Déda, Aécio e cia

0

 

 

O governador eleito Marcelo Déda (PT) estava entusiasmado ontem pela maneira como foi recepcionado em Belo Horizonte (MG) no início da semana, pelo prefeito Fernando Pimentel (PT) e o governador reeleito Aécio Neves (PSDB). Déda foi a Belo Horizonte a convite do prefeito petista para participar da inauguração das obras de restauração do prédio da Prefeitura.

   Ele chegou em Belo Horizonte às 19h da segunda-feira, onde foi recepcionado pelo prefeito Pimentel. Ao saber da presença de Déda em Belo Horizonte o governador Aécio Neves convidou o petista e o prefeito de BH para um jantar no Palácio das Mangabeiras – residência oficial do governo de Minas – que acabou por volta de uma hora da madrugada. A conversa segundo Déda teve uma extensa pauta, desde as lembranças dele e de Aécio de quando eram deputados federais passando pela atual situação política brasileira e a nova geração de políticos que chega ao poder no Brasil.

   No dia seguinte, após participar no final da manhã da inauguração das obras de restauração do prédio da Prefeitura de Belo Horizonte, Marcelo Deda participou no início da noite, às 18h30 da reabertura oficial do Palácio da Liberdade a convite do governador Aécio Neves. Ao lado da esposa, Eliane Aquino, o governador eleito de Sergipe foi recebido pelo tucano como chefe de estado e foi convidado para descerrar a faixa de reinauguração do Palácio da Liberdade, que passou por uma restauração que durou dois anos e meio. A história do Palácio da Liberdade se confunde com a criação de Belo Horizonte. O prédio foi erguido no início da construção da cidade e como a capital completou na última terça-feira 109 anos.

   O entusiasmo de Marcelo Déda com a visita a Belo Horizonte, deve ter sido não apenas pela recepção calorosa do prefeito Fernando Pimentel e do governador reeleito Aécio Neves. Foi porque ao participar da solenidade entre várias autoridades de todo país e nas conversas com Aécio Neves – hoje um das principais lideranças brasileiras – deve ter “caído a ficha” e percebido que hoje ele não é apenas o futuro governador de Sergipe, o menor Estado brasileiro, mas um dos mais importantes interlocutores do segundo governo Lula e referência nacional quando se fala no Partido dos Trabalhadores. Por conta desta referência, não se engane caro leitor, a mídia nacional dará uma atenção especial ao governo de Déda, que com o apoio do governador Jacques Wagner, da Bahia, está se transformando no porta voz da região Nordeste. É só aguardar.

  

Déda não tem pressa para anunciar secretariado

O governador eleito, Marcelo Déda (PT) adiou para a próxima semana o anúncio do restante do secretariado e quase todo o 2º escalão. Por conta das viagens que fez desde a semana passada ele não teve tempo de “evoluir” algumas conversas. “Mas não tenho pressa, passou a ansiedade maior, posso anunciar todo o restante do secretariado, como também posso anunciar apenas um”, avisou.

 

Almoço com novos deputados

Hoje, no restaurante Cantina de Itália, na orla da Atalaia, o governador  eleito almoça com todos novos deputados estaduais. Quem está organizando a reunião é Ulices Andrade. Déda vai fazer uma apresentação de algumas idéias do governo dele e vai mostrar a visão que tem do relacionamento que deve existir entre os poderes Executivo e Legislativo. Como o primeiro mandato que teve foi como deputado estadual, Déda entende que não terá dificuldade para construir um dialogo civilizado com a Assembléia dentro da autonomia que existe entre os dois poderes.

 

Visita de Kércio: será que a coluna errou?

Na última segunda-feira a coluna publicou o artigo “SSP: Kércio começou mal”, avaliando a visita do futuro secretário a SSP, onde foi recebido pelo atual, Flamarion D`Ávila e alguns delegados de carreira. No artigo a coluna cobrou a presença dos outros comandos da SSP. Será que a coluna errou ao atribuir a culpa ao futuro secretário? Já que ele estava atendendo uma recomendação do governador eleito feita a todos futuros secretários? Não caberia ao atual secretário receber Kércio sozinho ou então com toda cúpula da SSP e não apenas a cúpula da polícia civil, isolando os demais comandos? Essas perguntas foram feitas por alguns leitores e amigos deste colunista. O visitante era Kércio Pinto que não poderia ditar quem deveria ou não participar da reunião. Pelo que disse numa entrevista ao JC, Kércio deixou claro que tem a visão voltada para a necessidade fundamental da integração das duas policiais e de todo comando da SSP. Deixou para o leitor a pergunta: será que a coluna errou?

 

Eloá Noronha: uma escola digna para Kércio

Este colunista ficou surpreso ao ler um artigo de Hugo Costa, no JC, relatando que Kércio Pinto trabalhou na Polícia Federal como censor ao lado de Eloá Noronha (já falecida), que era a chefe dele. Embora responsável pela censura aos artistas, Eloá era aberta ao diálogo num período difícil do país. Este jornalista ainda bastante jovem lembra dela que era a melhor amiga de uma tia que hoje mora nos EUA, Layde Silva Shanks. Segundo informações de familiares, embora Eloá fosse da PF, circulava com desenvoltura na família que tinha vários membros processados e até perseguidos durante o regime militar.

 

Equipe de transição recebe membros da Operação Padrão

No início da tarde de ontem, parte da equipe de transição do novo governo, composta dos delegados de polícia, Abelardo, Paulo Márcio e Arquimedes receberam o escrivão de polícia Antonio Moraes e o agente de polícia Agnaldo Francisco, membros do Movimento Operação Padrão, no CIC onde mantiveram estreito diálogo acerca das novas possibilidades de mudanças na Secretaria de Estado de Segurança Pública.

 

Executiva Nacional do PSB se reúne em Recife

O presidente do diretório estadual do PSB, Paulo Viana e o deputado federal eleito, Valadares Filho participam hoje à tarde, em Recife (PE), de uma reunião da Executiva Nacional do PSB. Na pauta a participação no novo governo Lula e a política de geração de renda para o país.

 

André nunca pensou em renunciar

O deputado estadual eleito, André Moura (PSC), disse que independente do resultado do seu julgamento hoje, ele não vai renunciar ao cargo. “Confio na Justiça e na minha inocência que será provada através da defesa que apresentaremos no tribunal e irei até o fim para assegurar meu mandato que foi dado pelo povo de Sergipe” disse André Moura confiante e lembrando que o julgamento de hoje é em primeira instância.

 

Sergipano eleito presidente de Federação Nacional

O policial rodoviário federal, Gilson  Dias da Silva, foi eleito na última terça-feira, por unanimidade, presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais do Brasil com sede em Brasília. Da Silva, é aracajuano é há 27 anos atua na Polícia Rodoviária. A posse dele será em 15 de fevereiro.

 

 

Equipe também ouviu servidores do HGJAF

A equipe de transição do futuro governo também teve reunida com servidores do Hospital João Alves Filho (HGJAF). Alguns membros da equipe conversaram com as diversas categorias, especialmente os enfermeiros que foram (e são) tão massacrados pelo atual governo. Ficou decidido na reunião que sejam feitas algumas propostas através da Associação de servidores para que a equipe possa estudar, desde melhorias na parte administrativa até as referentes ao servidor. Tem gente que jura que os escândalos no hospital podem começar a aparecer. Já surgiu a história real dos medicamentos e tem outra com a vigilância sanitária do município. Parece que no hospital, comprava-se de tudo que não ia ser usado e o almoxarifado e a farmácia sempre estiveram abarrotados de coisas inúteis para a realidade do mesmo, mas sempre faltando o básico e essencial. Outra pergunta para a equipe de transição questionar: porque na vigilância sanitária do Estado, no setor de licitações, as compras sempre são feitas à mesma pessoa? Responda quem souber. A Pedro o que é de Pedro.

 

Problemas sérios no antigo Hemose

O Hemose que já foi exemplo administrativo, hoje Hemolacen, as queixas são grandes por conta do descaso da direção. Um servidor relata: “Os doadores, coitados, que muitas vezes vêm de longe, não têm onde sentar, não têm água pra beber, não tem um lanche decente (que todo mundo sabe que depois da doação, deve ser ofertada alimentação aos mesmos), não conseguem vaga para doar sangue, pois não há número suficiente de profissionais para coleta, e em média esperam 3 horas para fazerem o favor de doarem seu sangue. Uma visita ao local ou à Associação dos Hemofílicos ia bem. É um absurdo. E é uma autarquia que tem dinheiro e não foi feito nenhum investimento para real benefício da população ou do serviço. E quem quiser saber mais é só averiguar os cargos existentes lá e no Lacen, onde tem gente demais pendurada nos cabides. Enquanto isso as publicidades oficiais do órgão são muitas”. O servidor lembrou também que até moradia de gente tem no Hemose, com quarto privativo, com ar-condicionado, acomodações familiares, etc…

 

 

Petebista implanta o caos em São Cristóvão I

São várias as reclamações na administração do prefeito Zezinho da Everest em São Cristóvão,PTB. A coluna vem recebendo diversas reclamações por telefone e e-mails. Algumas delas: profissionais da saúde estão com salários atrasados há mais de um mês e de acordo com o prefeito não há como regularizar a situação; estes profissionais não recebem insalubridade e após a exigência por parte dos servidores houve a ameaça de redução salarial para haver a acomodação destes; os profissionais contratados e concursados exercem as mesmas funções, percebem remunerações diferentes e cumprem carga horária também diferenciada, não sendo, entretanto, proporcionais. Os concursados têm maior carga horária com menor vencimento; as condições de trabalho prejudica um bom atendimento a população, com dificuldades desde a realização de exames a salas e locais sem condições apropriadas; falta de materiais e equipamentos indispensáveis para a execução das atividades nas unidades de saúde e, por fim, falta de vale transporte e pagamento do 13º salário. Com isso ontem, hoje e amanhã não haverá atendimento nas unidades básicas de saúde em São Cristóvão. 

 

Petebista implanta o caos em São Cristóvão II

Outro relato de servidor de São Cristóvão: “estamos com os salários atrasados, sem os vales transporte e mais estes já descontados e não recebidos. O prefeito utiliza de um sistema interessante: paga uma folha da educação, não todas, pois esse dinheiro vem do Fundef, para assim dizer que os funcionários estão recebendo.Mas e o restante do município? É lamentável isso tudo está acontecendo e o irmão do prefeito e deputado eleito, Wanderlê utiliza dos programas matinais nas rádios para partir em defesa dos funcionários demitidos da Azaléia, em Itaporanga, e no nosso município ele não fez qualquer movimento para apoiar os funcionários municipais nestas questões. Alguns de nós estamos com quase 60 dias de atraso no pagamento”.

 

Almeida volta a critica governo pela crise da aviação

O senador Almeida Lima (PMDB) criticou ontem o governo federal pela crise da aviação civil do país. Ele lembrou do acidente ocorrido em 29 de setembro ao norte de Mato Grosso, quando dois aviões se chocaram no ar, provocando a morte de 154 pessoas, e afirmou que o governo havia sido previamente alertado sobre as dificuldades que o setor enfrentava.”Internamente, os problemas eram de conhecimento de todos – declarou ele, acrescentando que “este governo é um buraco negro” e “sem competência para resolver problemas”. O senador recordou que, antes do acidente, proferiu outro discurso em Plenário, no dia 20 de julho passado, quando protestou contra o atendimento das companhias aéreas e a atuação da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Na ocasião, ele havia ressaltado que a situação da aviação civil brasileira representava “risco de vida para passageiros e tripulações”.

 

 

Cuscuz insosso

Quem gosta de um péssimo atendimento é só ir na Casa do Cuscuz localizada na Avenida Pedro Valadares. Aliás, não dá nem para chamar de péssimo atendimento quando o mesmo não existe. Ontem, por exemplo, às 8h40, um casal passou mais de 10 minutos esperando por um garçom, como não apareceu foi embora. Então, cuidado com o cuscuz insosso…

 

Frase do Dia

“Em Lagarto meu chefe político é o povo. Não tenho compromisso com nenhuma corrente política”. Do governador eleito, Déda, cansado  das picuinhas políticas em Lagarto. No final da tarde de hoje Déda recebe o título de cidadão lagartense naquela cidade.

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais