Denúncia grave

0

O radialista Gilmar Carvalho, que também é deputado pelo Partido Verde, divulga, geralmente, em seu programa diário, informações privilegiadas que, estão diretamente vinculadas à falhas no esquema policial. Agora ele mexe com todo o Estado, ao garantir, com promessas de provas, que o foragido Antônio Francisco estava no povoado Mosqueiro, sob a proteção de dois policiais. Mais que isso: uma ambulância de plantão 24 horas, para socorrer o morador da casa, caso ele se sentisse mal. Esse privilégio, nem mesmo pessoas que não têm 16 mandados de prisão e que nunca cometeram qualquer ilícito têm. Há quem ache exagero que Antônio Francisco esteja tão exposto ao esquema policial, mas muita gente também não duvida que a proteção ao foragido realmente conta com a mão firme de altas personalidades de Sergipe, já que ele sempre esteve nos corredores dos podres poderes que dominam o Estado. O secretário de Segurança, Luiz Mendonça, ficou irritado com a informação e evitou comentar o fato com jornalistas. Mas, aqui mesmo de Plenário, já dissemos várias vezes que Antônio Francisco estava um pouco abaixo do nariz da polícia e que bastava estender o braço para prende-lo. Sinceramente, a coluna não teve conhecimento de que havia até segurança policial dando-lhe proteção e ambulância para socorre-lo no momento preciso. Todos têm conhecimento da forma como Antônio Francisco fugiu – no dia da cassação ele entrou às 11 horas no Tribunal de Justiça e, depois do resultado, teria saído agachado em um carro preto, vidro fume. Estacionou em um edifício na avenida Beira Mar e, de lá, desapareceu – tudo isso demonstra que será necessária uma operação Anaconda para saber quem deu fuga ao principal acusado da morte do deputado estadual Joaldo Barbosa. É preciso analisar se Antônio Francisco está (ou esteve) tão bem protegido em uma residência, mas não se pode ter mais dúvida que ele é um homem que tem amigos poderosos, que podem brecar a ação da Segurança Pública para prende-lo. De Fortaleza, onde se encontra em férias, o advogado José Cláudio, que defende o foragido Antônio Francisco, se mostrou perplexo com a notícia de que o seu cliente estava escondido em uma casa, no povoado Mosqueiro, sob a proteção de dois policiais e um serviço 24 horas de ambulância para emergência. “Não quero desacretidar na informação, mas apenas acho que ela é boa demais para ser verdadeira, principalmente quando a Secretaria de Segurança oferece prêmio R$ de 10 mil a qualquer pessoa que indicar onde Antônio Francisco se encontra, e de R$ 50 mil para o policial que prende-lo”. Através de telefonema, José Cláudio disse que não tem conhecimento do fato: “é uma incongruência. Num caso desse eu seria comunicado imediatamente pela Família”. José Cláudio acrescentou que está com várias ações no Superior Tribunal de Justiça, em que solicita que Antônio Francisco responda o processo em liberdade. Num momento que a Segurança oferece R$ 50 mil ao policial que prende-lo, “é realmente difícil de acreditar. Não estou desmentindo a informação, apenas considero que, num caso desses, o povo não acredita na Secretaria de Segurança Pública, de que receberá o dinheiro da recompensa. Nem mesmo os policiais”. Na opinião de José Cláudio, se esse quadro divulgado pelo radialista Gilmar Carvalho for realmente verdadeiro, complica muito para todo mundo, “até para mim que estou sendo o último a saber”. O advogado garante que a família de Antônio Francisco sempre lhe informou sobre decisões que tomava em relação à movimentação do seu cliente: “Nunca soube onde Antônio Francisco estava, mas, com certeza, se ele fosse colocado num local que oferecia insegurança e risco ao mesmo tempo, não tenham dúvida que eu seria imediatamente consultado, para dar opinião”. Acrescenta que não aceitaria isso para seu constituinte, porque desconfiaria de tanta benevolência. José Cláudio tem certeza que esse prestígio todo, junto aos órgãos policiais, o ex-deputado Antônio Francisco não tem. Até mesmo porque um aparato desse, com participação da polícia, comprometeria a Secretaria de Segurança, que responderia pelo não cumprimento de mandado de prisão: “isso é inverossímil”, disse. Além disso, a família de Antônio Francisco sabe que se houver uma quebra de lealdade, José Cláudio não terá condições de continuar advogando para o ex-deputado: “e eles acreditam no nosso trabalho”. José Cláudio chegou a brincar: “ficaria até mais relaxado, aqui em Fortaleza, se realmente houvesse esse apoio da Polícia ao meu cliente”. PLENÁRIO O Tribunal de Contas está passando por uma luxuosa reforma. Todo o plenário foi destruído, do teto ao piso, dos móveis ao aparelho central de ar condicionado. Ninguém sabe como vai ficar o novo plenário, apenas se tem certeza de que o piso será de granito. Serão utilizadas pedras 40/40 grossas, de cor cinza. GABINETE O luxuoso gabinete do presidente Heráclito Rollemberg também está sendo reformulado e o carpete do piso será trocado por blocos de granito. Trata-se de uma reforma milionária que deve estar sendo feita por concorrência. Pergunta que não ofende: quem fiscaliza o Tribunal de Contas? CONSELHEIROS Na visão de pelo menos três conselheiros, tirando o sanitário feminino que está sendo construído, não haveria necessidade de mudanças nos demais compartimentos. Quando assumiu o TC, Heráclito Rollemberg achou o seu gabinete muito sisudo e esta opinião esta valendo milhares de reais para tirar a sisudez do luxuoso local. COMPOSIÇÃO Os partidos Verde e Liberal podem fazer composição para apoiar o deputado Gilmar Carvalho a prefeito de Aracaju. Indicaria o vice-prefeito e faria vereadores. Gilmar Carvalho (PV) e Heleno Silva (PL) tiveram conversa reservada, ontem, sobre um entendimento visando às eleições municipais de Aracaju. NÃO LEVA Gilmar mostrou a Heleno que, “apoiando Marcelo Déda, o PL ganha mas não leva, porque certamente não indicará um nome para compor a chapa”. Mostrou, também, que qualquer candidato à vice de Marcelo Deda, um candidato a deputado federal ficará fortalecido contra Heleno. AVALIAÇÃO As ponderações feitas pelo pré-candidato a prefeito Gilmar Carvalho (PV) deixaram o deputado Heleno Silva (PL) muito pensativo. Heleno ficou de avaliar bem a situação, ao tempo que considerou válido o pensamento esboçado pelo pré-candidato Gilmar Carvalho. CONVOCAÇÃO O deputado Belivaldo Chagas (PSB) acha que a oposição não tem que se preocupar com a convocação extraordinária: “é uma atitude unilateral do governador. Se ele convoca é obrigação nossa comparecer”. Sobre o período de recesso parlamentar, Belivaldo defende 15 dias em agosto e 45 dias no final do ano: “mas essa decisão deve vir do Congresso Nacional e não das Assembléias”. INTERESSE Segundo Belivaldo, se o governador João Alves Filho (PFL) tem interesse em fazer mudanças administrativas em fevereiro, tem que convocar a Assembléia agora. Belivado reconhece que a Assembléia reabre em 15 de fevereiro, mas só vai trabalhar mesmo a partir de primeiro de março, em razão do carnaval. ULICES O deputado estadual Ulices Andrade (PSDB) também considera que, constitucionalmente, é um direito do governador João Alves Filho convocar a Assembléia e que ele estará lá. Ulices acha desnecessária a convocação, porque não vê tanta urgência no projeto que o governador está enviando: “poderia ficar para 15 de fevereiro”, sugeriu. GLÓRIA O presidente do PTB, deputado federal Jackson Barreto, disse que não está envolvido no caso da eleição indireta em Glória, porque não conhece o problema. Acrescentou que só vai se referir ao assunto, depois de conversar com Jerônimo Reis, que fundou o diretório do PTB naquela cidade. O atual prefeito é petebista. ENTREVISTA Jackson Barreto criticou as entrevistas que o deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) tem dado à imprensa, divulgando que o presidente Lula não liberou nada para Sergipe. Segundo Jackson, só em dezembro o Governo Federal liberou R$ 22,5 milhões para a Saúde em Sergipe. Lembrou que a maternidade de Boquim recebeu R$ 400 mil. RENÚNCIA O prefeito de Porto da Folha, Júlio Santana (PMDB), vai renunciar ao mandato em junho. O vice, Raimundo Rodrigues (PMDB) assume e tenta a reeleição. A renúncia é porque Júlio vai assumir a função de médico em Canindé do São Francisco, mas ele está pensando em candidatar-se a vereador. Nesse caso, tem que sair em abril. CONSULTA Um candidato a prefeito do interior, do PFL, está fazendo consulta ao TRE, para saber se vice-prefeitos reeleitos podem tentar uma nova reeleição para prefeitos. Na opinião do candidato, o vice-prefeito pode disputar a Prefeitura, desde que renuncie. Alega que a chapa que ele integrou já foi reeleita, o que o impede de nova disputa. Notas VIÇOSA O prefeito de Poço Redondo, Enoque Salvador, está animado com a chegada de uma equipe de engenheiros ambiental da Universidade Federal de Viçosa (MG), que está em sua cidade para trabalhar em favor da comunidade, com oficinas de arte, técnicas de higiene e uma série de atividades que favorece a população. O chefe da equipe, professor Tinoco, disse que é treinamento de estudantes em diversas atividades sociais. Distribuem kit de higiene com o pessoal, brinquedos com crianças, fazem teatro infantil e fantoche. RENDA O grupo é formado por 30 membros da Universidade de Viçosa que também ensina como administrar a renda familiar e sobreviver em situações de dificuldades. Vai fazer cooperativas e durante 30 dias levantar toda a estrutura de Poço Redondo, para estudos que podem levar a doutorado. A escolha de Poço Redondo foi feita através do índice de do IPH do município. O grupo faz parte do projeto Água Viva e todos são presbiterianos. Enoque diz que a UFS também deveria fazer trabalho idêntico na região. CHUVAS O domingo e a segunda-feira no sertão foram de trovoada. Uma festa para a população e um alívio para os agricultores. Choveu em Poço Redondo, Monte Alegre, Glória, Porto da Folha e em outras cidades da região, chegando a encher tanques que dão para segurar água para os animais até 60 dias. O cenário é de que novas trovoadas ocorrerão e o homem do campo já está arando a terra para o plantio. O prefeito de Porto da Folha disse que isso dá um alívio muito grande, porque reduz a apreensão e reascende a esperança. É fogo A deputada Susana Azevedo (PPS), pré-candidata à prefeita pelo partido, viajou ao Rio de Janeiro já para cuidar de coisas da campanha. O governador João Alves Filho e toda comitiva já estão em Roma e seguem para a Espanha, em contatos com instituições. Vai a Washington para audiência no BID. O deputado federal José Carlos Machado (PFL) diz que na convocação feita pela Câmara Federal, apenas 50 trabalham para 500 receber. As denuncias sobre os privilégios do foragido Antônio Francisco irritou muito os setores da Secretaria de Segurança. O deputado federal Heleno Silva tem trabalhado muito para organizar o Partido Liberal e conseguir fortalece-lo no sertão. O senador Almeida Lima (PDT) acha que o vereador Antônio Samarone seria um nome para disputar a Prefeitura de Aracaju. Alguma trovoada em Aracaju e chuvas fortes aliviaram o calor de quase 40 graus que atormenta a cidade. O deputado estadual Fabiano Oliveira (PTB) faz críticas pesadas à Brahma, que não dá nenhum incentivo cultural a Sergipe. Nem ao São João de Estância… A senadora Maria do Carmo Alves (PFL) retornou de viagem segunda-feira passada e já está em plena atividade junto à área social. O governador João Alves Filho está no exterior mas faz questão de ser informado de tudo que está acontecendo em Sergipe. João Alves conversa todos os dias, por telefone, com a governadora em exercício, Marília Mandarino, e com o chefe da Casa Civil, Flávio Conceição. O ex-vereador Pedro Firmino está trabalho em todos os bairros, para retornar à Câmara Municipal de Aracaju. Como se diz um operário, ninguém poderá estranha que Pedro Firmino esteja no mesmo palanque do bloco da oposição. Por Diógenes Brayner brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários