Déda e a agenda positiva

0

Pela repercussão na imprensa nacional do diálogo travado no início desta semana entre os governadores Marcelo Déda (PT) e José Serra (PSDB), nota-se que o petista está empreendendo ações acima dos interesses partidários e eleitorais. É uma agenda positiva onde o governador de Sergipe tentar aglutinar ações e debates para o plano das idéias e não apenas na mesmice dos limites partidários, por conta das eleições de 2010.

 

Essa agenda positiva do governador de Sergipe foi iniciada no ano passado com o encontro dos governadores do Nordeste  na busca de soluções concretas para a região independente da filiação e da cor partidária. Um bom exemplo é o consórcio que está sendo acordado com Alagoas para o desenvolvimento do Baixo São Francisco onde o governador Teotônio Vilela Filho é do PSDB. Essas ações conjuntas poderão possibilitar a revitalização de uma região que é considerada um bolsão de miséria nos dois Estados.

 

Agora vem um acordo com um outro governador tucano, desta vez com maior repercussão, por conta da importância de São Paulo no contexto financeiro e político nacional. Este acordo sobre ICMS fechado com o governador José Serra mostra a determinação do governador em construir uma agenda nacional fortalecida em bases administrativas que num futuro próximo poderá desaguar numa agenda política que vem sendo construída aos poucos pelo PT.

 

Sobre as alianças entre PT e PSDB neste ano eleitoral, o governador entende que as particularidades de cada município que podem justificar a mesma. Aliás, o PSDB e o DEM, estão cada vez mais afastados nas alianças nas capitais brasileiras. Na verdade existem casos, como em Aracaju, onde o acordo está praticamente fechado de apoio a Edvaldo Nogueira, mas a maior liderança do PSDB, Albano Franco insiste em valorizar uma força que o partido não tem na capital sergipana.

 

Por outro lado, o governador faz um trabalho de formiguinha sabendo que o PT não em um nome forte nos seus quadros para a sucessão de Lula. Sabe que mesmo tendo candidato próprio num possível segundo turno o partido poderá apoiar, por exemplo, Aécio Neves, que tem sinal verde junto ao presidente da República.

 

Ás vésperas da reunião do PT que decidirá o rumo do partido em Aracaju, com o apoio a Edvaldo Nogueira e o leque de alianças o governador deu o tom do discurso citando o acordo do PT e do PSDB em Belo Horizonte: “Quando há uma relação administrativa deste nível, é muito possível que haja reflexos  na política. O fato em Belo Horizonte não pode ser reprimido, por ser um fato isolado, nem pode ser transformado na pedra filosofal da política brasileira”. Só o tempo poderá confirmar se essa agenda positiva que está sendo construída nacionalmente poderá ter resultados concretos na área eleitoral.

 

Sobre o ICMS cobrado em São Paulo

Sobre este acordo do ICMS que poderá ser cobrado imediatamente em São Paulo dos produtos paulistas comercializados em Sergipe é preciso um estudo minucioso para não prejudicar pequenos empresários sergipanos que não têm capital de giro suficiente para pagar o ICMS antes da venda da mercadoria. A preocupação do governo é combater a sonegação fiscal e para isso, deve ter números que refletem a necessidade desta mudança. O acordo deve ser feito olhando todos os lados, principalmente se a corda não vai quebrar no lado dos mais fracos por conta da sonegação dos grandes.

 

E-mails não respondidos

Aos leitores que enviaram e-mails nos últimos dias: mesmo com sintomas da famigerada dengue, este jornalista resolveu continuar escrevendo para manter o blog atualizado diariamente. Pede desculpas aos leitores porque não respondeu todos os e-mails, mas responderá quando retornar ao ritmo normal. Se o blog não for atualizado nos próximos dias é que o mosquito conseguiu derrubar este jornalista. Por enquanto a disputa está acirrada graças a um tratamento de reidratação de guerra.

 

Lembranças da operação Fox…

A operação deflagrada ontem pela PF, em vários Estado, que resultou na prisão de 16 prefeitos e várias pessoas envolvidas no desvio de mais de R$ 2oo milhões do FPM, deixou um prefeito da região metropolitana sem dormir. É que ele foi preso na Operação Fox, há mais de um ano e ainda não superou o trauma. Por falar nisso, cadê o resultado desta operação?

 

Adesivos da CPTRAN e da CPRV

Bem que o comandante da PM, coronel Péricles, poderia acabar com estes adesivos da CPTRAM e da CPRV que circulam em centenas de veículos em Sergipe. Os adesivos são feitos pelas companhias, sem um motivo óbvio. É colocado no vidro da frente do veículo e, numa blitz, os ocupantes quase sempre não são parados. É como se fosse uma senha “pode passar” ou “é amigo da PM”. Numa destas blitz um veículo sem condições de estar transitando, foi parado, quando o PM viu o adesivo, não pediu nem mesmo o documento ao motorista. Uma pergunta: para que serve o adesivo? É o famoso jeitinho brasileiro com a conivência das autoridades que deveriam zelar pelo dinheiro público.

 

Quem dirige o Astra cinza  IAB-1203?

Não é a primeira vez. Tem um Astra cinza, placa IAB-1203, locado ao Governo do Estado, sem identificação, que abusa quando chega ao aeroporto. O blog ainda não descobriu se ele está à disposição do governador. Ontem, 09, por exemplo, por volta das 15h15 o motorista estacionou o veículo em fila dupla na entrada do aeroporto, bem em cima da faixa de pedestre e ao lado do espaço destinado aos cadeirantes passagem. Três irregularidades: fila dupla, faixa de pedestre e cadeirantes. Não é a primeira vez que o blog recebe reclamação deste motorista. Um total desrespeito. E o pior o agente de trânsito que fica no local não tem a coragem e a determinação de cumprir a lei e multar o motorista. Será que é policial? O blog vai descobrir e denunciar desde o nome do motorista e a quem ele serve.

 

“Senhor, perdoe-me, eu apenas cumpria ordens”

De um leitor: Seu comentário de como determinados meios de comunicação viram instrumento de pressão política de seus proprietários, principalmente em períodos pré-eleitorais,  e  da “ausência de culpa” dos “jornalistas” que realizam tais “reportagens”, vou citar um ensinamento do qual desconheço a autoria, mas entendo perfeitamente o significado:  Quando você deixar esta vida e chegar a hora de estar diante de Deus, jamais poderá dizer duas frases: “Senhor, perdoe-me, eu apenas cumpria ordens” ou “Senhor, perdoe-me, virtude não era importante naquele momento”.

 

Leitor cobra casos Flávio Conceição e da merenda escolar

De um leitor: “E o caso da merenda escolar? E o caso do conselheiro do TC Flávio Conceição? Nunca mais se falou nada na imprensa e nem mesmo na sua coluna. Vamos deixar a sociedade esquecer essas agressões. Vão sair impunes aquelas pessoas que desviaram a merenda escolar e retiraram talvez a única refeição diária de milhares de crianças. E o Sr. Flávio Conceição vai continuar recebendo o seu salário e rindo do povo sergipano? Espero que não”.

 

Aracaju e o seu destino

De um leitor: “parabéns, não caiu na basbaquice de dizer que Aracaju tem uma certa qualidade de vida (dizem que é a primeira do Brasil? coitado do Brasil…) por causa dos anos de administração, na prefeitura e estado, de Déda e Edvaldo, Claro que contribuíram muito com a modernização de Aracaju e especialmente por estarem tentando mudar o conceito de administrar.Mas muitos foram os governos que contribuíram para Aracaju possuir hoje um perfil de cidade acolhedora e com equipamentos vários. Você citou alguns administradores que deram contribuições marcantes, mas não esquecer que até o velho Lourival Baptista mandou fazer o Estádio Batistão e algumas rodovias e Paulo Menezes, sempre injustiçado e esquecido, fez a pista dupla para a Atalaia Velha, sofrendo algumas críticas (diziam: asfaltar uma rodovia para se tomar cachaça na Atalaia Velha? que ignorância!) e também a Biblioteca Epifânio Dória! E o circunspecto José Rollemberg Leite fez a Rodoviária Nova, deixando mais terreno para expandirem ela no futuro,( já é tempo de ser aumentada) e fez também o Ginásio Constâncio Vieira, pois só contávamos com o hoje apertado Charles Moritz E a vida continua, agora com Déda no governo e espero que com Edvaldo por mais tempo na prefeitura, para continuarem a modernizar Aracaju! O que, aliás, não fazem mais do que as suas obrigações. Gostei de você ter se lembrado até de Graccho Cardoso, de outros tempos, mas homem de visão no futuro!”

Do presidente do Sindicato dos Bancários

E-mail do presidente do Sindicato dos Bancários José Souza: “Lendo sua coluna do dia 7 último, mais precisamente a nota ‘Assédio moral aos ex-dirigentes sindicais’, tomamos conhecimento do fato nela denunciado: “Prática discriminatória de instituições financeiras a ex-dirigentes, os bancários Carlos Alberto da Silva e Alex Almeida Silveira”. Lamentavelmente, só ficamos sabendo do fato através da sua coluna. O Sindicato não foi procurado pelos companheiros que, no momento, gozam da proteção da estabilidade sindical provisória de um ano, a partir da saída da direção do Sindicato. Desde a eleição, esta nova direção tem afirmado que não vai permitir perseguições a ex-sindicalistas, bem como aos demais bancários. Portanto, o Sindicato vai apurar”.

 

Transparências nas nomeações na Secretaria de Educação da PMA

De uma leitora: “Gostaria de maiores informações sobre acerca da “transparência das nomeações dos professores aprovados” no último concurso público. Digo “transparência” porque o Diário do Município de Aracaju é praticamente inacessível (pra não dizer inexistente). Os excedentes não têm acesso a essas convocações. Isso só é “dificultosamente” possível, indo pessoalmente ao referido órgão. Deixo claro aqui, que minha intenção não é tumultuar nenhuma gestão política, quero apenas o direito à publicidade e facilidade de acesso à informação no tocante às convocações. Sugestão:a divulgação do nome dos convocados pode ser feita através do site oficial da prefeitura de Aracaju, tal qual já ocorre em tantos outros órgãos (Tribunal de Justiça, SEED, Banco do Nordeste, etc).O procedimento é simples, à medida que for convocando, alimenta-se o site com as atualizações”.

 

Curso obrigatório para motoristas de ônibus

Buscando cada vez mais qualidade nos serviços prestados à população aracajuana, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – SETRANSP -, e as empresas que atuam no sistema de transporte coletivo da capital dão início, a partir do dia 22 de abril, à primeira turma do curso de especialização para condutores de veículos que transportam passageiros. A iniciativa atende a uma determinação da Portaria Administrativa de número 39/2007, de 27 de agosto de 2007, da Prefeitura Municipal de Aracaju e pretende englobar, além dos 1.230 motoristas do sistema, todos os aspirantes ao quadro de funcionários das empresas do setor. Isso porque, a partir de 1º de julho, nenhum funcionário poderá ser admitido pelas empresas sem ter sido aprovado nesse curso. Para os que já estão empregados, a cobrança virá por parte da SMTT que irá fiscalizar e cobrar o certificado de conclusão do curso. “Na verdade, será um pré-requisito para o ingresso no sistema e uma forma de garantir o emprego de quem já está no setor. Quem não se especializar não poderá continuar trabalhando”, ressalta Emmanuel Wanderley Lima, diretor de operações das viações Progresso e Tropical.

 

IPES SAÚDE: Quem são as outras vítimas da dengue? I

Nota dos servidores do Ipes: Os servidores da Saúde em vias de negociações salariais enfrentam um novo gestor: o mosquito da dengue. Este mesmo que não está poupando ninguém, não poupa nem mesmo a nós trabalhadores enquanto lutamos por melhorias. Mas, os vilões somos nós trabalhadores, que estamos com salários achatados, que não temos aumentos dignos, que estamos sem condições de trabalho, que trabalhamos sobrecarregados, sendo cobrados pela população (até sendo algumas vezes responsabilizados pelo CAOS da dengue que assola o país), sem reconhecimento e respeito por parte do Governo. A população pede o nosso apoio neste momento. Pede que abramos mão de nossa luta pelo momento vivido pela Saúde, e que vale a pena ressaltar que nós profissionais da área da Saúde não somos responsáveis por tal epidemia. Não fomos nós que deixamos de investir em políticas públicas de prevenção, não fomos nós que abandonamos as campanhas educativas à população, não fomos nós que demitimos ou não admitimos os agentes de endemias ou que não levamos o “FUMACÊ” às casas das pessoas. Os servidores do IPES, assim como de outros seguimentos da Saúde, estão sendo relegados há anos. Deixados de lado, sem que tenham importância para o Estado e agora neste momento crítico, somos profissionais fundamentais no combate à dengue! Que interessante! Que reconhecimento pelo nosso trabalho!

 

IPES SAÚDE: Quem são as outras vítimas da dengue? II

A vergonha de empunhar o contracheque faz parte da realidade destes profissionais que cresceram junto com o IPES. Profissionais estes com até 28 anos de casa e míseros reais no bolso mensalmente. Que estímulos são dados aos abnegados? Como cobrar mais empenho, se não se oportuniza isso ao profissional? Esperamos que a sociedade entenda que ao passo que SUSPEDEMOS MOMENTANEAMENTE a greve, estamos dando ao Governo a oportunidade de reparar erros cometidos contra os servidores, que sempre esperançosos nunca vêem celeridade nas negociações. Os servidores do IPES suspenderam a greve em solidariedade à população, ao momento, a si mesmos, pois o profissional da Saúde não se sente bem em recorrer ao ÚLTIMO e muitas vezes ÚNICO recurso de reivindicação que é a greve. A Urgência do IPES não parou e não irá parar, já que é nela e não nos ambulatórios que recebemos os casos de dengue, mas de forma consciente e para não permitir que se criem situações para os profissionais estamos retomando nossas atividades. Esperamos que solidariamente a população também nos apóie quando precisarmos dela para sermos valorizados. A Mesa de Negociação Permanente do Estado não deve existir apenas como um cenário de uma peça teatral, mas se assim o for, que sejamos nós servidores os atores principais, já que ocupantes de cargos passam e nós como sempre permanecemos sofrendo as agruras de uma injustiça sem fim. Somos nós profissionais do IPES, enfermeiros, médicos, odontólogos, auxiliares, técnicos de enfermagem, administrativos, enfim, somos nós que estamos mostrando nossa nobreza neste momento, estamos reféns da dengue e da falta de sensibilidade do Governo. Queremos respeito, queremos condições dignas enquanto profissionais! Conclamamos a população que não nos deixem sós, pois o período da dengue passará e voltaremos a negociar. (servidores do Ipes).

 

Frase do Dia

A consciência é o melhor livro de moral e aquele que menos se consulta. Pascal.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais