Déda assumiu déficit que virou “lei dos mais fortes”

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Se tem um espaço que respeita a memória do governador Marcelo Déda é esse blog. Não apenas pela conduta republicana como sempre atuou, 

 mas sobretudo por conhecê-lo um pouco, por conta de ter sido professor deste jornalista no ano de 1980, no antigo Colégio Visão.

Porém, como todo governante teve acertos e erros. Um deles, foi para conseguir uma certidão negativa federal para receber recursos (do BNDES e Banco Mundial) assumir o pagamento das folhas dos aposentados e pensionistas a partir de 2009 do TJ, TCE, MPE e da Alese.

Quando assumiu, o acordo era para ser por pouco tempo enquanto o  TJ, TCE, MPE e Alese se adequavam a Lei de Responsabilidade Fiscal –LRF.

Virou pressão – Porém, após a organização financeira o que era para ser por pouco tempo virou pressão dos poderosos. E desde de lá, o déficit previdenciário destes poderes ajudou a levar a previdência estadual à bancarrota.

 Uma vez que, se o déficit previdenciário é pago por terceiros, eles podiam fazer o que desejassem, inclusive registrar despesas que nunca teriam como foi o caso da Alese.

“Reserva de contingência” de R$ 9,2 milhões –  Como se não bastassem os gastos das subvenções em 2013 (R$ 27,6 milhões) e 2014 ( R$36 milhões), em 2013 a pretexto de cobrir o déficit previdenciário a Assembleia gastou R$ 9,2 milhões. E a aí o leitor pergunta: Como? Se desde 2009 quem pagava o déficit previdenciário da Alese e dos outros poderes era o governo do Estado? Como justificar esse pagamento com o nome pomposo de “reserva de contingência” do déficit previdenciário?

O MPE e o MPF investigaram tudo. O blog não sabe se alguém foi responsabilizado pelo pagamento dessa “reserva de contingência” na bagatela de R$ 9,2 milhões.

Então está clara uma parte do déficit em Sergipe. E quem terá coragem  para cobrar  que terminem com a “lei dos mais fortes” que vige até hoje, sem data para acabar…

Encontro em Brasília  Aliás por falar em Ministério Público Eleitoral, é inegável a qualidade dos trabalhos feitos pela competente Procuradora da República Eunice Dantas, mas pelo andar da carruagem o órgão corre o risco de se tornar o apêndice da Presidência da República, basta ver os "encontros na calada da noite", ocorrido esta semana em Brasília…

Sem repasse para hospitais  Pelo que o blog vem recebendo de informações alguns hospitais do interior estão sem receber repasses da Secretaria de Estado da Saúde. Além o de São Cristovão publicado ontem, o de Riachuelo e a unidade de pequeno porte de Umbaúba. Um caos total na rede.

Comparação aluguel do Mistão com local vizinho da Universal   E o MPE e o TCE foram alertados para comparar o aluguel do Mistão pela Secretaria da Saúde com um quase vizinho, locado pela Igreja Universal pelo preço de R$ 60 mil. É fácil comparar as áreas e o preço por metro quadrado…

Ambulância do HPM atende programa  O Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe informa que a ambulância que aparece na imagem está cedida ao HPM (Hospital da Polícia Militar), que disponibiliza uma equipe formada por um médico e um auxiliar de enfermagem para acompanhar, às terças e quintas-feiras, das 7h às 8h30, militares e familiares inseridos no programa do Núcleo de Atividades Físicas contra o Sedentarismo, vinculado à Polícia Militar de Sergipe.

Instituto O governador Jackson Barreto reuniu-se com o ministro da Educação, Mendonça Filho ontem, 09 em Brasília, para tratar dos cortes no orçamento da Universidade Federal de Sergipe e dos repasses para construção do Instituto Federal de Propriá, na região do Baixo São Francisco. O deputado federal Fábio Reis também participou do encontro.

Não é piada  Em entrevista ontem a Gilmar Carvalho, o presidente da Emsurb, Luiz Roberto revelou uma nova espécie de nepotismo, o nepotismo indireto e não entrelaçado.

Recapeamento E a Prefeitura de Aracaju anunciou que no próximo dia 02 de setembro começa um programa emergencial de recapeamento asfáltico da cidade. Sérgio Ferrari, presidente da Emurb, conhece Aracaju como poucos, se derem condições…

Perguntar não ofende Em que ficou o caso do Hotel Palace? Vão reformar, vão derrubar ou esperar que o pior aconteça? Lá tem algo interessante:o Estado é dono da " Torre", as lojas e escritórios, que não existem, mais tem donos. Imagine as indenizações.

E a Operação Venal? E o caso da Operação Venal onde o Deotap descobriu um rombo de R$ 17 milhões no IPTU de Aracaju? Os envolvidos devolveram o dinheiro? Foram condenados? É aquele caso que tem um envolvido de nome curioso “Zé de rola”. Estão todos soltos…

Blog não mente Nada contra ninguém, cada um que siga seu caminho, mas para não deixar dúvidas sobre a condenação divulgada ontem pelo MPE de Sergipe o link de todo o processo transitado, julgado e publicado no Diário Oficial da União:/wp-infonet/img/colunistas/203502/ANDREBARROSCONDENA%C3%83%E2%80%A1%C3%83%C6%92O2017.pdf

Abelardo receberá título  Hoje, 10, às 17h, na Câmara Municipal de Aracaju, o delegado Abelardo Inácio receberá o título de cidadania aracajuana. Uma homenagem merecida a um delegado que trabalhou muito por Sergipe nestes 25 anos.

Eleição em Divina Pastora  No Município de Divina Pastora na Sessão da última quinta feira foi realizada eleição da mesa diretora para o segundo biênio 2019/2020, baseado no artigo 17 parágrafo segundo do Regimento Interno, situação inclusive que foi utilizada pelo atual Presidente para a eleição no Biênio 2015/2016.

Maioria Ocorre que o Presidente José Aroldo, bem como outros dois vereadores de situação não aceitam a eleição, se retiraram da sessão do dia 03/08 e na sessão seguinte se recusou a registrar em ata a citada eleição, sendo rejeitada a ata e parando os trabalhos legislativos do município. Os cinco vereadores que fizeram a eleição se mantêm firme e só aprovarão a ata com a inclusão em ata da eleição.

Saída para os pacientes com câncer  Excelente iniciativa da Comissão de Saúde da Alese que debateu ontem com o secretário Almeida Lima, com representantes dos pacientes oncológicos, da Clinradi e outros setores a a possibilidade da unidade privada prestar serviços ao Governo de Sergipe no sentido de amenizar o sofrimento dos pacientes do serviço de radioterapia.

Preocupação  “Há uma preocupação de todos os deputados em melhor prestar o serviço, em melhor atender esses pacientes oncológicos. Essas pessoas, que já sofrem tanto, ainda precisam se deslocar para outros Estados. E agora nós temos uma Clínica sergipana, com alta tecnologia e que pode auxiliar o Executivo com este serviço”.

Sem deslocamentos  “A gente espera que os debates intensos sobre este assunto tão importante e fica a nossa torcida para que esses pacientes sejam atendidos dentro do nosso Estado, sem necessitar mais desses deslocamentos. E a gente fica feliz em ver uma estrutura sergipana pronta e com condições de igualdade para vencer qualquer concorrência e com disposição para ajudar o Estado”, disse a deputada Maria Mendonça

Avaliação positiva Já o secretário Almeida Lima fez uma avaliação muito positiva da iniciativa dos deputados estaduais e promover um debate tão importante sobre a situação da radioterapia em Sergipe. “Foi muito bem vinda a convocação para que a gente possa fazer vários esclarecimentos para que não reste nenhuma dúvida para a população. Quem ganha é a população, sobretudo os pacientes de câncer”.

Parceria Almeida Lima também aprovou a exposição feita pelos representantes da Clinradi. “A Clinradi já provou que tem um parque tecnológico de primeira linha, extremamente moderno e atual, com condições de participar de qualquer processo licitatório e sair vencedora”, externando que a Clínica sergipana pode sim fazer uma parceria com o Governo do Estado. “É possível com a hipótese de um contrato emergencial que venha preencher uma lacuna até que tenhamos o resultado final de uma licitação que está em fase de elaboração”.

Itabaiana ganhará uma loja do grupo Assaí E o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, comemorou ontem, 09, mais uma vitória fruto do alto desempenho administrativo e a pujança financeira do município: o grupo Assaí Atacadista vai construir uma loja gerando pelo menos 700 empregos diretos e indiretos.

Decisão Os empresários justificaram a decisão pelo progresso e desenvolvimento da cidade por conta da administração municipal, como por exemplo, uma usina de asfalto e os incentivos fiscais dentro da lei, prejudicar a arrecadação do município, como facilitador para tornar realidade o investimento.

IPTI de Sergipe entre as 100 melhores ONGs A revista ÉPOCA desta semana traz entre as suas principais matérias a primeira edição de um guia que relaciona o Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI), sediado em Santa Luzia do Itanhy (SE), entre as 100 Melhores Organizações Não Governamentais (ONGs) do Brasil. O objetivo do guia, organizado pelo Instituto Doar e a revista ÉPOCA, é reconhecer boas práticas de gestão e transparência nas ONGs e incentivar a cultura da doação.

Desempenho De acordo com a revista, 1.560 organizações se inscreveram para a avaliação. Dessas, 527 tiveram suas inscrições validadas e 150 foram pré-selecionadas com base no desempenho apresentado. Em seguida a Comissão Julgadora, composta de representantes de ÉPOCA, do Instituto Doar e do Centro de Estudos em Administração Pública e Governo da Fundação Getúlio Vargas, chegou à relação das 100 Melhores ONGs.

Parceria com o Banese Os projetos sociais do IPTI basicamente visam melhorar as condições de vida das comunidades, por meio de metodologias que associam Arte, Ciência e Tecnologia. Para realizá-los, o IPTI mantém parcerias e conta com o apoio de organizações nacionais e internacionais, entre as quais o Instituto Banese, braço social do Banco do Estado de Sergipe (Banese).

Transporte em Tobias Barreto  Ontem, 08, a a prefeitura de Tobias Barreto, através da Secretaria Municipal de Saúde, disponibilizou um veículo mais amplo e exclusivo para os pacientes renais e seus acompanhantes até a cidade de Estância.

Esforços Conhecedora do desconforto destes pacientes que já saem da máquina debilitados, a secretária Emanuelly Hora, não mediu esforços para atender de imediato às necessidades destes pacientes, conduzindo-os no transporte que leva pacientes para Aracaju, enquanto se estudava uma forma de disponibilizar um transporte exclusivo para os pacientes renais.

Seriedade "Desde o primeiro momento que procurei a secretária Emanuelly, ela sempre me atendeu. Preocupada com nossa situação, com muita seriedade, dizia estar à disposição no que fosse preciso. E agora, com muita seriedade, estar nos oferecendo um transporte exclusivo somente para Estância", disse Aldo Ferreira, paciente de hemodiálise de Tobias Barreto.                      

Incra investe R$ 2 milhões O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) irá oficializar amanhã, 11 o investimento de R$ 2 milhões em obras que visam à estruturação produtiva de assentamentos implantados no município de Japaratuba.

Cinco obras Os recursos, liberados pela autarquia, serão destinados a cinco obras a serem executadas nos assentamentos Treze de Maio e Caraíbas. “Este é um investimento absolutamente estratégico, porque cria estruturas que darão aos assentamentos melhores condições de produção e comercialização. É, sem dúvida, mais um grande impulso ao desenvolvimento das famílias e da reforma agrária na região”, analisou Pedro Lacerda, superintendente regional Incra/SE.  

Emprego Barra Em um momento de crise e de desemprego em alta, a atitude do prefeito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins (PMDB), de se reunir com representante da empresa que construirá a termoelétrica no município e firmar acordo para que a mão de obra inicial seja, prioritariamente, composta por moradores da cidade merece ser destacada porque prioriza a preocupação com a geração de empregos para a população.                                                                                                                                                    

Agentes passeando na avenida Tancredo Neves…

PELO ZAP   (79) 99890 2018

SMTT AJU em baixíssima velocidade “Eu não sei se alguém já passou por esta situação, mas eu já passei pela terceira vez e resolvi fotografar com o meu celular e sujeito a receber uma multa caso o agente da SMTT resolvesse olhar para trás. Pois bem, é uma dupla "Cosme e Damião motorizada", eles andam perfilados e com uma velocidade entre 25 e 30km por hora impossibilitando quem queira mais fluidez no trânsito, como vocês podem visualizar no momento da "foto" o da esquerda já estava em sua faixa, será que alguém poderia levar ao conhecimento da Superintendência? Eu entendo que quem quer andar em baixa velocidade deve sair da frente. Quero opiniões dos entendidos…”

Veículos estacionados em frente a SSP  Infelizmente a SMTT Aracaju só tem "peito" para multar alguns motoristas, pois na frente da Secretária de Segurança Pública, não multam, prova disso é que diariamente os veículos ficam estacionados tranquilamente. Pelo jeito para a SMTT Aracaju a lei não vale para todos. A foto foi tirada nesta quarta, dia 

Apesar da placa de proibido estacionar em frente a SSP a SMTT não fiscaliza

09. Obs do blog: Até João Alves, através da secretaria Georlize Teles colocou ordem no local e multou muita gente. Agora a gestão Edvaldo deixa voltar o mangue que tumultua o trânsito. Com a palavra a SMTT.

Propriá merece e precisa de um deputado na Assembleia Legislativa (AL/SE)
Por: Geraldo Lima Feitosa (Geraldo dos Correios): "Propriá merece e precisa de um deputado na Assembléia Legislativa (AL/SE) – Propriá precisa voltar a eleger um Deputado Estadual. A cidade que tem a maior liderança política do baixo São Francisco, o Renatinho, e que por uma determinada legislatura os propriaenses elegeram dois parlamentares: o próprio Renato Brandão e Luciano Nascimento. Por isso, não pode continuar a mercê de promessas de Deputados de outras bases. O sofrido povo de Propriá e região merece ter um interlocutor oficial com o Governo. Sem querer entrar no mérito de quem mais trabalhou pela cidade e vizinhança, vale lembrar que o então pefelista (hoje DEM) era aliado de primeira hora do Governador de plantão João Alves Filho, enquanto o ex-petista jogava na oposição, com atuação implacável e inesquecível. Mas voltando à proposta inicial (Propriá voltar ter seu próprio representante), as cidades que possuem parlamentares na casa legislativa são vistas política e administrativamente por mais de dois olhos. Mesmo este estagiário de escritor reconhecendo que o Governador Jackson Barreto enxerga a referida cidade e região, imaginem com um representante na Assembléia?. E se alguém perguntar, então o que JB fez e faz por Propriá, vamos lá: Reformas e ampliações de duas escolas, do mercado municipal e do Ipes. Ainda, trouxe o quartel da PM para dentro da cidade (antigo CSU), fez entrega de ônibus escolares (para várias cidades). Podemos citar outras obras importantes a exemplo da praça de eventos, asfalto nas estradas de acesso aos povoados, e o mais importante para a vida: inúmeras ações voltadas para a melhoria da saúde humana, através do Hospital São Vicente de Paula, na gestão do ex-vereador Paulinho Campos. Todas estas reivindicações, atendidas pelo Governador, foram encaminhadas e acompanhadas por Renatinho. E o povo soube reconhecer na última eleição".

                                                                                                                                                                                                                                          

PELO TWITTER

www.twitter.com/CFcomunicologo   Bom dia de muita produtividade, criatividade, energia, aprendizado e humildade.

www.twitter.com/FalaSergipe   Não vou baixar minha cabeça prá ninguém. Se vier tem.
    
www.twitter.com/ComsensoWeb 
  FanFM @Georg_Magalhaes diz esperar q @Saude_Sergipe pare d praticar o calote. Ironiza declarações de Almeida Lima de q estaria economizando

www.twitter.com/AntonioSamarone   A economia de Sergipe despencou, aponta pesquisa da UFS. Qual a responsabilidade do governo estadual nessa queda? Como reverter

www.twitter.com/braynerr   PSDB está nesse "fica não sai" do Governo Temer. O partido está dividido entre o jejum e a vontade de comer.

www.twitter.com/diogoarrais   Tenho enorme apreço por pensar em quão milagrosa é a vida, a inteligência do homem, a infinitude do espaço.

ARTIGO

Da série Mestres da Medicina em Sergipe por Antônio Samarone

José Teles de Mendonça (Zeca), um doutor de verdade                                                                                                                                            

Foto, blog do Samarone 

Nasceu no Sítio Aracati, no 18 do Forte, Aracaju, em 02/06/1950; filho do seu Tonico e dona Hermínia; e neto do lendário Major João Teles, comunista dos tempos de Luiz Carlos Prestes. O dr. Teles fez o primário com a professora dona Sinhá; e o temível exame de admissão no Colégio Atheneu, de passado glorioso. Durante o curso ginasial, puxou diariamente a pé do 18 do Forte ao Colégio sem reclamar. Menino pobre, o pai injustamente expulso do Exército acusado de comunista, sem nunca ter sido; pagando pelo Major, o sogro. O dr. Teles meteu a cara nos livros com a pretensão de ser mecânico; o que o seu pai consertava, engenheiro mecânico. A escola pública era o caminho para a cidadania. As dificuldades financeiras eram de tal ordem, que durante os sete anos que estudou no Atheneu, Teles foi duas ou três vezes na cantina. Menino do subúrbio, lateral direito de destaque nos times de peladas, Zeca incorporou uma disciplina quase militar e estudava com disposição.

Um fato expressa bem a personalidade que estava em formação: Teles gostava de frequentar o Batistão, torcer pelo Confiança; e como não tinha dinheiro para o ingresso conseguia entrar fortuitamente por um canto que tinha um manguezal. Num grande jogo a maré estava cheia, pelo manguezal não dava, resolveu pular o muro, ali do lado dos antigos prédios da UFS. Subiu primeiro num telhado de casa, alcançou o muro, e num ato de coragem, pulou incontinente para dentro do estádio. Por azar, o segurança estava escondido atrás da coluna, e não teve compaixão e ordenou, pule de volta. Como, indagou o menino assustado, o muro tinha quase quatro metros de altura. Não quero saber, pule de volta, insistia a autoridade… Não havia jeito, quatro metros. O segurança pegou o menino de treze anos pelo braço, subiu os degraus da arquibancada e desfilou com o jovem infrator para exibi-lo como um troféu aos presentes. Nesse momento o grande desespero de Teles era que o Pai estivesse no campo e assistisse aquela cena de humilhação. A vergonha foi tanta, que a partir desse dia, até hoje, aos 67 anos, Teles nunca mais pisou os pés num campo de futebol.

O menino que queria ser mecânico, foi aprovado no vestibular de medicina em 1969, sem ter passado por nenhum cursinho e antes das cotas. Foi monitor de anatomia e de cirurgia, e a partir do segundo ano de medicina passou a morar no Hospital de Cirurgia. Morar mesmo, arrumou um quarto desocupado no antigo Hospital Infantil e se mudou, de mala e cuia. Dormia e acordava dentro do hospital. Quando chegava um cadáver para a anatomia, no outro dia já amanhecia dissecado, Teles passava a noite bisbilhotando o morto. Não perdeu tempo, entrou na equipe de Cirurgia de Bragança (o velho), Djenal e Felizola; o que tinha de melhor na antiga cirurgia, onde se fazia de tudo. No quarto ano Teles já operava sozinho. Durante o curso de medicina foi professor de física no Atheneu, de onde tirava a sobrevivência. No tempo que sobrava, metia-se nos plantões do Pronto Socorro. Só fazia estudar. Ao final do curso, em 1974, resolveu que deveria sair de Sergipe para especializar-se em cirurgia torácica. Durante a residência médica de dois anos no Rio de Janeiro, as circunstâncias levaram-no para a cirurgia cardíaca.
    
De volta a Sergipe, em 1977, foi dirigir a primeira UTI de Sergipe, criada pelo Dr. José Augusto Barreto no Hospital de Cirurgia, em 1972. Em paralelo, o Dr, Teles iniciou a organização do primeiro serviço de cirurgia cardio torácica em Sergipe. Em parceria com novos cirurgiões, Valdinaldo e Calumby, montou uma equipe de estudantes (Marcos Ramos, Marcos Lemos, Geodete Batista, Luíza Dórea, Edson Franco e Rika Kakuda), essa foi a primeira “liga” organizada em Sergipe. Dessa equipe também participou o atual Prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, que segundo o Dr. Teles, “o Prefeito era um aluno interessado, inteligente, habilidoso e possuía um talento evidente para a cirurgia”. Em julho de 1978, o Dr. Teles realizou a primeira cirurgia cardíaca em Sergipe, com circulação extracorpórea, na paciente Ermita Gonzaga. Onze anos antes tinha ocorrido uma cirurgia cardíaca no mesmo Hospital de Cirurgia, realizada por um médico visitante. Em julho de 1986, a equipe do Dr. Teles realizou o primeiro transplante cardíaco em Sergipe. O primeiro serviço de cirurgia cardíaca foi um sucesso, e funciona atualmente no Hospital do Coração e já realizam mais de dez mil cirurgias.

Em 1977, o Dr. Teles tornou-se professor de cirurgia da Faculdade de Medicina da UFS. Hoje é um profissional reconhecido mundialmente, trabalhos publicados em importantes revistas científicas, criador de técnicas cirúrgicas que levam o seu nome, pesquisador reconhecido, postura ética humanista, e muita simplicidade. Dr. Teles é casado com Lícia Resende, odontóloga, pai de dois filhos, Vivian e Victor, e avô de quatro netos. Ao final, perguntamos ao Dr. Teles o que seria um bom médico, e ele resumiu: “o bom médico é que sempre escuta o paciente, algumas vezes com os ouvidos, outras vezes com os olhos, e sempre com o coração.”

Mais textos de Antonio Samarone de Santana:https://blogdesamarone.blogspot.com.br/

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/

Frase do Dia
“Um povo educado não aceitaria as condições de miséria e desemprego como as que temos.” Florestan Fernandes, sociólogo brasileiro, morreu em 10 de Agosto de 1995 (n. 1920)

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais