De olho na imunidade

0

O ex-prefeito de Capela, Manoel Messias, vulgo ‘Sukita’ (PSB), não esperava ser preso agora, dias antes da convenção partidária que homologaria sua candidatura a deputado estadual. A eleição para a Assembleia funciona para ele como um habeas corpus com validade de quatro anos, pois o legislador dispõe de imunidade parlamentar. Mesmo preso, ‘Sukita’ espera que o PSB garanta o registro da candidatura. Segundo um aliado político do ex-prefeito, seria uma crueldade do partido lhe virar as costas justamente neste momento difícil da vida. Por isso, o ex-prefeito tem pressa em deixar o presídio, mesmo que para tanto seja preciso gastar uma pequena fortuna com advogados. Vai desfalcar o caixa da campanha, mas nada tão sério que possa atrapalhar o sonho de se eleger deputado, de preferência com a maior votação. Dizem as más línguas que para tanto dinheiro há de sobra.

Pinto no lixo

E o ex-prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), é só alegria pela boa colocação na pesquisa, feita entre os dias 29 de maio e 1º de junho, pelo Instituto W1 e registrada no TRE com o número SE 0009/2014. Ele é o segundo colocado na disputa para o Senado com 17,6% das intenções de votos. A liderança é da senadora Maria do Carmo (DEM), com 47%. Nogueira também festeja a distância para o terceiro colocado, deputado federal Rogério Carvalho (PT), que tem a preferência de 10,7% do eleitorado. Brancos e nulos somam 17,1% e o número de indecisos chega a 8,6%.

Murro na mesa

O governador Jackson Barreto (PMDB) ficou indignado ao saber que um policial civil foi autor de um atentado contra a equipe de reportagem do Portal Infonet. “Isso não pode estar acontecendo. Policia é para proteger o cidadão e não agredir”, reagiu. Jackson exigiu do secretário adjunto da Segurança Pública, João Batista, “que este ato de covardia e truculência seja apurado com os rigores da Lei”. Não se esperava outra atitude do governador, político forjado nas lutas populares e avesso a todo tipo de violência.

Imposto menor

O presidente da seccional sergipana da OAB, Carlos Augusto Monteiro, comemorou a aprovação pela Câmara dos Deputados do Supersimples, incluindo as atividades advocatícias no regime simplificado de tributação. Pelo projeto aprovado, as pessoas jurídicas do ramo da advocacia que faturarem até R$ 180 mil por ano, serão tributadas em 4,5%, e não mais em cerca de 17% como acontece hoje. Legal!

Medo do quê?

Ontem foi a vez de o deputado estadual Gilmar Carvalho (SDD) insinuar que um conselheiro do Tribunal de Contas estaria pressionando presidentes de Câmaras Municipais a votarem em um parente dele, sob pena de sofrerem represálias na apreciação de contas. Gilmar se fundamentou em denúncia feita anteriormente pelo deputado Augusto Bezerra (DEM). A exemplo do demista, Carvalho não revelou o nome do conselheiro. Será que os dois parlamentares temem represálias do TCE?

Vias de fato

E o tempo esquentou ontem entre os deputados estaduais Gustinho Ribeiro (PSD) e Venâncio Fonseca (PP). Foi depois do discurso de Gilmar sobre a pressão de conselheiros em troca de apoio político para parentes. Longe dos microfones, os dois falaram grosso. Foi preciso a intervenção de colegas para evitar a chamada via de fatos. Depois, mais calmo, Venâncio disse que não agrediu Gustinho como este o acusa: “Apenas disse que ele é uma criançona, um bonecão”. Misericórdia!

Apoio de Maria

A tucana Grace Franco garante que a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) é simpática à sua pré-candidatura ao governo de Sergipe. Grace afirmou ontem numa emissora de rádio que nas conversas que teve com a demista esta lhe prometeu apoio: “Vamos caminhar juntas”, lhe disse a senadora. Pelo visto, o maior problema da tucana é o próprio partido, que sonha em apoiar um candidato a governador de outra legenda para ampliar as chances de eleger deputados.

Férias forçadas

Os estudantes da rede estadual de ensino já estão de férias. É que os professores decidiram ontem permanecer em greve até que o governo resolva pagar o reajuste de 22,22% do piso salarial referente a 2012. Como o governador Jackson Barreto (PMDB) já disse que não há recursos em caixa nem pra comprar mariolas, as férias forçadas dos estudantes prometem ser demoradérrimas. Uma lástima!

Posse marcada

Será na próxima segunda-feira a posse da magistrada Iolanda Guimarães como desembargadora do Tribunal de Justiça de Sergipe. O evento está marcado para as 17 horas no auditório localizado no térreo do Palácio da Justiça, centro de Aracaju. Escolhida por critério de merecimento, Iolanda Guimarães ocupará a vaga deixada pela desembargadora Geni Silveira Schuster, aposentada em janeiro passado.

Pelas tabelas

De um pinguço vascaíno numa bodega da zona norte de Aracaju: “Era uma vez… Flamengo, sempre Flamengo. Perder, perder, perder!”. Qualé, bebinho?

Recorte de jornal

Publicado no aracajuano Jornal da Tarde em 1º de dezembro de 1937

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais