Democracia do cifrão

0

O Pré-Caju, festa orçada em R$ 4 milhões e que faz a alegria de milhares de foliões na avenida Beira Mar, não beneficiará apenas as bandas de axé music baianas. Entre um trio elétrico e outro, centenas de pequenos comerciantes vendem de tudo: cerveja, água mineral, capeta, colares, chifres do diabo iluminados, perucas coloridas, abadás reformados e o diabo a quatro. É impossível calcular o volume de dinheiro que gira nas quatro noites desse verdadeiro mercado persa. A festa faz a alegria de quem vai trabalhar na avenida. Com inicio previsto para a próxima quinta-feira, 20, o Pré-Caju também aquece o setor hoteleiro aracajuano, garante renda extra para os taxistas e enche as praias de turistas vindos de vários estados nordestinos. É a democracia do cifrão.

 

Faxina radical

 

A candidata derrotada ao governo de Sergipe, professora Avilete Cruz (PSOL), pediu à direção nacional da sigla que expulse todo o diretório estadual, inclusive o presidente do partido no Estado, Heitor Pereira. Contrariada com os correligionários, que tentaram expulsá-la do PSOL no final da campanha passada, Avilete está indo à forra. Segundo a professora, a faxina radical objetiva organizar o partido para as eleições de 2012, quando ela pretende disputar a prefeitura de Aracaju.

 

Mesma política

 

Mudou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, mas não mudará a política de desenvolvimento econômico do Governo de Sergipe. A revelação é do governador Marcelo Déda (PT). Segundo ele, em seu segundo mandato continuará trabalhando para atrair novas empresas, pois a industrialização ainda é uma grande tarefa a ser executada em Sergipe. O petista também garante que vai continuar estimulando a ciência e tecnologia. “Não há inovação se não houver investimento neste setor, se faltar integração do governo com a universidade e as empresas”, frisa Déda.

 

Vão às urnas

 

Os empresários filiados a Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) vão ás urnas no próximo dia 24, para eleger a nova diretoria e o Conselho Deliberativo da entidade para os próximos dois anos. Apenas uma chapa encabeçada pelo empresário Alexandre Porto participará do pleito. A posse da diretoria e do Conselho acontecerá em fevereiro. Porto vai substituir na presidência da Acese o empresário Sadi Gitz.

 

Incomodando

 

A administração do prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT), está incomodando muita gente e causando inveja e outras tantas. Governando um município populoso e pobre, o pedetista tem se desdobrado para atrair empresas que, além de tributos, geram centenas de empregos. Somente em dezembro passado, o governador Marcelo Déda (PT) anunciou que seis novas indústrias vão se instalar naquele município. É também por conta disso, que políticos das mais diversas facções políticas estudam a possibilidade de concorrer a prefeitura socorrense, como se fosse tarefa fácil impedir a reeleição de Fábio Henrique.

 

Concurso

 

Os interessados em participar do concurso da Petrobras podem se inscrever até o próximo dia 27. O concurso é destinado ao preenchimento de 220 vagas para cargos de nível superior e 619 para nível médio. As provas objetivas serão realizadas no dia 27 de fevereiro. Os candidatos devem se inscrever no site da Fundação Cesgranrio. As taxas são de R$ 30,00 (nível médio) e de R$ 45,00 (nível superior. A remuneração mínima inicial varia de R$ 1.801,37 a R$ 6.217,19.

 

Discutindo saúde

 

O governador Marcelo Déda se reúne daqui a pouco com o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B), o secretário municipal de Saúde, Silvio Santos, e a equipe dirigente da saúde na capital. A reunião faz parte da estratégia do governador de dar prioridade à área da saúde, atuando em comum acordo com a capital sergipana, que possui gestão plena da saúde e responde por importantes serviços da área no Estado.

 

Permanece verde

 

O professor Anderson Góis não está interessado em deixar o Partido Verde. Entrevistado hoje por George Magalhães, na Liberdade FM, o moço confirmou ter sido convidado para ingressar no PPS, porém disse que pretende permanecer no PV. Anteriormente, o PC do B do prefeito Edvaldo Nogueira já havia chamado Anderson para entrar no partido da foice e do martelo. Nas duas últimas eleições, o professor tentou, sem sucesso, se eleger prefeito da capital e deputado estadual.

 

Nome natural

 

Sílvio Santos, vice-prefeito e secretário municipal da saúde, é o nome natural para disputar a Prefeitura de Aracaju em 2012. Quem pensa assim é o presidente nacional do PT, Zé Eduardo Dutra. Ele acrescenta, contudo, que será respeitado o aparecimento de outros nomes dentro da coligação governista.  Aliás, o próprio Dutra alimenta o projeto de disputar a sucessão do governador Marcelo Déda em 2014. Até lá, contudo, muita água rolará por debaixo da ponte.

 

Do baú político

 

Em 1959, a pequena Aracaju assistiu um fato inusitado: a distribuição de toneladas de carne bovina em praça pública. O autor da proeza foi Euvaldo Diniz (UDN), eleito depois deputado federal. E por que ele fez isso? Para contrariar o governador Leandro Maciel (UDN) que, ao indicar Luiz Garcia como candidato ao governo, preteriu Pedro Diniz Gonçalves Filho, o “Pedrinho do Brejo”, pai de Euvaldo. Este então pediu ao aliado político José Raimundo Ribeiro, o “Cabo Zé”, que fosse a Lagarto e comprasse 30 bois. “Mandei abater as reses no frigorífico de Aracaju e levei as peças inteiras para a Praça da Bandeira. Pelo rádio, Euvaldo anunciava a distribuição gratuita. Logo se formou uma grande multidão”, recorda “Cabo Zé”. Vários homens cortavam a carne e distribuíam com o povo, enquanto o filho de “Pedrinho do Brejo” acusava Leandro Maciel, ainda seu aliado, de ser o responsável pela carestia e a miséria no Estado. Há quem diga que a fila da carne ia da Praça da Bandeira ao bairro Santo Antônio, do outro lado da cidade.

 

Resumo dos jornais

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários