Derrota na Câmara

0

Segmentos do Governo do Estado ficaram animados com a vitória que tiveram na Câmara Municipal de Aracaju, ao eleger o presidente da Casa, vereador Zeca da Silva (PSB), contra o vereador Emanuel Nascimento (PT), nome que tinha apoio do prefeito petista Marcelo Déda e seu grupo. O deputado federal Mendonça Prado (PFL) foi quem coordenou o processo, como uma espécie de porta-voz do governador João Alves Filho (PFL), que confidenciou para um dos seus auxiliares: “ainda não estou morto em Aracaju”.

 

Zeca foi um rebelde das legendas que formam a oposição e deve responder por isso à Comissão de Ética do partido. O vereador do PTB, Evando Franca, também não ouviu a voz da oposição e votou em Zeca. No final, foi eleito quem teve apoio pefelista. Os empresários dos meios de transportes coletivos também vibraram, porque o atual residente é representante deles na Casa. Mas o vereador Fábio Henrique (PDT) deixou claro que não votou em candidato indicado por ninguém – “nem por João Alves Filho e nem por Marcel Déda – o meu voto foi pessoal, de Zeca”.

 

De uma coisa Fábio Henrique se assustou: “nunca vi tanta pressão. Jamais imaginei que fosse assim” disse. Um muito influente membro da oposição, que anda ao lado do prefeito Marcelo Déda, mas que implorou para o sigilo em torno do seu nome, não escondeu que vibrou com a vitória do candidato que teve apoio do PFL: “o prefeito Marcelo Déda precisa tirar os sapatos altos e colocar um tênis: assenta melhor nele”. Há quase uma unanimidade, nos meios políticos e em segmentos da sociedade, que Déda “colocou sapatos altos”. E quando isso se espalha, é bom que o prefeito reveja sua postura e faça uma auto-avaliação da forma como vem tratando aliados e a comunidade como um todo.

 

O riso não pode ser apenas nos holofotes televisivos. O mesmo opositor que pediu o sigilo do nome, disse que “isso foi um recado para o prefeito Marcelo Déda, que tem de modificar o jeito de fazer política”. Acrescentou que “poucas vezes Déda articulou processos importantes e que tiveram êxito”. Lembrou que o prefeito perdeu a Taxa de Iluminação Pública, não elegeu o presidente da Câmara Municipal de Aracaju agora (e nos anos anteriores) e não tem mostrado eficiência na articulação política.  

 

Segundo a mesma fonte, a derrota do bloco oposicionista na disputa pela Presidência da Câmara aconteceu porque o prefeito Marcelo Déda subestimou os adversários, confiou na sua capacidade de aglutinação e só veio tratar das eleições da mesa da Câmara, 24 horas antes delas acontecerem. Resultado: perdeu dentro do seu próprio grupo. Na visão do apegado aliado, que tratou o assunto dessa forma para abrir os olhos do seu líder, o prefeito Marcelo Déda “pode ser muito bom de voto, mas não serve para coordenar um grupo. Não tem habilidade e nem experiência para isso”.

 

Reconheceu que o governador João Alves Filho é um “profissional na essência da palavra”, e continuou: “é melhor ser profissional e vencer, do que ser amador, trabalhar por amor à causa – como já disse Déda – e perder”. O deputado estadual Gilmar Carvalho (PV) reconheceu que o prefeito Marcelo Déda precisa conversar mais com as pessoas e receber os correligionários: “se não tomar cuidado, a maioria vai considerar que o melhor nome para disputar o Governo do Estado pelas oposições é o do senador Valadares”.

 

Valadares, realmente, sabe mexer bem com as pedras no tabuleiro da política sergipana… Plenário tentou, por diversas vezes, ouvir o prefeito Marcelo Déda sobre as opiniões de pelo menos três dos seus correligionários, mas não foi possível. Dois dos seus auxiliares também não atenderam. Um deles estava com o celular ocupado. Uma das secretárias do gabinete, solícita, prometeu que anotaria o recado e passaria para prefeito. Nenhuma resposta até o final do comentário, o que evitou o contraditório, tão importante na análise política.

 

SANTA RITA

Carlos Santa Rita, que exercia a função de diretor Darf na Secretaria da Comunicação, será o novo diretor de Crédito do Banese, por indicação do Governo do Estado. Santa Rita é um cidadão competente, educado e já ocupou a gerência da agência de um dos principais bancos do país, em Aracaju.

 

CONSELHO

O Conselho Deliberativo do Banese reuniu-se ontem, pela manhã, para consolidar Carlos Santa Rita para a Diretoria de Crédito. O nome será enviado ao Banco Central para aprovação, já que há exigências do BC para que se exerça qualquer diretoria de banco no Brasil. Santa Rita cobre todas as exigências.

 

PRESIDENTE

Sem o apoio do seu partido, o PSB, o vereador Zeca da Silva foi eleito presidente da Câmara Municipal de Aracaju para o biênio 2005/2006. O novo presidente foi eleito através de uma estratégia política que teve à frente o governador João Alves Filho (PFL).

 

VALADARES

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) disse que o seu partido manteve lealdade ao bloco oposicionista, votando contra ao vereador Zeca da Silva. Valadares acrescentou que ele não foi o candidato das oposições e a prova disso é o voto do vereador Elber Filho (PSB), que não votou em Zeca da Silva.

 

FORÇA

No caso da eleição da Mesa da Câmara, o PL mostrou força ao segurar o vereador Jones e o senador Valadares manteve o voto de Elber Filho ao candidato do bloco. Já o deputado federal Jackson Barreto (PTB) não teve força para segurar o vereador Evando Franca (PTB), que votou em Zeca da Silva.  

 

EMANOEL

O prefeito Marcelo Déda (PT) inicia 2005 com a primeira derrota, porque não conseguiu eleger o seu candidato, Emanoel Nascimento (PT), para presidente da Câmara Municipal, junto com o bloco que lhe dá sustentação.  O vereador Sérgio Góes (PL) não foi candidato à reeleição e apoiou Zeca da Silva.

 

SEM PRESSÃO

O prefeito Marcelo Déda (PT) em seu discurso de posse revelou que não interviria nas eleições da Câmara Municipal. Disse que ia respeitar as decisões do legislativo, deixando bem claro que não aceitaria pressão: “se houver qualquer tipo de pressão, nós vamos reagir”, disse ele.

 

CONVITE

O vereador Fábio Henrique (PDT) já convidou o novo presidente da Câmara, Zeca da Silva (PSB), para ingressar em seu partido, caso deixe a legenda que se elegeu. Por telefone, o deputado federal João Fontes fortaleceu o convite de Fábio. Zeca da Silva disse que vai permanecer no PSB.

 

POSSE

Sexta-feira o prefeito Marcelo Déda dará posse à equipe que participará da segunda administração. O secretariado teve pouca alteração e o pensamento será o mesmo do mandato anterior. O prefeito deve marcar a primeira a reunião do secretariado, para definir as metas deste ano.

 

JOBIM

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobim, passou o reveillon na praia do Saco, litoral Sul de Sergipe, como hóspede do ex-governador Albano Franco. Jobim chegou dia 22 e conheceu pontos turísticos do Estado. Retornou domingo a Brasília e se mostrou encantado com as belezas naturais de Sergipe.

 

ALBANO

“FHC continua procurando empresários e solicitando ajuda financeira para manter o Instituto FHC”. “Albano Franco e Tasso Jereissati – que são tucanos, empresários e políticos – não necessariamente nessa ordem – que o digam”. A nota saiu na Veja.

 

HELENO

O presidente regional do Partido Liberal, deputado Heleno Silva, disse que o seu partido está se fortalecendo para indicar o nome do candidato a senador. No caso, ele. Heleno acha impossível um único partido indicar dois majoritários, porque geraria uma crise dentro da composição.

 

GILMAR

O deputado estadual Gilmar Carvalho (PV) acha que a oposição deveria analisar melhor o nome do senador Valadares (PSD) para candidato a governador em 2006. Gilmar Carvalho considera que a oposição não pode cair no samba de uma nota só, porque isso não deixa alternativa para outras legendas.

 

POLICIAL

A Segurança explica que o cidadão assassinado este final de semana utilizando um carro para transporte de pessoal, não era taxista. Tratava-se de um policial que nas horas vagas fazia transporte clandestino em carro particular, o que não desmente a violência.

 

 

Notas

 

ESTÂNCIA

O advogado Cristóvão Freire está ajuizando, hoje ou amanhã, em Estância, uma ação para que sete candidatos que complementam o número de 19 vereadores da Câmara Municipal daquele município tomem posse, baseado na inconstitucionalidade da resolução do TSE que reduziu o número de vereadores no país. A ação processual baseia-se na Lei Orgânica do Município que determina o número de 19 vereadores em Estância o que, no entender do advogado, não poderia ser superada por uma resolução. A análise final é do juiz.

 

FLORO

A fuga de Floro Calheiros tem uma nova versão, que vem sendo mantida em segredo para não atrapalhar as investigações. Segundo uma influente fonte da área de segurança, Tudo que se disse, até o momento, sobre a forma como Floro deixou a Primeira Delegacia, é pura invenção para evitar nomes aos bois (êpa!). Dentro de mais alguns dias essa nova versão será publicada, com todos os detalhes e confissões de novas pessoas envolvidas da fuga mais fácil da história policial de Sergipe. Pode, inclusive, mudar o rumo do processo.

 

OCEANAIR

A partir de hoje a OceanAir Linhas Aéreas começa a operar o seu vôo regional em Sergipe. A empresa vai atuar na região, ligando Aracaju a outras capitais do Nordeste, facilitando as viagens para cidades como Recife e Fortaleza, que hoje não existe com facilidades pelas grandes empresas que operam no Brasil. O vôo será diário e sai de Salvador às 7 horas, passando por Aracaju, Maceió, Recife, Natal e Fortaleza. Às 15:35horas, esta mesma aeronave sai da capital do Ceará, com previsão de desembarque em Aracaju às 19:30horas.

 

É fogo

 

O médico Eduardo Amorim (PFL) foi convidado para ser secretário da Saúde de Itabaiana. Não aceitou, mas indicou o ex-diretor do Hospital João Alves Filho, Fabian.

 

Uma banca de revistas localizada em frente à Secretaria de Segurança, na praça Tobias Barreto, já foi assaltada três vezes.

 

Foram tantos o assalto que o antigo proprietário resolveu vende-la. O atual também já está querendo desfazer do negócio.

 

O bairro 13 de Julho sofre, diariamente, assaltos e seqüestro relâmpago. Por lá sequer passa uma patrulha da polícia em ronda.

 

O secretário de Segurança, Luiz Mendonça, está retornando do exterior esta semana. Estava mais seguro na Europa.

 

Pedrinho Valadares (PFL), junto a um grupo aliado, foi que fez o presidente da Câmara Municipal de Simão Dias, derrotando o tio José Valadares.

 

O prefeito de São Cristóvão, Zezinho da Evereste, tomou posse com a mulher internada em um hospital de Aracaju. Ele teve forte dor de cabeça antes da solenidade.

 

Os sorteios dos jogos da Caixa Econômica Federal serão realizados em Aracaju no período de 10 a 12 deste mês.

 

A Defensoria Pública de Sergipe registrou, o ano passado, o recorde de 142 mil pessoas atendidas.

 

O vereador Fábio Henrique (PDT) já está pensando em mudar o número do seu telefone de 2004 para 2006. A Assembléia vem aí…

 

O abastecimento de carros do Governo será feito através do Compras-Net já a partir do início deste mês. No início vai ser uma confusão.

 

O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, reiterou que o país já tem as condições para um crescimento sustentável nos próximos anos.

 

brayner@infonete.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais