Depois das eleições a jiripoca vai piar: 2ª onda Covid-19

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.


Quase todo o mundo vive a 2ª onda do Covid-19 e os números no Brasil vêm crescendo a cada dia, mas as eleições municipais fizeram parecer que o país está imune a pandemia.

Só para o leitor ter uma ideia, na semana passada, precisamente na quarta-feira, foram 12.785 mortes em um dia em todo mundo, um dos maiores números. Segundo a IstoÉ, a Fundação Oswaldo Cruz publicou na semana passada um relatório no qual mostra que passou de quinze para vinte e um a quantidade de estados que estão com taxas alarmantes. Ainda na quarta-feira, o Brasil anotou seiscentas e vinte mortes em apenas vinte e quatro horas.

E desta vez parece que ninguém está se preparando. Alguns acham que o pior já passou e que a pandemia foi embora. Pelas ruas,  percebe-se que muita gente não usa máscara. E vários estabelecimentos já guardaram o álcool gel disponível para o cliente.

E pode apostar: a grande maioria não aguenta mais uma nova quarentena e restrições de circulação. Muita gente não ficará mais em casa.

A sensação que muita gente passa é que são imunes à doença, como se a imunidade que só será garantida pela vacina já chegou para alguns.

A situação será dramática.

Como escreveu o médico sanitarista Antônio Samarone pelas redes sociais: após às eleições a jiripoca vai piar.


Reeleição confirmada O candidato Edvaldo Nogueira (PDT) foi reeleito prefeito de Aracaju ontem, 29, obtendo 150.823 votos (57,86%). Ele venceu a candidata Danielle Garcia (Cidadania) que obteve 109,864 votos (42,14%).

112 mil eleitores não votaram no 2º turno A falta de opção política de verdade para a governança de Aracaju levou a um alto percentual de abstenção no 2º turno: mais de 112 mil eleitores. Votos nulos e brancos chegaram a quase 13%.

PSD se consolida como o mais forte em Sergipe Com a vitória de Edvaldo Nogueira, do PDT, o PSD, comandado pelo governador Belivaldo Chagas e pelos deputados Fábio Mitidieri (federal) e Jeferson Andrade (estadual), consolidou-se como o partido mais forte. Além de eleger 20 prefeitos, o PSD elegeu a vice-prefeita de Aracaju, a delegada Katarina Feitosa, que tem chances reais de assumir a prefeitura no início de 2022 com a possível candidatura majoritária do prefeito Edvaldo Nogueira. Com isso, o PSD pode comandar ao mesmo tempo o governo e a Prefeitura de Aracaju.

Estância: intervenção completa um ano e gestão vem sendo elogiada por todos Esta semana faz um ano que o Hospital Regional Amparo de Maria, em Estância, passa por uma intervenção. A equipe técnica, comandada pelo interventor, Paulo Daltro, em pouco tempo já mudou a realidade da unidade hospitalar que atende o Centro-Sul sergipano. Além de restabelecer a credibilidade do hospital e do crescimento nos serviços prestados aos pacientes, a unidade vive a expectativa da implantação do curso de Medicina em Estância. O hospital já recebeu visitas técnicas de representantes do Ministério da Educação e está sendo avaliado para a possível abertura da residência médica na unidade.

Visibilidade “Sem dúvidas, com a chegada do Curso de Medicina o HRAM terá ainda mais visibilidade junto aos órgãos de educação, ao Ministério da Saúde, a própria universidade, bem como, cria-se uma nova perspectiva de investimentos futuros para melhorarmos ainda mas a nossa estrutura”, explica o interventor. Nesta segunda-feira, 30, Paulo Daltro concederá entrevistas para fazer um balanço do primeiro ano de gestão nas emissoras Rádio Esperança 92.7 e Rádio Mar Azul FM 104.9. Amanhã, 01, será entrevistado na Rádio Rio FM 101.5.

Fábio Reis participa de entrega de 974 títulos do Incra em Sergipe O deputado federal Fábio Reis (MDB) participou na semana passada da entrega simbólica de 974 títulos de propriedade para pequenos agricultores dos municípios de Simão Dias e Porto da Folha, concedidos por meio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Governo do Estado de Sergipe.Os títulos, destinados aos pequenos agricultores, promovem a regularização fundiária no interior sergipano, oficializando a posse de pequenas propriedades rurais.

Fruto do mandato Além dos documentos, foram entregues 149 Títulos de Domínio (TDs), que consolidam a posse dos lotes de reforma agrária e irão beneficiar a agricultores do projeto de assentamento Cuiabá, localizado entre os municípios de Poço Redondo e Canindé do São Francisco. “Todo o trabalho realizado pelo Incra, inclusive aquele fruto do meu mandato, é muito esperado pelas famílias que vivem da agricultura ou trabalham na zona rural em todo o estado. Os títulos trazem segurança a esses trabalhadores, pois garantem a posse da terra. É mais liberdade, inclusive, de produção. Fico muito feliz em poder colaborar com o desenvolvimento dessas pessoas nas mais diferentes regiões de Sergipe”, afirma Reis.

Emenda parlamentar A ocasião contou com a assinatura da Ordem de Serviço para construção de estradas e passagens molhadas nos Projetos de Assentamento do município de Lagarto, fruto de emenda do deputado Fábio Reis no valor de R$ 1,3 milhões, e a implementação de um projeto piloto que trará 30 km de estradas asfaltadas com polímero interligando todos os assentamentos da cidade, cujo investimento será de R$ 10 milhões.

Mais desenvolvimento Foi anunciada a construção de mais 25 poços artesianos de alta profundidade em assentamentos do Incra em Sergipe. O evento contou com a presença do superintendente regional, Victor Sande, do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, do secretário de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e Pesca, André Bomfim, e dos diretores do Incra, Udo Gabriel (Gestão Estratégica), Giuseppe Vieira (Desenvolvimento e Consolidação de Projetos de Assentamento) e Humberto Maciel (Governança Fundiária).

Prefeitura de Aracaju assumiu a orla: problemas continuam em diversos locais O banco da foto acima é um dos vários dos lagos da Orla da Atalaia que estão sem condições de uso. Alguns por conta do tempo outros por depredações. Com a Prefeitura assumindo o controle da orla se pensava que a Guarda Municipal seria mais constante no local. Nada! Quando aparece fica em frente aos arcos da orla para quem chega ao local pensar que a Guarda Municipal está fazendo alguma coisa. Nada. Já a PM, quando aparece na Orla, fica parada em algum local com o carro e o ar condicionado ligados. Se um meliante aparecer fica difícil deixar o conforto do ar condicionado. No dia da foto acima, ontem, 229, às 8h, o veículo da PM estava ao lado dos lagos, mas com o ar condicionado ligado ninguém dava para saber se os policiais estavam trabalhando ou tirando uma soneca. Nada melhor com o dinheiro do contribuinte…

Adepol realiza amanhã, 01, eleição para triênio 2021-2023 Amanhã, 01, a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe (Adepol/SE) realizará eleição para a escolha da diretoria, que assumirá a gestão 2021-2023. O pleito ocorrerá das 8h às 17h, na sala de reuniões do Edifício Neo Office Jardins e 136 delegados estão aptos a votar. Para votar, o associado deve comparecer ao local da votação, assinar a lista de presença, preencher a cédula e depositá-la na urna. Por conta da pandemia da Covid-19, todos os cuidados estão sendo tomados e será obrigatório o uso de máscara no local de votação.

Única chapa Nesta eleição, o processo contou com a inscrição de uma única chapa ‘Prosseguir Inovando’ (print ao lado). Além dos sete membros da diretoria executiva, o pleito também definirá a composição do Conselho Fiscal e de Ética e os respectivos suplentes. A computação dos votos acontecerá no mesmo dia, imediatamente após o encerramento da votação. O resultado será divulgado assim que concluído o processo de apuração.

Pandemia: aumento dos casos de câncer em 2021 A pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país vem causando impactos em diversos setores, dentre eles no diagnóstico e tratamento de doenças, a exemplo do câncer. O atraso do diagnóstico pode elevar os casos de câncer em mais 25% em 2021, segundo o cirurgião oncológico da Onco Hematos, Roberto Gurgel, que é membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica, em entrevista ao Programa Viva Bem, na Fan FM, no domingo (22). De acordo com o cirurgião, por conta do medo de contaminação, muitas pessoas ainda evitam ir ao médico, o que vem retardando o diagnóstico e tratamento do câncer. “Estamos tendo reflexo agora, com a volta dessa “normalidade’ dentro dos serviços, que é o atraso do diagnóstico e estadiamento. Para você ter uma conduta em oncologia, você precisa saber o quão esse tumor, essa doença, se espalhou ou não pelo corpo da pessoa, isso se chama estadiamento, que requer exames de imagens, exames específicos de laboratórios, e que os pacientes vêm sentindo certa dificuldade de conseguir”, explicou.

Restrições Para Dr. Roberto, durante a pandemia, muitos serviços vêm diminuindo suas atividades por conta das restrições sanitárias e os pacientes têm medo de ir fazer os exames. “Além disso, há dificuldade de marcação dos exames de rotina porque houve uma redução significativa da oferta desses exames. Então, se torna mais difícil de fazer o exame de estadiamento, para depois se tomar a conduta sobre o tratamento da doença”, acrescentou.

Área livre de covid-19 A Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica lançou um programa nacional e pioneiro, para manter áreas livres de covid-19 para a oncologia. “Vários hospitais aderiram essas práticas para separar as áreas oncológicas da covid-19. Em Milão, na Itália, o centro de oncologia separava os pacientes oncológicos para não atrasar o tratamento, seguindo todos os protocolos de segurança. Eles fizeram uma estrutura onde o paciente já fazia tomografia, exames de imagem, tudo em um local separado e as cirurgias continuaram acontecendo de maneira integral. Esse é um exemplo clássico que pode se fazer tomando certo cuidado e estabelecendo prioridades no atendimento, sem diminuir o atendimento de covid-19 em outras áreas, mas mantendo certos locais longe da covid-19”, disse.

Percentuais Dr. Roberto destacou que o problema para realizar esse modelo no Brasil não está na operação, ou no início do tratamento, mas na questão do paciente sentir dificuldade para iniciar seu diagnóstico ou investigação de câncer. “Por conta disso, espera-se que em 2021 tenha um aumento de 25% a 35% de casos de câncer, mas isso não significa que seja um aumento, mas sim um atraso dos resultados que deveriam estar nos dados de 2020”, finalizou o cirurgião oncológico, alertando as pessoas que têm suspeita de câncer para buscar agilizar a ida ao médico.

Palestra Novembro Azul A campanha Novembro Azul, que tem como foco a saúde do homem, está chegando ao fim, mas a prevenção continua durante todo o ano. O câncer de próstata é segundo maior tipo de câncer que mais acometem os homens no Brasil. Na fase inicial, não há sintomas e em 95% dos casos, aparecem em estágio avançado, por isso a importância dos exames preventivos frequentes.

Concessionária Para falar sobre a campanha e orientar a população sobre outras doenças que acometem os homens, o oncologista da Onco Hematos, Dr. Miguel Tenório, esteve na concessionária Maracar, realizando palestra para os funcionários. De acordo com o oncologista clínico, a campanha visa alertar a população masculina não apenas para o câncer de próstata, como também para a diabetes, as doenças cardiovasculares, hipertensão e obesidade. “Atualmente, os dados do Inca estimam mais de 60 mil novos casos de câncer de próstata em homens no Brasil. O que a campanha mais alerta é a necessidade de fazer os exames de rotina, onde deve estar incluído o exame de PSA para homens a partir dos 50 anos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia”, frisou o médico, destacando ainda que o exame pode ser realizado precocemente, a partir dos 40 anos, em caso de homens negros, obesos ou tiver histórico familiar de câncer de próstata, sendo parentes com menos de 50 anos.

PSA e Fatores de risco Dr. Miguel Tenório acrescenta ainda que o PSA (Antígeno Prostático Específico), é produzido pela próstata, mas não é específico do câncer de próstata. “Algumas outras doenças como inflamações, as prostatites, ou a hiperplasia benigna da próstata, que é uma doença benigna muito comum nos homens ao longo do envelhecimento também podem influenciar o PSA”, explicou. Ainda segundo o oncologista, os principais fatores de risco para a doença são justamente as pessoas negras e obesas, além de pacientes com histórico familiar. “Para os pacientes obesos é necessária a redução de peso, não só para o câncer de próstata como para outras doenças. Para quem tem pessoas histórico familiar de câncer de próstata, é preciso começar a triagem de exames na idade correta”, ressaltou.

Sintomas Os principais sintomas estão relacionados a urina. “Geralmente, se o homem faz esforço ao urinar, se o jato urinário é diminuído, se há presença de sangramento na urina ou ardência merece investigação de um médico. Além disso, levantar mais do que três vezes a noite para urinar também merece investigação. E quando a doença está mais avançadas outros problemas podem surgir como dor no reto ao evacuar, dor nos ossos”.

Diagnóstico e Tratamento Após a realização do PSA, se houver alguma alteração, é preciso prosseguir a investigação com o toque retal, ultrassom de próstata ou ressonância de próstata. “Alguns desses exames alterados indicam a importância de realizar uma biópsia de próstata. Uma vez feita a biopsia, é definida se a doença é uma neoplasia maligna ou não”. Já o tratamento do câncer de próstata, segundo Dr. Miguel, depende da gravidade da doença. “Temos um tripé de tratamento, que é a cirurgia, onde hoje já temos a cirurgia robótica como cirurgia importante para tratamento, já que reduz as sequelas para o paciente como risco de incontinência urinária, disfunção erétil, além de menor tempo de internação dos pacientes, porém ainda não é coberta pelos convênios. Também temos a radioterapia, que usa a radiação como método de destruição das células tumorais. E o bloqueio hormonal que é o bloqueio da testosterona, uma vez que o tumor de próstata, quando já instalada, ele utiliza a testosterona como um impulso ou estímulo para a multiplicações das células. Já a quimioterapia reservamos para casos mais avançados”, finalizou.



Ser Saudável – A RAETV – Rede Amigo Espírita apresenta mais um programa exclusivo que será exibidoo em suas plataformas A primeira temporada será de 07 de dezembro a 25 de janeiro de 2021, todas as segundas-feiras, às 20h. No primeiro episódio o tema “Doenças Espirituais – a importância da espiritualidade na saúde”, tendo como convidado Gilson Luís Roberto, presidente da Associação Médico Espírita – AME-Brasil. O programa será apresentado por Carlos Alberto Santiago; produção o amigo Chico Leite; gerência de operação, Matheus Henrique; direção técnica, Márcio Monteiro e direção geral, José Aparecido dos Santos. Acompanhe pelas redes sociais. Youtube: https://www.youtube.com/c/RedeAmigoEspiritaTV/featured Instagram: https://www.instagram.com/redeamigoespirita/ Facebook: https://www.facebook.com/redeamigoespirita/


PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Fazer o certo é um dever Mensagens de dois servidores públicos:

“Parabéns a você sobre o artigo sobre João. Meu pai era professor e nos dizia quando estudávamos nos colégios, que passar de ano era uma obrigação, ou seja, fazer o certo é um dever. Não um milagre…”

“No segundo governo (João) acabou com a Comase, Empease, Sudap, Fundase e entregou o Ceasa aos usuários.
No terceiro governo transformou as empresas COHIDRO, Emdagro, Segrase, Cehop em departamentos. Passaram a se chamar: Dehidro, Deagro, Degrase e Dehop. Quando Déda assumiu, voltou tudo a ser empresas.”




Da série de fotografias do cidadão Wanderson Andrade: https://www.instagram.com/wanderr.bastos/ ANDARILHO REZANDO O PAI NOSSO – Na última sexta-feira, 27, por volta das 17h, estive em uma rodovia federal, perto da cidade de Carmópolis. Então, parei para reabastecer o veículo em um posto de gasolina. Comprei alguns sanduíches. Ao sair do refeitório, vi Wellington. Eu me sentei ao lado dele. Eu me apresentei. Eu perguntei se ele estava com fome. Ele disse sim. Eu perguntei o que ele fazia com sua vida. Ele respondeu que há cerca de dez anos ele era um andarilho, perambulava pelas rodovias federais e dormia aleatoriamente. Eu perguntei por que ele vivia assim. Ele respondeu que fez essa escolha devido a problemas com a família. Ele me disse que era pai de três filhos. Ele me disse que seu filho mais velho tinha 12 anos. Wellington me disse que acredita em Deus. Perguntei se ele sabia fazer uma oração. Ele me disse que sabia rezar o “Pai Nosso”. Ele juntou as mãos e orou. No final, cumprimentei Wellington e dei-lhe algum dinheiro para que ele pudesse tomar o café da manhã no dia seguinte. Ele agradeceu gentilmente por tudo, principalmente pela nossa conversa. Wellington tem 38 anos.


Siga Blog Cláudio Nunes:               

Instragram

 Facebook

 Twitter



Frase do Dia
“Esclarece com calma e argumenta serenamente. Se o outro não leva em consideração os teus conceitos, silencia e entrega-o ao tempo, que a todos nos ensina sem pressa.” Joanna de Ângelis.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais