Assembleia. “Quem é reprovado como líder do governo não tem cacife para comandar o Legislativo”, afirmou o rapaz que, pelo visto, é ferrenho adversário do deputado lagartense.

Tapa na macaca

Desde ontem, as pessoas com mais de 21 anos poderão ter 50 gramas de maconha, entregar 25 gramas para outros adultos e cultivar até três plantas da erva em casa. Calma galera, estamos falando de Washington, capital dos Estados Unidos, onde um referendo popular legalizou o uso recreativo da Cannabis. Por aqui, ainda é desaconselhável dar um tapa na macaca em via pública.

Dou-lhe uma…

Bens penhorados nas 15 Varas do Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região serão levados a leilão amanhã em Aracaju, visando garantir recursos para o pagamento de dívidas trabalhistas. Os bens a serem leiloados são frutos de ações que já foram transitadas em julgado. Ao todo serão 130 lotes, em que constam bens como carros, casas, apartamentos, terrenos e até animais.

Recorte de jornal

Publicado no jornal estanciano A Razão, em 24 de fevereiro de 1907

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários