Déda ajuda João

0

O principal cabo eleitoral do candidato a prefeito João Alves Filho (DEM) será o governador Marcelo Déda (PT). Explica-se: o desgaste do governo junto aos servidores públicos e a decepção de boa parte dos aracajuanos com a administração estadual podem se transformar em votos de protestos, beneficiando diretamente o prefeiturável demista. Em isso acontecendo, Valadares Filho (PSB) será o grande prejudicado, pois os eleitores enxergarão nele a oportunidade de punir o governador. Isso ocorreu em 2004, quando milhares de aracajuanos votaram em Marcelo Déda para prefeito visando enfraquecer o projeto de reeleição do então governador João Alves Filho. Claro que o governo e seus aliados vão arregaçar as mangas para mudar esse quadro, porém precisarão trabalhar muito para convencer a população que Valadares Filho não é Déda e que João Alves não significa avanço político.

Quer polarizar

O candidato Almeida Lima (PPS) vai tentar atrair os eleitores descontentes com a administração estadual. Sua estratégia é bater duro em João Alves visando demonstrar que é o desaguadouro natural para os votos de protesto. Ele deu exemplo disso ao postar no twitter que, ao votarem em João, os aracajuanos estarão votando em José Carlos Machado, pois o que o ex-governador deseja é o governo em 2014. “A Prefeitura é um trampolim", diz Almeidinha. Será?

Abono

As datas para o pagamento dos abonos salariais do PIS e do Pasep referente a 2012/2013 já foram definidas. Os pagamentos começam em agosto próximo, de acordo com a data de nascimento dos beneficiários, e ficam disponíveis para saque até 28 de junho do ano que vem. Os abonos podem ser recebidos na Caixa Econômica Federal (PIS) e no Banco do Brasil (Pasep).

Passo em falso

Os irmãos Amorim deram um baita passo em falso ao tentarem empurrar goela abaixo o candidato a vice de João Alves Filho. Insinuaram lançar Venâncio Fonseca (PP) como candidato a prefeito. Como o blefe não funcionou, ficaram sem saída e foram obrigados a engolir o “Negão” a seco. Não tiveram direito de indicar o parceiro de chapa de João e ainda estão tendo que ouvir desacatos proferidos pelo deputado federal Mendonça Prado (DEM).

Mudou o tom

Maior prova que os irmãos Amorim deram uma “barbeiragem” no processo de escolha de candidatos para a Prefeitura de Aracaju é o novo tom do discurso de Edvan Amorim. Antes ele não se cansava de afirmar que as eleições da capital não poderia ser decidida sem levar em conta as de 2014. Agora, entrevistado pelo jornalista Joedson Telles, ele mudou a conversa: “Com doutor João discutimos somente 2012. 2014 será discutido em 2014". Então tá!

Casa nova

O governador interino Jackson Barreto (PMDB) inaugura hoje o Centro Integrado em Segurança Pública (Cisp) de Nossa Senhora do Socorro. A nova unidade policial atuará nos povoados Taiçoca de Fora, Taboca, Calumbi, Estiva, Porto Grande e Boa Nova. O investimento de R$ 56 mil inclui mesas, cadeiras, ar-refrigerado, computadores, impressoras, bebedouros, entre outros. Resta saber quantos policiais vão atuar no novo Cisp.

Sem prestígio

Sergipe ficou de fora da seleção das 80 cidades brasileiras onde o Ministério das Comunicações vai implantar o projeto piloto do Programa Cidades Digitais. A iniciativa objetiva melhorar a gestão e os serviços dos municípios, além de oferecer pelo menos um ponto de acesso público à banda larga. Do Nordeste, apenas Sergipe e Alagoas não tiveram cidades contempladas. Será falta de prestígio?

Na Justiça

A Associação dos Militares do Estado de Sergipe impetrou uma ação na Justiça contra o decreto do governo proibindo o desconto na folha de pagamento da contribuição em favor das novas associações e sindicatos. Pela determinação, o desconto consignado não será feito mesmo com a autorização do servidor. A entidade representativa dos militares entende que a medida é inconstitucional.

Santo remédio

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) empossou ontem cinco candidatos aprovados no concurso público realizado ano passado. A posse ocorreu dias depois que a OAB impetrou ação popular contra o excesso de cargos comissionados naquela Corte de Contas. Segundo a Ordem, atualmente, apenas 24% dos servidores do TCE são do quadro efetivo. Os outros 76% são cedidos por outros órgãos e ocupantes de cargos em comissão. Uma vergonha!

Do baú político

Entre 1962 e 1966, o embaixador americano no Brasil, Mister Lincoln Gordon, foi um dos homens mais importantes deste país. Foi ele, por exemplo, quem coordenou toda a conspiração para derrubar o presidente João Goulart. Pois bem, conta o jornalista Luiz Eduardo Costa que em 1963 o então presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Leite, propôs a concessão de um título de cidadão sergipano a Lincoln Gordon. Os deputados mais à esquerda se posicionaram contra a homenagem, entendida como um ato de subserviência aos Estados Unidos. Foi então que o deputado Nivaldo Santos, deputado de reduzidas letras, juntou-se aos descontentes e resolveu falar, tendo começado o discurso dizendo: “Eu não sei quem é esse tal de ‘Misto Lingorda’, mas não deve ser boa coisa, porque esses americanos vivem querendo se meter em tudo”. Apesar da reação de Nivaldo, o título foi aprovado e o “Misto Lingorda” veio a Aracaju para recebê-lo, em sessão solene das mais concorridas.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais